1. Spirit Fanfics >
  2. Sensei Acho que Te Amo(GOJO X YUJI) >
  3. Memórias do passado

História Sensei Acho que Te Amo(GOJO X YUJI) - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Próximos capítulos vão ser bem tristes, recomendam já deixarem paninhos ao lado da cama quando forem ler.

Boa leitura!

Capítulo 18 - Memórias do passado


Fanfic / Fanfiction Sensei Acho que Te Amo(GOJO X YUJI) - Capítulo 18 - Memórias do passado


Depois de ficar um tempo deitado todo dolorido, mais resolvo me levantar e tomar um banho para ver se o cansaço e a dor passa um pouco

Tiro minha cueca, sim estava só de cueca, é entro no chuveiro, deixo a água quente cair em mim, é me permito relaxar meu corpo, depois que término de me banhar, faço minhas higienes e saio com a toalha enrolada na cintura, vou até o guarda roupa do Sensei aonde tinha um grande espelho, olho para o meu corpo que estava cheio de chupões e mordidas, maldito Gojo, ele espera que eu vá para a aula assim

Estava tão preocupado de como eu iria esconder os chupões e mordidas que nem reparei quando vi Sensei me olhando de cima a baixo

- Haaaa, Sensei tarado, o que você tá fazendo aqui?

Do susto que tomei, minha toalha acaba caindo

- É uma bela Vista

A baixo rapidamente e pego a toalha é coloco em mim de novo, ele se aproxima é me segura pela cintura colando meu corpo contra o dele

- Gojo seu pervertido, como você quer que eu escondas essas marcas?

- Yuji eu só estava marcando o que é meu

- É quem disse que eu sou seu

Ele fecha a cara, pega minha duas mãos é prende uma na outra, segurando as no auto, me deixando sem movimento, então ele começa me beijando, quando menos espero ele começa a apertar minha bunda com força, me fazendo gemer baixo durante o beijo

- Gojo..... chega a gente precisa ir para a aula

Ele não me escuta e continua me beijando e apertando minha bunda

Ele se separa de mim e me olha

- Yuji, se você não é meu porque você está sempe com essa expressão quando me beija?

- Que?

Ele me vira de costas para ele, me fazendo olhar ele passando a mão pelo meu corpo, através do espelho, ele segura meu rosto me fazendo olhar diretamente ao espelho, então ele aperta de novo minha bunda é me faz gemer.

Não pode ser a pessoa que eu estou vendo não pode ser eu, essa expressão não é minha, saio dos meus pensamentos com ele me chamando

- Olha Yuji a expressão que você faz toda vez que eu te toco, como você pode dizer ainda que não é meu?

Enquanto ele falava me lembrei de uma coisa do passado, quando menos percebo estava prestes a chorar

- Gojo para, por favor para

Ele olha para o espelho e vê lágrimas escorrendo pelo meu rosto

Yuji Off

Gojo On

A intenção era brincar com ele um pouco, então porque fiquei bravo quando ele disse que não era meu

Enquanto pensava nisso Yuji me chama

- Gojo para por favor para

Olho para seu rosto através do espelho, estava coberto em lágrimas, solto suas mãos, é o abraço, ele se agarra em meu palito e começa a chorar

- Yuji o que aconteceu? Eu apertei muito forte? Você não gostou da brincadeira? Então foi os chupões ? Por favor me diz o que aconteceu

Ele aperta de novo meu palito, pucho ele é o deito na cama, é o abraço, ele se aconchega no meu peito e continua chorando, o que será que o deixou tão assustado assim, se eu perguntar a ele agora ele não vai me responder, depois que ele se acalmar ele nem vai querer tocar no assunto, o que eu faço?

Enquanto pensava em jeito sinto Yuji me soltar um pouco, olho para ele é o mesmo estava dormindo, com algumas lágrimas ainda nos cantos dos olhos, o que será que aconteceu para ele reagir desse jeito? A única pessoa que pode me responder isso é o senhor Itadori

Me levanto devagar para não acordar Yuji e coloco a coberta no mesmo que estava só de cueca, dou um beijo em seu rosto é saio para fora do quarto, pego meu celular é ligo para o senhor Itadori, o mesmo não demora para atender

- Gojo o que foi? Aconteceu alguma coisa com o Yuji ou com você?

- Comigo está tudo bem, o que eu quero conversar com você tem a ver com o Yuji, tem como você conversar comigo agora, é urgente

- Claro me encontre naquele restaurante que íamos quando você era criança

- Ok até daqui a pouco

Desligo o telefone, abro a porta é Yuji ainda estava dormindo, fecho a mesma novamente, coloco o celular no bolso, é agora que eu descubro o que aconteceu.


Notas Finais


Obrigado por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...