1. Spirit Fanfics >
  2. Sem mais Deku... >
  3. Velório do número 1

História Sem mais Deku... - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Pode ficar de boa, não vou ficar sem postar por muito tempo. (Bem, não sei se meu conceito de tempo é o mesmo que o de vocês? ksksksk)


Mas na moral, deixa eu dar uma explicação séria, eu, ainda estudo, e durante as férias, eu arrumei um serviço, porém temporário, então eu tinha pouco tempo pra escrever, ainda menos vontade, mais fiquem tranquilos, posso demorar até 15 anos, mas não vou parar de escrever até a história estar concluída.


Eu juro que tentarei ter vontade pra postar mais frequentemente!!!




BOA LEITURA!!!!

Capítulo 4 - Velório do número 1


 

 

 

 

POV's Todoroki

 

 

Sabe, não parece que fazem apenas algumas horas que... ele faleceu, como eu posso dizer? Nunca estamos preparados pra esse tipo de coisa, bem aproveitando que estamos num hospital, é melhor ver com algum médico se meu olho esquerdo tá inflamado. Quando me dei conta, estávamos eu e a Yaomomo sozinhos naquela recepção, com ela dormindo apoiado em meu ombro.

 

 

(Todoroki) Ei, Yaomomo? Tá acordada?

 

 

...

 

 

(Yaoyorozu) Quem faz essa pergunta pra alguém dormindo?

 

 

Disse ela em um tom sarcástico e fofo ainda com os olhos fechados, lentamente abre os olhos e me encara.

 

 

(Yaoyorozu) O que foi Shoto?

 

 

(Todoroki) Eu acho que vou checar meu olho com algum médico, esse curativo foi feito às pressas, tenho medo de pegar uma infecção.

 

 

(Yaoyorozu) Ah, tudo bem, que pena que foi seu olho azul né? Eu o achava tão lindo!

 

 

(Todoroki) Eu ou o olho?

 

 

(Yaoyorozu) O olho seu bobo! Você ainda é lindo.

 

 

Ela me puxou pra um selinho rápido e sorri pra ela.

 

 

(Yaoyorozu) Que horas são?

 

 

(Todoroki) Quase onze horas, mas falando sério, eu vou ver algum médico.

 

 

(Yaoyorozu) Só com um olho né? Hahaha!

 

 

(Todoroki) Tá engraçadinha hoje né?!... Tá bom, essa, foi boa haha.

 

 

Eu me levantei e fui em direção a atendente, mas antes que eu pudesse abrir a boca, eu ouço o barulho do elevador se abrindo e de lá de dentro saíram a senhora Inko, e o... Bakugou?

 

 

(Todoroki) Bakugou... o que faz aqui?

 

 

(Bakugou) Visitando o coelho da páscoa seu idiota!

 

 

...

 

 

(Inko) E-ele estava lá em cima como visitante junto com a Ochacko, Shoto.

 

 

(Bakugou) E você meio-a-meio? O que você e a maluca das criações fazem aqui?

 

 

(Todoroki) Nós trouxemos a senhora Inko aqui, pra ver o Midoriya.

 

 

(Bakugou) Hunf! Entendi... Mas bem, é melhor vocês dois darem o fora daqui logo porque o velório do Deku começa à meia-noite.

 

 

(Yaoyorozu) Hã?! É daqui uma hora?!?

 

 

(Bakugou) Parabéns, é ótima em matemática. Eu e a cara de lua já mandamos mensagens pra todos.

 

 

(Inko) É sim, nós discuti lá em cima e decidimos fazer isso logo o quanto antes, por isso estamos aqui, o Katsuki vai me levar pra casa pra me trocar.

 

 

(Todoroki) Certo, eu só vou ver algum médico pra cuidar desse meu olho.

 

 

(Katsuki) Quando aquele cara da individualidade dos espinhos te atingiu aí? No 5º Dia?

 

 

(Todoroki) Não, foi no 6º. Então, nos vemos no velório.

 

 

Logo em seguida da minha fala eu estendi a mão pra ele pra me despedir. Nossa! Eu sou idiota ou o quê? Ele vai é gritar e explodir a minha mão...

 

 

(Katsuki) Até lá, Meio-A-Meio!

 

 

Pera ai um minuto, ele apertou minha mão sem explodi-la? E nem me xingar? Ou falar gritando?

 

 

(Yaoyorozu) Esperem um pouco, vocês disseram que a Ochacko também estava lá em cima, onde ela está agora?

 

 

(Katsuki) Cacete! Virou um interrogatório essa merda?!... Hunf! Ela vai acompanhar o corpo até o velório, e eu vou levar a senhora Inko pra casa pra se aprontar.

 

 

...

 

 

(Yaoyorozu) Está bem então, logo depois do Shoto ver o médico, vamos pra minha casa nos prepararmos pra ir, contem com a nossa presença.

 

 

Ela se levantou e caminhou até a senhora Inko e abraçou ela, a mesma retribuiu, parece que realmente precisava disso.

 

 

(Inko) Até lá Momo.

 

 

 

...

 

 

 

(Katsuki) Tá parando olhando o que caolho? Não ia ver um médico caralho!?

 

 

(Todoroki) Ah, sim, desculpe!

 

 

 

 

 

 

 

~~Quebra de tempo~~

 

 

 

 

POV's Ashido

 

 

Depois de mim e o Kirishima recebermos aquela fatídica mensagem, nós fomos nos aprontar, bem, isso vai ser meio difícil, e-eu nunca fui em um enterro antes.

 

 

(Kirishima) Mina?

 

 

(Ashido) AH! EJIRO!! QUE SUSTO!

 

 

(Kirishima) Como assim? Eu tava aqui o tempo todo, eu já me aprontei, vamos lá.

 

 

(Ashido) Onde você colocou a chave do carro?

 

 

(Kirishima) Tá comigo! Pega  aí!

 

 

Eu virei pra ele e só consegui ver ele me tacando a chave, e descobri uma coisa, esse abestado não tem nenhum pouco de mira.

 

 

(Ashido) AI!! MEU ROSTO!!!

 

 

(Kirishima) D-D-DESC-CULPA!! É-É QUE EU ACHEI QUE VOCÊ IA PEGAR!!

 

 

 

...

 

 

 

(Ashido) Olha... só não te bato agora porque estamos atrasados, ouviu amor?!

 

 

(Kirishima) O-ok... 

 

 

Eu dei as costas pra ele e abri a porta, logo em seguida me dirigi pro nosso carro, dando partida eu vi ele entrar com uma carinha de cachorrinho abandonado.

 

 

(Ashido) Isso é golpe-baixo.

 

 

(Kirishima) Eu te compro chocolate mais tarde amor...

 

 

(Ashido) Quase...

 

 

(Kirishima) Chocolate branco.

 

 

(Ashido) Tá bom, está perdoado.

 

 

(Kirishima) EBA!!

 

 

(Ashido) Tá bom, chega, vamos logo, já são 00:18.

 

 

 

~~Quebra de Tempo~~

 

 

 

 

 

POV's Kaminari

 

 

Depois de receber aquela mensagem da Uraraka, um aperto se alojou em meu peito, eu não era o amigo mais próximo do Midoryia, mas ainda assim era um grande herói, e um grande amigo, mas chega de ter devaneios, não se pode ficar com a cabeça viajando enquanto se esta em uma rodovia.
Chegando lá, vejo que já chegaram algumas pessoas, desço da minha moto e tiro o capacete. Caminhando até a entrada eu vejo alguém conhecido de costas.

 

 

(Kaminari) É, parece que estou no lugar certo.

 

 

(Jiro) Kaminari...?

 

 

(Kaminari) Kyoka...

 

 

(Jiro) Graças ao céus, você está bem?

 

 

(Kaminari) Sim, e você?

 

 

(Jiro) Sim, desde o 1º dia não nos vemos.

 

 

(Kaminari) Bem... onde ele tá?

 

 

(Jiro) Lá dentro, vem.

 

 

Ela pegou minha mão e me levou pra dentro, fui cumprimentando todos os meus companheiros ali presentes, ver a senhora Inko ali me fez partir o coração, fico em frente do cômodo, e encaro o caixão por uns segundos, ando um pouco mais e o rosto pálido dele é revelado, não consigo me segurar e começo a chorar.
Alguns segundos depois eu sinto minha mão ser agarrada, olho pro lado e vejo que a Jiro está segurando minha mão.

 

 

(Jiro) Pode chorar...

 

 

...

Residência de Mírio Togata e Nejire Hado

 

 

 

(Mírio) NÃO NÃO NÃO NÃO!!! EU ME RECUSO A ACREDITAR!!!

 

 

(Nejire) Togata!! Se acalma!! Tamaki!! Me ajuda!!!

 

 

(Tamaki) MÍRIO!! Amigo!!! Acalme-se!!

 

 

(Mírio) EU ME RECUSO A ACREDITAR, NÃO O DEKU!!

 

 

...

 

 

(Aizawa) É verdade Mírio...

 

 

(Nejire) Como é que você entrou aqui?

 

 

(Aizawa) Deixaram a porta aberta. Tomem mais cuidado.

 

 

(Mírio) Eraser? N-não é possível... Não o Deku.

 

 

(Aizawa) Não acredita? Se troque e venha comigo.

 

 

...

 

 

(Eri) O que está havendo aqui? Ouvi uns gritos lá do meu quarto. PAI?! O QUE HOUVE COM SEU OLHO?!?

 

 

(Aizawa) Eri... venha aqui... eu vou te contar uma coisa...

 

 

 

~~Quebra de tempo~~

 

 

...

Residência de Mandalay

 

 

(Mandalay) Hum? Mensagem da Ochacko?

 

 

 

....

 

 

 

 

(Mandalay) KOUTA!! Vem aqui!!

 

 

(Kouta) Já vou!!

 

 

(Mandalay) VEM LOGO!!

 

 

(Kouta) SÓ UM MINUTO!!! Que chata...

 

 

(Mandalay) VEM AGORA GAROTO!!!

 

 

(Kouta) QUE INFERNO!!! QUE FOI?!?! Ei... que foi? Por que tá chorando? Desculpa ter gritado...

 

 

(Mandalay) Não foi isso... Sente-se aqui, eu tenho algo pra te contar...

 

 

 

 

 

 

 

 

To be continued....


Notas Finais


E você? Prefere que tipo do chocolate? Responda nos comentários!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...