História Sentimentos Por Acaso - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 7
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - A nova babá


Fanfic / Fanfiction Sentimentos Por Acaso - Capítulo 2 - A nova babá

6 anos depois




 Menma emburrou na hora,ele nunca gostou das babás que seu pai contratava pra cuidar dele. E como de costume, ele sempre atentou contra todas elas, e com essa ,não seria diferente.

Menma foi interrompido pelo toque da campainha.



Naruto caminhou até a porta, assim que a abriu se deparou com uma garota baixa, de cabelos escuros, e, olhos perolados.




Naruto deu espaço, para que Hinata entrasse.



Hinata tinha um olhar calmo, transmitia paz, e tanto Naruto, quanto Menma, sentiram isso.



Menma estava pensando,  em como Deus criou alguém que estaria dando total atenção a ele, e não dando em cima de seu pai?


Menma mudou a expressão de desconfiança, para surpresa, assim que Hinata disse isso.


Houve uma intensa troca de olhares, entre os dois, instantaneamente, o coração de Naruto, acelerou de tal forma, que ele mesmo , não conseguia entender.


Hinata subiu as escadas de forma calma, e majestosa.


Ainda na sala de estar, Naruto permanecia de pé, confuso.


Porque estou me sentindo assim?  


Era o que ele pensava. Nunca teve nenhum gesto emocional por alguma mulher , desde que sua esposa morreu.


No andar de cima, enquanto observava Menma brincando, Hinata pensava, em um porquê de seu coração ter acelerado, depois daquela troca de olhares. Os olhos de Naruto, perfuraram sua mente. Como ele conseguiu deixá-la assim?


Seus pensamentos se dissolveram completamente, quando, Menma, a chamou pra brincar.



Se passou algum tempo, Hinata permanecia com Menma, até ambos escutarem toques na porta, e logo em seguida a mesma foi aberta.



Hinata ergueu-se e, seguindo Naruto, adentraram o corredor. Naruto entrou em uma sala, Hinata o seguiu.



Hinata concordou, e Naruto continuou.



Hinata falou, lembrando de uma cena de poucos minutos atrás, quando Menma a perguntou se ela ficaria com seu pai.


Alguns minutos atrás.

Hinata.


Nós dois estávamos montando um quebra-cabeça, quando, de repente ele parou.


Menma olhou no fundo dos meus olhos e me fez a seguinte pergunta:



Comecei a tossir.





Naruto expressou decepção em seu rosto pelas palavras da garota, o que não passou despercebido por Hinata.

Eles foram interrompidos pelo toque do celular de Naruto. 


Hinata saiu do escritório, e caminhou lentamente até o quarto de Menma, chegando, o encontrou adormecido em sua cama. Hinata se sentou ao lado dele, e acariciou seus cabelos negros.


Em outro canto da casa, Naruto falava ao celular.


- Ela parece ser uma boa pessoa, acho que essa vai conseguir conquistar o nosso pequeno Menma…

            - Acho que não foi só o Menma que essa garota conquistou, não é filho?

- Dona Kushina... para de graça, se ela conquistou alguém além do Menma, foram os empregados, eu ainda amo, e sempre vou amar a Sayuri!

             - Meu filho, eu não duvido que você ainda ame a Sayuri, mas você precisa viver, e ficar remoendo o que aconteceu, nunca conseguirá ser feliz, você não deseja que o Menma tenha uma mãe?

- Ele tem uma mãe.

               - Mas ela não está viva, ele precisa de uma presença materna…

- Ele tem a senhora!

        - Naruto, existe uma diferença entre uma mãe , e uma avó, eu sou a vovó , a pessoa que vai protegê-lo, sempre que você der bronca dele, eu não sou o que precisa!

- Eu não quero outra mulher na minha vida, é tão difícil assim entender?

- Filho , você precisa ter uma vida, novas companhias, um novo amor…

- Se for pra acontecer, vai acontecer, mãe, eu não vou ficar correndo atrás de mulher.

- Está bem, meu filho,mas… cadê o Menma? Quero falar com ele.

- Está no quarto com a babá, vou chamá-lo, depois eu ligo.

- Naruto a traga aqui, quero conhecê-la.

- Tá bom, dona Kushina.



Naruto desligou o celular, saiu do escritório e caminhou até o quarto de Menma , parou em frente a porta, respirou fundo, e entrou no quarto. Se deparou com uma cena, que poderia se considerar, fofa. Menma dormia, todo encolhido na cama, e Hinata o observava


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Izumi_no_sabaku


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...