História Será amor? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Daniel, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Marian, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Outlaw Queen, Outlawqueen
Visualizações 154
Palavras 1.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como prometido capitulo novo pessoal!! Hoje ele será mais triste, mas ainda assim boa leituraa :)

Capítulo 11 - O adeus


- Você esta gravida? Dizia Regina espantada

- Amor... ela deve estar mentindo só pode ser uma brincadeira e de muito mal gosto- reclamava Robin

- Brincadeira Robin? As noites que você me chamava ao seus aposentos eram brincadeira? Eu não fiz esse filho sozinha, e agora eu quero que você assuma essa criança- dizia Marian

- E ele vai Marian- se intrometeu Regina. 

- Regina meu amor... - tentou dizer Robin, mas foi cortado pela esposa

- Não era você que queria tanto filhos, olha que beleza já terá seu primeiro- ironizava a rainha

- Eu quero filhos, mas com você- tentava dizer o rei 

- Infelizmente isso não acontecerá mais- proferiu a rainha triste

- O que? Como assim não mais Regina?- o rei se espantou

- Não vai mais por que nos dois não teremos mais nada e você ira embora daqui- disse Regina tentando manter a calma

- Como assim não teremos nada e eu irei embora? Perguntou Robin sem entender

- Não quero vocês dois no meu reino, não com essa ai mostrando para deus e o mundo que terá um filho seu- Regina perdeu a paciência.

- Meu amor eu não vou deixar faltar nada a esse filho, eu assumo minhas responsabilidades, mas não vou embora, não deixarei você, isso me recuso.

- Pensasse antes de ficar pulando de cama em cama, não sei como ainda não apareceu outras mulheres gravidas de você.

-Amor, por favor....

- Não me venha com meu amor. Quero que volte para Sherwoord o mais rápido possível, não quero mais ter que olhar para a cara de vocês dois. Vocês se merecem.

- Eu não vou a lugar nenhum, eu sou seu marido e rei de Pandora- dizia Robin firme.

Marian que ouvia a discussão entre o casal amava a cena que presenciava, seu plano estava dando certo. Caso ela e o rei voltassem para Sherwood seria melhor ainda, teria a chance de seduzir o rei novamente enquanto Daniel fazia o mesmo com a rainha.

- Já chega dessa conversa não quero ver mais você- gritou Regina sem paciência.

- Pensei que nosso amor fosse forte e que superaríamos todos os obstáculos juntos- disse o rei triste.

- Infelizmente isso não consigo aguentar, é demais para mim- A rainha começou a chorar.

O rei se aproximou na intenção de consolá- la, mas a mesma o afastou.

- Não me toque, tenho nojo de você, de vocês dois.- Gritou a rainha saindo correndo.

Robin até tentou ir atrás, mas foi parado por Marian que o segurou pelo braço.

- Deixa ela ir Robin, temos coisa mais importante para conversarmos- dizia Mariana cariando seu ventre.

Robin ficou sem reação, mas sem paciência para ouvir a empregada saiu atrás da esposa.

Regina já havia saído correndo em direção aos estábulos onde encontrou seu “ amigo”

- Majestade o que houve? Perguntou Daniel fingindo não saber do que se tratava

- Daniel me tira daqui, por favor, eu não aguento mais- disse ela em meio ao choro

O cavalariço pegou o cavalo da rainha que ainda estava com sela, ambos montaram e saíram sem rumo até pararem em uma campina.

 A rainha chorava sem parar e esse era o momento ideal para Daniel colocar sua parte do plano em ação.

- Por favor Regina não chore, me diz o que aconteceu

A rainha mesmo em meio a lágrimas explicou o que havia acontecido ao empregado o deixando feliz por dentro do plano de Marian estar dando certo.

O empregado abraçour a rainha na intenção de consolá- la. Após muito chorar Regina dormiu em seus braços o fazendo  ficar encantado com a imagem a sua frente, ela era realmente um anjo e a mulher mais linda do mundo, por quem ele faria qualquer coisa. Sem acordá- la levou de volta ao palácio e a depositou em sua cama.

Robin havia sido informado do retorno da esposa decidiu tentar conversar com a mesma, e quando entrou em seus aposentos encontrou o empregado acariciando o rosto da amada. Seu sangue subiu até a cabeça ao ver tal cena.

- O que pensa que está fazendo? Afaste se de minha esposa agora!- Gritou o rei

Tal ato fez com que a rainha acordasse assustada.

- O que faz em meu quarto? Saia agora não lhe quero aqui- Gritava Regina de volta

- Amor, por favor, precisamos conversar e você precisa afastar esse empregado insolente de você.

- Nunca mais me chame de amor, e Daniel ficará aqui pelo tempo que eu quiser. Espero que esteja arrumando suas coisas para voltar a Sherwood.

- Nunca! Eu não irei a lugar nenhum- disse Robin firme

- Então será assim Robin? Então se você não sai, quem sairá sou eu- disse Regina se levantando.

- O que vai fazer Regina? Perguntoi Robin preocupado com a resposta da esposa

- Se você não sai, eu sairei, não ficarei mais um segundo no mesmo teto que você e sua amante. Daniel, por favor, prepare minha carruagem, iremos embora de Pandora.

- Você não irá a lugar nenhum – disse o rei tentando parar a esposa, o que foi inútil, pois o empregado o segurou pelo outro braço.

- Se ela quer ir, ela irá e o senhor não a impedirá- disse Daniel

- Regina...., por favor, não faça isso conosco- suplicava Robin

- Eu não fazer isso conosco? Foi você que estragou tudo. Eu nunca deveria ter me entregado a você, foi um erro. - Regina dizia chorando novamente.

A rainha e o empregado saíram do quarto e foram até o quarto de sua emprega e amiga Mary Margareth.

- Mary te explico depois o que está acontecendo, mas preciso que se arrume e arrume suas coisas agora, iremos embora.

A empregada sem questionar fez o que a rainha pediu e logo tudo estava arrumado para sua partida.

Regina observava pela ultima vez seu palácio e uma dor forte a atingiu no peito, sabia que nada faria com que ela diminuísse, estava deixando seu coração para trás.

Somente a rainha sabia para onde estariam indo, pois a mesma deu as coordenadas ao cocheiro. A última coisa que avistou foi a figura do marido os observando da janela em meio a lágrimas. Tentando se manter firme Regina entrou na carruagem e não olhou para trás.

O silencio tomava conta do lugar, os únicos sons que se ouviam eram os que vinham da floresta. Tudo estava calmo, nenhum dos dois empregados se atreviam a dizer uma palavra até que Daniel finalmente resolveu quebrar o silencio torturante.

- Regina... – Tentou soar baixo. – Para onde estamos indo?

Após alguns minutos de silencio a rainha respondeu

- Para um lugar onde não nos encontrem... Vamos para meu outro castelo...

- Como sabe que o rei não nos encontrará lá? – pergunto Mary

Regina deixou escapar um suspiro

- Ele não sabe da existência dessa propriedade, na verdade ninguém sabe. Meu pai, eu e minha mãe costumavamos ir lá quando eu era pequena, era um lugar só nosso, por isso meu pai resolveu manter em segredo sua existência, e quando minha mãe morreu nunca mais voltamos- Disse Regina olhando pela janela - Melhor dormirmos, a viagem será longa. - Terminou a rainha

Ambos se acomodaram melhor e logo pegaram no sono, a única que permaneceu sem conseguir pregar os olhos era Regina. Em sua cabeça passava um filme desde quando conheceu Robin até o ocorrido. Uma lágrima se atreveu a escorrer e ela perdeu as forças se permitindo chorar baixo para não acordar os amigos.

- Ah Robin, por que você não podia ser diferente? Por que não a afastou quando eu pedi, é tudo culpa sua- dizia a rainha em meio a lágrimas.

Após muito chorar o cansaço falou mais alto e a rainha acabou adormecendo a espera de chegar em seu novo lar e ver o que o destino lhe reservaria...

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


E ai galerinha o que acharam? Triste não? Como será a vida dos dois agora? Até o próximo capitulo *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...