1. Spirit Fanfics >
  2. Sempre Irei Te Amar (OneShot Nagi O Homem Invisível) >
  3. ;;Não se esqueça, por favor

História Sempre Irei Te Amar (OneShot Nagi O Homem Invisível) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Uma one shot pequenina só para descontrair. Depois que eu joguei o final ruin do Nagi eu fiquei muito bad (acho que até chorei se me lembro)

Essa one é dedicada a @tsugumori
Te amo muito Mayu, a única pessoa que jogou Ephemeral comigo.

[Não aceite rosas prateadas de coelhos voadores]

Capítulo 1 - ;;Não se esqueça, por favor


Eu vi isso acontecer muitas e muitas vezes, vi o corpo dela se chocando com o chão de novo e de novo. É, mesmo que eu tentasse, eu nunca conseguia, mesmo que eu implorasse, ela não lembrava. Eu já perdi as contas de quantas vezes isso aconteceu, eu já perdi a conta de quantas vezes eu chorei, de quantas vezes eu gritei... Eu já não lembrava mais.


É isso aconteceu mais uma vez.


O corpo dela batendo de novo no chão corberto por um tapete vermelho velho inconsciente. Mas uma vez ela caiu, é mais uma vez eu chorei.


- Não... Por favor, de novo não... E-eu não aguento mais essa tortura... - Senti aos poucos minhas pernas vacilarem, até que eu cheguei ao chão gelado. Caído, chorando, deprimido. 


Patético

Extremamente patético


Eu sou patético

Prometi não a deixar, e estou tentando o máximo possível cumprir. Não importa se eu desaparecer, não importa se eu for esquecido. Eu não posso desistir. 


- Você e incrivelmente idiota - Aquelas malditas vozes. Finas, grossas, chorosas e felizes. Todas em uma.


Boneca...

Maldita boneca...

- Eu sei disso, mas não vou abaixar a cabeça para vocês, demônios - Lá estava ela, sentada na estante olhando para mim com seus olhos de botões vermelhos, olhos cheios de ódio e maldade.


- Mama me ama mais que tudo, ela mesma disse - Suas diversas vozes mudavam enquanto falava, chegava a ser arrepiante.


- Isso e mentira, ela não te ama - Barulhos de cacos quebrados, agora espalhados pelo chão. Um antigo vaso muito bonito, agora estava acabado


- Você... Não... Sabe... De Nada! - Suas vozes cortavam o ar enquanto às proferia.


As luzes piscavam, e eu tinha a impressão de sentir a casa mexer. Isso não me assustava mais, isso não me deixava inseguro


Eu me acostumei

Eu já estava mais que acostumado com os surtos deles.


- Para uma boneca tão segura de si, você e bem mimadinha - Provoco, talvez se eu a irritar bastante ela quebre e a maldição vá embora? 


Mas nada aconteceu


Absolutamente nada


Nem...
Um...
Grito...

A energia do ambiente começou a ficar extremamente pesada, o que era bem... Estranho...


Talvez... Eles tivessem indo embora? 


Senti uma coisa se mexer em baixo de mim, minha esperança era que fosse ela, mas não era. 


O chão se abria lentamente, a garota que antes estava aqui... O que? A-ande ela está?!


Em meio ao desespero, eu fui engolido pela cratera, sendo consumido pelo escuro pouco à pouco. E lá de cima, eu consegui ver uma coisa


A boneca dando tchau para mim com seus dentes sinistros e olhos vermelhos. 


É a cratera se fechou.

É eu fiquei lá, sem poder dizer as palavras que eu sempre dizia quando ela acordava sem se lembrar de mim.


"Eu sou a pessoa que mais te ama em todo o mundo"


É, mas uma vez eu estava alucinando







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...