1. Spirit Fanfics >
  2. Sempre vou te amar >
  3. O Pedido

História Sempre vou te amar - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Finalmente eu parei de enrolar

Enfim, espero que gostem

E tenham uma boa leitura❣

Capítulo 23 - O Pedido


Cheguei na casa do Izuku e toquei a campainha. Admito que tava com medo do meu tio abrir, mas pra minha sorte quem abriu foi o Izuku.

Quando o vi meu coração disparou. A beleza dele nessa noite estava incomparável. Ele vestia um moletom verde que combinava e realçava seus olhos verdes. E seu sorriso estava mais brilhante que o normal.

- Oi Shoto – ele sorri

- Oi Izu – sorrio de volta

- Mãe, já tô indo. Te amo – ele diz

- Tchau meu amor – a Inko aparece na porta – Cuida bem dele Shoto

- Pode deixar Inko – dou um sorriso

- Shoto, a gente ainda vai ter aquela conversa, pirralho – meu tio aparece atrás da Inko

- Vamo logo – puxo o Izuku e a gente sai correndo

Depois que estávamos bem longe da casa do Izuku paramos e começamos a rir.

- Porque a gente correu mesmo?  - ele pergunta

- Eu não quero falar de sexo com meu tio – respondo

- Tá explicando – ele ri

- Vem – digo pegando na mão dele

Começamos a andar e paramos na frente da escadaria que dava para o lugar aonde iriamos ter o nosso jantar.

Os corrimões da escada estavam cobertos com a fita verde que tínhamos comprado e as velas iluminavam o caminho.

- O que é tudo isso? – ele pergunta confuso

- Você vai ver – respondo

Começamos a subir a escada. A cada vela que passávamos nos as apagávamos para ninguém descobrir que estávamos lá.

Quando chegamos no topo, vimos o chão coberto com a toalha vermelha, uma mesa baixa no meio, e a Tsu e o Tokoyami nos esperando.

- O que tá acontecendo? – o Izuku pergunta

- Deixa de ser curioso e senta logo – a Tsu diz

- Tá bom – ele se cala e senta

- Espera só um minuto Izu – digo me virando pra Tsu

- A gente vai tirar as fitas da escadaria e depois vamos embora – ela diz

- Obrigada Tsu, te devo uma – digo dando uma abraço nela

- Eu pedi e ele aceitou – ela diz sorrindo

- Fico feliz por vocês – dou um sorriso pra ela – Tokoyami – digo indo até ele

- O que foi? – ele pergunta

- Se você – pego no ombro dele – Magoar a Tsu, eu vou fazer você nunca mais conseguir ter filhos na sua vida – digo dando um sorriso

- Shoto – a Tsu me repreende

- Tá entendido Emo? – pergunto sério

- T-Tá sim – ele diz nervoso

- Que bom – dou um sorriso – Felicidades pra vocês dois

Eles me dão um abraço e saem retirando as fitas da escadaria. Eu me sento na frente do Izuku e ele me olha sem entender.

- O que tá acontecendo Shoto? – ele pergunta confuso

- Estamos em um encontro – respondo pegando as coisas numa caixa térmica ao lado da mesa

- Você não me disse que era um encontro – ele diz sério

- É um encontro com uma surpresa depois, então relaxa – digo colocando os pratos e os refrigerantes em cima da mesa

- E o que é tudo isso? – ele pergunta

- Izuku, confia em mim tá – respondo – Agora nosso jantar

Ele olha a vasilha que estava na frente dele, ainda tampada. Devagar ele vai abrindo desconfiado.

- Espera, como você sabia que é meu prato preferido? – ele pergunta surpreso

- Eu te conheço – dou um piscadinha pra ele

- Bobo – ele ri – E você vai comer Soba, acertei?

- Nossa, como descobriu? – ironizo

- Idiota – ele ri

- Vamos aproveitar que depois eu tenho uma surpresa pra você – digo

Enquanto jantávamos, conversamos e riamos bastante. Era bom passar meu tempo com ele e agora iriamos poder passar muito mais tempo juntos. Na escola, na rua  em todo lugar sem se preocupar com o meu pai. Finalmente eu ia ter paz e felicidade sem a interferência dele.

Terminamos de comer e guardarmos as coisas na caixa térmica. Eu coloquei a mesinha que estava no centro para o lado e me aproximei do Izuku, ficando frente a frente com ele.

- Você disse que tinha uma surpresa – ele diz me olhando

- É mesmo – digo – Quando eu estou com você eu sinto uma alegria por poder dividir meus sentimentos com você. Meu coração pulsa só de pensar em você. Explode uma felicidade sem limites. E eu quero continuar tendo essa felicidade com você sempre ao meu lado. Então – mostro os anéis – Quer namorar comigo?

- V-Você tá falando sério? – ele pergunta enquanto lágrimas caiam

- Sim – digo secando suas lágrimas – Eu quero te assumir pra todo mundo. Namora comigo.

- Eu quero namorar com você – ele sorri

Nesse momento eu fiquei mais feliz do que eu jamais tinha ficado. Pra mim esse era o momento que eu tanto esperei. O momento com qual eu tanto sonhei. Eu finalmente ia ser feliz e dessa vez sem a interferência do meu

Eu peguei a mão dele e coloquei o anel. Enquanto eu colocava ele sorria e aquilo me deixava feliz. Coloco o anel e dou um beijo na mão dele. Ele faz o mesmo, coloca o anel no meu dedo e logo depois da um beijo.

- Eu te amo – digo o olhando

- Também te amo – ele responde

Eu o puxo para um beijo. Um beijo quente e apaixonado. Eu estava feliz e meu coração acelerado. O que era aquilo eu não sabia. Mas era bom.

Nos separamos por falta de ar e então nos deitamos no chão e começamos a observar as estrelas.

- Sabe Shoto – o Izuku diz se deitando no meu peito

- O que? – pergunto olhando pra ele

- Eu tô feliz – ele diz – Eu sempre quis ter algo parecido com o que a gente tem, mas nunca achei que seria possível. Mas quando você chegou eu finalmente entendi o que era amar de verdade – ele sorri

- Eu também – digo – Eu tive vários momentos e várias pessoas, mas eu nunca tive alguém como você. Que me aceita independente de tudo, e que me ajuda a crescer – dou um beijo nos cabelos dele

- Eu quero que a gente dê certo, porque eu te amo – ele diz

- Eu também te amo, Izu. Muito – digo sorrindo

Ficamos conversando e aproveitando o nosso momento por bastante tempo. Eu amava aquele garoto e eu sabia que com ele, finalmente o meu sofrimento ia acabar.

O meu celular vibra e eu olho as horas. Nove da noite. Hora da gente ir. Nos levantamos e pegamos o que tínhamos que pegar. Deixando aquele lugar idêntico ao que sempre víamos. E então fomos para a casa do Izuku.

- Você gostou de hoje? – pergunto pegando na mão dele

- Amei – ele sorri – Obrigada

- Eu também gostei – dou um sorriso – Amanhã eu passo na sua casa pra te levar pra escola

- Não tem problema? – ele pergunta preocupado

- Agora a gente namora – pisco pra ele

- É mesmo – ele ri

Continuamos conversando, até que chegamos na casa do Izuku.

- Obrigada por hoje Shoto – ele diz – Eu ainda não acredito que a gente tá namorando

- Pois acredite – digo - Agora a gente namora

- Já que vocês estão namorando. Está na hora de ter uma conversa – diz uma voz vindo da porta atrás do Izuku

Eu e o Izuku nos entreolhamos e já sabíamos quem era, e o que iria acontecer.

- Oi tio – digo

- Entrem, vocês dois – o meu tio diz – Temos que conversar sobre isso

- Claro – eu e o Izuku dizemos juntos

Entramos na casa e eu só pensava em uma coisa. Como ter uma conversa dessas com meu tio sem ser extremamente constrangedor.

- Sentem-se os dois. Vou buscar refrigerantes – ele diz saindo da sala

Eu e o Izuku nos sentamos lado a lado na mesa.

- A gente vai ter que falar com ele – diz o Izuku baixo

- Como que a gente vai falar com ele, sem ser extremamente constrangedor? – pergunto no mesmo tom

- Eu não sei – ele diz

- A gente nem transou ainda e vai ter que falar disso com ele – digo

- Isso vai ser difícil – ele diz

- Relaxem meninos, eu vou estar junto nessa conversa – a Inko aparece atrás da gente – Vou tentar fazer dessa conversa a menos constrangedora pra vocês possível

- Valeu mãe – o Izuku respira aliviado

- Inko, você é um anjo – respiro aliviado também

A Inko se senta a minha frente e meu tio aparece logo depois com quatro refrigerantes e senta na nossa frente.

Eu e o Izuku respiramos fundo e engolimos seco. Demos nossas mãos por baixo da mesa e então meu tio nos olhou.

- Hora de conversamos – ele diz sério


Notas Finais


Espero que gostem❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...