História Senhora da Máfia - Byun Baekhyun - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá.

Teremos nesse capítulo um breve P.V.O do Baekhyun, espero que gostem.

Pra quem tiver dúvida de Byun Baekhyun nessa fic ;

Baekhyun nessa fanfic nasceu nos Estados Unidos mas ele é coreano por causa de sua família, nessa fic ele terá 28 anos, eu até pensei em colocar ele com 30 mas achei demais, então resolvi colocar ele apenas com 28. E nessa fic ele sera chamado de Joaquin Rodriguez, até pq Anabell não pode nem sonhar q o nome verdadeiro dele é Byun Baekhyun haha. E é bem provável que ele não seja aquele homem brincalhão como ele é na vida real....até pq isso é uma fanfic e eu estou "usando" ele como um personagem principal.

Espero que gostem desse capítulo!

Beijos <3

Capítulo 3 - 003


Fanfic / Fanfiction Senhora da Máfia - Byun Baekhyun - Capítulo 3 - 003

            𝙱𝚢𝚞𝚗 𝙱𝚊𝚎𝚔𝚑𝚢𝚞𝚗 𝙿.𝚅.𝙾

Estou há quase um ano investigando e estudando tudo sobre Anabell Martínez, meu próximo alvo de investigação. Estou no México por esse tempo todo para conseguir me infiltrar na mansão da "Senhora da Máfia" meu objetivo é achar provas que a incriminem nos Estados Unidos. Anabell é a pessoa mais inteligente que todas as autoridades conhecem, todos sabemos o que ela faz mas ninguém tem prova disso e por este motivo eu entrei na jogada irei investiga-la de perto, arrumar provas e joga-la na prisão.

Tenho contato com uma das pessoas mais próximas de Pablo Castilho, me aproximei dele em um bar onde ele costuma frequentar diariamente e agora eu tenho uma ligação direta com ele. Ele está atrás de novos homens para ser soldado de Anabell e eu me candidatei, Pablo aceitou sem pestanejar para ele eu sou um grande novo amigo que pode trazer novos frutos para a máfia.

Pego minha mochila preta e tranco a porta do meu apartamento no Centro da cidade do México e vou de encontro a Pablo. Ele me espera para me levar ate a tal mansão.

Chego no local marcado às 23h, Pablo marcou em um estacionamento e com ele tem mais uns cinco caras e três mulheres.

—Ótimo, agora estão todos aqui. Entrem na van e dentro de uma hora chegamos ao nosso destino.– Todos entramos na van e ficamos em silêncio.

Um dos caras que está sentado do meu lado é um homem alto pra cacete deve ter uns dois metros de altura, é gordo mas a gordura é distribuída por causa da altura sua expressão é assasina e a marca de pontos na bochecha o faz ficar ainda mais assustador.

Ouço baixos sussuros poucos conversam a maioria está ligado a tudo inclusive eu. Presto atenção cem por cento em todos ali dentro, uma vantagem do treinamento para ser agente secreto, nós temos duas vezes mais atenção do que uma pessoa normal. Prestamos atenção na postura das pessoas, olhar, nervosismo, medo e coragem. A leitura corporal conta muito, posso saber se uma pessoa está mentindo só pelo modo com ela se porta, umas são mais difíceis que as outras nas ninguém é possível....

Uma hora e dez minutos depois a van para, cronometrei no relógio cada segundo da viagem.

— Podem sair.— Um homem negro e forte diz assim que abre a porta da van. Saímos um a um e formamos uma fila do lado de fora.

— Estamos aqui para conhecer Anabell Martínez, eu recruto as pessoas mas é ela quem da o veredito final.— Pablo diz e faz sinal para o seguirmos.

A mansão é um tanto escura em tons de preto e vermelho, a única iluminação é a lareira acesa.

— Anabell eles estão aqui.– Pablo diz e a mulher se vira para nós. Ela parece o próprio demônio feminino sendo iluminada pelo fogo.

— Boa noite senhores e senhoritas.— Ela diz e se levanta e logo uma luz mais clara é acessa iluminando melhor tudo ao redor.

Pois bem, bonita ela é, e provocante também. Está usando um vestido preto de couro colado ao corpo, uma gargantilha e batom vermelho. Ela nos observa como carne no açougue.

— Eu quero algumas informações de todos vocês. Nome e sobrenome, idade, o que faziam antes daqui e o mais importante, se já mataram alguém e como mataram. Se mentirem eu saberei – Sua voz era autoritária e segura, ela não transparece nenhuma emoção. Só olha bem nos olhos.

Ela mesma começa a selecionar um a um para dar dar as informações. E logo sou o quinto escolhido, ela para na minha frente e me olha nos olhos.

Aprendi a lidar com essas pessoas, elas tentam te passar medo, fazer com que você se atropele nas palavras ou caia em distração. O mais importante é olhar nos olhos dessa pessoa, passar segurança e não demonstrar medo ela quer alguém que sabia lutar, e não um cão amedrontado.

— E agora você.

— Eu me chamo Joaquin Rodriguez, tenho 28 anos antes daqui eu era segurança em um bar no Centro da Cidade, já matei duas pessoas a tiro.– Todas as minhas informações existem se ela for pesquisar estará tudo tudo lá e mais algumas informações sobre minhas habilidades com facas, luta corporal etc.

Deixei de ser Byun Baekhyun assim que cruzei a fronteira e virei um habitante mexicano se ela perguntar toda minha história de vida? Estarei pronto para repiti-la milhares de vezes sem errar uma informação.

O último a ser "interrogado" é o cara que sentou ao meu lado na van.

— Eu sou Vitório Santos tenho 38 anos, antes de vir pra cá eu era um assasino de aluguel. Já matei muitas pessoas de várias formas diferentes.— Anabell aponta para ele.

—Você está dentro. Vocês quatro não.

— Então os selecionados são: Vitório, Joaquin, Pilar e Thomaz.Os outros me acompanham por favor.– Pablo diz e sai.

— As instruções seram passadas por Fernanda, acompanhem ela agora mesmo— Anabell diz e morde os lábio enquanto olha pra nós com uma das sobrancelhas arqueadas, assim que passo por ela recebo um tapa na bunda. Olho para ela de relance que está com as mãos na cintura olhando para a minha bunda.
Que porra foi essa?

Depois dessa estranha cena eu volto a seguir a tal Fernanda para fora da mansão e ela nos leva para uma casa nos fundos do jardim. Fernanda é uma mulher mal encarada, negra, alta e com a cabeça raspada.

—Vocês ficam por aqui, e bem-vindos ao paraíso.– Diz e fecha a porta.

O local tá mais para um dormitório do exército, tem várias camas beliches e alguns armários de ferro. Um barulho estridente enche o quarto e logo a voz de Anabell se faz presente por um alto falante.

— Bem-vindos a Mansão Martínez, Muchachos. Nos veremos em breve.

E agora começa a minha missão de reunir provas e prender a acusada.




Não esqueçam de favoritar a história para receberem  novos capítulos 


Notas Finais


Em breve terá um novo capítulo de "Meu Querido Professor"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...