História Sempre precisei de você - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Aceitacao, Acidente, Auto-estima Baixa, Bottom!jimin, Bottom!jungkook, Câncer, Depressão, Drama, Flex, Jikook, Jikook Flex, Kookmin, Morte, Namjin, Romance, Suícidio, Vhope, Violencia, Yaoi
Visualizações 69
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi...
Tudo bom, tudo bom, tudo bom?
Ora ora quem voltou né bbres uiin
Mudei minha escrita, sim e eu espero que gostem.

Até lá nas notas finais❤
Kissus

Capítulo 1 - Please


Morrer.

Palavra forte, e as vezes bem sujestivas aos ouvidos de Park Jimin. A pouco seu irmão acabara de falecer, e mesmo sem querer, sua felicidade se foi com ele... 

 Meu mundo se foi. 

 Solidão.

Esse sentimento voltara sem dó e piedade, o derrubando mais uma vez. Solidão agora somada com a culpa de uma morte trágica. 

Eu o matei... 

 Ver sangue em suas mãos nunca doeu tanto... Mesmo quase inconsciente, seu cérebro armazenava toda aquela cena. Min Yoongi morto no banco do motorista, no canto de sua testa escorria uma trilha de sangue, o ferro que atravessava sua pele, seu rosto virado para si.

 Sabia, Jimim sabia, era o culpado, ninguém precisaria informa-lo disso. Ele estava vendo o rosto de seu irmão morto virado para si.

Por favor... Não vá... 

Tarde de mais! Ele já havia ido e levado consigo a vontade de viver do irmão. Pediu internamente que essa vontade imensa de fechar os olhos, se realizasse, esperou que se fechassem como a de seu irmão, queria fechar os olhos para sempre. Começou a sentir a cabeça pesar, não aguentando, deixou a mesma cair desejando não abrir mais os olhos. 

Antes de perder completamente a consciência, pode ouvir a sirene da ambulância ao longe. 

  Que ela não chegue a tempo...

Minutos antes do acidente: 

 [...] 

 Era quase meia-noite. A festa começaria em alguns minutos. Tudo pronto, porém, precisava de alguém para leva-lo. O mesmo é novato na escola em que frequenta. Aproveitaria a festa para socializar.

Sem amigos... Sem carona! Terei de pedir a Yoongi. 

 Como de costume, sabia que teria de “atuar” Para conseguir o que queria. Quem nunca persuadiu o irmão?! Se olhou no espelho e falou fazendo aegyo

 - Irmãozinho querido, você, poderia me levar... - foi interrompido pelo celular vibrando em seu bolso avisando a hora. 

Jimin tirou os sabatos e vestiu um casaco e uma calça moletom por cima da roupa que vestia e seguiu para o quarto do irmão. Yoongi lia seu livro favorito enquanto ouvia música no fone de ouvido. Jimin se aproximou lento e manso. Tirou um dos fones do mais velho e sorridente falou se sentando próximo ao mesmo: 

 - Yoongi, você sabe que fazem vários meses que eu estou estudando na mesma escola que você e... - Jimin foi interrompido. 

 - Fazem apenas três semanas, Jimin! - Yoongi o corrigiu calmo sem desviar seu olhar de seu livro. 

 - Okay! Voltando... Fazem três... três... Aish, três longas semanas que eu estou sozinho. Você sabe que eu te amo e se não fossemos irmãos eu casaria contigo! - Jimin abraça o irmão. 

 - Direto ao ponto, Park! - Yoongi exclamou e logo ouvindo um murmuro do mais novo. 

 - QUEROQUEMELEVEAFESTADECARRO! - Falou rápido e tudo de uma vez. Ao perceber uma interrogação se formar no rosto do irmão, repetiu: - Por favor, Yoongi, me leve para a festa que vai ter na casa de um dos alunos da escola, preciso conhecer pessoas, não quero mais ficar sozinho nos intervalos. Se não quiser, eu vou entender... 

 - Ah... Jimin, você não precisa se arriscar a sair tarde da noite, ser pego e apanhar do papai... Pode fazer amigos na escola. 

 - Mas eu quero conhecer pessoas legais e essas pessoas vão estar naquela festa! Eu sei que eu já tenho você para ficar comigo e isso é ótimo... Mas, do mesmo jeito que você tem amigos, eu também quero ter... 

- Não! Não vou arriscar pegar o meu carro por sua causa, pra ficar de castigo depois! Lavra que eu 'tô lendo! 

 Querendo ou não, era verdade. Jimin ficava sozinho em sala de aula e nos intervalos, quando Yoongi não estava com ele, teve vezes que se não fosse seu irmão, teria apanhado no banheiro da escola. Talvez fosse bom para ele fazer amigos... 

 - Jimin... - chamou baixo o irmão. Fechou seu livro pôs seu óculos na cômoda e falou se levantando da cama. - Vamos, eu te levo. Aproveito pra curtir a festa e fico de olho em você! - Jimin sorriu e abraçou o irmão. 

- Obrigado hyung! 

 - Ta! Ta! Agora vá se arrumar antes que eu mude de ideia... 

 Antes que Yoongi podesse terminar sua frase, Jimin abaixou sua calça e tirou o casaco moletom, revelando-se devidamente arrumado para sair. 

 - Só vou ajeitar meu cabelo e retocar a maquiagem... - Jimin concluiu risonho enquanto a expressão de seu irmão era de um ser boquiaberto. 

 - Seu filho da... Não acredito... Okay! - revirou os olhos pela octágesima vez naquele dia. - Some logo daqui antes que eu me arrependa! Que safado... Ele já sabia que eu o levaria... 

 Meia-noite e meia. Desciam as escadas felizes e em silêncio, não queriam acordar os pais. Desceu para a garagem e entraram no carro. Jimin sorriu ladino para Yoongi, o mesmo já sabendo do que se tratava negou colocando a mão no rosto do menor sussurando um não. Não estava muito disposto a ouvir one direction em seu carro, preferia mil vezes outro tipo de música. 

Jimin sabia do fascinio de Min Yoongi pelas músicas do SoMo... O que são xVideos perto das músicas dele? Nada! 

 - Do you like the way I flick my tongue, or nah? You can ride my face until you drippin' cum! Can you lick the tip then throat the dick, or nah? - Yoongi começou. 

 - Can you let me stretch that pussy out, or nah? I'm not the type to cal call you back tomorrow! But the way you wrap around me is a problem! Ain't nobody tryna save you, baby get that paper Probably got a lotta other bitches owe you favors! Pussy so good had to save that shit for later... Took her to the kitchen, fucked her right there on the table! - Jimin cantou sorrindo. 

 - Até parece hétero! - Yoongi falou e riu. 

- Sou hétero que nem você! - falou sério fazendo o mesmo parar de rir. 

 - Pegou pesado! Se não sabe brincar não brinca! Voltando ao verdadeiro foco; Vamos apostar? - viu um sorriso se formar nos labios de Jimin. - Quem ficar com mais garotas nessa festa ganha, quem perder, manda um nude da bunda para algum garoto no instagram, feito? 

 - Feito! - apertaram as mãos um do outro em sinal de acordo. Se olharam e cantaram alto: 

- Fuck her and her friends! 

 Irmandade. União. Proteção. Amor... 

Seus pais, sempre ausentes. Yoongi e Jimin, desde pequenos, ficavam sozinhos em casa; era agoniante. 

Uma casa tão grande e tão vazia. Eles resolveram fazer um pacto: Eu por você e você por mim... Prometeram nunca, nunca abandonar o outro... 

 Jimin olhou sorrindo fraco para Yoongi e tocou o braço do mesmo chamando sua atenção. 

 - Obrigado! 

 Yoongi sorriu feliz pela pequena e simples atitude do menor. Uma de suas mãos soltaram o volante e foi até o cabelo de Jimin o bagunçando. Jimim não se importara com o ato do irmão, se sentia muiro bem ao lado dele para reclamar. 

 - Por nada Chimmy! Se olharam sorrindo por breves segundos. Uma luz invadia o carro por trás do olhar de Yoongi, a luz era forte e se aproximava.

 Antes que Yoongi pudesse olhar o que era, a luz forte que invadia o interior do veículo, havia os acertado. Não conseguia descrever ao certo o que aconteceu. Só sentiu o empacto intenso no carro onde estavam, o mesmo foi empurrado com força dando de frente com o poste. 

Sua mente insistia em acreditar que aquilo não era real, que na verdade, aquilo era um sonho... Mas não era... 

Yoongi havia batido a lateral de sua cabeça no vidro da Janela, um grande corte se formara. A barriga de Yoongi havia sido perfurada por um ferro que havia se soltado do poste e atravessado a frente do carro perfurando o estomago de Yoongi de algum modo, o que assustou Jimin. 

Soltou seu sinto de segurança e tentou ajudar o irmão. Entrou em estado de desespero por ver que não podia ajuda-lo. Seus olhos escorriam lagrimas de dor. 

Yoongi tocia. Já sabia do que aconteceria consigo, manteve a calma e disse: 

 - Ji... Minnie... Por favor... Me prometa sempre se cuidar... Nunca desistir... E quando precisar... Olhe para o céu e lembrarás que estou contigo. 

 - Não, Yoongi! Não por favor! - Jimin chorava ainda mais alto encostando sua testa na de Yoongi. 

 - Eu amo você, Jimin... 

 - Não Yoongi, você vai conseguir. Não vá... Eu preciso de você! - Jimin sem desencostar da testa de Yoongi, colocou sua mão na bochecha suja de sangue do mesmo alisando a mesma. - Eu também amo muito você, Min Yoongi! 

 Yoongi tirou forças do além para conseguir erguer a cabeça e beijar a testa do irmão mais novo que tanto chorava. O menor sorriu de dor. 

Jimin voltou para seu lugar derramando ainda as suas lágrimas que pareciam sem fim a sim como a dor da sua perda seria. Jimin pôde ouvir a ambulancia ao longe. Yoongi sentiu sua hora chegar, sorriu e permitiu-se ir.


Notas Finais


Wooow...
Que mudança né galeris?
Sinceramente, eu me agradei bastante com esse cap (comparado à a primeira versão dele, este cap está bom até de mais).
Minha gente, me desculpe por ter feito vocês “esperarem” minha volta... Eu sou uma bosta... Mas, voltei. E com algo descente para vocês kdkskskd, prefiro pensar assim.

Mudei de celular, é isso quer dizer que terei mais facilidade para escrever ent os cap vão sair com mais rapidez do que antes que eu demorava semanas...
Enfim... Obgda a você que está lendo até aqui e saiba que você é o meu motivo de não parar de escrever.

Se vcs tiverem gostado dessa versão, da nova escrita, comentem e favoritem para eu saber ❤

Beijos na bunda e até o próximo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...