História Sempre seremos irmãs - Capítulo 44


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yo, Minna!

Capítulo 44 - Escola... Ou melhor, inferno.


~Yoru POVs~  

– EU VOU TE ESGANAR, SEU IDIOTA! – Eu gritei, correndo atrás daquele retardado com uma faca.

– Socorro! Eu quero a minha Mãe! – ele choramingava.

    Depois de finalmente as pessoas irem embora da minha casa, Keishiro avisou que iria sair.

Eu, como a irmã mais velha racional que eu sempre fui, e Ravena, a irmã retardada que nem sempre foi, decidimos seguir ela.

Vai que ela é sequestrada, torturada ou qualquer outra merda?

  [...]

Depois de seguirmos a Keishiro e de convencer ela a não aceitar nenhum convite daquele retardado, vulgo irmão da Kira, vulgo Erik, chegamos em Casa correndo e eu, como a pessoa preguiçosa que sempre fui, resolvi dormir.

Não que eu fosse dormir, tenho sérios problemas com isso.

Incrivelmente, eu consegui dormir bem!

Mas, hoje começaria o inferno... Ops! Quis dizer escola!

Fui até o banheiro e tomei um banho bem rápido, colocando em seguida a roupa que havia preparado, que por sua vez consistia em um short jeans, que chegava até a metade da coxa, mas não sem antes colocar uma leggie preta, uma blusa vinho com um moletom vermelho, e um All Star nos pés, obviamente.

Amarrei os cabelos em um rabo de cavalo alto, com a minha tiara.

Desci as escadas, vendo Keishiro cozinhando.

– Key-chan, temos que levar Amaterasu e Tsukyume no veterinário gihe a tarde – Avisei, tomando um copo de achocolatado.

– Se você diz... – ela Concordou.

– Tchau! Avisa a Ravena que eu mandei ela pular de um predio! – gritei, e sai correndo.

– Olá, vizinha! – Aru comprimentou.

– Se você não calar a boca, eu vou enfiar uma tesoura no seu pescoço – ameacei, o fazendo ficar quieto.

O que foi? Eu sou rancorosa.

Fui indo pra escola, e quando cheguei, encontrei os gêmeos, Nathaniel e Ana Julia.

– Como foram suas férias? – Ana indaga.

– Uma bosta. – respondi –, minha casa virou um hotel, tive que conviver com o Akane, essa criatura aqui – apontei para o Alexy – me fez fazer um desfile em casa e minha irmã está com um rolo, além de que eu adotei dois gatos. Ah, e também quase Matei meu vizinho com uma faca. – eu terminei de falar, fazendo todos, menos os gêmeos, a olharem surpresos.

– E eu mal sai do quarto – Nathaniel e Ana disseram em uníssono.

Logo, o sinal da escola ressou.

Não! Dá escola não, do inferno.


Notas Finais


Nada a declarar~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...