História Sem tempo (simbar) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Benício, Emília, Luna Valente, Matteo Balsano, Personagens Originais, Simón
Tags Aventura, Drama, Lutteo, Romance, Simbar
Visualizações 247
Palavras 951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Consequência


POVs: ÂMBAR

Fiquei imovel, minha boca abria e fechava varias vezes, tentava dizer algo mais não saia nada, eu estava completamente chocada, como ele ousa? Porque será que ele sempre me culpa? Como se eu já não me culpasse todo dia, droga!

Senti meus olhos lacrimegarem, Emília me olhava preocupada, Matteo continuava com as sobrancelhas erguidas esperando por minha resposta.

_ Esta tudo bem, Âmbar? - a voz gentil de Emília falou, ela parecia preoculpada, ela colocou uma mão em meu ombro, por reflexo me esquivei - se não quiser responder não precisa - disse me dando um sorriso reconfortante, assenti.

_ Como? Não vai responder?  - Matteo disse com a voz maldosa, engoli em seco e neguei - Então acho que prefere pagar a consequência. 

_ Eu não vou mais jogar - falei me levantando , ele me olhou e negou com a cabeça sorrindo irônico. 

_ AH CLARO, NÃO QUER DIZER PORQUE SABE QUE A CULPA É INTEIRAMENTE SUA, VOCÊ A MATOU! MATOU A PESSOA QUE EU MAIS AMAVA! - gritou com a voz embargada, fechei meus olhos com força impedindo que as lágrimas caissem, só queria sair dali, esquecer tudo, depois disso eu sabia, sabia que os pesadelos daquele dia voltariam a me atormentar - VOCÊ A MATOU, VOCÊ DEIXOU ELA SOZINHA NA DROGA DAQUELA FLORESTA, SÓ TÁ SAINDO DA DROGA DO JOGO PORQUE TEM MEDO, tem medo de dizer, dizer que a culpa é realmente sua! - abri meus olhos, ainda de costas pra ele respirei fundo e me virei, o encarei, ele estava com o rosto repleto de lágrimas - só continua jogando - ele disse num sussuro com a voz fria, se eu não prestasse atenção acho que nem ouviria. Concordei com a cabeça e continuei lá - vamos começar de novo, agora diz, verdade ou consequência? - ele nem se quer olhou pra mim, Emília me olhava com as sobrancelhas erguidas como se me questionasse em  silêncio, Simon olhava com um olhar....preocupado? Talvez... Não claro que não! O resto das pessoas ne olhavam animadas.

_ Consequência! - falei meio que sem pensar, Matteo que estava com o olhar baixo me encarou, com um sorriso quase que..... feliz, mais não uma felicidade boa ta mais pra ruim, o que será que deu nele, droga! Nem parece mais o meu melhor amigo. Os resto dos cdesconhecidos estavam animados com o desafio que eu teria de comprir, mas Simon e Emília não pareciam felizes.

_ Te deasafio a voltar para o lugar onde todo seu inferno começou. - meu corpo tremeu, um arrepio se estalou por todo meu corpo, eu estava em choque, como? Ele queria que eu voltasse para lá? Para onde a Luna desapareceu? - acho que você sabe a hora exata que a Luna sumiu, certo? - concordei com a cabeça, eu estava em choque.

_ 3:00 da manhã - falei com a voz arrastada e com um leve arrepio, senti meus olhos lacrimegarem mas controlei a vontade de chorar.

_ Não precisa fazer isso se não quiser - Simon falou, com a voz levemente preocupada ou talvez era só impressão minha, ele nunca se preocuparia com um ser desprezível como eu.

_ Ela vai sim! Ela escolheu desafio e tem que cumprir! - o garoto loiro ao lado de Emília falou recebendo um cotovelada, ele fez uma careta de dor e olhou incrédulo para ela.

_ Não precisa fazer isso Ambar! - Emília disse.

_ Eu vou! - afirmei engolindo em seco - além do mais é só a droga de um jogo! - revirei os olhos e me levantei - Me leva até lá! - falei olhando pra Matteo que me lançou um sorfisinho de lado. 

_ Com todo prazer. 

Já íamos saindo de lá até que senti uma mão segurar meu braço, olhei para trás e engoli em seco , não sabia nem como respirar.

_ Não precisa fazer isso. - Simon falou com preocupação. 

_ E-eu preciso - gaguejei, droga! Porque eu tinha que gaguejar? - é só um jogo - falei lhe dando um sorriso sem graça, ele suspirou alto e concordou dizendo um  "tudo bem."






_ Já estamos chegando - Matteo falou focado ainda na estrada. 

_ Voce está bêbado demais para dirigir, sabia? - falei erguendo uma sobrancelha. 

_ E você também - falou me olhando com um sorriso sinico no rosto - desde quando se preocupa?

_ Você é meu melhor amigo, é claro que eu me preocupo! - falei e soltei um grande suspiro, aquela conversa não chegaria a lugar algum. 

_ As vezes queria não ser - murmurou baixo, ele queria não ser, mas porque continuava sendo? 

Fiquei pensando no que Matteo falou minutos atrás que nem percebi quando chegamos naquele lugar.

_ Trouxe a camera! - falou balançando ela no ar, mas pra que aquela câmera? - e antes que pergunte a câmera é para mostrar voce cumprindo o desafio. 

_ Mas eu o desafio era vir aqui. - falei confusa.

_ Você vai ficar aqui por 15 min, vou deixar a câmera gravando, e não pode sair daqui! - falou sério - vamos fazer o que você fez com a Luna! - eu o olhei chocada, porque isso tudo? Por acaso ele quer que eu desapareça? Quer que a mesma pessoa que se livrou da Luna faça o mesmo comigo? Droga! Ele está louco!

_ Você está maluco? Não vou ficar aqui sozinha! - falei apavorada. 

_ Claro que vai! - disse ele posicionando a câmera em uma árvore qualquer. Ele entrou no carro e trancou as portas, esmurrei o vidro do carro desesperada.

_ VOCÊ ESTA LOUCO? DEIXAR EU ENTRAR,DROGA! - berrei agoniada, senhor, ele ira me deixar ali? Sozinha? O que aconteceu com o meu amigo?

Ele deu partida do carro e me deixou ali gritando feito louca, droga! 






















Notas Finais


Gente o Matteo não é mal não kkkk ele só está bêbado mesmo.
Mas mesmo assim tadinha da Âmbar. ):


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...