1. Spirit Fanfics >
  2. Senhor Kim "Perverso" >
  3. Ela

História Senhor Kim "Perverso" - Capítulo 119


Escrita por:


Notas do Autor


Oi amores! Hehehe mas um capítulo e espero que gostem 😁
Vou falar nada sobre esse cptl kkkk

BOA LEITURA! 😘😘

Capítulo 119 - Ela


Fanfic / Fanfiction Senhor Kim "Perverso" - Capítulo 119 - Ela

Acordo meio indisposta, pois ainda me sinto cansada da viagem nas montanhas que tivemos. Olho as horas e vejo ser onze e meia e creio que Tae ja deva ter ido para a agência, observo meu dedo apreciando a aliança linda que ganhei do mesmo o que me faz recordar daquele pedido maravilhoso que ele fez para mim ao nascer do sol. Awn amor você tem um lado tão romântico que me deixa cada vez mais surpreendida.-Dito a mim mesma com a voz manhosa. Suspiro pesado e resolvo me levantar,no entanto tenho um pouco ainda de indisposição o que me faz sentar na cama e fitar o chão enquanto faço um coque em meu cabelo. Ah que preguiça!-Exclamo agora me levantando e logo entro no banheiro. Faço minhas higienes matinais e me olho no espelho,observo minha barriga ainda pequena e sorrio enquanto acaricio. Vocês não sabem o quanto a omma esta anciosa para cada momento único que vamos viver,seus chutes,a sensação de carregar vocês dentro demim.-Dito enquanto acaricio minha barriga. Eu amo vocês meus filhos e não vejo a hora de estarem aqui do lado de fora em meus braços recebendo meu carinho e o carinho do seu appa. -Sorrio enquanto me olho no espelho e resolvo sair do banheiro,coloco um roupão de cetim e resolvo comer alguma coisa, pois estou faminta que nem quero me trocar primeiro.

Chego na cozinha e vejo a senhora Micha cortando alguns legumes para o almoço enquanto fica cantarolando alguma canção ao qual desconheço nesse momento.

-Bom dia senhora Micha!-Dito e a mesma se assusta.

-Oh menina como pode me dar um susto assim?! Quer matar essa pobre senhora do coração?

-Me desculpe eu não fiz de propósito.-Sorrio. E esta canção? Aposto que essa semana de folga a senhora conheceu um senhor lindo e está apaixonada.-Dito ficando ao lado da mesma.

-Eu não tenho mais idade para isso s/n!

-Porque não?! É sempre bom conhecer pessoas e dar aquele beijo que nos faz arrepiar.-Sorrio.

-Por falar em beijo como foi o passeio se divertiram muito?

-Sim bastante.-Dito mostrando minha aliança a deixando surpresa.

-Nossa! É por isso que ele estava tão ancioso para esse passeio.-Dito feliz pela mesma.

-Foi tudo tão lindo! Ele me pediu enquanto o sol nascia, muito perfeito.-Suspiro.

-Seu amigo sabe da novidade?

-Sim mandei algumas fotos para ele do lugar e contei do pedido,ele ficou muito feliz por nós.

-E como não ficar?! Vocês merecem toda a felicidade do mundo.

-Obrigada senhora Micha.

-Que isso imagina,agora vou preprar algo para a senhorita comer.

-Esta bem.-Sorrio e me sento a mesa...

ENQUANTO ISSO NA AGÊNCIA


Me encontro atarefado depois dessa viagem que mal vi algum dos meninos hoje. É quase meio dia e me questiono se s/n ja acordou ou se descansou bem devido a viagem longa que tivemos até aqui na Coréia, no entanto deixo para conversar com ela quando chegar em casa pois ja estou quase de saida.

Ouço batidas ecoarem na porta de meu escritório e logo peço para entrar revelando Yoongi.

-E ai como foi a reunião?

-Foi bem,mas vim tratar um assunto ao qual não será muito agradável, mas creio que você deva saber e so não comentamos antes com você porque não seria justo ja que estava em um passeio com sua mulher.

-Anda desenbucha logo.-Fico preocupado.

-Hirene foi assassinada!-Dito e o mesmo fica incrédulo. Sunny a matou, não sabemos ao certo que ligação ambas tinham mas tudo aconteceu por conta de um roubo na casa da sua ex funcionária. Os policiais vieram fazer uma investigação aqui porque de fato o último lugar que ela veio foi aqui.

-Mas o que minha agência tem haver com essa bagunça toda!

-Não se preocupe a agência esta fora de alguma confusão, so foi mesmo pela investigação.

-Mas e Sunny esta detida?

-Sim,pegou prisão perpétua e ainda vão levantar um inquérito para ver se conseguem a pena de morte para ela,são especulações não se sabe ao certo.

-Que situação! Isso me faz lembrar que as investigações atrás daquele infeliz parecem ter "congelado" pois ninguém encontra aquele miserável do Do Ji-Han. Temo que ele possa estar tramando algo!

-Não se preocupe os detetives estão a par dessa situação.

-Sim,mas esse processo todo parece tão lento,quero o máximo de segurança possível para minha mulher e nossos filhos.

-Você terá.-Sorrio otimista e essa aliança ai no dedo?-Questiono mudando de assunto fazendo o mesmo sorrir.

-Eu vou me casar em breve.-Dito sem jeito enquanto Yoongi sorrir de minha expressão.

-E vou avisar ela que ainda da tempo de desistir.-Brinco com o mesmo.

-Me sinto sortudo com ela em minha vida.

-Esse Kim apaixonado sempre será novidade para mim. -Caio na gargalhada.

-Isso é porque ninguém quer você então você não sabe o que é amor!

-Nossa você acaba de ser meloso,quero saber se está doente ou algo do tipo.

-Vai a merda Yoongi,estou indo almoçar com minha noiva,te vejo mais tarde na reunião.-Dito em tom brincalhão.

-Vai la bobo apaixonado...


Saio do estacionado da agência rindo da forma como Yoongi me perturbou e logo chego na avenia. Adimito que realmente minha noiva me deixa assim como um bobo apaixonado e não vejo mal nenhum nisso.-Dito a mim mesmo e logo sorrio dentro do veículo.

É senhora Kim s/n você conseguiu me ter completamente e não sei o que faria sem você.-Suspiro e logo me recordo de hoje de manhã quando a vi dormindo serena com seus fios desgrenhados sobre seus olhos fechados aos quais fiz questão de retirar para não incomoda-la. Paro no sinal que parece uma eternidade para abrir e logo resolvo colocar uma música para me destrair ja que a fila de carro nesse horário parece interminável, o som de JT Roach-Make It Up ecoa dentro do meu carro o que me faz cantarolar,no entanto enquanto aguardo o sinal abrir e a fila diminuir me perco pensando no quão foi boa nossa viagem e o tanto que eu temia que meu pedido de casamento fosse dar errado,porém sorrio pois foi simples pramim no entanto um ato grandioso para a mesma,a fila de carro diminui porém o sinal fecha novamente pois uma onda de pessoas passam pela faixa de pedestres o que me faz suspirar ja meio sem paciência. Aguardo impaciente essa grande quantidade de pessoas passarem até que meu coração acelera ancioso ao ver alguém cujo me assombrou por um bom tempo,de forma involuntária meus olhos lacrimejam enquanto um medo estranho parece me consumir agora,seus trajes negros e seu óculos de sol preto não me escondem ela... Por Deus isso não pode ser! Eu não posso estar delirando,isso não pode ser possível, ela esta morta?!-Dito a mim mesmo enquanto permaneço assustado ao ver ela subindo a calçada e seguir seu caminho sem notar meus olhos sobre si. Ouço bozinas ecoarem e logo desperto-me com o sinal aberto o que me faz continuar meu percurso.

Enquanto dirijo um turbilhão de pensamentos me vêem a tona inclusive aquele dia fatídico ao qual não teve como ela escapar...

Flashback on...

-Não quero dividir você com ninguém {...}

-O que esta fazendo seu idiota?

-Me certificando de ter você só para mim{...}



Paro o carro em um acostamento e não me contenho em desespero so de pensar no fantasma dessa mulher me assombrando novamente. Isso não pode está acontecendo comigo,não agora que estou feliz e livre de todos os meus problemas aos quais me perturbavam todas as noites.-Dito a mim mesmo preocupado com essa mulher cujo se parece muito com aquela maldita que acabou destruindo o fio de esperanças que pensei que teria com ela... Droga!-Soco o volante do meu carro e procuro esfriar a cabeça um pouco.

Inclino para me encostar no banco do carro e observo minhas mãos recordando-me do que senti quando vi o seu sangue escorrer por entre meus dedos. Sinto uma lágrima invadir meu rosto pois apesar dos anos e de eu ter mudado sei que sou um assassino frio. Por Deus esse pesadelo não pode recomeçar!...


Sou consumido por um arrependimento e um medo crescente ao ver seu corpo nú sangrando a minha frente,em desespero me levanto do chão e visto minhas roupas enquanto lágrimas incessantes caem sobre minha face. Saio do quarto enquanto corro no escuro desse salão sentido a saida para a rua,os homens cujo estavam com a mulher que acabei de arrancar a vida estão ao lado de fora fumando e me observam de forma duvidosa,olho para trás e ambos entram dentro da boate o que me faz correr desesperado para me esconder em algum lugar. Vejo um beco escuro com uma lixeira enorme e me escondo atrás da mesma e me sento. Me desculpe amor fiz isso porque não queria você com outro além demim.-Dito audível enquanto minha voz sai embargada,não demora muito e ouço viaturas passarem na avenida em alta velocidade indicando que esse incidente ja foi notificado.

Ja é quase dia e permaneço aqui na rua sem saber para onde ir,no entanto sei que devo pagar por meu crime.

Me encontro de frente a delegacia e com um sentimento total de culpa e ódio entro no local.

-Posso ajudar você garoto?!

-Quero fazer uma denúncia de assassinato.

-Foi algum visinho,você viu alguém?


-Eu matei uma mulher.- Dito paralisado enquanto sinto meus olhos lacrimejarem...


Flashback of.



Não tem como ela está viva,eu a vi no chão sem se mover após eu ter lhe dado o último golpe!-Fico duvidoso após me recordar daquele maldito dia,seco meus olhos e procuro manter a calma pois deve ter sido alguém que me fez recordar daquela maldita mulher.


AGUNS MINUTOS DEPOIS...


Chego em casa e procuro manter o cintrole sobre o que houve comigo,pois não quero deixar minha mulher preocupada e nem tão pouco pensar que eu possa estar delirando novamente, pois é o que eu acho mais provável agora.

Entro em casa e sorrio para a mesma que espera para almoçarmos.

-Demorou hoje!-Me levanto e abraço o mesmo selando nossos lábios.

-Foi o transito.-Sorrio sem jeito pois sinto meus olhos inchados e quero evitar contato visual com a mesma.

-Amor você ainda vai voltar hoje para a agência?

-Tenho uma reunião as dezesseis horas. Quer que eu a leve para algum lugar?

-Não pode deixar.-Dito sem jeito.

-Me fala! Quer passear hoje?

-Queria mas vejo que vai está ocupado.-Dito ainda agarrada a seu pescoço e agora percebo seus olhos meio inchados. Você estava chorando?

-Droga ela percebeu!-Dito em devaneios. Não amor so estou com sono.-Minto para a mesma o que me faz sentir mal por isso.

-Tem certeza? -Indago duvidosa.

-Tenho sim. Então podemos passear a noite?-Questiono mudando de assunto.

-Tudo bem.-Sorrio,no entanto acho Tae estranho o que me faz sentir excluida ja que ele parece me esconder algo.

-Vou retirar essa roupa e ja retorno para almoçarmos.-Sorrio forçado e vou para meu quarto.


Percebo Tae muito estranho e observo o mesmo ir em direção ao nosso quarto com um comportamento nada normal,ando em direção a sala jantar e o aguardo para almoçar, a senhora Micha começa a por a mesa e com semblante preocupado questiona-me o porque de eu demonstrar tanta preocupação.

-Estou achando Tae tão estranho!-Dito preocupada.

-Vai ver é so estresse.-Sorrio otimista.

-Sim pode ser,afinal de contas ficamos uma semana fora e deve ter muita coisa para resolver.-Sorrio sem graça. Mas senhora Micha ele parecia que estava chorando! Não creio que o trabalho possa despertar essa reação nele.-Suspiro ainda preocupada,no entanto sinto a mão da senhora Micha em meu ombro.

-Então conversa com ele na hora em que vocês forem descansar.

-Ele parece me esconder algo.

-Calma vai ver seja algo bobo.

-Que o fez chorar?! Não creio que seja algo simples!

-Ele vai contar para você é so esperar o momento certo.-Sorrio. Ele esta vindo,almoçam tranquilos e depois vocês conversam.

-Esta bem.-Sorrio para a mesma que logo se retira dando lugar a Tae que tomou um banho rápido,no entanto sua expressão triste não escondem o quão tenso ele esta porém sigo os conselhos da senhora Micha e deixo isso para depois do almoço.

Resolvo puxar assunto com o mesmo,no entanto ele parece bem destraido o que me deixa mais curiosa para saber o que tem de errado,me seguro várias vezes para não questiona-lo resultando em um silêncio constrangedor ao qual não obtemos desde a época em que ele tinha a boate e agia friamente comigo. Terminamos o almoço e depois de alguns minutos nos direcionamos ao nosso quarto,Tae deita dizendo estar cansado porém percebo que ele está evitando uma possível conversa.

-Amor o que você tem?-Indago e ele se vira em minha direção.

-Nada.-Sorrio forçado pois tenho medo de que minhas alucinações estejam retornando e eu não quero isso para o nosso relacionamento.

-Eu conheço muito você e sei quando esta mentindo! Você está muito pensativo e estava chorando quando chegou,pode desabafar comigo sou sua noiva,mais também posso ser uma amiga conselheira.-Sorrio e ele enche seus olhos de lágrimas.

-Eu so quero ser feliz com você!-Dito prendendo um possível choro.

-Estamos sendo e não vai ter nada que impeça isso! Mas se você não esta disposto a me falar agora eu vou compreender você, so quero que saiba que eu me preocupo e não quero que haja segredos entre nós.

-Não vai haver eu prometo a você.-Dito sentindo sua mão passar suavemente em meu rosto o que me faz querer abraça-la e tocar seus lábios. Eu te amo muito.-Dito após selar os lábios da mesma.

-Eu também te amo!

-Você sabia que Sunny assassinou Hirene?-Indago mudando de assunto.

-Por Deus eu não sabia! Quem lhe contou isso?

-Yoongi me disse hoje de manhã. Tudo indica que foi roubo,porém elas moravam juntas.-Dito meio sem entender o porque ja que ambas não tem nenhum gral de parentesco e desde que houve aquela morte forjada do Hobi ela estava morando na rua. Mas tudo que sei é que Sunny está sentenciada a prisão perpétua.

-Nossa que absurdo!

-Sim também achei.

-Você está desse jeito todo pensativo e triste por causa desse fato?-Indago duvidosa.

-Sim! Minto.

-Amor infelizmente aconteceu e so devemos lamentar por isso.-Dito consolando o mesmo que sorrir mínimo e me abraça,no entanto esse assunto lamentável de Hirene não me convenceu e algo mais complicado lhe deixou dessa maneira porém deixo quieto e quando ele se sentir a vontade para me falar estarei aqui para ouvi-lo...

MINUTOS MAIS TARDE...

NA AGÊNCIA.



Notas Finais


Eita será que o que Tae viu é alucinação mesmo?! Quero teorias kkk adoro!

Comentem a unnie adora 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...