1. Spirit Fanfics >
  2. Senhor Van Hellsing, vmin. >
  3. Lembranças

História Senhor Van Hellsing, vmin. - Capítulo 4


Escrita por: beauvixx_

Notas do Autor


Boa noite morceguinhos e boa leitura!¡ A imagem do capa não me pertence, dou todos os créditos a quem fez, retirei ela do Pinterest.
See you later.

Capítulo 4 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction Senhor Van Hellsing, vmin. - Capítulo 4 - Lembranças

— Você está certo disso, Taehyung? — O Conde não se mexeu, continuou parado, olhando para fora das janelas escuras, estava um repleto silêncio dentro do castelo. 

Jisoo, a irmã décadas mais velha do homem, hesitou apreensiva, sentada em sua habitual poltrona carmesim, enquanto lia um livro mundano qualquer, mas agora, seus olhos negros observavam o vampiro. 

Ele riu baixo, virando o rosto por cima do ombro, ela não conseguiu ver sua face, pois o capuz da capa escondia o rosto marcado nas sombras. 

Como podiam ser tão diferentes? Ela pensava.

— Ele já está a caminho. — Novamente a voz da mulher soará baixinho, Kim vestía um longo vestido preto, os cabelos estavam soltos, batiam em suas costas, o fogo na lareira estava alto. 

— Eu preciso disso, Jisoo. É a única lembrança que me resta.

Parecia melancólico, depressivo de mais, como um lamento ou murmurio. Ela não sabia dizer. 

(...) O Conde estava no meio do fogo, seus olhos num vermelho sangue, mais vivos que qualquer outra coisa, as mãos do imortal enforcavam aquele mero bruxo, quem ele pensava que era. Jeongguk era seu nome, as mãos do feiticeiro tentavam empurrar a aberração em sua frente, sem sucesso, lhe faltava ar. 

— JEONGGUK! — A voz chorosa berrou, como se tudo em si doesse, era Jimin, o caçador de bestas. Jungkook sorriu quase sufocado. O vampiro estava hipnotizado por Jimin, sabia quem ele era, não o conhecia de perto,  mas gostaria. 

— Posso..estar morrendo..diante de ti, Conde Taehyung! —  Dizia Jeon com dificuldade, se debatendo. — Mas, lhe rogo.. está maldição.. irá..irá se apaixonar por ele. — Sussurrou, as lágrimas escorriam de seus olhosz como dois, o fogo também lhe consumia.

— Que..que assim..seja..  (...) 

Lágrimas de sangue escorriam pelo rosto frio do vampiro, Taehyung se limitou abrir um sorriso gengival. 

Jisoo rapidamente apareceu ao lado do irmão, pegando na mão fria, como consolo. Eram diferentes, mas ainda possuíam um laço de sangue. 

— São lembranças, Taehyung.. 

— Lembranças de um amor não vívido por mim, minha cara.

Ele soltou de sua mão, num piscar de olhos, apareceu no alto da escada. 

— Mas isso está prestes a mudar. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...