História Semideuses e Guardiões: Um nova lenda - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Hades, Mitologia Grega, Poder, Poseidon, Semideuses, Vingança, Zeus
Visualizações 17
Palavras 630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Gente pra quem já leu minha fic Animália a lenda da cidade perdida esta história é a mesma(estou reescrevendo-a e acrescentando algumas coisas), porém quem não leu sejam bem vindos e espero que gostem mesmo.
Capítulos novos todas quartas, sábados e segundas (17:00/22:30)

Capítulo 1 - Prólogo


Sabe-se que para muitos pode ser apenas um mito, ou apenas um passatempo, mas acredite não pode parecer o que você pensa, bem, se você começar a ler e sentir seu coração bater fortemente e se identificar com alguém acredite, você é um de nós... Porém lembre-se quando você descobre,  não és mais a mesma pessoa, digo por experiência própria. Se você começar a ler as próximas palavras e perceber algo diferente em você... bem vindo ao time, ou se não, para você foi apenas uma bela história. Te desafio a tentar encontrar seu verdadeiro eu, mas e aí amigo, vai aceitar o desafio? Então prepare sua vasilha de dorittos com seu copo de Coca Cola e embarque nesta aventura que nunca... Nunca mais vai sair da sua cabeça.

                                                   *

22/09/1917. New York City.  Olimpo. 

Era uma noite chuvosa, os céus nublados, tempestades imensas caiam sobre a terra, era como se ele estivesse furiosa com os seres humanos, nos oceanos os tornados aumentavam, o mar certamente "não estava pra peixe". Toda a New York estava desconfortável com o caso, os habitantes não saiam de  suas pequenas casas com medo de serem eletrocutados por algum dos raios que ora outra caia a todo momento por toda a cidade.

Mas o porquê disso tudo, nem mesmo os geólogos explicavam o motivo te tais mudanças climáticas, porém o fato deste motivo é a o mais simples de todos, bem, não tão simples assim: O Olimpo, o lar de todos os deuses gregos, havia um grande conflito verbal, um dos deuses quebrou a regra mais sagrada deles:   Nunca, nunca se deixar levar pelo sentimento fraco dos humanos... o amor.  E o mais decepcionante ainda, gerara deste amor um fruto, um fruto proibido, era uma desonra ao olimpianos, aquilo que acontecera. Poseidon, o deus dos mares, foi ele que quebrou a regra, porém o deus era um dos mais puros entre eles. Mas naquele dia, Zeus não se contentava com o fato do acontecimento. 

-Irmão, você acaba de quebrar a regra mais sagrada de nós, e infelizmente fizera isto em dose dupla. -dizia Zeus furiosamente com o deus dos mares- Não sei como pôde ter feito isso conosco Poseidon! 

-Aceito qualquer punição irmão, mas não prejudique ela e nem a criança.-disse Poseidon cabisbaixo balançando a cabeça.

-Criança? Aquilo... aquilo não é uma criança comum,  ele tem o nosso sangue Poseidon, tem idéia do que pode acontecer?-O pai dos deuses não se dava conta da situação- Esta discussão acaba aqui. 

Zeus não podia deixar que aquilo, como dizia, se tornasse mais um membro para a humanidade, mas o deus, não queria de tudo machucar os sentimentos do irmão, mas pensando na ameaça que a criança causaria, teve uma idéia precipitada, não precisaria matar a criança, mas também não precisaria fazer a criança saber sobre sua verdadeira identidade.

-O quê?-dizia o pai furioso - Você quer transformar meu filho, em uma máquina de guerra, para ajudar os deuses? 

-É a única maneira de mantê-lo vivo! -Zeus ficara calmo naquele momento, o que impressionava todos os outros deuses- Ele vai ser um guerreiro e bem sucedido, ele vai ser bem cuidado e viver do nosso lado.

-O quê? -disse Ares surpreso- trazer um humano para o Olimpo? Isso é proibido. 

-Ele não é um humano!-dizia o deus dos mares apontando para o rosto de Ares,  um dos gigantes do outro lado do trono dos deuses.

-Silêncio! A minha conclusão está feita e há uma coisa, esta criança nascerá e assim que viver, ampliaremos o seu crescimento, porém para que não seja estranho haverá mais como ele e serão denominados Guardiões, porém será o único que veio de um ventre de uma mulher. 

-Nosso filho vai estar seguro Myrian, nosso pequeno Yus...-cochichou consigo mesmo Poseidon,  mas foi interrompido por seu irmão.

-Entendido Poseidon?-questionou Zeus. 

-S-sim claro!





Notas Finais


E este foi o prólogo galera, bem se gostaram deixe seus comentários e por favor favoritem a história, sua opinião é muito importante pra mim.
Vejo vocês no próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...