História Sem Querer Amei Você - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Castiel, Dakota, Debrah, Kentin, Lysandre, Peggy, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier
Tags Drama, Violencia
Visualizações 38
Palavras 2.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bonjour lady's

Capítulo 27 - Apenas um mal estar


Fanfic / Fanfiction Sem Querer Amei Você - Capítulo 27 - Apenas um mal estar

 - Crystal Fox! – Peggy me chamou no corredor.

- Eu? – falei a encarando.

- Preciso da sua ajuda em uma coisa. Li deixou um projeto na sala da diretora há umas semanas, e ela aprovou, mas preciso de uma ajudinha para resolver.

- É só dizer. – Peggy me levou até o clube de jornal, quando chegamos lá estava uma verdadeira bagunça, Armin estava sentado em uma cadeira jogando no seu console.

- Sabe meu parceiro só é bom na hora de escrever como se estivesse narrando uma partida de jogo. – ela revirou os olhos.

- Ei! – Armin resmungou.

- Bom o projeto da Li se resume a isso. – ela me entregou uma folha de papel. O conteúdo falava de um projeto envolvendo palestras educativas sobre o assunto ‘faculdade’, a ideia era simples, mas muito bem detalhada e consistia em escolher as faculdades mais procuradas e as áreas se resumiam em direito, medicina, jornalismo, administração e engenharia. A outra parte se voltava a áreas pouco procuradas artes cênicas, plásticas e visuais. Citava também um teste de aptidão bem elaborado para ajudar os indecisos a que área entrar.

- É um projeto fenomenal, a ideia de Li é estupenda. – Peggy me encarou sorridente.

- Sabia que você ia gostar dessa parte. – ela sorriu. – Preciso da sua ajuda para escolher os alunos que farão a palestra, não precisam ser daqui necessariamente.

- Meus pais cursaram direito, mas estão fora da cidade. – Peggy ficou triste. – Mas meu irmão mais velho é um médico em inicio de carreia poderia ajudar.

- Toda ajuda é bem vinda. Armin conhece um engenheiro e já convenceu a ajudar, acho que a Violette poderia ficar na parte das artes visuais.

- Vou falar com ela e peço pra mesma passar aqui mais tarde. – olhei meu relógio. – Tenho que encontrar a Rosa agora. Até.

Sai da sala e vi Castiel sentado no chão e de cara emburrada.

- Brigou com a porta de casa hoje foi? – perguntei parando de frente para ele.

- O que você quer garota? – que mal humor.

- Nada. – dei de ombros. – Só queria saber por que você está aí no chão com cara de cachorro aguado.

- Bela descrição. – ele revirou os olhos. – Acho que eu não te devo explicações. – suspirei e balancei a cabeça indo para a sala.

- Kentin Munhoz. – o chamei. – Espero que esteja preparado para uma tarde de tortura hoje. – ele riu.

- Biologia é um amor de matéria Crystal. – ele cruzou os braços.

- Ah sem sombra de duvidas. – ironizei revirando os olhos.

Sentei na minha cadeira habitual e esperei Rosa chegar, conversei com Violette que na hora concordou em ajudar Peggy no lance do jornal. Lysandre veio me perguntar como eu estava, pois ficou sabendo que eu passei mal, de novo.

- Foi só um mal estar Lys. – falei me lembrando da ameaça de Chavalier.

- Rosa ficou preocupada já que você e Benjamim sumiram durante o simulado, foi sorte ser de dupla. – ela falou se sentando ao meu lado.

- Ah foi mesmo. – peguei meu caderno. – Mas como ficaram sabendo?

- Digamos que a Rosa me obrigou a ir a sua casa com Castiel a tiracolo.

- Sabe por que o ruivinho está de mau humor?

- Não faço ideia. – Lysandre parecia sincero. Rosalya finalmente apareceu.

- Até que fim né senhorita apareceu. – falei com Rosa que se sentava à mesa, ela sorriu.

- Vejo que está bem.

- Parece que sim. – dei se ombros sorrindo. – Preciso falar com você sobre o show de talentos, queria marcar a data das inscrições.

- Quando quer fazer isso?

- Segunda. Na sexta podem fazer o anúncio e o final de semana seria para eles pensarem.

- Boa ideia Crys vou repassar para diretora e te falo o que deu depois. – ela disse saindo. A primeira aula foi um tédio total, os tempos seguidos foram somente de simulados. Castiel continuava emburrado e o Lys tinha que atura-lo. Cheguei a ficar com pena. Minha dupla de hoje era Kim, quando terminamos o simulado saímos da sala.

- E aí guria, soube que você passou mal ontem. Tá melhor? – sorri, era bom ver que alguns amigos realmente ficavam preocupados.

- Sim Kim, foi só um mal estar passageiro, estou melhor. – falei enquanto sentávamos. – Mudando um pouco de assunto, você sabe que aniversário do Ben é domingo não é?

- Sim, vai planejar uma festinha?

- Não exatamente, Ben gosta muito de uma casa de festa que tem na área leste da cidade, vou fazer uma listinha de amigos mais próximos dele.

- Está me convidando senhorita Fox? – ela sorriu abertamente. – Se a resposta for sim, saiba que eu vou sem dúvidas, só me manda a hora e o local.

- Okay. Aviso-te sim.

A semana passou num piscar de olhos, a sexta chegou sem aviso prévio, a diretora Shermanks permitiu que os clubes de música e teatro/artes anunciasse sobre o show de talentos.

- Certo meninas. – Rosa começou a falar. - hoje a manhã será nossa, a diretora deixou que ficássemos organizando tudo no primeiro tempo no auditório.

- Alexy você trouxe o pen drive? – Villu perguntou.

- Tá aqui. – ele entregou para Violette. – O slide está do jeitinho que pediram, selecionei algumas músicas também.

- Certo. Nicole e Crystal vocês dão conta de explicar como vai funcionar o show?

- Ótimo. Íris é sua vez de falar.

- Combinei com a Bia de explicar como será a segurança e as músicas de fundo que vão tocar, vamos ficar responsáveis também pela música de entrada e encerramento do show. Benjamim, indicamos você do nosso grupo para fazer a abertura do show.

- Abertura? – perguntou confuso. – Me indicaram?

- Esquecemo-nos de falar isso na reunião? – Rosa perguntou a Villu sussurrando.

- Rosalya. – a chamei. – Quer explicar?

- Bom esquecemos de falar na reunião que temos que indicar alguém para a abertura do show, uma abertura bem elaborada com o máximo de instrumentos possíveis, Crystal e Benjamim vocês farão a abertura junto de outros alunos, mas vocês são os anfitriões junto dos outros.

- Que outros? – perguntei com o cenho franzido.

-Vamos falar daqui a pouco. Nic e Crys vão se trocar, Alexy você vai com a Villu chamar o povo pra cá.

Fui com a Nicole para o vestiário do auditório eu usei um vestido no mesmo modelo de Nicole a diferença era que o meu era um tom verde-água e o dela preto. Ajeitei meu cabelo num coque simples e ajudei Nic a fazer o mesmo no dela.

- Nunca pensei que iria usar um vestido desses na escola. – eu ri, o vestido tinha um comprimento que ia até acima dos joelhos e uma cauda média.

- Sorte que só compramos o tecido e Rosa resolveu o resto, senão ia doer no bolso. – falei.

- Ia mesmo. – Nicole sorriu. – Agora vamos ao salto.

O salto de Nicole era simples que nem o meu, com uma diferença mínima de cores, o meu era branco e o dela preto, combinando com o vestido. Saímos do vestiário e fomos em direção à cabine de projeção que ficava do outro lado do auditório. Esperamos Alexy e Villu voltarem com o pessoal, assim que todos estavam no auditório Íris tomou a palavra, Benjamim e Alexy vieram até nos.

- Nossa pequena demonstração será incrível – Al parecia empolgado.

- Quem fará o terceiro menino e a garota?

- Jade e você Crys. – Benjamim falou. – Esqueceu?

- Não, só queria que vocês tivessem esquecido para colocar a Nicole no meu lugar.

- Hahaha eu vou fazer outra coisa. – ela encarou o palco. – Crystal está quase na hora.

- Se arrumem logo e deixem minha sacola no banheiro aí. – falei saindo.

Eu e Nicole ficamos lado a lado na direção do meio do palco, entraríamos pelo meio onde a escada estava posicionada. Todos os professores estavam presentes, junto de uma fileira com alguns jornalistas e olheiros. Isso explica o porquê de eu e Nic trocarmos de roupa.

- Por fim os alunos que representaram cada clube na abertura serão Jade, Viktor, Debrah, Benjamim, Ambre, Charlotte e Crystal, na ordem iram representar o clube de jardinagem, basquete, arco e flecha, música, vôlei, jornal e artes e teatro. – Íris falava animadamente.

- Agora senhoras e senhores damos a palavra para Crystal Fox e Nicole Dantas do clube de artes e teatro.

Como Vilu havia programado a música de fundo começou a tocar o refrão de Crazy in love da Beyonce, percebi alguns olhares de admiração e outros de inveja como o de Debrah. Subimos no palco e Nicole começou.

- Bom dia para todos, como todos já estão cientes iremos entrar em mais detalhes do show de talentos.

- Como muitos devem saber, o show também será a porta de entrada para o futuro daqueles que pensam em ingressar em uma escola de artes ou música.

- Esse ano será um pouco diferente dos anteriores, Alexy o slide, por favor. – Al colocou o slide. – Como podem ver aqui temos algumas fotos dos eventos passados, esse ano teremos um tema para a decoração que será Tempo da Música, com algumas exposições.

- Os alunos que tiverem interesse de participar poderão se inscrever segunda-feira, nas seguintes áreas. – na tela apareceram algumas imagens. – Design de games, música, artes visuais, teatro, dança e design de moda. – falei por fim.

- Todos os alunos e funcionários da escola receberam duas senhas, o evento será pagante aos de fora e custarão dez reais. Um detalhe importante a ser observado é que o evento acontecerá em três locais da escola, no porão, aqui no auditório e ginásio. – Nicole encerrou a pequena apresentação e eu sai do palco enquanto ela explicava como seria no dia do evento.

Entrei na cabine e vi que Alexy, Jade e Benjamim já estavam prontos, entrei rapidamente no banheiro e me troquei, Rosalya tinha que ser tão detalhista ao criar roupas iguais a dá TV? A pequena apresentação seria uma cena do filme Descendentes 2, um pequeno cenário foi montado com algumas pinturas que representariam as artes visuais, nossas roupas seriam o modelo de design de moda, a encenação o teatro e dança por fim música a música mesmo.

- Estou pronta gente. – Al me observou admirando a roupa que Rosa fez, Benjamim e Jade pareciam satisfeitos com o trabalho, fomos para o placo através de um atalho por fora do auditório.

- Por fim. – Nicole terminava seu discurso. – Iremos fazer uma pequena demonstração do que se pode fazer no dia do show. – Nicole finalizou e foi se sentar na plateia.

Jade foi o primeiro a entrar e eu fui a última, tivemos um pequeno diálogo antes de iniciar a música, coloquei meu braço no ombro dele e comecei.

- Let me tell you something you can really trust, Everybody's got a wicked side, I know you think that you can never be like us, watch and learn so you can get it right.

Posicionamo-nos na frente de Jade e começamos a encenar dançando e cantando.

- You need to drag your feet, You need to nod your head, You need to lean back, Slip through the cracks, You need to not care.

- Uh, you need to not stare. – Alexy cantou.

- You need a whole lot of help. – cantamos juntos.

- You need to not be yourself. - cantei sozinha.- You wanna be cool? Let me show you how, You don't break the rules, I can show you how and once you catch this feeling.

- And once you catch this feeling, You'll be chillin', chillin', oh, Chillin' like a villain (chillin'), Chillin' like a villain (chillin'), Chillin' like a villain (hey), Chillin' like a, chillin' like a (hey), villain.

Continuamos a encenar até finalmente chegar a vez de Jade.

- I really wanna be bad a lot and I'm giving it my best shot, But it's hard being what I'm not.

- Well if you don't, you're gonna get us caught. – foi a vez de Alexy novamente.

- He's right, we gotta stay low-key. Now show us how bad you can be. – cantei.

- Like this? (yeah, yeah, yeah). Like this? (yeah, yeah). Oh yeah, I think I got this, Let's go, I'm ready to rock this and I ain't gonna thank you for your help I think I found the words to myself. – Jade terminou e logo continuamos para encerar a cena.

Recebemos alguns aplausos e olhares satisfeitos vindo dos professores e alunos também sai do palco e fui me trocar, Benjamim disse que ia ficar até o final e eu decidi sair para ir à loja de penhores. Guardei as roupas na minha bolsa e fui deixar meus livros no armário, fiquei encarando meu armário um tempo antes de suspirar e abrir.

- Estava pensando em algo? – Kentin perguntou se encostando-se aos armário.

- Na verdade não, mas agora que falou me lembrei de algo. – fechei meu armário e o encarei. – Kentin eu tô com medo do Chavalier. – sussurrei. Kentin veio até mim e pegou uma mecha do meu cabelo.

- Me diz. – ele me encarou. – Ele tem haver com essas marcas no seu pescoço? – assenti. – Crystal isso já está saindo do controle você tem que denuncia-lo, falar com a diretora, qualquer coisa.

- Eu não posso Kentin. – afirmei. – Ele me ameaçou e minha família também, o que você faria se acordasse no dia seguinte sabendo que sua mãe foi assassinada.

Kentin suspirou, não houve resposta.

- Viu, também não iria reagir. – avistei a cabeleira vermelha de Castiel subindo as escadas junto da nossa turma. – Tenho que fazer algo antes de ir, vem comigo?

- Claro.

Subimos as escadas e entramos na sala.

- Ei Alexy tudo certo para amanhã? – perguntei parando ao lado dele e Rosa.

- Certíssimo Crys, vamos depois do seu treino do hipismo né?

- Isso mesmo, Rosa vai também?

- Sem dúvidas minha cara Crystal. – Kentin ficou parado na porta de braços cruzados.

- O que vocês tanto planejam para amanhã? – Castiel se meteu na conversa.

- Ah, bom saber que você ainda fala e resmunga. – estalei a língua. Lys e Rosa riram. – ao que se refere o que falamos acho que não é assunto seu. – arqueie as sobrancelhas.

- É amigo você perdeu essa. – Lysandre disse amigavelmente colocando a mão no ombro de Castiel.

- Ah que se dane, eu não me interessaria por um pedaço de pano como ela, estava parecendo uma oferecida hoje. – Castiel debochou e aquilo me magoou muito, ele estava de mau humor a semana inteira. Lysandre lhe deu um cutucão enquanto Rosa o fuzilava com o olhar.

- Se é o que pensa. – peguei minha bolsa e fui em direção à porta. – Vamos Kentin, a não ser que não goste da companhia de uma oferecida.

Quase pude ver uma ponta de arrependimento na face de Castiel, quase. Kentin e eu passamos na minha casa e depois fomos a loja do seu Francisco, os dois já se conheciam o que eu estranhei um pouco, mandei uma mensagem para Benjamim dizendo que chegaria tarde em casa.

- Crystal... Viktor te forçou a algo alguma vez? – Kentin perguntou parecendo estar preocupado.

- Não exatamente. – falei enquanto tomava um refresco. – Digamos que ele só tentou. – por sorte.

- Crystal se isso se agravar mais, eu não vou nem querer saber. – ele me olhou sério. – Eu vou denuncia-lo você querendo ou não. – nunca tinha visto Kentin tão sério. Viktor não seria louco a ponto de fazer algo mais grave, ou seria?


Notas Finais


Roupinha super charmosa da Crystal
http://picture-cdn.wheretoget.it/z3xjud-l.jpg

Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...