1. Spirit Fanfics >
  2. Sentimentos? - ZoRobin >
  3. A festa

História Sentimentos? - ZoRobin - Capítulo 2


Escrita por: Tay_san_

Notas do Autor


AIII desculpa por ser tão rápida mas eu tô muito empolgada!

Capítulo 2 - A festa


Fanfic / Fanfiction Sentimentos? - ZoRobin - Capítulo 2 - A festa

Pov's Robin

Ele vestia uma camisa social com alguns botões abertos e mangas dobradas, não pude deixar de prestar atenção em seu peitoral exposto, ele já era atraente de terno, mas assim.. assim já era demais pra mim.

Após algum tempo o observando sinto uma mão me puxar pelo ombro e ouço uma voz familiar.

ah sua danadinha! Está interessada nele não?! – disse nami dando risadas de como eu estava, e eu corada por trás da máscara imaginava como ela teria me reconhecido.

– nami oque você está fazendo aqui? – disse tentando mudar de assunto, falhando.

– vamos dizer que sempre escapo da festa principal aqui é bem mais divertido, mas você não mude de assunto, aquele não é o contratado de hoje? Roronoa Zoro se não me engano! – nami disse isso e me deixou muito envergonhada, coisa que nunca acontece comigo, minhas bochechas estavam muito vermelhas por baixo da máscara e eu estava suando frio.

– n-não é isso não.. – murmuro envergonhada.

– uhum sei! – diz nami convencida.

Logo nossa conversa é interrompida por uma mulher de cabelos negros e longos, com brincos de serpentes, reconheço aqueles brincos até de longe.

– MUITO BEM PESSOAL! VAMOS ? QUEM ACEITA UMA RODADA DE VERDADE OU DESAFIO?! – vejo várias pessoas se aproximarem e formarem uma roda, inclusive Zoro também se aproximava da roda, aparentemente embriagado, e eu .. realmente achei que iria ficar quieta mas esqueci que estava com nami, então... Fui arrastada até a roda contra a minha vontade.

Nami me soltou e sentou ao lado de um homem loiro com uma sobrancelha um tanto.. peculiar... eu estava um pouco desnorteada e me sentei no primeiro lugar que vi, lugar cujo o homem de cabelo verde estava a minha frente do outro lado da roda, a troca de olhares era inevitável, felizmente eu estava de máscara e as luzes deixavam tudo menos perceptível e a música alta? Quase imperceptível se eu falasse algo, minha voz seria irreconhecível.

– muito bem, irei girar a garrafa.– diz hancock girando a garrafa que caiu em uma pessoa aleatória e o jogo continuou por umas 12 rodadas foi assim.. nesse momento eu já estava completamente bêbada, fora de si.

– preparados?! – pergunta hancock, aquela mulher é realmente muito forte pra bebida, logo em seguida ela gira a garrafa que cai em mim e em nami, naquele ponto eu já não me importava mais com nada, mas podia perceber o sorriso malicioso de nami pra mim.

– então, lhe desafio a beijar ele – diz nami apontando para zoro que no mesmo momento me olha fixamente com um olhar malicioso e eu retribuo por estarmos bêbados, vejo as luzes ficarem mais escuras e medida que me aproximo engatinhando.

Quando chego próximo a ele, tiro a máscara e o beijo.. um beijo maluco.. cheio de desejo e álcool, sinto suas mãos percorrerem por minha cintura e a apertarem com uma firmeza absurda, ambos malucos por conta do álcool, misturando as bebidas que bebiamos antes, eu permitia minhas mãos percorrerem livremente pelas costas cobertas pela blusa e nuca do mais novo.

 logo nos separamos deixando ele vizualizar meu rosto e eu vizualizar o seu, ambos em êxtase e felizes como se aquela fosse a última vez que a gente beijaria alguém na vida. Mas antes que ele percebesse melhor eu coloco minha máscara com medo de que Zoro me reconhecesse e me levanto com dificuldade por conta de estar bêbada e puxo nami para nos dirigirmos de volta a minha sala particular deixando todos na festa confusos.

Subimos um andar, voltando pra minha sala.

Felizmente recuperei minha sobriedade aos poucos mas ainda assim mais rápido que alguém comum, mesmo assim continuava um pouco bêbada e com dores de cabeça,e então retorno a vestir a roupa que estava quando entrei na festa e saio da sala com nami, sem trocar uma palavra, estávamos bêbadas, não iríamos falar nada com nada..

Chego próximo ao segurança e tento falar da forma mais clara possível para ele chamar um táxi e ele felizmente entendeu


Eram 3 da manhã mais ou menos, chegamos em casa horrívelmente piores, os balançares do carro só pioraram a situação, cheguei muito tonta e nami correu para o banheiro pra vomitar, no final de tudo cada um tomou banho e vestiu roupas íntimas, meu closet era enorme, podia emprestar roupas íntimas, já que tinha algumas que eu nem havia utilizado e colocamos junto com um roupão branco e fomos as duas dormir no meu quarto, de tão cansadas dormimos juntas na minha cama, não no sentido errado mas dormimos isso desleixadas sim, poderia ter certeza que chegaria a empresa somente a tarde.

 ... 

Pov's Autora.

As duas foram acordadas por singelos raios de sol em seus rostos que as faziam despertar lentamente .

– bom dia.. – murmurou a morena para sua amiga, que ainda estava com os olhos entreabertos, denunciando não estar ouvindo direito por conta do sono.

Felizmente as duas não tiveram tantos problemas com ressaca. 

Era como se ter dormido tivesse as deixado mais leves e calmas.

– bom dia patroa! – disse nami animada, fazendo Robin revirar os olhos.

– patroa nada, você sabe que fora daquela empresa você não deve me chamar assim Nee-Chan – disse Robin em tom autoritário, como se estivesse falando com uma criança.

{ Robin fora da empresa, chama Nami de Nee-Chan, indicando que trata ela como uma irmã mais nova que nunca pôde ter }

As duas saem da cama e vão tomar banho e se arrumar, é inadmissível uma chefe faltar ao trabalho, mesmo sabendo que seu braço direito que se trata de uma mulher extremamente competente está no comando Robin ainda assim gosta bastante do ambiente de trabalho.

Robin se dirige ao box do banheiro para tomar um banho gelado, estando na sua cabeça as coisas que aconteceram ontem a noite, ela se lembrava perfeitamente de tudo..

Ela se arrepiava somente de lembrar do beijo, que .. não passou de um desafio de um jogo.

Ela respirou fundo e decidiu tentar esquecer oque havia ocorrido.

Robin terminou seu banho e vestiu um terno de cor roxa escura e calçou um par de tênis esportivos, no terno havia um broche feito de diamante no bolso que ficava no lado esquerdo do terno, Robin estava acostumada a usar peças de luxo em qualquer ocasião social não se importando se é trabalho ou não.

Algum tempo depois, desceu as escadas e pegou a chave de seu segundo carro, uma BMW i8 Conversível que era um carro lindo, de cor preta.

Poucos minutos depois nami desce, vestindo um blazer verde água e um vestido azul bebê parcialmente longo sem estampa alguma.

As duas vão até o carro,entram e Robin coloca seus lindos óculos laranja com branco Prende o cabelo e liga o rádio.

Logo após toda aquela preparação, Robin dá a partida fazendo os cabelos de nami ficarem deslumbrantes ao vento, as duas riam, e cantavam, definitivamente um momento único de irmãs.

Chegando na empresa, Robin desacelerou e estacionou.

Robin desceu do carro junto com nami e entrou pela porta da frente, feita com acabamento de vidro, e foi recebida por seu braço direito.

Nefertari Vivi, uma mulher alta de 18 anos.

– bem-vinda Sra's – disse Vivi direcionando seu olhar a nami, que a olhava de volta com um certo brilho em seus olhos.

– com licença – disse Robin, que já sacava oque estava a acontecer entre as duas mulheres.

Robin se dirigiu ao elevador em passos lentos e quando as portas se abriram..

Adivinhe quem estava lá?

Exatamente, Roronoa Zoro.

Robin ficou sem reação e engoliu seco pois seu cabelo estava preso exatamente como ontem.

– b-boa tarde..– disse Robin corada e com um sorriso nervoso em seu rosto.

– boa tarde. – disse Zoro a olhando sem reação alguma.

Robin entrou no elevador e retomou a sua pose o máximo que podia.

– qual andar chefe? – disse zoro ainda a olhando.

– o .. o 16° o último.– disse Robin ainda constrangida com a noite passada.

Continua..




Notas Finais


Hummmm oque uma ajudinha do álcool não faz hein?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...