História Seoul Arts Camp - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Haechan, Jaehyun, Jisung, Jungwoo, Lucas, Mark, Personagens Originais, Taeyong
Tags Nct
Visualizações 6
Palavras 2.706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amorzinhos, mais uma terças com a Minki, esta é uma fic nova.
Para a semana vou tentar postar ARDA ( A Rapariga Do Aeroporto), ainda não escrevi nada mas vamos ver se consigo.
Espero que gostem.

Capítulo 1 - Primeiro dia do resto do verão


 

Olhava para as árvores que passavam rapidamente por conta da velocidade do carro. O taxista dirigia pelo meio do mato, tudo o que dava para ver pela janela do carro eram árvores e mais árvores.

 

Este ano minha mãe tinha-me convencido de ir passar as férias de verão a um acampamento de música do outro lado do país. Ainda não descobri como ela conseguiu me convencer a vir, mas não dá mais para voltar atrás.

Ao longo do caminho a quantidade de árvores diminui e à beira da estrada está uma cerca que determinava o terreno do acampamento. Vi dois rapazes a pé com mochilas às costas e uma viola na mão de um dos rapazes e o outro com um malote cheio.

 

- Pode parar por um momento, se faz favor.- Pedi para o taxista.- Ao pé daqueles rapazes.

 

O taxista logo fez o favor de parar ao lado deles, o rapaz que andava do lado da estrada logo nota o carro e chama a atenção do amigo que estava de fones e ambos olham na direção do carro. Eu abro o vidro do meu lado e ponho a cabeça de fora.

 

-Vocês vão para o acampamento de Artes de Seoul certo?- Os rapazes olham-se e concordam.- Querem uma boleia?

- Não obrigada, estamos quase.- Respondeu o rapaz de cabelos claros.

-Vamos entrem, vocês já andaram muito, devem estar cansados.- Incesti.- não vos vou fazer mal nenhum.

- Não podemos confiar em ti, sabe-se lá o que pode acontecer, a minha mãezinha querida sempre me disse para não entrar no carro com estranhos.- Ri-me com o comentário do rapaz.

-Não sou nenhuma psicopata,eu também vou para o acampamento.

- Ok, vamos confiar em ti, só não nos mates sou muito lindo para morrer.

-Tá bom, entrem.

- Vamos Mark.

    Abriram o porta-malas e puseram lá as bagagens, depois entraram no carro.

    

    Pelo resto do caminho eu, Mark e Lucas conversamos e nos conhecemos mais e foi só risos e gargalhadas.

Pelo que eles me disseram os dois iam para o acampamento para a parte de música assim como eu, ambos tinham 18 anos, e que iam para o acampamento todos os anos desde que começaram a estudar na Seoul Arts, a escola dona do acampamento. Eu não estudava em Seoul Arts mas ganhei uma bolsa apenas para o ano seguinte, mas disseram que eu podia vir já que tecnicamente eu era uma estudante de Seoul Arts.

 

Saímos juntos do táxi tiramos a bagagem e paguei a viagem com ajuda dos meninos que também deram um pouco de dinheiro. E só depois de o táxi sair pode observar ao redor

 

A entrada do acampamento estava cheio de carros, adolescentes, e alguns pais que se despediam de seus filhos. Havia música a tocar, pessoas a cantar e outros a dançar.

 

- Olha Lucas, é o Haechan.- Saíram os dois a correr na direção desse tal Haechan, e eu fiquei sozinha com uma mochila às costas e uma mala grande de rodas ao meu lado.

 

Achei por segurança sair do meio da estrada e ir-me sentar num banco de madeira que ficava perto da entrada. Para chegar ao banco foi um trabalhão tinha muitas malas no caminho, tive que arredar algumas para poder passar.

Sentei-me no banco, peguei o telemóvel e mandei uma mensagem à minha mãe a dizer que tinha chegado bem. Eu apenas observava o ambiente à minha volta, estavam todos a divertir-se com seus amigos, ao longe pode ver Lucas e Mark com outros garotos a rir-se, e a dançar- Não era uma dança muito normal- diria engraçada.

 

- AH- Assustei-me com o grito de uma rapariga à minha frente- Olá sou a Emily, vamos ser amigas.-Sorriu

- Ok Emily, vamos ser amigas.- Disse com um sorriso no rosto.

- Vem, vais conhecer uns amigos meus.- Emily segurou-me pelo pulso e puxou-me para longe das minhas malas.

 

    Emily parecia uma criança, enquanto corria saltitava e comprimentava todos por onde passava, se não fosse pelo corpo já bem desenvolvido eu diria que era uma criança na minha frente.

 

- Malta, fiz uma amiga.- Parou na frente de um grupo de pessoas que estavam em roda.- Ela chama-se…- Olhou para mim e a roda de amigos abriu-se e os olhares foram direcionados a mim.  

- T-tiffany.- Senti-me muito pressionada com todos a olhar-me.

- Trouxeste uma rapariga a rastos até aqui e nem sequer sabias o nome dela.- Uma rapariga de cabelos roxos falou com um sorriso no rosto.- Foi assim que conhecemos o Jungwoo.

- Tiffany, estes são Hani - A tal rapariga de cabelos roxos.- Jaehyung - O rapaz de cabelo castanho claro que lhe caia nos olhos.- Taeyong.- Olhei para o rapaz que sorria, e pensei que ia morrer de tanta beleza que tinha visto tão de repente, o meu coração ia saltar de tão forte que batia.

 

Vocês acreditam em amor à primeira vista?

 

- E Soo Jin, pera onde ela está?- Emily parecia confusa mas eu não conseguia tirar os olhos do rapaz que falava algo para Emily, mas eu estava tão enfeitiçada que nem prestei atenção- Tiffany, Tiffany tás a ouvir?- Puxava o meu braço para que eu olhasse para ela.- Desviei o olhar de Taeyong e olhei para a rapariga na minha frente.

-Hã? Disseste alguma coisa?

- Vão anunciar as partilhas de quarto. Vamos, pega as tuas malas.- Corri de volta para o banco onde agarrei a mala e pos a mochila às costas e voltei para o lado de Emily e seus amigos. Todos passamos pela entrada e entramos no acampamento, dava para ver várias cabanas de madeira algumas bem maiores, talvez o refeitório e as salas de treino, e mais à frente o lago.

 

    Um homem, que reconheci como meu tio Eddie, subiu no palco e pegou o microfone que assim que começou a falar emitiu um som agudo que fez todos taparem os ouvidos.

-É sempre a mesma coisa todos os anos.- Ouviu-se de longe e os todos presentes riram-se do comentário.

- Muito engraçado senhor Lucas deve quer ir lavar a louça depois do almoço.- Desta vez o microfone não fez o barulho. Então o Lucas era que tinha falado.

Lucas- Não quero, mas obrigado pela oferta.

- Como eu ia dizer, queria dar as boas vindas para os novos alunos espero que gostem e que não façam porcaria, o acampamento tem regras não as vou ler agora porque são muitas e nós professores gostamos de vos apanhar em flagrante, é divertido ver as vossas caras. Mas como é minha obrigação tenho que ditar as regras mais importantes que são:

1º- Não sair do acampamento sem autorização;

2º- Rapazes e raparigas não podem entrar nos quartos uns dos outros;

3º- As aulas são obrigatórias, 2 horas por dia, o resto é livre;

4º- Não acordar o professor Yuri, por pedido do mesmo, eu concordo não queremos o mesmo incidente do ano passado não é mesmo.

-Vamos às apresentações dos professores.- Os outros professores subiram no palco- Os professores de canto deste ano serão eu Eddy Kim, Nadia, Eric e Stephany.- Apontou para cada um que sorriu e acenou- Professores de rap são  Rae Jin, Dylan, e EunAh e por fim mas não menos importante os dançarinos Jiyoon, Minseong e Mizuki. Eles vão vos acompanhar nestes dois meses. Acho que é isso alguém quer dizer algo?- Olhou em volta e como ninguém tinha o que falar ele continuou.- Agora o Professor Líder de cada modalidade canto, rap, ou dança irá distribuir-vos pelas cabanas. Cada grupo para um lado.- Desceram todos do palco e Emily, que todo este tempo estava do meu lado, puxou-me para irmos atrás dos professores de canto.

- Vamos meninas despachem-se.- Reuniu-se um grupo de raparigas à volta de Nadia.- Como querem fazer isto, vocês escolhem ou à sorte?- Praticamente todas as raparigas gritaram para que elas mesmas escolhessem suas colegas de cabana.- Então façam grupos e digam-me.- Afastou-me um pouco para ou pé de uma mesa com uma prancheta e uma folha presa na mesma.

- Vem Tiffany- Segurou a minha mão vendo que eu olhava à volta à procura de alguém que quisesse ser minha colega de cabana.- Tu podes ficar com a gente.

-”Com a gente”? Quem mais?.- Perguntei já que ela parecia já saber as colegas de quarto que queria, mas não falado com ninguém a respeito.

- Vamos ficar com as minhas amigas tu conheceste uma delas a Hani, no portão de entrada.- Alice era a rapariga que estava com Taeyong na entrada. Por falar nele nunca mais o vi, onde será que ele está?

- Têm mais alguma?- Perguntei já que ela tinha dito amigas no plural e eu só sabia de uma.

- Têm a Soo Jin, não te preocupes elas não se importam, quer dizer a Alice não mas a Soo Jin pode ser difícil.

- Difícil?

- Vamos antes que as cachorras de Beverly Hills peguem todas as cabanas com casa de banho.- Puxou-me até às professoras que anotavam os nomes de umas raparigas.- Elas são novas aqui não devem saber que algumas cabanas têm casa de banho. AH TIFFANY ESPERO QUE ELAS NÃO PEGUEM A CABANA 4, QUE É A MELHOR DE TODAS.- Disse alto para que as raparigas da frente ouvissem, entendi logo o plano dela, provavelmente a cabana 4 deve ser uma das piores. Dito e feito as raparigas escolheram a cabana.

- Boa sorte para poderem escolher a cabana que vocês querem.- Disse a rapariga vestida toda de rosa, parecia a “líder“ do grupo já que assim que ela saiu foram todas atrás.

- Boa sorte com os ratos.- Ri-me era mesmo bem feito.

- Como vai ser Emily?- Perguntou a professora assim que Emily se encostou na mesa.

- A 8 ainda tá livre?

- Está.

- Então vai ser eu, a Tiffany- Apontou para mim- a Hani e a Soo Jin.

- A 8 tem cinco camas precisas de mais uma.

- Vamos fazer assim, metes quem não tiver cama, mas não um esquisitona como no ano passado.

- Ok feito, toma a chave.- Entregou a chave para Emily.

 

   Emily e eu pegamos nas nossas malas e seguimos em direção à cabana 8. Subimos as poucas escadas que davam para a varanda e reparei em duas malas cinzentas ao lado da porta, Emily pousou as malas e abriu a porta entrando logo em seguida na cabana de madeira.

 O interior da cabana era simples 5 camas uma delas beliche várias cômodas para a roupa e ao lado do beliche a porta para a casa de banho. Emily literalmente mandou as malas para cima da cama ao lado do beliche e saiu,- ok isso foi esquisito- mas logo voltou com as malas que antes estavam na entrada e as pôs na cama ao lado da dela, agora só estavam livres a última cama e o beliche.

 

- Desculpa mas vais ter que ficar com o beliche.-Disse quando me viu aproximar da cama livre.

-Porquê.- Não tinha entendido não tinha mais ninguém aqui e eu podia escolher a cama que quisesse.

- Se quiseres dormir descansada aconselho dormires no beliche, podes dormir na cama de baixo, não tem problema.

- Ok?- Não tinha entendido nada, mas já que ela me ofereceu o lugar para dormir não ia forçar Emily a me deixar dormir naquela cama que pelos vistos já tinha dona.

 

 Arrumava as minhas roupas das cômoda, tinha posto a mala ao meu lado e estava sentada do chão a arrumar a gaveta de baixo, Emily cantarolava concentrada no telemóvel, sentada na sua cama, tinha a mala aberta, ela estava a arrumar mas parou e sentou-se e ficou assim por uns 10 minutos.

 

-Se ficares assim nessa posição vai te dar uma dor de costas fodida.- Desviou o olhar do telemóvel e mostrou-me a língua.- Tás aí à 10 minutos, e só mexes os dedos para escrever, a conversa deve estar produtiva.- Cheguei-me para trás e encostei-me na cama.

-Tamos a falar no grupo e está hilário- Parou de falar, escreveu algo no telemóvel e riu-se, mas continuou calada.- Aiai.- Levantou-se e voltou a arrumar as malas. Não sei se já disse mas ela não é normal.

 

    Eu já tinha arrumado a minha parte, aproveitei e decorei um pouco da minha cômoda onde na parte de cima pos as coisas mais importantes como óculos de sol, elásticos, perfume, protetor solar e mais outras coisas além de uns enfeites que trouxe para decorar ao meu gosto. Arrumei também os meus produtos de higiene na casa de banho.

 

    Estava no tédio, tava deitada na cama a olhar para a madeira que segurava o colchão de cima e às vezes testando se poderia cair.

 

- Emily- Chamei.

- Diz.

- Tá chato, não tem net?

- A Soo Jin vai trazer, e ela tá a caminho, mas tenho a solução para esse teu tédio, vamos.- Foi até à porta e a abriu.- Vou te fazer um tour.

- Ok.- Levantei-me e saí da cabana e Emily logo a seguir, esperei ela fechar a porta e vir até mim para começarmos o tour.

- É o teu primeiro ano aqui não é?- Perguntou enquanto descíamos as pequenas escadas da entrada.

- Sim, ganhei a bolsa este ano, e tu?

- Faz 3 anos, os melhores da minha vida.- Dá um giro- E já que sou experiente vou te mostrar e explicar tudo.

- Ok, estou ansiosa.

- Primeira coisa que tens de saber é onde ficam as coisas, a cantina é logo ao lado do lago ali ó.- Apontou para a cabana bem maior do que as outras.- As salas são atrás das cabanas em que dormimos e a fogueira é atrás da cantina. É fácil te perderes então faça o que fizeres nunca vás para norte, ok?

- Porquê o que tem no norte.-Tava assustava e se por acaso tivesse de ir para a floresta ia me perder, só por não querer me perder, não sei se isso faz sentido mas é o que sempre acontece.

- Nada de mais, mas tem cuidado.

 

Emily guiou-me por tudo o acampamento e explicou-me como tudo funciona, pelos vistos três vezes por semana saímos do acampamento para passeios, e também que hoje iríamos todos para a fogueira já que era uma tradição todos os anos, reuniam-se todos à volta da fogueira e depois do toque de recolher esperavam os professores irem dormir e pregavam partidas aos mesmos.

 

    Estou aqui à menos de 4 horas e já adorei tudo aqui, durante o tour pode reparar que aqui o tempo não pára, porque o jardim estava cheio de pessoas que cantavam e dançavam as músicas que passavam em uma coluna, nenhuma música passava sem que alguém não cantasse ou dançasse.

 

    Aceitar a bolsa de estudo foi uma das minha melhores decisões.

 

    Estávamos a voltar para a cabana pois Emily recebeu uma mensagem a dizer que Soo Jin já tinha chegado e que Hani estava lá também. Estava com um pouco de receio e se elas não gostassem de mim, eu tenho um pequeno problema com autoestima então só espero que me dê bem com elas, afinal estou aqui para conhecer pessoas em situações divertidas e especiais.

    

    Entramos na cabana onde estavam duas raparigas às gargalhadas uma em pé e a outra encolhida no chão de tanto rir.

 

- Também quero rir.- Emily abraçou a rapariga de cabelos pretos e ajudou Hani a levantar.- O que aconteceu para chegares atrasada?

- O meu irmão aconteceu, oh uma desconhecida.- Olharam as três para mim e Emily passou o braço por meus ombros.

- Não é uma desconhecida, esta é a Tiffany ela vai ficar aqui conosco.- Sorriu

- Pelo menos sabes o nome dela, da última vez não sabias.

- Desde que ela não seja uma versão de Yumi, tudo bem.- Foi a vez de Hani falar.

- Não se preocupem. Tiffany esta é a Hani que já conheces e Soo Jin.- Alice acenou e Soo Jin deu um pequeno sorriso sem mostrar os dentes e sentou-se na cama com uma mala em cima.- Mais uma vez Emily sorriu e sentou-se na cama que supostamente era de Hani- Então o que aconteceu para estares atrasada?

- Bom, por onde começar?......

 


Notas Finais


Não vou revisar agora, tou cansada e com calor, fica para amanha se me lembrar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...