1. Spirit Fanfics >
  2. Sentimentos ocultos >
  3. Ryota

História Sentimentos ocultos - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Ryota


Um mês tinha se passado e minha relação com Iori não mudou muito, mas no momento o que realmente importava era que o festival escolar estava próximo. Cada sala deveria escolher oq fazer para tal evento, e isso aconteceria hoje mesmo.

Minha sala parecia bem animada, todos conversavam entre si compartilhando suas ideias e esperando pela hora da votação

-Estou curioso para saber oq a sala de Iori vai fazer – comento

-Também estou curioso sobre as outras salas, mas temos que pensar na nossa primeiro – fala Ashiya

-Você tem razão, o que propõe fazermos? – pergunto meio pensativo

-Não tenho nada em mente

-Que tal uma casa mal assombrada?

-Achei uma boa ideia, mas eu não iria me fantasiar de monstro de jeito nenhum

-Nem eu – não queríamos fazer algo tão grandioso neste festival, só queríamos aproveitar.

Alguns minutos se passaram e os representantes pedem para que cada aluno levantasse a mão caso tivesse alguma sugestão, eu a levanto.

-Poderíamos fazer uma casa mal assombrada – olho ao redor e as pessoas pareciam ter gostado

Não demora muito e a votação foi feita, a casa mal assombrada acaba ganhando e logo em seguida fomos liberados para o intervalo.

-Quem diria que sua ideia seria a mais votada

-Eu também não imaginei que isso aconteceria, estou surpreso

-Mas temos a sorte de só ajudar na montagem. Podemos aproveitar bem o festival – ele sorri

Retribuo o sorriso e ele logo se despede, indo para a quadra. Encontro Iori conversando com alguém, senti certo ciúmes, mas esperei que aquela pessoa saísse e me aproximei de si.

-Quem era? – pergunto meio desconfiado

-Um colega novo que entrou em minha sala

-Entendo

Era raro ver alguém conversar com Iori sem ser Subaru ou Hiroto, e isso acabava me deixando com ciúmes. Eu não era alguém que sentia ciúmes facilmente, mas quando se tratava dele era impossível não me sentir assim.

-Ryota?

-Hã? Disse algo?

-Você parece pensativo, está tudo bem?

-Sim, sim. Só estava me perguntando o que sua sala decidiu fazer

-Vamos fazer um teatro

-Que interessante, qual o seu papel nisso tudo?

-Sou responsável por escrever o enredo, mas talvez eu ajude na montagem do cenário também

-Que tal Hamlet? – proponho

Ele acabou por gostar de minha ideia e a anotou em um bloco de notas. Eu estava me sentindo bastante inspirado hoje.

-E a sua sala?

-Uma casa mal assombrada, mas só vou ajudar na montagem

-Pelo menos podemos aproveitar o festival juntos – ele sorri e eu retribuo, estava ansioso

 Conversamos um pouco e voltamos para a sala, onde teríamos que terminar de organizar o básico do que seria feito por nossa sala no festival. Me juntei a Ashiya e outras pessoas que tinham o mesmo papel que o nosso para discutir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...