1. Spirit Fanfics >
  2. Sentimentos - Joesar >
  3. Capítulo 33 - Fotos de Polaroid

História Sentimentos - Joesar - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Nossa senhora, já ta no 33....


Uns povo ai me perguntaram uma coisa e eu me vejo na obrigação de explicar: Eu ainda uso a expressão "amigo" para me referir ao Joui e Cesar mesmo eles sendo namorados, pq mesmo estando em um relacionamento oficial, eles ainda são amigos acima de tudo.



BOIOLAGEM ALERT
VONTADE DE COMETER CRIMES DE ÓDIO CONTRA A AUTORA ALERT

Capítulo 33 - Capítulo 33 - Fotos de Polaroid


Fanfic / Fanfiction Sentimentos - Joesar - Capítulo 33 - Capítulo 33 - Fotos de Polaroid

-Fr-... Frio...

­- Cesar-kun? Você ta bem?

- T-tá muito frio.... Tá frio por dentro também...

Eram 3:45 da manhã quando Cesar acordou, o corpo inteiro congelava mesmo com a quantidade exagerada de roupas que estava usando, tremia e sentia que aquilo não era normal, não deveria estar sentindo todo aquele frio, principalmente por que estavam no verão e não havia nenhum indício de que teriam essa temperatura na madrugada, e  ao ver que Joui estava apenas de camiseta e bermuda, teve a certeza de que não se tratava do clima.

-Você ta ardendo em febre Cesar... Tem algum remédio pra febre ou gripe aqui?

- T-tem... Mas acho que vai melhorar se eu só colocar mais roupas...

- Não. Você precisa vestir algo mais leve, senão demora mais pra passar. Veste uma blusa e uma bermuda que nem os que eu to usando, vou buscar o remédio.

Mesmo não parecendo nada grave, Joui estava preocupado com o amigo, por isso estava um pouco mais sério do que o normal, eles tinham um compromisso naquele dia e nenhum dos dois queria cancelá-lo. Depois de achar finalmente o remédio que estava procurando, o Jouki voltou correndo para o quarto, onde encontrou Cesar ainda deitado, com as roupas trocadas e as anteriores jogadas pelo chão, ele estava claramente tremendo.  Se aproximou e ficou ao lado do namorado, afastando o cabelo que caía sobre o rosto do mesmo, ofereceu a água e o remédio a ele, implorando para que melhorasse logo, não gostava nem um pouco de vê-lo naquele estado, pálido e trêmulo, frágil e completamente indefeso, por mais que a expressão que o streamer fazia fosse fofa, não queria que ele ficasse daquele jeito por muito tempo. Procurava em sua memória algum momento em que poderiam ter passado frio para deixar o Cohen tão mal daquele jeito, pensava que talvez pudesse ter sido no dia em que caíram no riacho do parque.

- Joui... A entrevista...

- Fica tranquilo Cesar-kun, você vai melhorar antes de chegarmos lá...

- ... Por que eu não posso pôr minhas roupas..? ta muito frio...

- Você ta com uma febre muito alta, se ficar se enchendo de roupa vai ser pior... Vou te abraçar pra te esquentar... Dizem que ajuda... Vem cá – Disse enquanto se deitava

- Hmm... Você é quente...

Cesar abraçou Joui e se aproximando como podia para se esquentar, sentia a mão dele em seu cabelo, passando os dedos entre os fios e fazendo carinho no local. Realmente, aquilo estava ajudando-o a se esquentar e se acalmar, escutava a batida do coração do namorado e isso o reconfortava, estava com muito menos frio do que antes e já não se preocupava mais com a situação da entrevista, até já se sentia sonolento, não tremia mais e estava amando o carinho que estava recebendo do Jouki.

- Realmente Joui, tá bem mais quente agora...

- Eu te disse, não disse?

- Sim... Mas eu não sei se é por que você tá me abraçando, ou... – Afundou o rosto no peito do Jouki, envergonhado – Ou por que você ta me pressionando lá embaixo... E eu to ficando excitado...

-A-ah... Perdão – sussurrou enquanto se afastava alguns poucos centímetros de Cesar – Dorme Cesar-kun, vai ajudar a melhorar

[...]

- Corre! A gente já ta atrasado!

- Já to indo, já to indo – Cesar disse sonolento enquanto ia até a porta.

- Espera, você esqueceu a chave do carro Cesar-kun

- Não esqueci não,  estúdio fica a cinco minutos andando daqui, não vale a pena ir de carro

Puxou Joui pelo pulso e saiu correndo para não acabarem se atrasando mais ainda para o compromisso; Cesar estava bem melhor do que antes, mas sabia que assim que o efeito do remédio passasse, sua situação iria piorar, e isso o preocupava.

O caminho era realmente curto e calmo, precisaram caminhar apenas por alguns minutos pela avenida. O dia estava surpreendentemente mais frio e nublado, o que deixava Cesar livre para usar quantas camadas de roupas quisesse naquele clima, assim o ajudando a superar um pouco o frio que sentia constantemente por conta de sua febre.  Estar na presença de Joui era algo que o reconfortava  diante daquela situação, não suportava esse tipo de entrevista, se expor publicamente em algum lugar que não fosse em suas streams era algo que o incomodava um pouco, mas a coisa que mais importava naquele momento era como o Jouki reagiria àquilo tudo, sabia que ele se sentia desconfortável com qualquer interação social, mas percebia uma certa animação brilhando em seus olhos, mesmo que oculta em seus olhos pelo nervosismo.

- Vem, senta aqui Joui, aparentemente ta rolando outra entrevista ainda.

- Sabe... Eu estava aqui pensando, eu nunca vi você em traje de gala, de terno e tudo mais... Vai ser interessante ver isso na sexta.

- Digo o mesmo, vai ser lindo e engraçado ao mesmo tempo – Sorriu

Enquanto conversavam, viram um homem se aproximar e ir até eles. Aparentemente era a mesma pessoa que conversou com o Cohen pelo telefone, ficava aparente que o homem sabia como vender seu produto.

- Olá! Sou Jodan Verdante e vim falar com vocês dois sobre a entrevista. Cesar Cohen, este deve ser o seu fotógrafo certo?

- Sim, esse é Joui Jouki.

- uau! Filho de Yoshiaki Jouki?! – Exclamou muito surpreso – Caham... Bom, eu queria informá-los sobre o que vai acontecer na entrevista de hoje... Começaremos com as prometidas fotos, primeiro do streamer e depois com a ajuda de um outro fotógrafo, vocês dois vão tirar algumas juntos.

- E depois? – Cesar indagou curioso.

- Depois das fotos, vamos fazer uma entrevista com você e como outros streamers também optaram por trabalharem com fotógrafos que já conheciam, nós estávamos fazendo algo diferente... Além desse diálogo com você, Cesar, se Joui estiver de acordo com isso é claro, gostaríamos de fazer uma segunda entrevista com ele.

- Vocês não inf-

- Eu aceito... – Joui se pronunciou com a cabeça baixa, a voz quase inaudível.

- Ótimo! Vejo vocês daqui a algumas horas depois que tudo estiver encerrado, depois que fizerem essas entrevistas, os editores vão se reunir com vocês para que possam revisar e escolher as fotos.., Ah! Quase que me esqueço, queria perguntar a você Joui, se existe algo que não queira que perguntemos.

- Eu só não gostaria que tocassem no assunto referente ao meu pai... Por favor... – Disse quase que suplicando a Jodan.

- Pode deixar, vou avisar meus funcionários desse detalhe. Até mais!

Qual era a porra do seu problema? Por que ele tinha aceitado aquilo sem nem pensar duas vezes? Sem nem questionar nada? Se aquilo fosse para provar algum ponto para si mesmo, péssima hora! Aquilo não se tratava somente da sua carreira, mas também a de Cesar! Joui se punia internamente por isso, por essa ignorância e egoísmo, havia se metido em um problema que não sabia como resolver e tinha medo de não descobrir á tempo. Ele poderia muito bem ter simplesmente recusado e tudo ficaria apenas ali, sem ressentimentos nem nada, mas naquela hora não sabia o que passava pela sua mente para ter aceitado aquela proposta sem mais nem menos, começava a ficar ansioso e precisava esconder isso a todo custo. Sabia que teria apoio do Cohen em qualquer situação, porém ele queria provar para si mesmo que era capaz de fazer tudo o que lhe foi proposto por Jodan, mesmo sabendo que pra isso, seria preciso achar algo em sua mente para se concentrar e não acabar ficando nervoso demais na hora da entrevista. Percebeu que já estava pensando desnecessariamente, tinha plena consciência que o ato de pensar o deixava mais e mais inquieto, e tudo em sua mente só se acalmou quando sentiu a mão do streamer segurar a sua.

- Fica tranquilo Joui, é só imaginar que você está numa live, vai ficar mais fácil assim – Sorriu enquanto segurava a mão do namorado – Eu também não gosto muito de entrevistar

- Na verdade Cesar-kun... Eu vou imaginar que quem está fazendo as perguntas é você, assim eu me sinto seguro

-  É uma ótima estratégia, você não se importaria se eu roubasse ela pra mim, certo? – Riu em um tom sarcástico, porém suave.

- Eu sei que eu tenho as melhores ideias, pode usar sim.

- To sabendo disso não viu... – Virou-se para Joui, segurando suas mãos com um pouco mais de firmeza – Toda vez que se sentir mal ou desconfortável... Eu quero que lembre que eu vou estar sempre do outro lado da sala, então sempre que quiser, olhe para mim... Digo isso por que quando eu fico nervoso ou ansioso, tudo isso some quando eu olho pra você.

- Eu sei exatamente como é isso, parece que tudo de ruim some quando eu seguro sua mão ou te encaro... Agora, Cesar-kun... Você não acha um pouco arriscado ficarmos de mãos dadas assim na frente de todo mundo? Achei que era pra ser um tipo de segredo...

- Não se preocupe com isso Jo, as pessoas aqui estão centradas demais em seus trabalhos e carreiras para sequer notar isso... Puta merda! Eu esqueci de ver uma coisa!

Deixando Joui confuso, o streamer puxou seu celular rapidamente para checar o que seu chat havia aprontado naquela madrugada, imaginava que eles estivessem comentando sobre a live e as coisas que aconteceram nela, por exemplo a vitória de Cesar e os quase desastres que aconteceram na cozinha, mas encontrou algo completamente diferente do que planejava, não poderia dizer que estava surpreso com aquilo, mas ao ver a hashtag “Joesar” ainda nos trending topics, percebeu imediatamente o que tinha acontecido. O Cohen sabia bem que aquilo era um termo que estavam usando para fazer um “ship” dele com o Jouki, entendeu perfeitamente a merda que tinha feito.

Foi deslizando a tela e lendo o que as pessoas comentavam e postavam sobre eles, viu uma publicação com dois prints aproximados da live, onde as alianças de ambos estavam bem visíveis. A maioria eram usuários que diziam que já sabiam que eles estavam juntos, outros surtando por terem acertado ao shippar eles dois, e outros que estavam até que surpresos por terem conseguido esconder esse fato por tanto tempo. Já Cesar estava rindo basicamente de nervoso. O streamer virou-se para Joui e disse:

- Acho que o chat descobriu que a gente ta junto Jo... Nem vale a pena ficar escondendo – Segurou a mão do Jouki novamente, sem nenhum receio desta vez.

[...]

Estava amando olhar Cesar se entrevistado, a maneira como ele respondia cada pergunta tão naturalmente, ele fazia isso parecer fácil como roubar doce de criança; os dois concordaram em deixar as fotos por último já que o Cohen estava ficando com a voz rouca por conta de sua gripe. Joui observava o jeito que o amigo falava abertamente de algumas coisas em frente á câmera, era como se já tivesse feito isso centenas de vezes, falava tão naturalmente que parecia que ele e o homem que fazia as perguntas estavam tendo uma conversação do dia a dia, simples e casual. Adorava mais ainda quando seus olhos se encontravam, pois assim mesmo que por uma fração de segundos, conseguia sentir a segurança que o contato visual com ele o trazia.

Vendo que haviam acabado, Joui se aproximou para que fosse a sua vez de responder as perguntas, passou por Cesar e sentiu um leve toque em sua mão, nem precisava de palavras para entender sobre o que aquilo se tratava.

- Vamos começar então Joui? Bom... Pra começar, a quanto tempo você trabalha com fotografia?

- E-eu atuo profissionalmente como fotógrafo a três anos;

- O que te fez escolher essa profissão?

Tinha que se acalmar, tinha que fazer isso por conta própria, tinha que regular seus batimentos cardíacos e sua respiração, tinha que se concentrar na pergunta e respondê-la corretamente. Joui buscava forças e coragem dentro de si para poder continuar.

- Eu sempre gostei de registrar momentos, seja em desenhos ou fotos, e mesmo com a maior parte da minha família não me apoiando, era meu sonho trabalhar registrando esses momentos. Por isso escolhi a fotografia.

- Tem algum pensamento que você tinha naquela época que gostaria de compartilhar?

- Eu gosto de pensar que... – Parou para respirar fundo e imaginar que era realmente Cesar que estava ali na sua frente – Memórias do passado são que nem fotos de Polaroid, a não ser que tenham acontecido ontem, as coisas mundanas tendem a serem esquecidas. São momentos e emoções intensas e especiais que são capturados em fotografias, mas em algum momento elas se tornam erradas e incoerentes... Como em um sonho. Os eventos se tornam tão distantes que não parecem mais serem reais,  e assim como fotos velhas, esses eventos acabam misturados e jogados em algum canto, mas se tornando parte de uma pessoa... Aquelas que restam... São as memórias boas que as pessoas querem manter vivas, amorosamente emoldurada dentro da pessoa que tirou essa fotografia. Mantida através do tempo como se pela inércia... As memórias penetrassem todas as partes da vida... Retornassem no momento em que vistas novamente. – Se interrompeu por alguns segundos tentando entender a expressão levemente chocada das pessoas ao seu redor – Acho que esse foi um dos pensamentos  que mais me motivaram a virar fotógrafo... Você pode encontrar tudo o que quiser nas memórias.

- Aparentemente precisaremos adicionar mais uma página na revista, exclusivamente pra você...

- P-perdão! Eu falei demais...

- De modo algum! eu só acho que mais pessoas deveriam saber disso também... Vou chamar a nossa editora para analisar os vídeos...

Virou-se e viu Cesar olhando orgulhoso para si, não se conteve ao levantar e ir abraçar o namorado, porém estranhou a cara de choque dele enquanto olhava fixamente para o outro lado da sala onde estavam. Curioso, Joui olhou para trás e viu uma mulher alta e loira, os olhos azuis pareciam perfurar qualquer coisa em que focassem, o rosto do Cohen se contorceu em desgosto ao reconhecer aquela pessoa, mas estava muito perplexo para expressar qualquer outra coisa.

- E-EDEN?!


Notas Finais


Eu vou fugir pras montanhas, não quero apanhar de vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...