1. Spirit Fanfics >
  2. Senhor >
  3. Bêbado

História Senhor - Capítulo 3


Escrita por: Hade_Scorpions

Notas do Autor


Boa leitura 😊❤️

Capítulo 3 - Bêbado


Fanfic / Fanfiction Senhor - Capítulo 3 - Bêbado

Sabe uma situação tão inacreditável que faria as pessoas rirem de você e ainda falarem que você tem uma imaginação fértil? Então, isso descrevia perfeitamente a situação que o Sasuke estava. Era pra ser um caso de uma noite com um cara desconhecido e agora o moreno estava trabalhando pra esse cara, inacreditável, não acha? Isso parecia uma cena tirada de um filme  romântico clichê, a cabeça do moreno estaria cheia desses pensamentos se não fosse pelas constantes ligações que ele tinha que atender. Já o Naruto tinha acabado boa parte do trabalho dele, então ele estava fazendo uma pequena pausa pra esticar as pernas e os braços que estavam cansados de assinar tantos papéis. E nessa pequena pausa o Naruto resolveu dar uma espiadinha no que o Sasuke estava fazendo, então o loiro foi até uma janela que dava visão pra mesa do Uchiha, onde ele  viu o Sasuke falando com alguém pelo telefone.

Ele parece está indo bem... Séria antiético se eu atrapalhasse ele? Pensou o Naruto enquanto olhava pro moreno, e ele tinha que admitir que seria difícil se controlar com o Sasuke trabalhando de segunda a sexta, só de lembrar da noite que eles tiveram fazia uma grande expectativa crescer na mente do loiro. Talvez ele estivesse se iludindo mas era algo incontrolável, sua imaginação estava bem fértil ao imaginar o moreno deitado em sua mesa totalmente despido enquanto ele gemia seu nome. Droga, desse jeito eu vou acabar enlouquecendo antes que qualquer coisa aconteça. Enquanto o Naruto deu uma última olhada no moreno antes de voltar pro trabalho dele ele viu o Sasuke olhar o relógio e depois ele se levantou se espreguiçando, o loiro seguiu os passos do moreno com os olhos vendo ele ir pro elevador.

Depois do Sasuke sumir do olhar do Naruto que com aquilo ficou sem entender, ele voltou seu olhar pro relógio onde estava marcado meio dia em meio. Então o moreno podia se retirar já que era seu intervalo, e era o intervalo do Naruto também que logo viu seu amigo Shikamaru ir em direção ao seu escritório. Então o Naruto fez o que a maioria das crianças ou adolescente fazem quando estão mechendo no celular muito tarde, ele correu pra cadeira dele e ele fingiu que estava acabando um relatório e quando a porta do escritório foi aberta Shikamaru olhou pro loiro parecendo está irritado.

— Contratou o cara que você ficou naquela balada? Qual é o seu problema? Você só pode ter problema, se eu descobrir que você tá transando pela empresa com aquele garoto eu vou fazer sua vida um inferno.— Shikamaru diz e o loiro faz cara de desentendido.

— Que dia na balada? De quem que você tá falando?— Naruto pergunta passando o máximo de credibilidade possível.

— Não se lembra dele?— Shikamaru pergunta entrando na mentira do loiro.

— Eu deveria? De quem você tá falando?

— Ninguém deixa pra lá, e continua assim! Agora levanta e vamo almoçar.— O amigo fala e o loiro se levanta, os dois seguem o caminho pro elevador pra pode ir pro restaurante da empresa.

— A gente poderia incluir ramen no cardápio, não concorda?

— Não, ninguém é viciado em ramen como você idiota.

— Você deveria me tratar com mais respeito, sou seu chefe, posso te demitir. Sabia?

— Respeito? Quer mesmo conversar comigo em relação a respeito? Eu tava em ligação com Temari e você ficou gemendo como a porra de uma garota, quando eu cheguei em casa ela quase me matou. Seu merda! Eu ainda te mato.

— Em justificativa eu tava muito bêbado nesse dia.— Naruto diz rindo lembrando desse fatídico dia.

— Isso não é desculpa!

Os dois seguiram conversando até chegar no restaurante da empresa, e lá o Naruto avistou o Sasuke que estava sentando almoçando e tinha uma mulher sentada na sua frente, os dois pareciam está conversando mas pelas caras que o moreno fazia não devia ser uma boa conversa. Era bem evidente o desconforto do Sasuke, parecia que ele estava conversando com os pais em relação a sexo. Só por essa comparação você deve ter entendido o nível do desconforto, o loiro queria ir até lá pra tirá-lo de perto daquela mulher mas seu amigo o puxou pra eles pegarem algo pra comer.

Durante o almoço o Sasuke tinha se sentando em uma mesa pra comer em paz, mas uma mulher perguntou se ela podia se sentar lá também, e o moreno não querendo parecer rude deixou. Mas a tal mulher começou a puxar assunto, só que ela achou uma ótima ideia falar como foi a transa dela com o marido da irmã. O Sasuke ficou se perguntando se ela não tinha o mínimo de noção, principalmente por fala algo como aquilo pra alguém que ela mal conhece. Imagina se o moreno conhecesse a irmã dela, e o Sasuke tem repulso por quem trai.

— Ele falou que vai larga ela pra ficar comigo.— Todos falam isso, mas não é como se ele fosse fazer o que tanto diz. O Sasuke nunca traiu alguém, mas já foi traído, por causa disso ele não tinha um mínimo de empatia por alguém que fazia isso principalmente com a irmã.

— Eu não te conheço, mas espero que você se afaste desse cara e fale pra sua irmã sobre isso. Talvez ela te odeie mas se ele traiu uma vez ele vai trair de novo, e quem garante que ele vai realmente larga a mulher e filhos.— Ninguém merece passar por uma traição, mas a pessoa que trai não entende isso, não entende o quanto dói vê a pessoa que você ama com outra. A mulher que por sinal o nome é Amélia está se enganando, pensar que o homem vai deixar a família por causa dela é uma ilusão.

— Por que eu deveria me afastar? Ele me ama e disse que vai larga ela.— Caralho nunca vi alguém tão idiota que defeca falando, vontade de dá uma tapa na cara dela só pra ela ficar esperta. Algo que pelo visto ela não é. Pensou o Sasuke tomando um pouco do refrigerante.

— Você gostaria que sua irmã ficasse com o seu marido e pai dos seus filhos? Você devia ter um mínimo de respeito por ela, não é porque ele disse que vai larga a esposa que isso realmente vai acontecer. Tá entendendo? Você deveria saber melhor do que todo mundo que isso não vai acontecer, e se ele larga a esposa e ficar com você, tenho uma notícia pra te dar. Porque pessoas podem até mudar, mas você mesmo me disse que ele tem outras além de você, então quem garante que ele não fale isso pra elas também.

— Olha aqui garoto, você não me conhece e nem conhece ele pra falar esse tipo de coisa.

— Claro que eu não te conheço, você iniciou uma conversa falando o quanto é bom ficar com o marido da sua irmã. A minha primeira impressão em relação a você, é que você é uma otária sem caráter. Porque fazer isso com a própria irmã é não ter o mínimo de senso, sinceramente, você até que é bonita e poderia ficar com vários caras mais interessantes que ele. Mas não é como se a opinião de um estranho importasse, mas acho que sua irmã vai descobrir esse caso, pode até demorar mas ela vai descobrir e espero que ela faça a escolha certa de larga esse cara e se afastar de você. Porque ninguém merece ter alguém como você na família.

— Vou fazer você se arrepender de ter falado isso.

— Tá me ameaçando? Não é como se você botasse medo em alguém, mas vou te dá um conselho, vai na terapia que logo logo você vai abrir seus olhos.— A fala do moreno fez a mulher levanta resmungando irritada, agora até que fim o moreno estava sem a companhia de pessoas desagradáveis. E ele percebeu que sua mão estava com um tremor, algo relativamente normal, já que seu antigo relacionamento deixou marcas permanentes. Como o tremor da mão, quando ele se lembrava do passado, mas o moreno tentou deixar isso de lado pra pode almoçar.

— | —

O primeiro dia de trabalho do Sasuke foi até que bom, tirando o almoço, fora isso as coisas foram com forme o normal. No dia seguinte as coisas se seguiram assim e no outro dia também, e depois se passou um mês e... Droga! O Sasuke perdia cada parte da sua sanidade ao vê o Naruto usando terno, e roupa formal realmente combinava perfeitamente com ele, mas na opinião do moreno ele ficava melhor sem roupa mesmo. E em mais um dia de trabalho o moreno estava com horário livre, ninguém estava ligando e todos os recados já tinha sido escritos e enviados pro loiro. Agora o Sasuke estava observando o Naruto pela mesma janela que o loiro tinha o observado, e até concentrado o Uzumaki é bonito.

Enquanto o Sasuke observava o Uzumaki de maneira despretensiosa um flesh da noite da balada veio em sua cabeça, e só de lembrar o corpo do moreno esquentava e uma certa euforia subia pelo seu corpo. E não tinha pior momento pro Naruto encara-lo de volta, o Sasuke não continha mais um olhar despretensioso sem segundas intenções e sim um olhar de desejo e luxúria. Cada parte do seu corpo esquentava ao fica lembrando e  relembrando daquela noite, o moreno não conseguia conter o quanto ele queria que algo acontecesse, por mais que ele achasse errado ter um relacionamento com o seu chefe. Só de pensar nos apelidos que ele iria receber fazia sua euforia ir embora, mas o desejo ainda prevalecia. Mas um sorriso de lado fez o moreno voltar a terra, o rosto do Sasuke ficou corado e ele desviou o olhar tentando voltar ao trabalho.

No decorrer do dia os olhares dos dois se cruzaram mais algumas vezes, e na saída do trabalho o moreno estava esperando seus amigos o buscarem mas quando eles chegaram era melhor te ido apê. Um som alto vinha de um carro preto chamando a atenção de todos que estavam por perto, o Sasuke começou a andar como se não conhecesse as pessoas que estavam no carro. Mas por eles estarem chamando pelo moreno dava pra vê que eles conheciam muito bem o Sasuke, vergonha resumia bem o que o Uchiha tava sentindo naquele momento. Mas quando seu amigo desceu do carro e foi até ele colocando seu braço em volta dos seus ombros a situação foi mais ou menos explicada.

— Hoje vamos encher a cara pra começar o final de semana bem, e toma isso aqui.— Omoi diz dando uma pequena garrafa pro moreno, e o Sasuke pegou ela e a abriu sentindo um cheiro forte de vodka.

— Caralho por que sempre é vodka ou whisky? Tem mais opção não?— Sasuke diz porque parecia que só existia só vodka e whisky no mundo, mas ele esqueceu de um pequeno fato que era o seu amigo não ser um bar ambulante onde teria qualquer bebida pra ele escolher.

— Sasuke tu também é chato pra caralho, porra se tu não quer não bebe.— Omoi fala se irritando então o Sasuke coloca as duas garrafas na boca assim bebendo o conteúdo delas, e o seu amigo arregala os olhos.— Noção passou longe em, qual é o teu problema? Isso aí não é água pra beber desse jeito, idiota!

— A gente vai pra onde?

— Pro bar do seu pai, e entrem logo no carro ou daqui a pouco eu vou levar uma multa.— Hinata fala e o Sasuke entra no carro se sentando no banco da frente, já o Omoi ficou no banco passageiro de trás. E sabe aquelas coincidência filha da puta? Então, enquanto o Sasuke desabotoava a blusa pra colocar uma mais confortável o carro parou no sinal. E adivinha quem era o carro do lado? Se você falou Naruto, parabéns! Você acertou.

Quando o Naruto olhou pro lado ele viu o Sasuke desabotoando a blusa  e sua primeira reação foi uma cara totalmente confusa, sem falar que o moreno estava com um cigarro na boca, podemos dizer que o Sasuke quando está bêbado ou alterado ele fumava um pouco porque qualquer coisa que culpar a bebida. E ele não tinha nem percebido o loiro o olhando, o moreno deu o cigarro pro amigo que colocou na boca e logo em seguida tragou.

— Se eu for multada eu mato vocês dois, e Sasuke coloca logo a porra da blusa aqui não é show de stripper seu idiota.— A perolada diz irritada.

— Deus como você é chata, Omoi me dá a blusa.— O moreno pede e logo seu amigo lhe dar a blusa na qual ele veste rapidamente antes que sua amiga o chute pra fora do carro, e quando ele acabou de colocar a blusa ele sentiu alguém o olhando. O Sasuke tinha sentido isso antes mas pensou que era impressão, então ele olhou pro lado e lá estava o Naruto.— Caralho eu não sei se eu me sinto sortudo ou azarado, porque não é possível.

— Que?— Hinata fala sem entender a fala do amigo já que o Sasuke não tinha compartilhado essa informação com ela e nem com o Omoi.

— Sabe o cara do bar?

— O gostosão loiro?— Omoi fala e o moreno concorda com a cabeça.

— Então... Ele é o meu chefes e tá no carro do lado.— Sasuke diz e os seus amigos olham pro Naruto e logo em seguida pro moreno de novo e então eles começam a rir, humilhação era pouca pro que o Sasuke estava passando naquele momento.

— Coincidência desgraçada.— Omoi fala rindo, então um som de buzina fez eles acordarem e a perolada viu que o sinal abriu então ela deu partida no carro. No caminho o carro parou de novo quando o sinal fechou, e no caminho até ali o Sasuke já estava mais alterado que antes. E como o carro do Naruto parou de novo ao lado do da Hinata o moreno pediu o número do loiro, que por incrível que pareça ele deu o número dele e até retribuiu as cantadas do moreno.

Quando até que fim eles chegaram no bar era hora do Sasuke parecer menos bêbado, porque do jeito que ele estava o pai do moreno iria pensar que a Hinata e o Omoi fizeram algo ao seu querido filho. O velho Rick é do tipo de pessoa que não confia em ninguém além dos seus filhos, até com seus amigos ele tinha um certo pé atrás. Não confie em ninguém, muito menos na sua mente. Saibas palavras, não acha? É o lema do Rick que ele depois de um tempo passou pro Sasuke e pro Akashi.

— Sasuke pelo amor de deus, quanto é vinte vezes dez.— Omoi  segurando

— Trinta.

— Sasuke respira e tenta de novo, quanto é vinte vezes dez.

— Quarenta.— O moreno responde e a perolada começa a rir e o Sasuke ficou sem entender.

— É duzentos idiota.

— Não é não, é trinta.

— Caralho Sasuke eu sei que você é ruim em matemática mas é conta de vezes porra, não é complicado.

— Eu pensei que era conta de mais, e eu não tô na escola mesmo então fodasse. E bora logo entrar no bar.— Sasuke fala se soltando dos braços do amigo e indo em direção ao Baratie, então os amigos do moreno vão entrar no bar também.

— O Rick vai matar a gente.— Omoi comenta ao entrar no bar e a Hinata concorda, e quando os dois entraram no bar o Sasuke já estava sentando no balcão então eles se sentaram ao lado dele.

— Akashi seu nerdizinho maldito, vai me atender ou vai ficar se fazendo de surdo.— Sasuke fala atraindo a atenção do albino, que por sua vez olhou com raiva pro moreno.

— Cala boca imprestável eu tô ocupado.

— Você não deveria tratar os clientes assim, e cadê o velho?

— Lá dentro.

— Pega uma cerveja pra mim.

— Aguarde!

Depois de um tempo do moreno e dos amigos dele esperando pelas bebidas o Akashi serviu eles, e após uns minutos depois entraram mais clientes no bar. O Sasuke deu uma olhadinha e viu que era o Naruto junto com mais dois caras, que eram os mesmo da noite da balada. E o loiro ao ver o Sasuke olhou pra ele confuso assim como o moreno o olhou.

Obra do destino? Talvez...

Podemos dizer que foi como na balada, o Sasuke estava em um lado do bar enquanto o Naruto estava do outro lado. E depois de um tempo o Rick apareceu principalmente pela baderna que o moreno e o irmão estavam fazendo, e como um bom pai ele começou a bota fogo na lenha dizendo "briga, briga, briga" e o loiro se perguntava o porquê de seu amigo Kakashi ter trazido ele pra um bar com uma energia tão caótica. Mas podemos dizer que era exatamente por essa energia caótica que o grisalho achou uma boa ideia trazer seu amigo, que na maioria das vezes estava atolado no trabalho, mas o Naruto só estava lotado de trabalho quando o Kakashi chamava ele pra sair, e o grisalho sabe que isso é uma desculpa esfarrapada.

— Se forem resolver isso na porrada vão pra fora do meu bar.

— Seu velho maldito, que tipo de pai é você? Estamos brigando e você de vez de separar a gente e falar que estamos sendo idiotas você fica falando briga, briga. — Pera... Esse é o pai dele? Pensa o Naruto ficando confuso, já que o Sasuke e nem o Akashi se pareciam com o pai. Eles não se parecem muito, mas talvez eles puxaram a mãe. E por que eu tô me importando com isso? Deixa pra lá, mas e aquele filme que eu assisti ontem. Perdi tempo de vida, nunca pensei que odiaria tanto um filme mas cara filme romântico realmente não combina comigo. Porque que melação chata, se eles se resolvem no diálogo o filme acabaria em dez minutos. Cara como aquela merda recebeu um prêmio por boa direção? Até eu consigo fazer algo melhor que aquele conjunto de merda. E se eu adotasse um cachorro. O loiro é alguém bem aleatório, principalmente quando ele estava submesso nos seus pensamentos que são um pouco confusos.  

— O que foi Sasuke? Vai correr pro colo da mamãe?— Akashi fala provocando o Sasuke que fica mais irritado ainda.

— Que mãe?— Omoi fala e o Sasuke olha pra ele desacreditado, então ele percebe a merda que falou quando escutou um barulho de arma sendo engatilhada. O Omoi que estava olhando pro amigo voltou seu olhar pra frente onde tinha um cano de arma sendo apontando pra sua cabeça, me fudi, pensou Omoi engolindo seco.

— Nunca fui com a sua cara, adoraria deixar ele com um grande buraco, seu sem noção. Peça desculpas antes que eu mate você.— Rick diz irritado, o velho realmente sabia fazer alguém se tremer de medo. Principalmente quando você tem uma arma apontada pra sua cabeça, e engatilhada esperando pra ser atirada bem na sua direção.

— Me d-desculpe.

— Não é pra mim lesado é pro Sasuke.

— Desculpa Sasuke, eu nunca mais falo aquilo de novo, pede pra ele abaixar a arma por favor.

— Qual é velhote, não precisa exage... Isso é uma winchester 44! Quando você comprou ela? Eu posso tocar?—O Naruto nunca viu olhos tão brilhantes por causa de uma arma, pelo que parecia o moreno tem uma certa admiração ou algo parecido por armas.

— Não.

A energia caótica que aquele bar transmitia era algo que deixou o Naruto bem entretido, e vê o Sasuke totalmente bêbado conversando com as pessoas e dizendo algumas piadas era algo engraçado e divertido. E quando o moreno teve que ser carregado porque ele tava tão bêbado a ponto que ele não conseguia ficar em pé foi algo que o Naruto ficou meio desacreditado, mas de manhã cedo o loiro mandou uma mensagem pro moreno, ele queria saber se o Sasuke ainda estava vivo ou em um coma alcoólico.

O Sasuke acordou de manhã com uma grande dor de cabeça, a ressaca veio forte, e isso era uma lição pro moreno não exagera mais na bebida tanto quanto ele exagerou ontem. E quando o Sasuke foi dar uma olhadinha no celular ele fechou o olho com força pela claridade que ele diminui o máximo que podia, e após ter deixado o celular mais acessivo pra ele vê se tinha alguma notificação. E
tinha algumas mensagens dos seus amigos, e uma mensagem de um contato com o nome de "Gostosão" que fez o Sasuke arquea a sombrancelha sem lembrar desse contato.

Gostosão
|– Oi    

Sasuke
|–Oi

Desculpa a pergunta, mas quem é vc?

Gostosão
|– É o Naruto, você pegou meu número ontem.

— Puta merda!— Sasuke exclama ao ler a mensagem e por ter se lembrado do que ele fez.


Página 3



Notas Finais


Até o próximo capítulo 🤗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...