História Sempre seremos irmãs - Capítulo 50


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá mundo!

Capítulo 50 - Eu estou revoltada


~Yoru POVs~

– Na boa, eu vou violar Afonsos alheios – Resmunguei revoltada. Quer dizer, mais que o normal.

– Por que? – Alexy indagou, curioso.

– Ontem, um tal de Erik, irmão gêmeo de uma amiga da Keishiro, roubou um beijo da Key-chan... E fala sério! Nem a Ravena beijou ainda, Cacilda! – respondi, mó revoltada.

– Entendo... Mentira, entendi nada. Sou diva demais pra isso. – Ele se gabou. E eu? Bem, pulei nas costas dele para irmos direto pra sala.

– Você acha que eu não sei disso? Cara, na boa, se você não fosse gay, eu ia me casar contigo. Mas também não vou te transformar em hétero. Eu hein? Não quero estragar o Yaoi...

– Yaoi? Querida, eu sou livre, leve e solto!

– Isso é o que você diz... – Disse, com um sorriso malicioso.

– Tapada. – Ele xinga, me colocando no chão.

Como eu amo essa bicha <3

– Alunos, tenho um anúncio – A voz entediada de Diane soou, fazendo todos revirarem os olhos, inclusive eu. – Teremos um baile na próxima sexta-feira. Vocês não são obrigados a participar. E sim, se quiserem ir, podem levar membros da família – terminou.

E eu, como a boa pessoa antissocial que sou, já confirmei mentalmente que não iria. Ah, tá que eu ia deixar o conforto do meu sofá pra sair de casa. Ah, tá. 

~×~

Cara, eu definitivamente não acredito no que vi: Aquele tal de Erik estuda, por algum motivo completamente desconhecido por minha pessoa, na mesma escola que eu. Agora, eu estava sendo segurada por Armin, enquanto Nathaniel, AJ, Alexy e Aru, que achava que havia entrado na trupe. Mas na verdade, era só o isolado iludido.

– Deixa eu matar esse cara! – eu gritava, mas parei de me debater quando O pivete veio em minha direção. 

Abracei o Armin e comecei com a minha atuação: uma pessoa que suporta esse ser.

– Olá, Onee-chan! – ele comprimentou e eu o fuzilei com os olhos – Kurome-senpai! – corrigiu, desesperadamente. – Sabe, eu queria sua permissão para chamar Keishiro para vir ao baile e...

– Espera aí. – me pronunciei – deixa eu conversar com a trupe. 

E formei uma rodinha.

– Então, vocês acham que eu deixo? – perguntei, retoricamente. 

– Claro, por que não? – AJ concordou.

– Não faria mal. – Alexy e Nath disseram em uníssono.

– Além de que... – Armin e Aru começaram.

Na boa, vou começar a chamar  o Armin, Aru e Alexy de tribo dos A.

– O circo tanto pode quanto vai pegar fogo. – completei.

Me virei, mas não se antes mandar uma mensagem avisando a cara de corvo.

Eu:

Cara de corvo, o tal do Erik vai no baile da minha escola com a Keishiro! Temos que ficar de olho

– Claro que deixo, querido – dei um sorriso falso.

Ah, mas eu definitivamente vou nesse baile! Mas antes...

Eu:

Haruki, Vamos ter um baile na escola e a Ravena vai contigo, se reclamar, vou me vingar... E vai ser da pior maneira possível.

Vocês devem estar se perguntando, como eu tenho o número só Haruki? Bem, tudo pelos esquema.


Notas Finais


Nada a declarar~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...