História Sentimento proibido ( romance gay) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Alduterio, Chantagem, Drogas, Incesto, Pedofelia, Romance Gay
Visualizações 139
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


esperemos que gostem

Capítulo 12 - Recordas-te


Comecei a me  afastar de todas as pessoas e isso começou a preocupar os meus pais eles ate me aconselharam a falar mas eu não falava , tudo aquilo fez cair em decadência total ,  e para eu não entrar em depressão profunda, eu resolvi aceitar e hoje seria o meu primeiro dia no psicólogo que por acaso era o mesmo que o do Johnny, eu entrei dentro do consultório e a recepcionista pediu-me o nome e depois disse-me que o senhor James Loid quando abri a porta deparei-me com um homem que  deviria  ter 1.80 de altura tinha cabelos castanhos e barba por fazer mas não muito grande e olhos verdes bem musculado

James- tu deves ser o Artur

Artur- sim sou

James- eu sou o James- ele disse e nos cumprimentamos- bom então vamos la ver o porque de estares aqui hoje

Artur- eu não sei ao certo

James- não sabes? Tens a certeza

Artur- e so que não me ando a sentir muito bem

James- ok e porque que não andas a sentir bem

Artur- sei la simplesmente parece que a vida já não vale apena

James- sei como te sentes

Artur- duvido

James- sei , sim a uns anos a atrás tive de ficar sem o amor da minha vida por 3 meses e quando finalmente voltei a o encontrar ele levou um tiro e tive de ficar a espera que ele recupera-se foi mais de 6 meses sem ele parecia que a vida não valia apena , e que era melhor morrer do que continuar a sofrer

Artur- eu não sabia disso

James- e antes de conhecer o amor da minha vida perdi o meu primeiro grande amor como ves não es o único que já passou por isso agora diz quem é

Artur- quem é?

James- sim quem é a pessoa  que te a deixar assim

Artur- e …

James- não te preocupes aquilo que tu disseres aqui nunca sairá daqui

Artur- é o meu irmão Johnny

James- o que tem ele

Artur- eu sem querei o atropelei e acabei por lhe causar amnésia e ele agora esta se lembrando de tudo

James- e isso não é mau

Artur- não , mas ele ainda não se lembrou de mim quer dizer ele lembra-se de como nos eramos antes de … esqueça

James- antes que vocês se tenham envolvido-logo correi como ele poderia saber

Artur- como sabe

James - não sei simplesmente pensei ele não se lembra da vossa relação e se lembra de todos e por que essa relação era proibida ou escondida

Artur- e que nos somos irmãos , somos irmãos por que os nossos pais se casaram e antes do casamento deles não nos dávamos mas ai depois do casamento aconteceu eu e ele nos apaixonamos

James- e isso não é uma coisa ma

Artur- e sim , somos irmãos e era-mos ambos comprometidos

James- ainda são

Artur- bem não

James- vocês não são irmãos de sangue logo não é incesto

Artur- nunca tinha pensado nisso

James- o vosso amor não é nenhum bicho de sete cabeças apenas vais ter de enfrentar o mundo por ele achas que és capaz

Artur- eu quero ser , eu sou louco por ele

James- então tenta fazer com que ele se lembre de ti faz algo que vocês dois gostavam de fazer juntos

Artur-obrigado-disse me levantando e fui me embora, fui para casa eu já sabia o que iria fazer pode ser louco mas é a única solução, quando cheguei a casa meus pais perguntaram como correu e eu disse que bem eme ofereci para levar o Johnny ao psicólogo fomos so os dois o caminho todo e ele mal olhou para mim quando chegamos ele foi para dentro da clinica e voltou passado uns 40 minuto, quando eel voltou simplesmente entrou sem dizer nada a mim – como correu

Johnny- porque queres saber

Artur- sabes tu es um miúdo mimado de mais

Johnny- e tu um babaca

Artur- es um idiota que não percebes que eu estou aqui a tua espera ainda

Johnny- espera de que de me tentares matar outra vez eu sei que tu me atropelaste e disseste que foi um acidente

Artur- e foi por que raios eu iria matar a pessoa que eu amo- ele logo me olhou assustado- tu não te lembras mas nos os dois éramos apaixonados um pelo outro e já fizemos sexo dezenas de vezes no dia do acidente nos fizemos sexo de manha perto do sitio onde te atropelei quando por la  passei me lembrei de ti e acabei me distraindo e te atropelei ok

Johnny- mentes muito mal sabias- eu me irritei o agarrei e o beijei mas o beijo não durou muito ele logo afastou os nossos lábios e me dei um estalo na cara e saiu de dentro do carro , eu sabia que tinha feito mal eu deveria ter tentando dizer que o amava de forma mais calma, eu sai do carro e fui atrás dele, quando finalmente o alcancei agarrei a mão dele

Artur- olha sei que fiz mal em te dizer as coisas assim mas eu não aguentei o facto de tu já não te lembrares do nosso amor, de já não te lembrares de mim, sentia-me mal por não te ter por perto sentia-me tão mal que acho que acabei por ficar assim sem nada a dizer foi por essa razão que eu ando tão em baixo  foi por ti que acabei com a madalena eu já nem sei mais quem sou eu estou perdido sem ti

Johnny- e vais continuar a estar pois eu e tu nunca tivemos nada isso é coisa da tua cabeça

Artur- não é-eu o puxei para perto de mim e voltei a beija-lo desta vez ele aceitou o beijo e quando terminou ele me olhou bem nos olhos e simplesmente se afastou e disse

Johnny- vamos para casa- eu apenas o obedeci , durante o caminho ele nem sequer me olhou como se deve ser e quando chegamos ele correu para o seu quarto me abandonando dentro do carro 


Notas Finais


esperamos que tenham gostado e digam-nos o que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...