História .sentimentos confusos - Capítulo 24


Escrita por:

Visualizações 50
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Casa do Byun pt1


Byun Baekhyun narrando 

"O quê!? Mas quem aquele coreano de um metro e oitenta e cinco pensa que é? Como ele pode mexer comigo tanto assim? Droga, droga. Você precisa se concentrar, BaekHyun, você precisa. Não se deixe levar. Fique bem."  isso era tudo o que se passava com a minha cabeça, e eu tô disposto a fechar o meu coração para o Park gostoso Chanyeol. 

Santo Deus, nunca presenciei um dia tão chato e cheio de afazeres como o de hoje. 

Ai! Vocês lembram do dia no shopping? Foi tão incrível, gente. Fico todo bobinho quando lembro, porque, eu fiz novos amigos é claro. Eles sao demais! 

Agora eu estou apenas deitado em minha cama, pensando em nada mas tudo ao mesmo tempo. Eu estou confuso, é.. Eu realmente estou! O Chanyeol havia mexido comigo de uma forma que... Misericórdia! 

Eu não pode me apaixonar. 

Descobri que daqui a uma semana a Sofya, Joalin e o Park irão voltar para suas casas, e isso me deixou bem triste. 

Ah! Quer saber!? Vou chamar todos eles para a minha casa hoje. Acho que merecemos nos reunir mais uma vez. 

Tínhamos um grupo no chat, mas quase não falavamos nada lá. 

Grupo 

Gangue perdida 

Me: gente, amores, ai nossa. 

Vocês estão fazendo algo que preste agora? 

Peço que me respondam o mais rápido que puderem.

Japinha: Oiee caralhada

Eu nao to fazendo nada, meu bem. Por quê? 

Joshua: eu muito menos

Pequena (russa): eu também nao querido 

Lamar: tô não bro

Shiv: to fazendo nada

Krys: tô fazendo nada²

May: to fazendo nada³

Um metro e oitenta e cinco: to fazendo nada⁴

Joalin: Tamo' fazendo nada, querido. Agora, por que em? 

Me: assim seus bando de cabarezada, tava pensando aqui... 

Que tal virem pra ca hoje? 

Assim como vocês, to fazendo nada tambem nao

E logo que as duas bonecas e o Ken vão embora daqui a uma semana, queria aproveitar ao máximo tlgd

Na vdd eu n quero que vcs confirmem nada, porque é obrigação de vocês virem para a minha casa hoje

18h30, estejam aqui

agora tchau, vou fazer comprinhas bjs

Grupo off

pensei que alguem ainda fosse me responder, por mais que eu tenha dito que não eram pra responder, mas assim eles fizeram, ignoraram minhas mensagem, tô me sentindo triste. MAS nada que ir no mercadinho perto de casa fazer comprinhas pra encher os armarios da cozinha não resolva.

Desliguei o meu celular o deixando caído no sofá, indo para o meu quarto em seguida, peguei a minha carteira, calçando um chinelo e saindo de casa. 

O clima estava até que bom, bem agradável. Adorável. 

Não demorou muito para que eu chegasse no mercadinho, pois como eu disse, era pertinho de casa, então nao custou muito.

Adentrei o local, olhando os alimentos e algumas guloseimas e bebidas ao meu redor. 

Que lugar agradável. - murmurei para mim mesmo, enquanto pegava um carrinho de compras passando a me mover com o mesmo pelo local. - Oh! Chocolate! Chocolate! - falei animado, observando aquelas coisinhas deliciosas bem acima de mim, assim me inclinei para cima, esticando os meus braços em direção as barrinhas de chocolates na intenção de pegá-las, quando um ser do meu lado acabou os pegando para si. ESSA PESSOA PEGOU OS CHOCOLATES QUE SERIAM MEUS. AS ÚNICAS CINCO BARRINHAS DE CHOCOLATE. eu estava putasso. 

Como que alguém em sã consciência 'roubaria' os meus chocolates? 

O senhor por favor poderia devolver os meus chocolates? Você os roubou de mi... - Ah! Tá de brincadeira comigo né? O desgraçado que roubou minhas barrinhas foi o fodido do Park Chanyeol. 

Eu estava o encarando incrédulo, mas com um sorriso sacana nos lábios. 

Foi mal, baixinho. Mas você demorou um século para pegá-los. Demorou tanto que veio outro e pegou. - riu, provocando. COMO ASSIM ELE ESTAVA ME PROVOCANDO? EU NÃO VOU DEIXAR BARATO. 

Ok, Park Chanyeol. Pode ficar com eles. - O QUÊ QUE EU ESTOU FAZENDO? POR QUE EU ESTOU DEIXANDO ISSO PASSAR BATIDO? BYUN BAEKHYUN!!!! - eu nem queria mesmo. - dei de ombros, seguindo com o meu carrinho para outras partes do mercadinho. Não ousei olhar para trás, mas sabia muito bem que o Park estava com um sorriso de vitória nos lábios. Ainsh!! Esse homem vai me matar. 


                         😔✊

Sim, comprei absolutamente todo o necessário. Organizei tudo dentro do meu armário e agora estava bolando pelo sofá, encarando o teto, que era a única coisa que conseguia prender a minha atenção naquele momento. 

Por sorte tinha um senhorzinho vendendo chocolates quando estava saindo do mercadinho, então não tardei em comprar tudinho, então eu tinha no máximo umas 35 barrinhas de chocolates. Eu havia comprado 40, mas comi 5 então, 35. É isso! 

Os chocolates estavam tão bons, eu só queria comer todos os outros e não deixar nenhum para os meus preciosos amigos. Mas, ELES TAMBEM PRECISAVAM PROVAR DAQUELES CHOCOLATES, PORQUE ESTÃO BOM DEMAIS. AI QUE DROGAAA

Quê!? - por impulso, acabei olhando a hora no relógio da parede e os ponteiros já marcavam 18h20. Isso quer dizer que, vou acabar não conseguindo terminar o meu banho a tempo, porque provavelmente o pessoal já deve estar chegando. 

Em um pulo, me levantei chegando no banheiro primeiro que o flash, começando um belo de um rápido banho. 

Estava indo tudo conforme eu planejava, porém, quando eu estava ensaboando meus fios de cabelos, ouvi a campanhia tocar. Droga! 

Tocava, tocava e tocava. Bando de impacientes do caralho! Não aguento esses seres. 

Acabei enrolando a toalha em minha cintura, e passando um pouco de agua no rosto para tirar o shampoo dos olhos, então, da maneira como me encontrava, eu sai logo abrindo a porta da casa, e lá estavam eles. Todos eles. Santo Deus, que vergonha! 

Pude perceber os olhares das meninas, elas estavam mais envergonhada que eu, tanto que fecharam os olhinhos. 

eu.. Eu perdi a hora, me desculpem. - suspirei, dando passagem para todos - vem, entrem. Me desculpem novamente. 

— Tá' precisando de ajuda no banho, Byun? - esse garoto não cansa, meu Deus.

Não Chanyeol. Muito obrigado, mas não preciso não ok? Apenas entrem e se acomodem ai pela casa, vou terminar o meu banho. 

— Já que você falou para nos acomodar pela casa, posso me acomodar no banheiro com você? - me olhou sugestivo, tendo em seus lábios um belo de um sorriso malicioso. Filho da puta! Como pode?! 

Se acomodem pela SALA. Melhor pra você, Chanyeol? - sorri, logo virando de costas para eles, seguindo para o banheiro, mas antes que eu pudesse sumir pelo correr, pude ouvir uma voz bastante familiar 

Mas que corpo maravilhoso em, Byun Baekhyun. Que tal compartilhar comigo? - O Chanyeol definitivamente não prestava. 



Notas Finais


Eu não gostei muito de escrever esse capitulo, porque estava totalmente sem criatividade, então ficou uma merda, me desculpem. Mas espero que isso mate um pouco a fome de vocês, por enquanto. Logo eu voltarei com mais um capitulo, prometo. Beijos!!!
Por favor, não esqueçam de favoritar e comentar. Preciso muito dos comentários de vocês!
Amo cada um aqui, mesmo mesmo ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...