História Sensations and rock and roll - Capítulo 2


Escrita por: e DehCassielf2

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Tags Anos80, Band!au, Chanchen, Exofiction, Fem!kris, Fem!kyungsoo, Fem!sehun, Fem!suho, Fem!xiumin, Hunhan, Kaixing, Kriskai, Krislay, Menção!chansoo, Menção!taohan, Rock, Rock In Fic
Visualizações 18
Palavras 1.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, me animei e estou postando mais um capítulo da rock in fic. Se preparem pra muita confusão, pegação e babado forte!

Capítulo 2 - Confusões de uma noite


Fanfic / Fanfiction Sensations and rock and roll - Capítulo 2 - Confusões de uma noite

-Espera, Chen, eu  estou  indo  também!- chamou  Chanyeol  apreensvo.

-Táxi!- chamou  Chanyeol, que  ignorou  Chanyeol  e  gesticulou  para  que  um  táxi  parasse.

O  táxi  parou  e  os dois  pegarem  um  táxi.

-Ei, vocês dois  não  são  da...?- perguntou  o  simpático  taxista, que  se  chamava  Baekhyun.

-Quero  ir  pra  minha  casa: Avenida  Universe  com  esquina  Eldorado, rua  Mama  número  21- interrompeu  Jongdae  rispidamente.

-Isso, somos  da banda Love  Shot  sim, eu  sou  o Chanyeol  e  ele o  Chen, nos leve  nesse endereço aí  que ele  falou, por  favor- disse o guitarrista  de  modo  mais  simpático.

-Ah, levo  sim, tenho  acompanhado as músicas  de vocês, são muito  boas- elogiou  Baekhyun animado.

-Ah, muito  obrigado, estamos vindo  do Rock in  Korea- disse Chanyeol animado.

A  conversa entre Chanyeol e  Baekhyun se estendeu  até chegarem ao destino  enquanto a essa  altura  Chen  já  estava  dormindo  no  táxi. Ao  chegarem, Chanyeol o acordou  com  uns  tapas  de  leve, Chen  acordou  no  susto.

-Podia  ser  mais  delicado, não  é?- retrucou  Chen  ofegante.

Chanyeol  preferiu  não  responder, pagou  a  corrida  e  já  foi  indo  para  dentro  de  casa.

 

Há  alguns  quilômetros  distantes  dali, Kai  e  Lay  já  foram  entrando  no  quarto  de  um  motel  simples  de  beira  de   estrada  aos  beijos, o  lugar  era  mal  iluminado, tinha  uma  cama  simples  de  madeira  e  um  pequeno  móvel  de  quarto. Eles  já  foram  entrando, tirando  as  roupas  e  as  jogando  em  qualquer  canto  do cubículo.

-Isso  sim  é  que  é  vida- sussurrou  Jongin  entrecortando  o  beijo.

-Está  tão  bom- sussurrou  Yixing  excitado.

Jongin  começou  a  envolver  Yixing  em  carícias, os beijos  foram  ficando  mais  ardentes, ele  conduziu  o  chinês  até  a  cama, o  jogou  nela  e  se  debruçou  por cima  dele.

Yixing  gemeu  pesadamente.

-Gosta  disso?- perguntou  Jongin  enquanto  friccionava  seu  corpo  ao  de  Yixing.

Yixing  apenas  assentiu  com  a  cabeça.

-E  disso?- provocou  Jongin, que   começou  a  lamber  os  gominhos  do   abdômen  de  Yixing.

Yixing não  disse  mais  nada, apenas  cedeu  aos  toques  do  namorado  enquanto  seu  corpo  tinha  fortes  espasmos  de  excitação.

 

Distante   dali, Tao  ainda  aguardava  Luhan, que   quando  o  viu  apreensivo, fez  uma  cara  de  preocupado.

-Aconteceu  alguma  coisa, Tao?- perguntou  Luhan  enquanto  fumava.

-A  mesma coisa  de  sempre: Kai  e  Chen  brigaram- respondeu Tao  sério.

-Sempre  isso. E  onde  eles  estão  agora?- disse  Luhan  sério também.

-Chen  foi  para  a  casa  dele  com  Chanyeol, agora  Kai  foi  para o  motel  com  o  Lay- contou  Tao  calmo.

-O  Kai  e  o  Lay  foram  para  onde?- perguntou  Luhan  enfurecido.

-O  motel- respondeu Tao  calmo.

-Filhos  da  mãe  irresponsáveis! Eles  sabem  muito  bem  que  se  a  imprensa  pegar  eles  juntos  vai  ser  um  escândalo  e  pior, o  nome  da  minha  empresa  vai  ser  jogado  na  lama!- retrucou  Luhan  preocupado.

Tao  não  disse  nada.

-Eu  preciso  descobrir  onde  é  esse  motel, preciso  mandar  umas  mulheres  pra  lá, melhor  vir  a  notícia  de  que  eles  estavam  na  farra  com  fãs  ou  mulheres  quaisquer  do  que  entre  eles   dois  e  virem  à  tona  que  eles....eles... Ah, você  entendeu- resolveu  Luhan  sério.

Tao  ficou  sério  e  nada  disse, pois  ele  sabia  muito bem que  Luhan  repudiava  qualquer  relacionamento  homo afetivo  assim  como  grande  parte  da  sociedade.

Luhan  tratou  de ligar  para  uma  prostituta  chamada  Kris  e  a  pagou  para  ir  atrás  de  Kai  e  Lay, a  meretriz  é  claro  aceitou  o  serviço  e  por  ser  acostumada  a  frequentar  vários  motéis, não  teve  muitas  dificuldades  para  chegar  no  motel  onde  Kai  e  Lay  estavam.

Os dois  estavam  em  um  momento  para  lá  de intenso, Lay  estava  sentado  na  cama  com  as pernas  bem abertas enquanto  Kai  rebolava  sobre  o  membro  ereto  dele, o chinês  já  nem  aguentava  falar de  tão  excitado  que  estava  enquanto  o  moreno  quicava  e  o  envolvia  em  caricias, eles  gemiam  bem  alto.

Porém  não  demorou  para   os  dois ouvirem  uma  batida  na  porta, então eles  pararam  o  ato.

-Quem é?- perguntou  Lay  todo  tapado.

-Serviço  de quarto!- respondeu  a  prostituta  Kris.

Lay  ia  se  levantando, mas  Kai  o  impediu.

-O  que foi?- perguntou Lay  sem  entender.

-Não  existe  serviço  de quarto  em  motel- respondeu Kai  sério.

Lay  franziu  o  cenho.

Kris  bateu  na   porta  de  novo.

-Eu  mesmo  atendo- resolveu  Kai, que  se  levantou  e caminhou  em direção  à porta.

Lay  ficou  o  acompanhando  com  os  olhos.

Kai  abriu  a  porta  e  deu  de  cara  com  a  prostituta  Kris, que usava  um cabelo  loiro  de  corte  volumoso  em cima  e liso  nas  pontas, batom  vermelho, vestido  chinês  cheio  de  brilho  e  sapatos  de  salto  vermelhos, ela  ainda  segurava  um  leque vermelho. Assim  que  ela viu  Kai  nu, deu  um sorriso  divertida.

-Hum, você  tem  um  belo  corpo- elogiou Kris  divertida  reparando  bem  nos  atributos  do  moreno.

-Quem é você? Uma fã  da  banda?- perguntou  Kai  já  dando  um  sorriso.

-Não, meu  bem, eu  fui  contratada  para  animar  essa  festinha. Parece  que  o  empresário  que  me  contratou  tem  medo  que  certas  notícias  se espalhem- respondeu  Kris  se colando  ao  corpo  de  Kai, ela  também reparou  no  corpo  de Yixing.

-Luhan, é claro. Entra  aí- disse  Kai  sorrindo  ladino.

Kris entrou  mesmo  e  sorrindo   safada, já  foi  envolvendo  Kai  em seus  braços  e  o  jogou  na  cama  ao  lado  de  Lay, o  moreno  a  olhou  e  deu  uma  gargalhada  anasalada.

-Nossa, por  essa  eu  não  esperava- falou  Kai  olhando  para  a  prostituta  chinesa.

-Quando  eu  faço  um  serviço  eu  sou  profissional, benzinho  e  saiba que  eu  dou  conta  de  vocês dois- rebateu  Kris  segurando  os  queixos  de  Kai  e  Lay  com  as  mãos, ela  olhava bem  nos  olhos  do  moreno.

-Então  mostre seu  serviço- provocou   Kai  olhando  de  modo  bem  sensual  para  a  chinesa.

Não  demorou  para  Kris  envolver  os  dois  em carícias  ardentes  e  os  dominar  de tal  maneira  que  eles  ficaram  submissos  à  ela, a  essa  altura  até  ela  já  estava  nua, eles  bebiam  e  faziam  várias  brincadeiras  eróticas: Kris  e  Lay  se  beijavam  enquanto  Kai  a  envolvia  por  trás  num  movimento  de  vai  e  vem  e  massageava os  seios  dela, depois  ela  parou  o  beijo  com  Lay  só para  dar  uma  chave  de  coxa  em  Kai, quanto  a  Lay  foi  algemado  e levou  mordidas  no  abdômen, Kris  derramou  bebida  no  abdômen  de  Kai  só  para  lambê-lo  e  dominou   Lay  apenas  para  conseguir  chegar  ao orgasmo, Kai  acabou querendo  invadir  Kris  e  puxou  a  prostituta  pelos  cabelos  e  assim aconteceu, os  três  se  embolavam  na  cama  regados  à  muita  bebida, eles  já  beiravam  à  embriaguez  e  já  estavam   até  suados, Lay  e  Kai  já   haviam se  lambuzado  no  mel  da  prostituta, que  ainda  fez  uma  dança  sensual  para  eles, Kai  cantava  e  dançava, Lay  agarrou   Kris  com  força  e   a  invadiu  impiedosamente  só   para  derramar  seu  mel  dentro  dela, Kris  o  agarrava pelos  cabelos, os  dois  gemiam bem  alto, isso  acabou excitando  Kai  que  parou  de cantar  e  tomou  a  prostituta  e  os  dois  novamente se  movimentavam  com  ferocidade  ao  mesmo  tempo  que  gritavam  de  excitação, logo  Lay  se  juntou  a  eles  formando  um  sanduíche  humano  e  os  corpos  dos  três  se  atritavam  feito  pedras, porém  quando  todos  deram  por  si, o  dia já  havia  amanhecido, fãs  estavam  na  porta  do  motel  e  uma  jornalista  chamada  Sehun fazia  uma  reportagem  no  seu  programa   matinal  chamado  “Casos  de  celebridades”.

-Isso  é  um  furo  de  reportagem, vai  ser  um  sucesso  no  meu  programa- falava  Sehun  toda  empolgada  entrando  no  meio  da  multidão.

Os  fãs  gritavam  enlouquecidos  querendo  mais  notícias, até  que  Sehun  conseguiu  chegar  até  a  recepção  do  motel  e  conversando  com  uma  recepcionista  conhecida, descobriu  que  Kai  e  Lay estavam  em  um  dos  quartos  com  a  prostituta  Kris.

-É  hoje  que  o meu  programa  decola  na  audiência!- falou  Sehun  com  um  sorriso    vitorioso.

 

Na  empresa  Xiao  Music, Tao  organizava  uns  papéis  na  recepção  quando  viu  na  televisão  a  notícia  passando  no  programa  de  Sehun.

-É  isso  mesmo, senhores  telespectadores, segundo  minhas fontes, os  integrantes  da  banda  “Love  shot”  Kai  e  Lay, que  se  apresentaram  ontem  no  ‘Rock  in  Korea”  estão  lá  em  cima, no  quarto  andar  com  uma  mulher, mais  precisamente  uma  prostituta, isso  mesmo, prostituta, chamada  Kris- noticiou  Sehun  fazendo  pose  para  a  câmera.

 

Na  Xiao  Music, Tao  que  assistia  a  notícia, ficou  petrificado  de  espanto. Porém  nessa  hora, Luhan  deu  um  berro  da  sua  sala.

-MALDITA  OH  SEHUN, DESSA  VEZ  ELA  ME  PAGA!!!


Notas Finais


Eu avisei que teria confusão ui!
Chen nervosinho no táxi kkkk, coitado do Chanyeol.
Kai foguento e o Lay bem que gosta.
Luhan pelo visto adora um pano quente e vai pagar por isso, essa Kris não nega fogo hein, foi logo pegando os dois kkkkk.
E agora, será que o Luhan vai bater de frente com a Sehun?
Vamos descobrir no próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...