História Sem Querer Amei Você - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Christopher Uckermann, Dulce María
Personagens Christopher Uckermann, Dulce Maria
Tags Comedia, Drama, Romance, Vondy
Visualizações 201
Palavras 989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - 33 Capítulo


Christopher arrastava seus lábios pelos dela com doçura e sentia-se totalmente correspondido, não apenas pelo fato das mãos dela estarem lhe trazendo mais para ela, mas por senti-la totalmente entregue a seu beijo, entregue a ele, a maior surpresa foi sentir as mãos dela descerem pelo seu peitoral, abdômen e em seguida ela o tocou por debaixo da blusa, tocando a ponta de seus dedos na pele desnuda dele, deslizou seus dedos para as costas dele e em forma de caricias com as pontas de seus dedos ela deslizava para cima fazendo assim com que suas mãos subissem pelas costas dele expondo assim suas costas, neste instante ela tocou no tecido da camisa e segurou, então começou a arrasta-la para cima na intenção de retira-la, o que fez o beijo ter uma pequena pausa, para que a camisa passa-se por sua cabeça. Assim que a retirou e a jogou pelo chão Christopher voltou a beijá-la, ansiava os beijos dela há tanto tempo que agora que estava de fato os tento não queria desperdiçar um minuto se quer. Ele arrastava seus lábios nos dela, selava seus lábios, mordiscava, fazia tudo o que podia para beija-la de todas as formas possíveis, a queria tanto, mais tanto... As mãos dele deslizaram pela lateral do corpo dela, o fato dela estar usando na parte superior apenas o biquíni facilitava o contato com a pela dela, podia senti-la pegando fogo. Ela então deu fim ao beijo e com um sorriso singelo estampado em seus lábios ela pegou sua mochila, abriu a mesma e então retirou uma canga, fechou a mochila, a colocou onde pegou e se levantou, estendeu a mesma no chão, Christopher a observava sabia onde tudo aquilo iria dar e de fato não conseguia crer, parecia que seu maior sonho por fim estará se tornando real.

Ela o olhou nos olhos e estendeu a mão na direção dele que levantou-se rapidamente para ir ao encontro dela que novamente o beijou, com cuidado ela o conduziu a canga e o fez sentar-se, porém ela não sentou, ficou ali em pé a sua frente, olhando em seus olhos, ela tocou o botão de seu short e o abriu, em seguida desceu o zíper e não demorou muito para que o short deslizasse por sua perna indo de encontro ao chão. Não era a primeira nem a vigésima vez em que Christopher a via de biquíni, mas desta vez tudo era diferente, ele percorreu toda a extensão daquele corpo com o olhar que parou nos seus peitos, Dulce estava com as mãos para trás, era visível que segurava a cordinha que amarrava seu biquíni nas costas e estará prestes a solta-la. Ele estava apreensivo, ansioso, desejoso e até mesmo nervoso com tudo aquilo, ele até mesmo engoliu seco quando ela por fim soltou aquela corda, o biquíni estará largo, solto, mas ainda não tinha a visão privilegiada dos seios de sua amada, só quando ela soltou as cordinhas atrás de seu pescoço que o biquíni foi ao chão que ele pode ter a visão daqueles belos pares de seios, eram lindos, oh sim, eram perfeitos, branquinhos com as rodelas rosadas. Ela então caminhou até ele e se ajoelhou diante dele com um sorriso travesso, esta mulher lhe enlouquecia. Ela então o beijou com veracidade, fazendo-o deitar-se sobre aquela canga, com uma de suas mãos ele por fim tocou os seios dela e o apertou, eram firmes, macios, com a outra mão ele tocava as costas nuas dela, apertava, acariciava, desceu até sua bunda e a apertou, ela se movia para cima e para baixo esfregando seu corpo no dele, deixando-o ainda mais excitado, ele a queria, queria possuí-la e não havia duvidas de que ela queria ser possuída por ele. Os beijos de Christopher passaram para seu pescoço e logo foram parar em seu seio direito, ele passava a ponta de sua língua pelo bico lhe causando arrepios, mordiscava, o outro ele segurava firme enquanto acariciava o bico com seu polegar, Dulce por sua vez acariciava os cabelos dele enquanto curtia a sensação de ter seu melhor amigo lhe chupando os seios. Com a ponta de sua língua ele começou a percorrer o corpo dela, seguindo um trajeto até sua intimidade ao chegar lá depositou um beijo na mesma por cima da parte de baixo do biquíni a qual Christopher não demorou nem mesmo um minuto para retira-la deixando a mulher de seus sonhos completamente nua a sua frente, sua intimidade era perfeita, não havia definição melhor para o que estará a sua frente, ele tocou o clitóris dela com o polegar arrancando dela um gemido, ela estava molhada, era visível, ele então não se fez de rogado, se enfiou no meio das pernas dela e a chupou fazendo-a se contorcer de prazer. Ele a chupava com vontade, dava até mesmo para ouvir o barulho dos chupões que ele lhe dava, passava sua língua de cima para baixo enquanto introduzia seu dedo indicador dentro dela, fazendo movimentos de vai e vem enquanto a chupava, já ela rebolava, se contorcia e a cada segundo estará mais molhada, ele sabia o que estava fazendo, oh sim, ele sabia e como sabia.

 

Oh céus... Eu vou... Oh, sim... Eu Vou... Go...Go... GOOZAAARRRRR

 

 

Dulce explodiu em um orgasmo múltiplo, ele acabará de lhe fazer gozar em sua língua e com maestria, a respiração dela estará funda, seu rosto chegará a estar suado, ela o olhou nos olhos e sorriu enquanto tentava recuperar um pouco suas forças, mas ele era um cavalheiro e iria ajuda-la, ele subiu encima dela e a beijou fazendo-a sentir o seu próprio gosto. Com certa dificuldade por estar por baixo Dulce começou a tentar retirar a bermuda e a sunga de Christopher, estava ansiosa para o que viria a seguir, nunca nem ao menos pensará em como seu amigo deveria ser pelado, mas naquele momento desejava mais que tudo ver e sentir-lo dentro de si. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...