História Sentimento eterno -Mitw - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Mike, Pac, Personagens Originais
Tags Mike, Mitw, Pactw, Tazercraft
Visualizações 432
Palavras 1.363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas finais :3

Capítulo 18 - Palavras profundas


Terça 11:36 visão Pac:

Eu suspirei no exato momento em que olhei no rosto de Maria, sim, lá está a que me faz sofrer. Ela me olhou com um olhar diferente do comum, vamos dizer...Um pouco menos agressivo que o normal. Logo em seguida olhou pro Mike, com menosprezo nos olhos.

-Ah...Não reparei você aí...- Disse enquanto encarava o Mike, que não demostrou nada, apenas ficou calado .Parece que tá escondendo alguma coisa.

-Oque você quer agora?- Perguntei não demostrando muito interesse nem emoção. (Pois estou nervoso por dentro) Seriamente...A presença dela é de me fazer tremer.

-Nada...Apenas vim falar com você.- Disse enquanto olhava pro Mike com menosprezo.

-Então fala com ele outra hora, temos que ir- Disse Mike me segurando pelo pulso direito da minha mão.

-Calma...Eu não vou roubar seu namorado nem nada do tipo...Só quero resolver meus assuntos com ele- Disse calmamente, mas pra mim soou assustadoramente.

-Se você chama bater de resolver, seu vocabulário tá péssimo, você é péssima - Respondeu Mike um pouco insensível. Isso...E real? Mike sendo insensível? Essa palavra existe?

-Ô quatro olhos, se você não sair da minha frente eu vou te partir em dois, a não ser que você deixe eu falar sozinha com o Pac- Disse ameaçadora, isso só piora pra mim.

-Não, eu não tenho medo de você e nem sou obrigado a ter. Dane-se se você é a rebelde sem causa, valentona, a mulher macho, eu não vou deixar ele sozinho, agora você me dá licença ou eu é quem vou partir você em duas partes e depois cortar isso que você chama de garganta.- 

...

Que medo...

(Autora: MIKE E UMA YANDERE CORRAM!!!)

(Mike- Isso é sério? Não tá escrito no roteiro-)

(Autora: Cala boca e não atrapalha meus comentários, agora WORK BITCH!!!)

(Mike- Vai se f...-)

Logo olhei para o rosto de Maria que parecia extremamente assustada.

-Você...Não teria coragem- Ela disse tentando não demostrar medo.

-Não duvide de mim.- Disse Mike com uma face (extremamente) assustadora, oque fez eu e Maria ficarmos pasmos.

-Agora licença- Disse me puxando dali, eu olhei pra trás e vi Maria com uma face ainda pior que a do Mike. (SERÁ QUE TO NO MUNDO DOS PSICOPATAS?!)

(Autora: Tá. Na estória que eu criei da minha mente)

(Pac- Sério? Pensei que fosse uma estória inspirada na sua experiência de...-)

(Autora: CALA ESSA BOCA! VAI TRABALHAR!)

Depois de alguns minutos nos corredores finalmente chegamos ao refeitório, não há ninguém por aqui, que silêncio. Fui em direção a bancada e comprei meu lanche, Mike fez a mesma coisa.Um homem que nós atendeu entregou nossos lanches e nós deu alguns trocados. Logo sentamos em uma mesa no centro do refeitório, é bem espaçosa confesso.

Enquanto Mike começava a comer eu apenas olhava ele, estou ainda nervoso por agora pouco. Mike realmente iria matar a Maria? Parecia muito convencido disso, mas eu não sei exatamente se fico feliz por ele ter me protegido, ou com medo pela ameaça que ele fez a ela.

-Mike...Você...Ia mesmo matar a Maria?- Perguntei com muito medo.

-Oque? Não, por que pensou que eu faria isso?- Disse enquanto comia seu sanduíche.

-E que...Você parecia assustador...Parecia um psicopata, e isso me deu muito medo- Eu disse cruzando os braços em formato de proteção. Mike arregalou os olhos e me olhou um pouco preocupado.

-D-Desculpa...Eu não queria ter te assustado- Disse um pouco nervoso.

-Não tem problema...Mas...Por que fez aquilo?- Perguntei.

-E que...Eu precisei Pac...Você viu que ela me ameaçou, então eu tinha que retribuir com uma ameaça maior, eu queria intimidar ela, não mata-lá, assim ela não ia bater em você enquanto eu estivesse perto- Explicou.

-Ah...Mas precisava parecer um psicopata?!- Perguntei me exaltando.

-Sim, é necessário ser. Por que se eu não fizesse isso, as coisas seriam piores, ela acabaria te batendo e os três seriam expulsos, aquela menina é muito segura de si, difícil de intimidar...Então eu precisava ser muito violento e autoritário nas palavras- 

(Autora: Ô loco, um gênio da estratégia)

(Mike- Desisto de dizer que isso não tá no roteiro-)

Desta vez estou surpreso, Mike tendo outra estratégia pra me proteger...Oque eu devia achar disso? As emoções seriam mistas de surpresa, raiva e por algum motivo felicidade.

-Obrigado...Mas não faça nada de mal a ela por favor- Supliquei de forma manhosa.

-Nem esquenta com isso...Aquela garota um dia vai ter oque merece com o karma-

-Karma?- Perguntei franzindo o cenho.

-Sim...Eu acredito que o mundo faz sua própria sorte, isso depende de você, se for bom para os outros as coisas podem talvez melhorar...A não ser que você esteja no abismo do azar...Aí você não precisa de sorte...Precisa de duas coisas mais fortes que qualquer outra-

-E o que é?-

-Amor e determinação...As duas melhores qualidades de um ser humano, se ele tem essas duas coisas, ele é um ser mais forte que os outros...Pena que nem todo mundo tem isso...E tão triste...Queria que todo mundo fosse assim- Ele deu um leve suspiro.

-As pessoas desistem pro caminho ser fácil...Mas só estão condenando-se a ir pra um caminho pior- Disse triste enquanto olhava pro seu lanche.

Esse...Esse e o Mike?

Que profundo. Será que é assim que ele se sente em relação as pessoas de depressão?

Por que ele liga pra essas pessoas? Por que ele quer ajudar elas? Ninguém parece ligar muito pra ele, mas ele liga para as pessoas a sua volta... Então...Por isso que o Mike é assim...Ele...Só quer melhorar e ajudar os outros, mesmo que seja impossível...

Ele...Quer sempre ajudar sem nenhuma intenção?

-Então...Você quer ajudar as pessoas a melhorarem?- Perguntei.

-Sim...Todos precisam de uma ajuda minha-

-Mas...E se for alguém que você odeia? Alguém que te ferisse, alguém que fizesse a pior coisa do mundo pra você?-

-Acho difícil...Contanto que não façam nada com quem eu amo, vou ficar em silêncio e ajudar.- Disse olhando pra mim dando um sorriso de lado, oque de alguma forma me afetou.

Após um certo minuto os amigos do Mike chegaram, todos me comprimentaram e ao Mike também.

Ele realmente acha que as pessoas podem conseguir oque querem com esforço? Que ingênuo...Eu não acredito no que ele fala, pois pra mim as pessoas são monstros e merecem oque acontece com elas...Todas são choronas e apelam pra desistir...Não tem como mudar isso, pelo menos na minha opinião.

Se bem que algumas pessoas são fortes o suficiente pra aguentar um enorme fardo, tipo eu. Mas esse tipo de pessoa e rará de achar, não acho que exista alguém como eu. Sou único.

12:11 Visão Mike:

Estou conversando com os meus amigos, até chegar uma garota junto com o Cellbit.

-Eai gente, essa aqui é a Tayla, a gente trabalha junto como voluntário da diretora- Disse apresentando a morena.

-Olá- Ela disse com um sorriso amigável.

-Olá- Baixa, Guaxinim, Felps e Calango responderam de forma amigável também.

-Que deusa- Disse Authentic.

-Hm! Uma deusa que sabe brigar ok? Então não força a barra!- Disse confiante. Ei...Essa não é a...

-Pac...Essa não é a sua irmã?- Susurrei no ouvido dele.

-Infelizmente sim- Susurrou de volta.

-Oi maninho tudo jóia?- Perguntou Tayla bagunçando o cabelo do menor.

-Sim- Respondeu friamente como de costume.

-CARAMBA! VOCÊS SÃO IRMÃOS GÊMEOS?!- Perguntou ou melhor...Gritou o Cellbit.

-Não eu sou a cópia sintética dele que foi construída no fundo das masmorras da nossa mãe. Ô Cellgo, claro que eu sou irmã dele- Disse apoiando os braços na cabeça do menor que parecia não ligar muito, mas mesmo assim estava com cara de raiva.

-Oh my god! A sua versão feminina e a sua irmã!- Disse ainda gritando, só que um pouco mais baixo.

-Sem querer ofender Pac...Mas sua irmã é mais bonita que você, concordam?- Perguntou Guaxinim.

-Sim!- Todos confirmaram em coro, menos eu.

-E você Mike? Quem você acha mais bonito dos gêmeos?- Perguntou Calango.

Ótimo, só me faltava essa...Se eu dizer que e o Pac vão dizer que a gente tá realmente namorando, se for a Tayla o pessoal vai achar que eu tô afim dela, aff...

Melhor não mentir.

-Acho que o Pac.- Respondi.

Todo mundo ficou em silêncio.

-MITW IS REAL!!!- Gritou Cellbit.

Filho da...

-EU SÁBIA O SHIPP E REAL!!! NÃO PODE NEGAR!- Gritou mais uma vez apontando pra mim e pro Pac.

Por que eu fui falar alguma coisa?

-VAMO CANTAR QUE MITW E REAL!!- Gritou Cellbit de novo.

Logo todos eles cantaram uma canção completamente constrangedora, Pac só conseguia ficar calado e corar enquanto eu morria de vergonha.

-...QUANTAS VEZES EU TIVER QUE CANTAAAAAAR....Mitw é real e sempre seráááááá...Lá, lá, lá, lá...- Eu tapei meus ouvidos e pus minha cara contra a mesa, pedindo pra sumir dali imediatamente.


Notas Finais


"As pessoas desistem pro caminho ser fácil...Mas só estão condenando-se a ir pra um caminho pior"
~AmyShipper 2018 :'D

(Sim tô manjando dos ditados
(>->) e ninguém vai me parar! (-3-)
Ahsuahaua
(Deixem quieto, tô louca ;U; )
Peguei uma doença chamada insanidade alguém conhece?
Ahsuahua, acho que sim :3
Acho q tô saindo da auto-crise existencial :D
Sim...Eu tava com essa maldita crise existencial (>->) pq? Problemas da vida :v
Por isso sumi por mil décadas :)
(Que na verdade foi só um ou dois meses (<-<)

Cellbit,Cellgo hauahsushjauah
Ele tá sempre representando a gente ;U;

E mais uma vez estou aqui pra dizer...
Arigato pela paciência.
Arigato pelos favs
Arigato por lerem
Arigato por alertarem os erros (se tiver algum)
E Sayonara ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...