História Sequestradas... - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki
Tags Narusaku, Naruto, Nejiten, Sasuhina, Shikatema
Visualizações 520
Palavras 552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quanto é 1000 - 7 ?????⚈⚆⚆⚈⚆⚆⚈⚆⚆⚈
Desculpa o atraso...E o cap é curto...Não me matem...

Capítulo 28 - Capítulo 27


"SOCORRO!"

- Como você está se sentindo? - Neji perguntou a Tenten, um sorriso debochado em seu rosto.

- Fodida, nenhuma diferença. - Responde seca.

- Vamos Tenten! Você pode fazer melhor que isso. - Disse animado, animado demais.

A moça de cabelos castanhos arqueou uma sombrancelha, confusa.

- Você está bem? - um pouco de preocupação escorreu de sua voz.

O sorridente Hyuuga lhe deu as costas, acenando ele disse:

- Eu posso esperar até você ter coragem.

E saiu da sala deixando uma Mitsashi muito confusa para trás.

A verdade é que Neji está esperando a "confissão" de Tenten. Ele pode esperar sentado...

***

- Como vocês arranjaram dinheiro para comprar uma casa? - Shikamaru perguntou a Temari, deitada com a mão no rosto.

Seu rosto estava corado, lábios abertos e inchados.

Franziu o cenho ao perceber que o Nara estava sentado na cama fumando um cigarro.

Há algum tempo atrás ela não reclamou do gosto exótico de cigarro que pareceu grudar na língua do Shikamaru, ela também não reclamou do cheiro masculino que o Nara possuí.

Porra, ela acabou de se entregar ao inteligente homem de expressão preguiçosa.

Sua primeira vez foi com o Nara e ele nem parecia se importar.

Talvez não se importasse.

- Eh? Quer saber mais sobre a minha história Shikamaru-kun? - sorriu com puro deboche - Não é da sua conta, você já sabe demais.

- Quero te conhecer Temari. - Estranhou o tom da loira. - Você ainda me esconde muitas coisas.

- Você conhece meus irmãos, minha mãe e...Meu corpo. - Sim, ele não precisava saber de mais nada na opinião da No Sabaku.

Eles tinham acabado de foder. Nada deveria importar no momento, porém o Nara não poderia ter ficado calado.

- Temari, não sei nem como você conseguia dinheiro ou como vocês acabaram sem registro?

A loira se levantou da cama furiosa, isso ficou explícito em sua face.

- Você quer saber como conseguimos dinheiro? Fodiamos com caras ricos! Invadindo casas e roubando famílias inocentes! Era isso que fazíamos. - Despejava tudo enquanto se vestia as pressas.

Depois de devidamente vestida saiu do quarto - não olhou no rosto do Nara.

Mil pensamentos estavam em sua cabeça, porém as lembranças da sua primeira vez com o homem por quem estava apaixonada ficava se repetindo em sua mente.

Droga, aquela maldita vontade de cruzar as pernas tinha voltado, a loira suspirou e seguiu seu caminho.

Já Shikamaru ficou com apenas uma dúvida:

"Aquilo era verdade ou mentira?"

***

"Ok, isso não está acontecendo..."

- SAKURA! - Um grito repleto de desespero.

Sim, aquilo ficaria marcado em sua memória e em seu coração.

Naruto sentiu sua garganta doer o grito não ia parar aquele ato assustador.

Sua namorada Sakura Haruno; grávida de seu filho estava sendo sequestrada.

O terror que ele estava sentindo não devia chegar nem perto do que ela deveria estar sentindo. Foi isso que ela sentiu quando ele mandou sequestra-la? Medo, terror, um completo pânico.

Sua mãe também foi levada.

Foi uma ação rápida, saíram do hospital e foram a um restaurante comemorar.

Ao saírem um carro preto entrou rapidamente da frente da família feliz e apontou armas para eles. Paralisados.

Kushina viu quando tentaram pegar sua nora, sem medo tentou empedir, com pouco tempo; e ansioso o sequestrador puxou Kushina junto.

Agora as duas foram sequestradas, e os loiros deixados sozinhos ainda em estado de choque.



Continua...

No próximo capítulo...

"Eu realmente sou desprezível, minha amiga foi sequestrada e tudo em que eu consigo pensar é nesse filho da puta me fodendo..."



Notas Finais


Desculpa a demora!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...