História Sentimentos obscuros!!!(yaoi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Visualizações 19
Palavras 2.421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yaoi (Gay)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Muito provavelmente esse foi o Penúltimo capitulo, eu não sei nem comecei a escrever o próximo capítulo mas é isso queria já deixar avisado.

Capítulo 3 - Finalmente Lemon!!!


Iruka on:


O relógio estava marcando oito horas exatamente quando terminei de preparar o jantar, eu fiz sopa de berenjelas, pescado a la parrilha, okonomiyaki, omu-raisu, takoyaki e de sobremesa pudim de morango, essa são suas comidas favoritas e como eu não tinha certeza do que ele gostava para sobremesa acabei por fazer pudim mesmo. Espero que ele goste. Como sei que ele não é muito pontual vou tomar banho tranquilamente porque ainda tinha muito tempo.

Kakashi on:


A bem da verdade é que mesmo que Naruto tivesse algum interesse romântico em mim ainda nossa relação seria muito complicada pela diferença de idade, estou com trinta e um anos enquanto ele tem apenas dezesseis, já vi e vivi mais do que ele para saber que relações homoafetiva e com uma grande diferença de idade pode ser algo problemático. Claro que por ele estaria disposto até mesmo a renunciar ao meu cargo de Hokage, se ele realmente me amasse.

Kakashi — Haaa, mas que diabos eu estou falando?! O mundo mudou radicalmente, coisas como essa já não surpreende mais ninguém. Afinal mês que vem não será o casamento do Kasekage com o Shikamaru?! E todos ficaram felizes por eles. O mundo já não é o mesmo que eu conheci, cara que papo de velho!


(Autora:— Gaara idiota roubou o namorado da tua irmã, óh só a desgraça!!)

As vezes falar sozinho faz bem, ajuda a refletir, até porque daqui a pouco tenho um jantar com Iruka e não quero chateá-lo falando de problemas.


Quebra de tempo...


Autora on:


Kakashi estava em frente a porta da casa de Iruka, essa era a primeira vez que seu amigo o convidava para jantar em sua casa por isso não queria aparecer de qualquer jeito. Mas agora que estava parado em frente a casa dele se perguntava se usar um terno e tirar a mascara do rosto não fora um ato exagerado. Mais uma vez ele olhou no relógio constatando que faltava um minuto para oito e meia ao qual ele iria esperar lá fora porque dessa vez queria ser pontual.


“Nem atrasado e nem adiantado" —dizia para si mesmo.

Quando esse um minuto se passa Kakashi aperta a campainha se perguntando se não poderia se teletransportar para casa para colocar a mascara, embora já fosse tarde pois cinco segundos depois Iruka abre a porta convidando-o para entrar.


Iruka—Uaauu você está...


Kakashi —Extremamente exagerado?


Iruka —Não. Eu ia dizer bonito, quero dizer é... Eu- eu na verdade...— Iruka passa a se enrolar com as próprias palavras ao notar o que havia falado fazendo Kakashi ri como nunca antes.


Kakashi—Eu entendi o que você quis dizer, não se preocupe. Aliás você também esta muito bonito e cheiroso também — fala se aproximando do pescoço de Iruka sentindo o cheiro do seu perfume. Para Kakashi aquela ação não continha segundas intenções e Iruka sabia bem disso, porém quando ele se aproximava desse jeito não conseguia deixar a razão falar mais alto e então se deixava ser levado pela ilusão de que um dia Kakashi o exergasse como sendo mais que um amigo.


Iruka —Vamos comer já está tudo pronto.

Kakashi —Você preparou tudo isso?!— Kakashi olhava tudo com uma expressão faminta, na mesa se podia ver que tinha uma mistura de suas comidas favoritas misturadas com as de Iruka.

Kakashi— Itadakimasu.

Iruka —Itadakimasu.

[...]

Naruto não era a pessoa com o raciocínio mais rápido do mundo porém quando se tratava de Sasuke seu cérebro trabalhava a mil por hora, e hoje depois das palavras do moreno não foi diferente. A pior coisa que ele fizera foi deixar Sasuke ir embora sem se explicar melhor, como assim ele seria um substituto?! Acaso já não tinha a sakura?! Naruto entendia muito bem que Sasuke nunca correspondeu ao amor da garota, então saber que eles iriam se casar foi bem surpreendente mas pensar que ele pudesse traí-la após firmar tal compromisso não fazia o perfil do Sasuke que ele conhecia e amava e era por isso que ele iria finalmente sair de casa e procurá-lo, para entender melhor essa situação.


[...]


Depois do jantar Kakashi e Iruka foram para sala beber algumas cervejas e conversar, Kakashi não queria pensar em Naruto e Iruka não queria falar de trabalho ou assuntos que não iria trazer boas lembranças para Kakashi, ao invés disso falavam de como as coisas estavam mudando sem que eles se dessem conta, o que rendia bastante histórias engraçadas da parte dos dois.


Kakashi —Eu já havia aprendido a copiar o jutsu bola de fogo do Óbito a muito tempo, quando fizemos aquela aposta eu já sabia que venceria. 


Iruka— Ai mas que maldade!—repreende Iruka porém seguindo Kakashi nas risadas.


Kakashi—Maldade coisa nenhuma! Se eu não tivesse trapaceado ele com certeza teria me feito andar por toda vila com roupas de mulher, e como digo antes ele do que eu.


Iruka observava a face corada de Kakashi certamente assim pelas risadas que as histórias da infância de ambos traziam. 


Kakashi— Como ninja enfrentamos grandes perdas, eu quase havia me esquecido que por um tempo tivemos uma infância normal, nunca me senti tão bem assim. Obrigado Iruka.— sorriu para o menor que cora ao encarar seus olhos penetrantes.


Iruka—Está me agradecendo por te embebedar?! De nada. — retribui ao sorriso do mais velho.


Kakashi —Obrigado, por me trazer alegria novamente.—ele deposita um beijo na testa de Iruka logo encostando a suas testas uma na outra de olhos fechados aguardando alguma coisa que nem ele saberia dizer o que era.


Iruka—De nada —repete, tomando a iniciativa, selando os lábios deles em um beijo quente e preguiçoso digno de um Kakashi sensei que sempre está entediado com tudo e de um Iruka calmo e romântico.


[…]


Naruto—Oque você quis dizer com aquilo de ser um substituto?!— Naruto passa pelo moreno e entra na casa  saindo do corredor e indo em direção a sala fazendo Sasuke o seguir. 


Sasuke —Boa noite para você também e eu não disse que você podia entrar.


Naruto —Como você pode ter dito todas aquelas coisas, acaso esqueceu seu coração lá no grupo da Akatsuki?!


Sasuke —Eu não sei do que você está falando, eu só disse aquilo porque não acho justo você usar alguém que tem sentimentos românticos por você para esquecer um outro alguém que você ama. Se você pensar bem o único que está agindo como se não tivesse um coração, é você.— fala apontando o dedo para Naruto que o olhava surpreso.


Naruto —Eu sei que o que estou fazendo com Kakashi sensei não é certo, não precisa repetir. Mas eu fui sincero em relação aos meus sentimentos por ele, em nenhum momento pensei em enganá-lo, já a Sakura não pediu para ser envolvida nisso!!!— Naruto fecha suas mãos em forma de punhos segurando-se para não avançar para cima de Sasuke, afinal, como pode alguém se importar menos com a pessoa que vai casar e ainda vir dá lição de moral?!


Sasuke —E o que a Sakura está fazendo nesta conversa.— Sasuke se encontrava confuso pois não lembrava do falso casamento.

Naruto —Como assim idiota?! Vocês vão casar não é não?!

Sasuke —Eehh!!! Eu não te contei?! Ah, bem é que quando essa história começou você estava doente e eu nem pensei em te contar. Sakura e eu não estamos noivos, na verdade nem estamos namorando. Os pais delas estavam enchendo o saco para que ela se casasse com Rock Lee e como ela não queria fingiu que já estávamos noivos, em outras circunstâncias eu diria a verdade mas ela parecia tão aflita que deixei para lá e confimei a mentira.


Naruto — Atá! Você está me dizendo que baixou o Sasuke bonzinho disposto a fazer favores?!


Sasuke —Pois é né?!

Naruto —Devo presumir que também está me fazendo um favor ao ser substituto do Kakashi?


Sasuke —Não será nenhum sacrifício ficar com você —diz se aproximando do loiro e o puxando pela cintura.— e então o que me diz?


Naruto —Eu não posso fazer isso.

Sasuke — Porque não? Você não quer deixar o Kakashi? O que isso significa? Que você se apaixonou por ele, ou só não me quer mesmo?— Sasuke se afastou sentindo-se magoado com a resposta do loiro.


Naruto —Não é isso, é que você é... Você... Você é a pessoa que eu amo.— fala por fim se agarrando na blusa de Sasuke sem conseguir encará-lo.

Sasuke —Voce o que?! Naruto, eu também te amo.

Naruto— Mentiroso! Não precisa ficar mentindo para mim.

Se agarra mais firme na blusa pois sentia suas pernas amolecer só de cogitar que o que Sasuke disse fosse verdade.

Sasuke —Eu não estou mentindo. Quando nos encontramos mais uma vez depois da minha partida eu percebi que a falta que eu sentia do meu amigo, na verdade era falta da pessoa que eu amava. Já parecia tarde para voltar atrás então continuei com o caminho que tracei. Quando eu voltei para vila eu não disse nada porque não te merecia depois de tudo o que eu fiz, se sentia o mesmo por mim porque não me contou?

Naruto —Estava sem coragem seu idiota, e quando eu finalmente tomo coragem você aparece dizendo que está noivo, IDIOTA!!!

Sasuke —Para alguém que está me amando você diz palavras muito rudes.

Naruto —E para alguém que diz estar me amando você está me beijando de menos.

Naruto on: 


Eu dou dois passos para frente, diminuindo a distancia entre nós, olho diretamente em seus olhos vendo sua curiosidade no que eu iria fazer.  passo um dos braços em volta do pescoço dele enquanto que com a outra seguro sua face acariciando suas maçãs do rosto e descendo até seu queixo, seguindo os rastros dos meus dedos vou depositando beijos em seu rosto até chegar perto de sua boca onde também deixei um selinho só que esse foi mais demorado para que eu pudesse aproveitar a sensação dos seus lábios sobre meu.

Sasuke on:


Cada pequeno beijo que ele depositava deixava para trás uma sensação quente no lugar, quando aos poucos ia se aproximando da minha boca senti meu estômago formigar pela expectativa do que vinria. E quando ele finalmente me tocou não pude me segurar mais, sem perdir permissão invadi sua boca com minha língua puxando a dele para uma dança lenta e sensual.

 Não era um beijo muito molhado, e nem muito seco, não estávamos acelerados de mais e nem devagar demais. Estávamos cincronizados num ritmo perfeito deixando nossas mentes em um estado de estorpor,  puro êxtase seria a palavra certa. Quando separamos o beijo pela falta de ar aproveito para empurrá-lo no sofá tirando minha blusa e me pondo por cima dele. Vejo Naruto observando meu corpo e logo passando a mão pelo meu abdómen. Quando eu estava sendo treinado por Orochimaru meio que tivemos um caso porém nunca senti tanto prazer assim, apenas com um toque simples como esse. Naruto sempre teve esse dom de me fazer sentir bem, mesmo quando era apenas um aperto de mão após lutarmos já era o suficiente para me deixar feliz.— Tiro sua blusa voltando a beijá-lo dessa vez o beijo foi curto pois vou descendo até chegar aos seus mamilos onde com uma mão eu passo a massagear ora de leve ora dando leves puxões ouvindo-o gemer, no esquerdo minha boca fazia o mesmo serviço. Vou lambendo e beijando todo seu peitoral descendo para a barriga até chegar no cós da calça que rapidamente retiro ficando de frente com um membro rigido marcado pela cueca. Lentamente passo a mão pelo seu penis por cima da box verde com listras pretas apertando levemente ouvindo em resposta um gemido de aprovação, paro os movimentos para tirar sua cueca passando a masturbá-lo com as mãos olhando-o diretamente nos olhos enquanto ele corava em retribuição ao sorriso malicioso que lhe lancei.

Naruto — Sasukeee... —Ouvir sua voz rouca chamando por mim em um tom tão sexy me deixou ainda mais rígido se que eu conseguia, rapidamente me livrei da minha calça e cueca que já estavam me deixando doloridos pelo meu membro que queria sair. Me posiciono entre as pernas de Naruto e começo a chupá-lo, comecei pela base lambendo e deixando beijos, uma das minhas mãos passeavam pela sua coxa enquanto a outra massageava seus testículos.

Naruto —Ahh, Sasuke o que você está fazendo?? Ninguém nunca me tocou aí...— acho que ele estava se referindo aos testículos.

Sasuke —E porque não? Se tocado aqui não te dá uma sensação de prazer ainda maior? —pergunto agora colocando a boca, chupando com intensidade suas bolas. Novamente vou subindo pelo seu penis até chegar a glande onde eu abocanho apenas ela deixando beijos, lambidas e chupões. Depois de um tempo passo a chupá-lo inteiro até o fim ouvindo Naruto gemer para ir mais rápido, um pedido que não nego.

Naruto —Ahmmn... Eu tô quase... — Continuo com os movimentos até que sinto um líquido quente e adocicado invadir minha boca do qual eu engulo tudo. Nunca gostei de coisas muito doce, mas esse gosto adocicado era algo da qual eu não só gosto como nunca vou enjoar. Aproveito que ainda tinha um pouco do seu sémen em seu membro e pego usando para lubrificar seu ânus antes de penetrá-lo.

Autora on:

Sasuke vai entrando lentamente dentro de Naruto visto que este era muito apertado, quando por fim se enterra completamente nele fica imóvel esperando que se acustumasse.

Naruto dá uma empinada para trás indicando que ja poderia começar com os movimentos, e Sasuke obedecendo seu pedido silencioso começa a dar lentas estocadas que iam aumentando com forme a bunda de Naruto se chocava com seu membro fazendo sons excitantes soarem pela sala junto com os gemidos de ambos.

Sasuke — Que loiro mais apertado vooocêêê— Sasuke tremia pelos movimentos rápidos e pela a aproximação do orgasmo.

Naruto —Ma-mais rápido...

Novamente obedecendo ao pedido de Naruto, Sasuke aumenta os movimentos fazendo com que ambos tenham um orgasmo juntos, logo depois desabando em cima do loiro que pôs a mão em seus cabelos fazendo carícias.

Sasuke —Era inevitável que não nos apaixonassemos, você sempre entendeu meus sentimentos, as vezes melhor do que eu mesmo. Sabia desde o inicio que vingança não levaria a nada que só tiraria de mim o pouco que conquistei, mas você nunca desistiu de mim não é?

Naruto —E como eu poderia abandonar a pessoa que amo quando é óbvio que ela precisa de ajuda?

Sasuke —No fim tudo isso foi até bom, pois se eu não tivesse partido talvez até hoje eu pensaria que tudo o que temos é amizade.

Alguns minutos de silêncio se prosseguiram, cada um pensando no futuro que teriam caso Sasuke tivesse partido. Talvez Sasuke estivesse casado com sakura agora e Naruto tivesse casado com Hinata já que brevemente foi apaixonado por ela, se bem que mesmo essa paixão foi para negar o que sentia por Sasuke...

Era inevitável. Tudo o que fazia começava e terminava em Sasuke....




Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...