1. Spirit Fanfics >
  2. Sentir >
  3. Único

História Sentir - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Adorei escrever por que é um crackship que eu adoro e nunca vejo.

Música: Controlla- Drake.
Palavra: Controle.

Capítulo 1 - Único


Fanfic / Fanfiction Sentir - Capítulo 1 - Único

Quando a nova vizinha se mudou, Shikamaru já imaginou que seria um problema, mas não imaginou que seria um enorme problema. Um convite dele para almoçar que foi retribuído por ela para jantar, seguido de uma amizade crescente e várias noites vendo filmes juntos que resultou nos dois na cama depois da terceira garrafa de vinho.

Hinata Hyuuga, a morena do apartamento ao lado se infiltrou na casa do Nara de forma que nenhuma outra mulher conseguiu. E apesar de ambos afirmarem ser casual ele ainda sentia ciúme quando ela chegava da balada acompanhada de outro cara e odiava a parede ser incapaz de conter os barulhos da cama dela batendo na parede. Por que era ele que queria ouvir os gemidos dela, ele queria quebrar a porra da cama com ela, ele queria Hinata rebolado no colo dele e isso o irritava profundamente. Afinal a morena tinha total controle sobre a vida dele.

Era sexta a noite e ele como sempre estava esparramado em seu sofá quando ouviu gritos vindo do corredor, não que ele fosse uma pessoa curiosa, mas ultimamente tudo que envolvia aquela mulher chamava sua atenção. Ele se aproximou da porta ouvindo a voz que antes era tão doce, embargada.

- Eu sabia que isso ia acontecer, some daqui.

- Hinata, me escuta ela é minha prima.

- Eu não transo com meu primo Toneri, some daqui.

Assim que ela ouviu a porta bater passou as mãos pelo cabelo bufando, fazia um mês que ela tinha dito que estava saindo com um cara e parecia sério e então fazia um mês que ela mal saia de casa e agora sabia que ela provavelmente estava chorando na cama.

Calçou os tênis, pegou as chaves do carro e saiu de casa ainda nervoso. Shikamaru sempre foi o tipo de pessoa estrategista, nunca agiu antes de pensar e com toda certeza não iria sair de casa de noite em uma sexta para resolver problemas de uma garota que se mostrava extremamente problemática.

Hinata estava chorando no quarto como ele previu e assim que ela abriu a porta do apartamento ele pode ver o sorriso branco e os dentes perfeitos quando os olhos azuis tão claros encararam o pote de sorvete de chocolate.

- Por que eu não acho um cara como você? – Ela disse assim que o puxou para dentro e o jogando no sofá depois de guardar o sorvete na geladeira.

- Por que você procura nos lugares errados – segurou as coxas lisas expostas já que ela usava só uma camiseta dele por sinal.

- Como assim? – beijou o pescoço dele e depois subiu mordendo o lábio inferior.

- Se olhar pra mim não vai mais precisar perder seu tempo com esses caras idiotas Hina.

- Shikamaru Nara, o que quer dizer com isso? – Ele apertou mais forte a carne macia e encarou o fundo daqueles olhos claros.

- Eu estou perdidamente apaixonado Hinata.

Ela sorriu e atacou os lábios dele com fúria enquanto subia a camiseta dele expondo o abdômen tanquinho que a fazia enlouquecer e morder os lábios quando estava com outro homem para não gemer por ele.

Ele não ficou muito atrás e também tirou a camiseta que ela usava expondo os seios sem sutiã e apenas uma calcinha de ursinho que ele achava super fofa. Passou os dedos pelos bicos rijos e logo depois começou a lamber e sugar como uma criança com fome enquanto Hinata soltava os cabelos que caiam até os ombros e enfiava as mãos ali gemendo por ele.

- Me leva pro quarto.

Ela pediu em um sussurro e ele a segurou sem soltar os seios da sua boca, já conhecia aquele lugar de cor e poderia andar ali com os olhos fechados. Deitou a Hyuuga na cama e se levantou puxando a calcinha cor de rosa pelas pernas expondo a intimidade da mulher. Ele se abaixou abrindo as pernas dela e beijou ali, passou a língua por toda a extensão e se colocou a sugar o clitóris entumecido arrancando um palavrão da Hyuuga.

Ele enfiou dois dedos dentro dela vendo as mãos pequenas agarrando os seios fartos enquanto mordia o lábio inferior, não demorando muito para sentir ela apertar seus dedos e se derramar na boca dele.

- Caralho Hinata, que gostosa.

Ela o puxou beijando os lábios com desejo enquanto as mãos abaixavam a calça de moletom, expondo o pedaço de carne dura que ela tanto amava. Hinata lambeu os lábios mas ele foi mais rápido que ela.

- Até quero sua boca aqui minha linda, mas eu tô doido pra foder você.

- Então fode.

Disse isso é se colocou de quatro sobre a cama o olhando sobre o ombro. Shikamaru perdeu os sentidos, segurou a cintura fina da mulher e desferindo um tapa estralado na bunda branca ele se enfiou se uma vez dentro dela arrancando um gemido alto dela. Ele cerrou o maxilar e começou a se movimentar dentro dele e porra como ela gostosa, como os sons que saiam daquela boca pequena eram sacanas. Ele enrolou o longo cabelo negro com uma mão e a puxou para si metendo fundo arrancando mais gemidos e mais altos ainda da morena e não pode deixar de sorrir ou ouvir a cama batendo na parede.

Hinata gemeu ainda mais alto quando ele a empurrou sobre a cama deixando a cabeça sobre o travesseiro e a bunda bem empinada. Com uma mão ele segurou a cabeça dela ali sem parar de se mexer, ele gostava assim e ela também. Gostavam de foder um com o outro, ele gostava de a fazer submissa e ela adorava cada tapa e aperto que ele dava nela.

Não demorou mais depois disso e ela gritou lambuzando todo o membro com seu gozo fazendo ele mesmo se retirar dela e gozar sobre as costas dela. Depois de limpos e banho tomado foram até a sala tomar o sorvete.

- Shikamaru? – Ele a olhou com o pote de sorvete na mão – Eu também estou perdidamente apaixonada.

Ele sorriu puxando a morena para o seu colo selando os lábios dos dois com ternura.

- Fica comigo então, seja minha e eu serei apenas seu.

- Não precisava nem perguntar.

E sorrindo eles terminaram a noite se amando mais uma vez, dormindo juntos pela primeira vez e ele soube que queria acordar com aqueles cabelos esparramados em si para sempre.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...