1. Spirit Fanfics >
  2. Sempre meu. >
  3. Passivo Dominador.

História Sempre meu. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


A inspiração bateu e saiu esse

Boa leitura 💙💚

Capítulo 1 - Passivo Dominador.


Fanfic / Fanfiction Sempre meu. - Capítulo 1 - Passivo Dominador.

América sempre foi baladeiro, ele não ligava pra essas coisas de Amanhã eu tenho que dá conta do meu trabalho ou se amanhã eu tenho aula de matemática. Ele só queria viver e não liga pra ninguém. Naquela noite ele havia decidido que encontraria alguém que fosse como ele, que não ligasse pra nada na vida.

Ele colocou sua melhor roupa e saiu pra balada. No caminho ele se perguntava se algum dia ele encontraria alguém que o olhasse diferente, alguém que ele pudesse chama de seu. Ao chega na frente da balada ele para e olha pra os lados, será que e era uma boa ideia? Era sim, lembra de amor i fazia ficar deprimente e nada melhor do que uma bela garrafa de vodka pra esquecer dessas bostas.

Ao entra na boate o cheiro de álcool vem ao seu encontro. Ele olha prós lados e vê que já estava bem movimentada naquela noite. América se dirige ao balcão pedindo uma garrafa de vodka. O Barman traz um copo e coloca a garrafa na bancada mais América pede pra que ele leve o copo e deixasse a garrafa.

Sua cabeça pensava em muitas coisas, em como sua vida estava, ou no modo como o ninguém o levava a sério, ou talvez por ama e não ser amado o que doía mais. Cada pensamento um gole na garrafa que acabou em minutos. Ele pede outra e outra e outra. Ao todo foram 6 garrafas de vodka pura. América era fraco pra bebida e logo já estava vendo tudo em 3. Ele olha pra cima pro camarote e vê uma figura o olhando sem nem disfarça.

América a baixa a cabeça e coça os olhos e a levanta novamente e lá estava ele. O rosto branco, azul e vermelho lhe era família, era Rússia seu ex namorado. Naquela hora era o que menos Ame precisava era do ex o enchendo o saco. América baixa a cabeça e quando a levanta Russaip já estava do seu lado.

— 6 já é o suficiente - Diz Rússia tirando a nova garrafa que o Barman havia deixado na bancada. 

— Aaaa Vai cuida da tua vida. E me deixa em paz.- Diz Ame já sonolento.

— Chega vamos pra casa agora. - Diz Rússia pagando a conta de Ame e a dele também. Rússia tenta levanta Ame do banco mais ele Rejeita sua ajuda.

Ambos sai do estabelecimento e Ame nem anda conseguia. Ele logo sente o alívio de ter as pernas no ar quando Rússia o pega no colo estilo noiva.

— Puta merda em Rus, até nisso você  me controla - Diz Ame completamente bêbado.

— Não seja ingrato, eu tô te ajudando - Diz Rus sendo Grosso e Irônico.

— Você fudeu a minha vida... E agora... Hum... Vem me ajuda..... Vai a merda. - Diz Ame jogando a cabeça pra trás. Rússia sorri vendo Ame naquele estado. Não porque era bom mais sim porque quando estava bêbado Ele sempre dizia o que sentia.

Não demoro muito pra que Rus chegasse ao apartamento de Ame que já estava contando piadas o caminho Inteiro, as piadas eram sem graça e só ele ria. Rus coloca Ame no chão e sente seu pescoço sendo puxado pra baixo. Ame cola os rosto e sorri malicioso.

— Entra aqui comigo - Diz num tom ousado.

— Eu tenho que ir pra casa... Amanhã é segunda lembra - Diz Rússia baixinho perto de Ame que sorri pra ele.

— Mais uma garrafa e você tá liberado - Diz Ame mostrando as chaves do apartamento pra Rus que pensa por alguns segundos.

— Só ...uma ... Garrafa ok - Diz Rússia, Ame consente e abre a porta deixando Rússia entra primeiro. Era um apartamento bom, organizado e tinha uma ótima vista para a cidade. Quando Rússia se vira ele vê Ame trancando a porta e quebrando a chave no meio.

— Que porra é essa América tá maluco não posso fica aqui - Diz Rússia indo até a porta e tentando abri mais Ame o empurrar contra a parede.

—  Para de fazer tempestade em copo de água e relaxa, você tem força pra abri essa porta só com um murro - Diz Ame puxando Rússia até o sofá e o jogando nele. Ame começa a tira sua blusa fazendo a atenção de Rússia se volta para seu corpo magro e branco. Rus morde os lábios, estava com tanta saudade daquele corpo, daquela pele quente, ele se senta direito no sofá e observar Ame.

— O que ra fazendo ? - Sussurra Rússia.

— Deis do dia em que a gente termino eu queria fazer isso.... Eu queria te mostra que não havia acabado.. só que aí ... Eu te vi com o Ucrânia - Diz Ame ficando em pé na frente do Russo que o olha meio surpreso. O efeito da bebida parecia que havia acabado.

— como assim? - Diz Rússia meio assutado.

— É bom quando você se faz de bêbado e manda o Barman colocar Água dentro de garrafas de vodkas usadas já... Foi fácil chama sua atenção pensando que eu estava bêbado - Diz Ame sorrindo malicioso. Tudo havia sido uma armação do CARRALHO, ele nunca esteve bêbado só estava se fazendo de bêbado pra que Rus saísse da boate antes de Ucrânia chegar.

— Sério ?... Tudo isso por um puta ciúmes? - pergunta Rússia.

— Também, mais.. eu só quero te lembra de que eu sempre fui e sempre serei o melhor sexo da sua vida - Diz Ame abrindo a causa e a tirando ficando somente de box Preta. Rússia tenta se levanta mais Ame o empurra de volta para o Sofá e coloca a mão em sua boca.

— Calma... Porque a pressa? - pergunta América num tom debochado. Ele tira o casaco de Rus e volta a ficar em pé. Ele se ajoelha entre as pernas de Rus e começa a abrir sua causa vagarosamente.

— Você é um filho da puta América. - Diz Rus, antes de sentir seu membro ser abocanhado e envolvido num calor Maravilhoso. Rússia tinha que admitir que estava com saudade daquela boquinha maravilhosa. Rus segura a cabeça de Ame que subia e descia num vai e vem enlouquecedor.

Rússia tinha que admitir que Ucrânia era ótimo em sexo, mais América tava de parabéns naquele boquete, não demoro muito pra fica durinho como pedra. Os gemidos de Rússia foram alimentando com a intensidade das sugadas que Ame dava em seu membro. Ele ainda era muito com em engoli cada pedaço do membro de Rússia.

Depois de um tempo Ame se levanta e se senta no colo de Rússia que passa as mãos em volta de sua cintura mais é barrado antes de começa o beijo.

— Calma meninão.. quem manda hoje sou eu - Diz Ame beijando Rus violentamente. Rússia tento briga pelo domínio mais desistiu no final. Ame tira a blusa de Rus e começar a morde seu corpo e distribuir chupões, depois de um tempo ele sobe até o pescoço de Rus o segura.

— Que merda você vai fazer - Diz Rússia.

— Mostra para aquele merdinha que você é meu e sempre será meu - Diz Ame avançando no pescoço de Rússia e o marcar sem dó nem piedade. Depois de um tempo Ame se levanta e tira sua box. Ele volta a ao colo de Rus que segura sua cintura e o olha nos olhos. Ame sorri e introduz o membro de Rússia dentro de si.

Enquanto Rússia jogava a cabeça pra trás com tesão enorme, Ame Apertava os olhos sentindo seu interior arde. Ele Admite que um lubrificante agora seria bom, mais não queria perder aquela cena Maravilhosa que era ver Rússia gemendo.

— Nossa..e-eu...nunca te vi assim.... Tão...aaaa... Entregue - Diz Ame terminado de se senta por completo no membro de Rússia.

— Cavalga porra - Diz Rússia segurando a cintura de Ame o obrigando a se mexer em cima do seu membro, Ame tenta se segura mais não aguenta mais espera ou segura o clima, estava muito quente naquele apartamento e o sério de sexo dominava até às paredes.

O barulho de pele batendo era alto no cômodo, os gemidos de Ame tomavam conta do ambiente. Rússia o fazia subir e descer, os gemidos de Ame ficavam cada vez mais altos, Rus havia sentido falta daquele corpo mais do que deveria. Ele batia nas nádegas de Ame, beijava seu pescoço com desejo, controlava sua cintura de uma maneira diferente. Ambos estavam carente de contato sexual.

Com inúmeras esticadas em sua próstata Ame acaba gozando melando o Abdômen de Rus que não para as estocadas, embora Ame não aguentasse mais ele continuava a estoca, até que derrama sua essência no interior de Ame que se deita sobre Rus que aproveita a sensação pós orgasmo.

— Eu senti sua falta - Sussurra Rússia.

— Eu também senti a sua - Diz Ame sorrindo e agradecendo por Rússia a apesar de tudo ainda ser seu.


Notas Finais


Obrigado por lerem até aqui

Desculpa erros na escrita


Até 💚💙 ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...