1. Spirit Fanfics >
  2. Sempre Com Você - (Yoonmin) >
  3. One

História Sempre Com Você - (Yoonmin) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii pessoal, eu tinha feito essa história de Yoonmin, mais não tinha gostado, então apaguei ela, e resolvi fazer tudo de novo, só que para quem chegou a ler a outra, vai ver que está totalmente diferente, não tem nada igual. A única coisa que eu mantive da outra foi o título.

Obs : A maioria da história vai ser narrada pelo Jimin.

Enfim, espero que gostem desse primeiro capítulo, lembrando que o Yoongi e o Jimin ainda são crianças nesse capítulo, e ele é apenas uma apresentação, então espero que gostem, e desculpem qualquer erro do capítulo.

Boa leitura !!!

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction Sempre Com Você - (Yoonmin) - Capítulo 1 - One

Eu e Yoongi estávamos brincando no parquinho, quando Yoongi se afastou por um momento para pegar terra e colocar no seu baldinho de brinquedo. Eu fiquei esperando o mesmo, e enquanto esperava um menino que também brincava no parquinho se aproximou de mim. 


— Oi tampinha. — O menino fala rindo. Ele parecia ser um pouco mais velho que eu e Yoongi. 


— Eu não sou um tampinha ! — Falo me defendendo. 


— Ah não ? Vamos ver então. — O menino fala e no segundo seguinte, o mesmo me empurra me fazendo cair com tudo para trás. Eu caio de costas no chão, e bato minha cabeça que começa a doer. 


Sento no chão e coloco a mão na cabeça, começando a chorar, porque estava doendo muito. 


— Oh, além de tudo é um bebê chorão ? — O menino pergunta em puro deboche. 


— Ei ! Por que não mexe com alguém do seu tamanho ? — Yoongi chega até nós e para na nossa frente. 


Mesmo ele sendo pequeno, o mesmo tinha uma postura firme, como se fosse um adulto. Ele era corajoso, e sempre me protegia, por isso o admirava tanto. 


— Que fofo ! Está defendendo seu amigo fracote ? — O menino pergunta sorrindo sarcástico. 


— Ele não é fracote seu idiota ! — Yoongi fala alto e logo em seguida dá um chute bem na parte baixa do outro, fazendo o menino quase cair no chão de dor. 


— Sua peste ! — O menino fala com raiva. 


— Vem Jiminie. — Yoongi fala e me ajuda a levantar, me puxando pelo braço e nos fazendo correr. 


Quando achamos que o menino não poderia mais nos achar, nos sentamos em um balanço que estava ali perto. Eu me sentei em um, e Yoongi se sentou no balanço ao lado do meu. Começamos a balançar o balanço bem devagarzinho enquanto olhavámos para o chão. 


— Obrigado por me salvar Yoonie. Não sei o que seria de mim sem você. — Quebro o silêncio, e lhe lanço um sorriso fofo. 


— Sempre vou te ajudar Minie. Você é muito especial para mim. Não posso te perder. — Yoongi fala sorrindo para mim também. 


Não sei porque mais quando ele falou isso, eu senti meu coraçãozinho bater mais rápido em meu peito. 


— Você também é especial para mim Yoonie. — Falo de forma fofa. 


— Vamos fazer uma promessa ? — Yoongi pergunta me olhando sério. 


— Tudo bem. Que promessa ? — Pergunto curioso. 


Nunca esquecermos um do outro. — Yoongi fala e fica me olhando. 


— Eu prometo. — Falo mostrando meu dedinho mindinho. 


— Eu também prometo. — Yoongi fala e entrelaça seu dedinho no meu. 


Sorrimos um para o outro, e voltamos a balançar o balanço devagar. Levamos um susto ao ouvir o grito da minha mãe. 


— FINALMENTE ENCONTREI VOCÊS ! ESTÃO LOUCOS DE SUMIREM ASSIM ?! — A mesma fala desesperada e abraça eu e Yoongi apertado. — Nunca mais sumam da minha vista assim ouviram ?   


— Sim. — Eu e Yoongi respondemos sorrindo. 


— Ótimo, agora vamos para casa, já me deram trabalho demais hoje. — Minha mãe fala e chama um uber nos levando para casa. 


No caminho para casa resolvi contar a ela. 


— Mãe, hoje Yoongi me salvou de um menino mal no parquinho. — Falo sorrindo fazendo com que todos meus dentinhos apareçam. 


— Ah é mesmo ? — Minha mãe pergunta olhando para Yoongi. 


— Sim tia. Eu não posso deixar que machuquem o que é meu. — Yoongi fala com um biquinho e eu coro. 


Vejo minha mãe arregalar os olhos, mais depois explodir em gargalhadas. 


— Crianças só falam besteira mesmo. — Fala fazendo carinho na cabeça de nós dois. 


— Não é besteira tia. — Yoongi fala ficando emburrado. 


— Ai meu Deus, só você mesmo. — Minha mãe fala rindo de Yoongi. 


Eu apenas observava o mesmo atentamente. Até que me assusto, quando minha mãe fala comigo. 


— Filho, como vai querer sua festinha de dez anos ? — Minha mãe pergunta sorrindo. 


— Não sei ainda… — Falo fazendo bico. 


— Posso te ajudar a escolher Minie. — Yoongi fala sorrindo. 


— Claro Yoonie. — Falo sorrindo para o mesmo também. 


— Tudo bem, conversem e depois me falem. — Minha mãe fala com um sorriso doce no rosto. 


Quando chegamos na grande casa de Yoongi, onde eu costumava passar os dias também como se fosse minha segunda casa. Na verdade… é minha segunda casa. Entramos e logo fomos lavar as mãos para jantar. Depois de estarmos já com as mãozinhas lavadas, nos sentamos a mesa e logo começaram a nos servir. 


— Ebaaa, hoje é lasanha. — Eu e Yoongi falamos ao mesmo tempo. Amamos lasanha. 


Logo começamos a comer, e quando eu olho para o lado vejo um Yoongi todo sujo de molho. Dou risada e pego um guardanapo limpando a boca do mesmo. 


— Está sujo aqui. — Falo passando o guardanapo em seu queixo. — Prontinho. 


— Obrigado Jiminie. — Yoongi fala com aquele sorrisinho fofo que só ele tinha.  


— Não foi nada Yoonie. — Respondo corando levemente. 


Depois disso voltamos a comer, até nossos pais se sentarem à mesa com a gente. 


— Como foi no parquinho meninos ? — O senhor Min pergunta começando a se servir. 


— Foi bem legal tio. — Falo animado. 


— Sim, foi bem legal pai. — Yoongi responde sorrindo também. 


— Que bom. — O senhor Min fala sorrindo. 


— Não estão esquecendo de dizer nada não ? — Minha mãe pergunta olhando para mim e Yoongi com a sobrancelha arqueada. 


— O que a senhora Park quer dizer com isso meninos ? — Senhor Min pergunta com seu olhar sobre nós. 


Vocês devem estar perguntando o porquê que o meu pai e a mãe de Yoongi não estão presentes. Bem, meu pai morreu quando eu tinha apenas três anos, e a mãe de Yoongi abandonou ele e o senhor Min, para ficar com outro homem rico. Já que o senhor Min subiu na vida, depois que ela abandonou ele. Eu e Yoongi sofremos é claro, pela ausência deles, principalmente a ausência da mãe de Yoongi que era desnecessária. Pelo menos desde agora, ele sabe que ela não gosta dele, pois mãe que ama, não abandona. 


— Eu e o Yoon nos empolgamos e acabamos por nos perder da minha mãe. — Explico com a cabeça baixa, com medo que o senhor Min nos desse uma bronca.


— Eu protegi o Jimin papai ! — Yoongi fala orgulhoso de si. 


— Como assim filho ? — O pai do mesmo pergunta sorrindo. 


— Um menino maior que a gente queria bater no Jimin, então eu salvei ele do menino mal. — Yoongi explica para seu pai bebendo um pouco do seu suco de uva em seguida. 


— Muito legal da sua parte filho. Agora me conte, como fez isso…


— Eu chutei o pipi dele papai. — Yoongi fala sorrindo orgulhoso novamente. 


O senhor Min e a minha mãe explodiram em risadas, enquanto eu e Yoongi apenas observavamos os dois se acabando em risadas. 


— Vocês tem que tomar cuidado. Não podem sair de perto dos adultos assim. — Senhor Min agora fala ficando sério. 


— Tudo bem desculpe. — Eu e Yoongi falamos em uníssono.   


— Tudo bem, mais dá próxima vez não saiam de perto de mim em hipótese alguma. Ouviram ? — Minha mãe pergunta alternando o olhar entre mim e Yoongi. 


— Sim. — Respondemos juntos outra vez. 


Depois disso, minha mãe e o senhor Min ficaram conversando sobre assuntos que eles diziam ser de “adultos" então eu e Yoongi quando terminamos de jantar, fomos para o quarto do mesmo. 


— Minie, eu tenho um pijama aqui para você. Sabe que vai ficar um pouco grande no seu corpo, mais acho que vai ser confortável. — Yoongi fala me entregando um de seus pijamas que eu sempre usava quando dormia em sua casa.      


— Obrigado Yoonie. — Falo sorrindo fofo. 


— Pode se trocar primeiro, eu me troco depois. — Yoongi fala e eu assinto com a cabeça. 


Entro no banheiro e tiro as roupas que eu estava usando, vestindo logo em seguida meu pijama. Quando já estou trocado, saio do banheiro e vejo os olhos de Yoongi me fitando com curiosidade ? Preciosidade ? Eu não sabia dizer, apenas coro e olho para os meus pés. 


— Você fica muito fofo de pijama Minie. — Yoongi fala me lançando seu sorriso fofo. 


— Obrigado Yoonie, você também fica. — Falo sorrindo e corando. 


— Que bom que acha. — O mesmo fala e entra no banheiro. 


Por eu estar cansado, assim que Yoongi saiu, eu fui escovar meus dentes. Por eu dormir frequentemente na casa de Yoongi eu já até tinha minha escova própria. Escovo meus dentinhos, e logo atrás de mim Yoongi vai fazer o mesmo. Eu me deito na cama em que dividia com Yoongi, na qual não nos importávamos de dividir, e por estar tão cansado, não consigo esperar Yoongi voltar do banheiro, então adormeci ali mesmo. 


[...]


Quando acordo, eu já não estou mais na casa de Yoongi, e sim na minha. Estranho minha mãe ter me trazido para casa, já que ela sempre me deixa ficar lá até mais tarde. Eu só costumo voltar para casa, no dia seguinte no final da tarde. Me levanto e vou no banheiro fazer minhas higienes matinais. Tiro meu pijama do Pikachu e coloco minha roupa simples de ficar em casa, do Naruto.    


Quando desço indo para cozinha, me deparo com Yoongi e o senhor Min na cozinha junto da minha mãe. Logo que vi Yoongi já percebi que o mesmo estava triste, e minha mãe estava com semblante suspeito. 


— Bom dia mãe, bom dia tio. — Falo sorrindo. — Oi Yoonie ! — Falo indo abraçar o mesmo. 


— Oi Minie. — Yoongi fala e retribui meu abraço. 


Vendo que todos ficam em silêncio depois disso, resolvo quebrar o silêncio. 


— Tem alguma coisa acontecendo ? 


— Bem Jimin… eu e Yoongi viemos aqui para nos despedir de vocês. — Senhor Min fala. 


— Despedir ? Como assim ? — Pergunto olhando para os três presentes na cozinha. 


— Yoongi e o senhor Min vão embora filho. — Minha mãe me explica. 


— Ir embora para onde ? Por quê ? — Pergunto entrando em desespero. Eu não podia perder Yoongi. 


— Eu recebi uma proposta de emprego em Londres, é uma ótima oportunidade não posso perder. Então eu e Yoongi, passaremos a morar em Londres. Sem contar também, que lá ele terá uma boa qualidade de estudos, então também estou o levando para ele estudar lá. — Senhor Min me explica e eu fico em sem palavras. 


— Filho não fique assim. — Minha mãe fala e vejo todos me olharem com pesar. 


— Bem… então, nós vamos indo. Senhora Park, pequeno Jimin, espero vê-los em breve. — Senhor Min abraça minha mãe e eu e já sai de casa. 


— Até algum dia tia. — Yoongi fala e abraça minha mãe. 


Quando ele se separa do abraço com ela, nossos olhares se encontram. Eu tinha um olhar decepcionado no rosto, e Yoongi um olhar triste. O mesmo vem até mim e me abraça forte, e eu não deixo de retribuir o abraço. 


— Irei sentir muito sua falta Minie. Não se esqueça da nossa promessa. Porque eu nunca vou te esquecer. Yoongi fala no abraço. 


— Eu também irei sentir muito sua falta Yoonie. Não se preocupe, eu nunca vou esquecer nossa promessa. Porque eu também nunca vou te esquecer.Falo isso e nos separamos do abraço. 


— Eu tenho que ir agora. — Yoongi fala com lágrimas no rosto e sai correndo. 


Meus olhos se enchem de água, e eu corro para os braços da minha mãe, e desabo em lágrimas. 


— Calma meu amor, uma hora vai passar. — A mesma fala passando a mão por meu cabelo. 


— Não vai não mãe, Yoongi era muito especial para mim. Ele era meu melhor amigo, fazíamos tudo juntos, e agora isso se acabou em questões de segundos. Ele foi embora para sempre. — Falo soluçando. 

— Talvez não seja para sempre querido. Agora pare de chorar está bem ? Vou fazer chocolate quente para você. — Minha mãe fala e eu vou para sala e me sento no sofá. 


Eu não conseguia controlar as lágrimas. Tem gente que fala que as crianças não conseguem sentir as coisas na mesma proporção que os adultos, mais eu discordo. Ninguém entende o quanto Yoongi era importante para mim, e o quanto ele vai me fazer falta. 


Eu sabia que a partir dali meus dias seriam mais sem graça, e seriam dias sem cor para mim. 


Notas Finais


Bem esse capítulo foi só com eles crianças, mais no próximo eles já estaram maiores.

Espero que tenham gostado...

Beijos e até o próximo ^-^♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...