1. Spirit Fanfics >
  2. Senju's Republic >
  3. Essa é a República,vadias.

História Senju's Republic - Capítulo 1


Escrita por: e Min_Youra_


Notas do Autor


Hello cambada, depois de ver algumas fanfics de Naruto com o gênero comédia,decidi fazer o mesmo,já que não aguentava mais personagens com tanta qualidade -pra fazer você ter uma caganeira de tanto rir,ou mijar na cama de tanto rir,lendo fanfic com sua irmã mais velha te olhando-sendo mal aproveitados.

Os capítulos não tem previsão de saída,já que eu sou preguiçosa e tenho atividades acumuladas pra fazer.

Aceito críticas construtivas.

Boa leitura.

Capítulo 1 - Essa é a República,vadias.




09 de Janeiro de 2019.

14:38 da tarde

Aeroporto de Konoha.


-Ino,o que eu te falei sobre não pegar meu dinheiro pra comprar Yaoi?Falando nisso,não tem Yaoi no aeroporto.-Falei cruzando os braços,parada na sua frente.

A loira tinha tentado pegar meu precioso dinheiro,sendo que ela é ricassa.Ela sempre faz isso,não entendo.

Se eu fosse ela,agora mesmo eu estaria em Paris,com algum moreno delícia.Ou teria virado uma cafetina,porque eu não sou obrigada a ter que ficar aturando um só homem pra vida toda.

O sofá do meu teste do sofá ia ser rosa,não sei quem estaria sendo acusado de pedofilia,eu ou o cara que eu faria o teste.Garotos de programa normalmente são jovens.Bom,os que eu conheço.Espera,por que uma virgem pura e inocente como eu tá falando isso?

Sim,eu sou virgem.Cara,a última vez que eu beijei alguém,eu tinha 13 anos.Tô tão na seca que eu tô me sentindo desidratada.Sakura Haruno,16 anos,virgem.

-É complicado,Princesa.-Disse botando a mão gelada de defunto no meu braço delicadamente,com uma expressão fingida.

Suspirei.

-Olha Ino,acabamos de chegar.Tsunade ainda nem veio pra buscar a gente.-Falei meio aborrecida pela demora da mesma.Aquela loira peituda tá demorando demais,faz meia hora que estamos esperando e nada dela.-Quando chegarmos na República e arrumarmos tudo,vamos em uma loja de mangás comprar Yaoi pra você.Eu prometo.

A loira me olhou por alguns segundos,logo botando meu dinheiro dentro da carteira dela.Arqueei a sombrancelha a olhando tipo "Tira a mão daí,sua vagabunda.É meu dinheiro",sim senhores.A vida é difícil pra quem é pobre.Essa doida varrida não entende.

-What?-Karin,que estava atrás de mim se pronunciou.A ruiva cruzou os braços e olhou pra ela com uma expressão interrogativa.

-É precaução.

-Ino,você não é podre de rica?-Perguntou a outra loira,Temari,aparecendo ao lado da mesma.Seguida por Tenten,que se pôs ao lado da mesma.As mesmas estavam com uma coxinha em cada mão.Sorri emocionada.Ah,elas são uns amores mesmo,trazendo comida pra gente depois de horas de vôo.-Não é pra vocês,vamos comer as duas.-Vagabundas.

-Falando nisso,e a Hinata?-Pergunta Tenten agora de boca cheia,fazendo algumas pessoas que estavam passando por nós nos olharem feio.

-Foi no banheiro.Ela bebeu muita água dentro da cabine.-Digo lembrando da mesma quase engolindo a garrafa.Aparentemente,seu amor de infância mora aqui,e ela ainda gosta dele.Esse moleque é o Rei do Gado mesmo.

-Não é perigoso deixar a Hinata sozinha por aí?Sabe, é a Hinata.-Falou Temari,comendo calmamente e saboreando a coxinha na frente da Ino,como se quisesse provoca-la.Deve ter esquecido que a Ino está de dieta esses dias.

Ela disse que o garoto que ela tava conversando no Tinder mora aqui,e ela queria estar gostosa pra ele.Eu vi a foto do indivíduo.

Ele era pálido pra caralho,aposto que se camuflava na areia da praia.

Tinha cabelos pretos,olhos pretos e cilhos mais bonitos que os meus.Aquele foi o dia em que eu,Sakura Haruno,senti dez por cento de auto-estima indo pra barriga da Hinata.Um buraco negro.

-Vamos lá pra ver como ela está.Ou se ainda deve estar viva,ela deve ter tido um infarte, imaginando o tal Naruto respirando o mesmo ar que ela.Vocês três fiquem aqui,se Tsunade aparecer vocês nos chamam.

Eu Ino saímos dali,indo até o banheiro do aeroporto e vendo uma Hinata na frente do espelho,digitando algo no celular.

Me aproximei dela, rapidamente a morena deu uma de ninja e se afastou na velocidade da luz,desligando o celular e botando dentro do bolso da calça jeans,nos olhando como se nada tivesse acontecido.

-Hinatinha,com quem você tava conversando?-A Porca perguntou maliciosa atrás de mim,logo andando até meu lado e apoiando o braço no meu ombro.A garota de olhos perolados nos encarou fingindo demência.

-Do que tu tá falando,Ino?Eu tava lavando as mãos.Azideia meu.-Falou de um jeito estranho e meio nervoso,logo passando por nós e saindo do banheiro.

Olhei pra Ino,a mesma tinha uma expressão assustada,assim como eu.Hinata normalmente era certinha e educada,e também não mente.

-Será que algum demônio possuiu ela?-Falou Ino,me olhando com os olhos meio arregalados e a boca entreaberta.

Arregalei os os olhos também e logo pensei na possibilidade.

Hinatinha é bonita,peituda,educada,fiel,peituda,linda,inteligente,compreensiva,peituda,carinhosa,calma e o melhor de tudo,peituda.

Será que alguém ficou com inveja das mamas da minha pobre e inocente amiga e decidiu fazer pacto com o tinhoso pra fuder com a vida dela?Não é impossível.Como eu disse,a Hinatinha é linda e peituda.

Alcançamos a morena e logo a viramos,Ino botou as mãos nos ombros dela e começou a falar,meio carrancuda.

-Ei,capeta,sai de dentro da minha amiga linda e peituda.Se você continuar aí, eu não me importo de jogar sal grosso e água benta,ou enfiar o sal dentro do corpo da Hinatinha pelo cu.Vamos te exorcizar até o rabo.Literalmente.-Disse assustadora.

Quem tem que ser exorcizada é você, maníaca dos hentais.

-O Naruto me mandou mensagem!-Hinata praticamente grita,fazendo as pessoas se virarem pra nós.-D-Desculpem.-Ela se curva envergonhada e volta a nos olhar.

Ino estava meio bugada.Eu também, eu pensei que eles tivessem cortado contato.Fui tapeada.

-Como assim?-Joguei a Porca pro lado,botando as mãos nos ombros de Hinata e a encarando.

-Ei!-A Porca exclamou e levantou emburrada,limpando as roupas,que aliás nem estavam sujas.

-Meu primo Neji,mora com com ele e mais alguns garotos.Ele disse que o Naruto insistia muito para que ele passasse meu número.Então ele passou e Naruto disse que só teve coragem de falar comigo agora.O que eu falo?-Perguntou nervosa,tirando o celular do bolso e o colocando em frente ao corpo,uma pose insegura típica dela.

-Ora,faça como ele.-Ino falou,sorrindo pra ela e se pondo ao meu lado.

-Como assim?

-Demora o tempo que precisar pra falar com ele,e quando conseguir é só falar que você não sabia o que falar e também não teve coragem de responder até o momento.-Falou com um sorriso convencido,orgulhosa de si mesma.

-Nada mal.-Sorri pra Porquinha e ela retribuiu.

-Eu sou expert no assunto.-Jogou o cabelo pra trás.

-Não parece quando o assunto é aquele cara branco como a bunda da minha vó.-Digo e logo a mesma cora,abraçando seu próprio corpo.

-Não compare a pele linda e sedosa do meu moreno delícia com a bunda branca e pelancuda da sua vó.

-Enfim, quando você se sentir pronta, responda-o.Agora vamos.-Puxei as duas impaciente,logo chegamos até as meninas.

Ficamos mais trinta minutos a esperando,até ela dar o ar da graça com sua ilustre presença.

-Oi meninas,como vão?Eu sou Tsunade Senju.Madrinha da Sakura.-A mesma falou gentil,logo vindo até mim e me dando um abraço e um beijo na testa.Loira peituda cínica.Acha que pode em enganar?Devia estar corrompendo algum garotinho.

Agora que eu percebi,tem um carinha atrás dela.A mesma deu um passo pro lado,nos dando visão total daquele delícia.Meu queixo quase foi ao chão.Quase.A baba já tá escorrendo.

Ele era pálido,mas não tanto quanto o boy anêmico da Ino.Tinha cabelos pretos e encaracolados,olhos onix, cilhos também mais bonitos que os meus,fui humilhada mais uma vez.O moreno tinha linhas de expressão logo abaixo dos olhos e uma boca rosada.

O mesmo usava roupas completamente pretas,uma camisa sem estampa,uma calça de moleton preta e um tênis preto.Discretamente,olhei para o meio de sua pernas e notei o tamanho de seu companheiro de guerra.O instrumento parece ser bastante utilizável,diga-se de passagem.

Olha,eu não fico olhando picas alheias,ok?Jamais faria isso.

Só quando eu vejo um garoto com moleton.Diz a lenda,que garotos não usam cueca com calça de moleton,só se ficarem acidentalmente naquela situação.Depois disso eu passei a olhar-discretamente-todas as rolas não tão alheias dentro de uma calça de moleton.

Eu não acho que seja verdade,mas mesmo assim eu olho.O que custa né? Não vai cair o olho só por uma secadinha.A não ser que essa rola escondida por tecido tenha dono.Aí os olhos não caem,eles são arrancados.

Pervertido?Completamente.Mas que mulher nunca fez isso,que atire a primeira pedra.

Mentira,não atira não.

-Esse é Shisui Uchiha.Ele também mora na Senju's Republic.Estávamos resolvendo algumas coisas em outros lugares e ele acabou vindo comigo.-O apresentou,logo dando as costas.-Bom,vamos indo.Ainda tenho coisas a resolver hoje.-Falou andando depressa,com seus saltos fazendo barulho.Ogra.

A seguimos em silêncio e fiquei pensando novamente.

Será que todos os garotos lá são gostosos assim?Se um aparecer sem camisa eu pifo.



                      {...}


Paramos em frente a porta daquela mansão.Sim, mansão.Porque aquela porra não pode ser chamada de casa.Tsunade deu no pé antes que falássemos qualquer coisa.

Shisui explicou como funcionam as coisas.Eu olhei pra ele,depois de olhar discretamente, repito,discretamente pra pica dele.Ele parece tão cansado e com sono que quase deu dó,quase.Ou ele é meio burro por não notar que estamos secando levemente a pica dele,ou ele tá fingindo demência, ou ele tá com tanto sono que nem percebeu.

Paramos de seca-lo ao ele começar a falar sobre os quartos e prestamos atenção.

-Os quartos não são individuais.São três pessoas e um quarto.Tem o corredor feminino e o masculino.Vocês são as primeiras meninas a entrar na República,já que esse lugar inicialmente foi feito para abrigar os garotos da família Uchiha que estavam na faculdade e escola.Então,quando as meninas são informadas que aqui só tem homens,seus pais geralmente mudam de ideia.Por que será né?-Falou sozinho.Noiado.-Bem vindos a Senju's Republic.

Após o moreno falar isso,abriu a porta pra nós,revelando uma zona.Literalmente.

Tinham dois homens metendo nos dois buracos de uma mulher.Deixei meu celular cair da mão e fiquei olhando aquilo, impactada.

A mulher tinha cabelos roxos,olhos laranjas,usava pircengs e era pálida.Tinha um corpo deveras bonito,não entremos em detalhes.

Abaixo dela tinha um homem de cabelos vermelhos escuros,tinha uma tatuagem meio roxa nos olhos,não entendi aquilo.Era mais pálido que a mulher e, aparentemente,tinha uma rola grande.Entrei em um detalhe,mas esse era mais relevante.

O que estava acima dos dois era ruivo,tinha olhos caramelados e a pele normal,não era pálido como os dois.Não consegui ver bem a rola dele,já que estava até o talo do cu daquela doida.

Eles estavam fazendo tudo isso em cima de um colchão que devem ter colocado ali,atrás do sofá.Bichos descarados.

Pelo visto,eles nem notaram que estávamos aqui,já que não pararam a suruba.

Ouvi um baque e olhei pro lado,vendo Hinata no chão com o rosto vermelho.Morreu,morreu.

-Eu tô no chão.-Ino falou do meu lado, boquiaberta.Após o comentário da mesma,eles viraram a cabeça que nem a garota do exorcista.Ouvi até o estalo.

A porta foi aberta,meu celular caiu e Hinata caiu no chão,mas vocês só notam que estamos aqui quando Ino fala algo?Por acaso é sensor de gente safada encontrando pessoas da mesma laia?

Imediatamente,eles saíram de dentro da garota e se esconderam atrás dela.

Parece que as coisas aqui vão ser interessantes.







Notas Finais


Não sei se ficou o bom o suficiente,mas espero que tenham gostado.
Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...