História Senti Sua Falta - (Imagine - Lee Taeyong) - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jaehyun, Johnny, Taeyong, Winwin
Tags Nct, Taeyong
Visualizações 184
Palavras 1.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 49 - Capítulo 48 - Inveja.


Fanfic / Fanfiction Senti Sua Falta - (Imagine - Lee Taeyong) - Capítulo 49 - Capítulo 48 - Inveja.

(............)

Era aula de matemática agora, o professor escrevia muitos cálculos na lousa e eu não estava entendendo quase nada.

Eu odeio matemática, o motivo? Porque eu não sou boa nessa matéria e também não vamos mentir, matemática não é fácil!

Enquanto eu olhava para aquela lousa com cara de confusa, eu nem tinha reparado que entraram alunos diferentes na sala de aula. O professor que avisou.

- Alunos, temos visitas.

Eu olhei para a porta e lá estava os mesmos alunos que o Taeyong brincou. Aposto que vieram falar quem iria ser o vice-presidente.

- Olá, meu nome é Taichi. Eu sou o ajudante da coordenação, quer dizer um dos ajudantes e eu também sou aluno do 1° B... -- Alguém interrompe ele.

- Fala logo o que quer.

O menino parou de enrolar na hora e começou a falar novamente:

- Eu vou anunciar quem é o novo vice-presidente da turma da manhã. -- Ele diz, eu disse que não me importo mas eu estava muito curiosa.

- Foi a aluna Know Ren Na do 2°C.

Espera?... A Renna ganhou?... Isso só pode brincadeira comigo!

- Obrigado pela a atenção, boa aula. -- O menino saiu da sala de aula.

Eu estava tensa, eu estou em choque. Ainda não caiu a realidade de que eu vou dividir o lugar de presidenta com aquela garota! Eu estou dormindo só pode.

- Amiga você tá bem? -- Melissa perguntou preocupada.

Eu estava parada, minha respiração estava pesada... Eu estou brava.

Respondendo a pergunta de Melissa, eu apenas neguei com a cabeça.

- Professor eu acho que a (S/N), não esta bem. Eu vou levá-la para a enfermaria. -- Melissa disse.

- Fique a vontade.

Ela pegou em minha mão e puxou com pressa para fora da sala de aula, fomos para o banheiro e Melissa trancou a porta.

- Melissa, eu estou com raiva. Eu não quero dividir o conselho de classe com aquela garota, só de olhar para ela eu quero levantar e dar na cara dela... -- Eu disse rápida -- Eu não quero mais passar estresse com ela, minha unha quebrou quando eu e a Kathleen batemos nela. Eu não quero quebrar outra unha, me entendi?!

- Você disse que tinha um plano. Mas cadê suas ações?

- Eu não posso fazer nada no colégio, prometi para o Taeyong. -- Eu respondi.

- E se você fizer boatos até chegar no diretor? -- Ela sugeriu.

Até que não era uma má ideia, ninguém iria saber que seria eu. E a maioria das pessoas que estudam aqui odeia ela por causa da chatice dela, Melissa eu te amo.

- Eu te adoro tanto. -- Eu disse e sorri.

- Você é bipolar, acabei de descobrir. -- Ela disse rindo.

~ 1 Mês Depois ~

Segunda-Feira (No Colégio)

A minha vida não podia estar pior do que já estava, na verdade só desceu dois pontos para ela melhorar.

Renna estava perdida e com medo das pessoas do colégio, tudo graças a mim e as meninas que sempre me ajudam em tudo. Eu inventei muitos boatos sobre ela.

Um deles fez até ela levar um fora de alguns garotos.

Ela estava na palma da minha mão, eu podia fazer o que quiser que ela não suspeitaria que fosse eu que estava acabando com a reputação dela.

Faltava mais um pouco para esses boatos caírem no ouvido do diretor e na coordenação, eu quero que ela seja expulsa daqui. Sem desfazer minha promessa com o Taeyong.

- Não achei que tivesse uma mente tão esperta para fazer isso sem parecer que está envolvida. -- Taeyong disse.

Estávamos no jardim do colégio, nós passamos a ficar aqui desde quando os boatos começaram. Era um momento só nosso, então os outros ficavam se matando com a Renna.

- Na verdade a ideia foi da Melissa. -- Eu digo.

- Você realmente ficou com raiva dessa garota.

- Eu não diria raiva Tae. -- Eu disse e olhei para ele -- Ela praticamente tentou ser eu, fingiu gostar de você, tentou ser popular falando mal dos outros, foi falsa com as pessoas e mentiu para os funcionários do colégio... Eu não tenho raiva dela, eu tenho ódio.

- Por isso que eu te amo. -- Ele diz -- Você é única, você não aceita desrespeito e nem pessoas que fingem ser o que não é. Enquanto eu, só quer saber de vencer o campeonato de basquete.

Eu me solto dos braços de Taeyong e sento no colo do mesmo colocando meus braços envolta do pescoço dele.

- Não finja ser o que não é. -- Eu disse e ele riu colocando a mão na minha cintura -- Você é confiante, é protetor e sabe muito bem o que quer para a vida. Mesmo você dizendo que sua família pensa que é um vagabundo por não arrumar emprego, você engole isso só para você mas é porque você não quer explodir com as pessoas porque é controlado e eu amo isso em você... Tá às vezes você bate em pessoas quase toda hora... -- Ele riu.

- Não sei se te beijo pela as palavras carinhosas ou se te levo no hospital por ter agido assim comigo. -- Ele diz e eu cruzei os braços -- Tô brincando amor, eu também te amo.

Ele selou nossos lábios.

(.........)

Entramos no colégio e a primeira coisa que vi: Foi garotas tacando bolinhas de papel na Renna.

- Para! -- Ela gritava.

Eu não sei se ria ou se me juntava para jogar bolinhas de papel nela.

- Não se intromete. -- Taeyong disse e eu assenti.

Não demorou nem mais cinco segundos e o diretor apareceu muito nervoso. Eu fiquei atrás de Taeyong já me preparando para a gritaria.

- MAS O QUE ESTA ACONTECENDO??

Eu disse que ele ia gritar.

As garotas pararam de tacar bolinhas de papel em Renna e uma delas começou a dizer:

- Senhor diretor, não aguentamos mais esta garota no colégio. Ela conta mentiras sobre mim para os outros e faz a mesma coisa com o restante, minha mãe chorou de decepção quando a mãe da minha colega disse sobre o que estava acontecendo no colégio. 

- Isso é mentira! -- Renna levantou do chão com pressa.

- Senhorita Know, já aconteceu de alguém reclamar de você para mim. Não acredito que seja uma mentira. -- O diretor disse.

Por dentro eu estou cheia de orgulho, quando eu disse que só faltava chegar nos ouvidos do diretor. Pois é já tinha acontecido e agora esta acontecendo algo melhor.

- Diretor, eu te juro. Eu não disse nada! -- Renna disse e olhou para os alunos parecendo estar procurando alguém.

Quando o olhar dela parou em mim, ela apontou o dedo aonde eu e Taeyong estávamos.

- Foi ela, ela que disse tudo. -- Ela disse.

Todos olharam para mim, até o diretor. Até que um aluno disse:

- Diretor não foi ela, eu vejo ela junto com o namorado todos os dias no jardim conversando e se amando. 

Os alunos voltaram a olhar para a Renna só que com muito ódio.

Eu realmente causei isso? Que orgulho de mim.

- Eu não entendo o porque de tanta raiva com a aluna (S/N), aconteceu com a última aluna esse ódio... Eu acho que os jovens de hoje em dia tem... Como vocês dizem?... Inveja.

Eu ri baixinho e Taeyong olhou para mim e eu parei de rir.

- Diretor! -- Renna grita sem acreditar.

- Desculpe, eu disse o verdadeiro motivo para essa guerra toda. -- Ele disse -- Renna para a minha sala agora.

O diretor se virou para mim e diz:

- Desculpe (S/N) por esta gritaria contra você. Com certeza vou conversar com ela sobre isto.

Eu apenas assenti e os dois começaram a andar.

Eu espero que o que eu sempre quis durante esses meses, seja agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...