1. Spirit Fanfics >
  2. Sempre te amarei - Leonetta >
  3. Capítulo 31 - Planos

História Sempre te amarei - Leonetta - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

Biscoitandoh..........
3
2
1

xoxo sz

Capítulo 32 - Capítulo 31 - Planos


Violetta Castillo

Estou sentada mais uma vez na arquibancada vendo o treino dos meninos. Confesso que fiquei meio em dúvida depois do que aconteceu na noite passada, mas de tanto Leon me dizer que nada disso afetaria o time, e que por ele isso já estava mais do que esquecido, resolvi ceder e vir ver eles jogarem.

Peguei meu diário querendo escrever um pouco já que fazia bons dias que nem o abria mais e precisava atualizar as coisas. Vi Leon fazer uma cesta e acenar em minha direção, mais do que depressa acenei de volta jogando um beijo no ar. Com um sorriso grudado em meu rosto voltei toda minha atenção para o pequeno objeto em minhas mãos.

Escuto passos vindo em minha direção, mas não ligo imaginando que possa ser Leon. A medida que se aproximava soube que não se tratava dele apenas pela forma como seus passos soavam altos e nada seguros de si. Levantei o olhar rapidamente fechando meu diário e encarando Alex parado ao meu lado.

- Podemos conversar? - perguntou com as mãos na cintura.

- Não. - disse ríspida voltando minha atenção para quadra.

- Qual é... - resmungou - Quero te pedir desculpas por ontem.

- Se arrependeu mesmo ou os meninos falaram pra vir? - questionei o encarando esperando pela resposta silenciosa - Eu sabia.

- Você sabe muito bem que eu não gostei nada desse seu namoro. - sentou ao meu lado e eu já sabia que essa discussão não estava perto do fim.

- Que engraçado... - abri um sorriso forçado olhando para ele - Eu estou adorando.

- Não seja assim Viluzinha... - tentou tocar minha mão, mas eu recuei rapidamente - Depois de tudo o que aconteceu.

- Depois do que? - minha fala era carregada de sarcasmo - De você me enganar?

- Você sabe que não foi assim. - se defendeu exasperado - Sabe que você é dona do meu coração.

- Eu não caio nessa. - ri debochada voltando mais uma vez minha atenção para quadra.

- Como acha que ele vai reagir quando souber? - perguntou me fazendo imediatamente olhar para ele.

- Não seja maluco. - adverti com um olhar sério.

- Um dia vai saber. - revirou os olhos batendo as mãos nas próprias pernas - Não seja idiota.

- Olha quem fala. - retruquei já irritada - Arruma confusão e depois tenta me fazer sentir culpada.

- Já pensou que essa fachada de bonzinho dele seja apenas isso? - me encarou com curiosidade, mas eu não disse nada - Ele ainda vai te machucar.

- Ele não é você. - devolvi o encarando - Eu confio nele de olhos fechados.

- Tudo bem... - disse se levantando - Mas saiba que eu estarei aqui quando ele te machucar. - virou as costas e saiu andando como se tivesse me fazendo um enorme favor.

Joguei meu diário ao lado com raiva. Raiva por dar ouvidos para um idiota, raiva por guardar segredos de Leon, raiva por estar com raiva. Olhei para quadra e Alex descia com a maior cara deslavada cumprimentando todos os meninos.

O vi parar diante de Leon e dizer alguma coisa inaudível e em seguida trocaram um abraço rápido. Meu namorado olhou para cima me dando um sorriso e um olhar calorosos e me senti péssima por não conseguir retribuir seu gesto.

O que Alex disse me incomodou. Não a parte em que Leon usa uma fachada, mas sim sobre meu passado, eu não quero de maneira alguma que ele saiba por outra pessoa que não seja eu. Mas no momento não me sinto preparada para falar sobre esse assunto.

(.....)

O treino já acabou faz meia hora e desde então não consegui estabelecer nenhum tipo de conversa com Leon. Ele até tentou falar algumas coisas comigo, mas eu sempre o cortava. Não queria pensar que Alex tinha me afetado tanto assim, mas ao que parecia ele havia executado com louvor seu plano baixo.

Sinto Leon apertar nossas mãos entrelaçadas e uma ponta de culpa começa a surgir dentro do meu peito, e a cada carícia que ele me proporciona ela não para de crescer. Mesmo eu tratando ele de uma forma brusca ele não saiu do meu lado, apenas acatou meu silêncio sem motivos ficando ao meu lado.

Mais uma vez estamos andando pela praça no final da tarde e o laranja do céu se misturando com o azul intenso que cai aos poucos fazem uma bela arte no céu. Admiro a beleza da natureza enquanto tento organizar meus pensamento e achar uma forma de pedir desculpas por ter tratado Leon tão friamente nos últimos minutos.

Seus lábios tocam meu rosto em um beijo suave me fazendo parar e um sorriso bobo surgiu em meu rosto. Deito a cabeça levemente para o lado encarando seus olhos verdes compreensivos.

- O que foi? - perguntou passando a mão por meu rosto em um carinho bom.

- Não quer saber o que eu falei com Alex? - indaguei me lembrando que ele viu nossa conversa hoje mais cedo.

- Não.

- Não? - repeti suas palavras um pouco confusa, como assim?

- Não. - disse novamente com um sorriso leve - Não preciso saber de cada passo seu, e não me diz respeito o que vocês conversaram.

- E se ele propôs um assalto a banco? - sugiro com um meio sorriso.

- Ai eu vou precisar falar com seu pai..... - entrou na brincadeira rindo - Mas caso contrário não me diz respeito.

- Droga de homem perfeito! - digo lhe dando um beijo rápido.

- Queria falar uma coisa com você.... - começou assim que voltamos a andar - Depois do próximo jogo eu vou visitar meu pai fora da cidade, em um tipo de chacara da familia.

- E onde eu me encaixo? - questionei apreciando nossa vista maravilhosa.

- Quero que vá comigo. - disse me pegando de surpresa - Vai ser legal e assim não vou sentir sua falta.

- Você já contou essa ideia pro seu pai?

- Ele adorou. - um sorriso gigante se forma nos lábios - Disse que quer conhecer a garota que tem meu coração.

Meu coração sorriu ao ouvir suas palavras. Eu tenho seu coração.

- Claro que eu quero. - levantei o olhar para fitar seu rosto - E um final de semana fora da cidade é tudo o que eu preciso.

- Perfeito. - cantarolou abrindo um sorriso enorme - Daqui três dias vamos estar juntinhos e longe de tudo. - abraçou ainda mais meus ombros me aproximando se seu corpo.

Não posso deixar de sorrir ao imaginar o quão incrível vai ser nosso final de semana. Claro que estou nervosa por conhecer o pai de Leon, mas algo fez com que meu coração se acalmasse. Olhei novamente para o céu agora todo coberto pelo azul intenso da noite imagino mil formas de aproveitar nosso momento sozinhos e livre de toda a maldade.


Notas Finais


BYE BYE GOSTOSXS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...