História Será O Recomeço? Luchel + Simbar + Lutteo + Benilia - Capítulo 3


Postado
Categorias Sou Luna
Tags Benilia, Luchel, Lutteo, Simbar, Sou Luna 2 Parte, Sou Luna 3 Segunda Parte
Visualizações 100
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi aqui quem fala é a Kaah ♥️

BOA LEITURA!!!!

Capítulo 3 - Preciso de alguém que me ame


Fanfic / Fanfiction Será O Recomeço? Luchel + Simbar + Lutteo + Benilia - Capítulo 3 - Preciso de alguém que me ame

Âmbar Smith 

Quando me dou conta do que eu estou falando é errado o empurro 

Âmbar - Benício o que você está fazendo ? - Passo meus braços para limpar o gosto do Benicio em minha boca 

Benício - Eu ? - Vem até min - Foi você que se chocou em meus braços , fala , você me ama e não consegue adimitie isso 

Âmbar - Wooow - Coloco meus braços em volta do seus pescoço - incrível como você é iludido , não enche okay , já te disse que eu não tenho nada com você 

Benício - Você e eu vamos ficar juntos - Dou uma risada debochada e coloco minhas mãos em minha cintura fazendo pose, ele chega para me beijar e eu viro meu rosto saindo , viro e vejo Benício com uma cara de quem está certo do que está falando , eu nunca iria ter nada com ele eu gosto do .... Não , Âmbar tira esse guitarrista da sua cabeça , ele preferiu ficar nos lados dos iidotas , agora que fique com eles 

Simón Alverez 

Vejo Âmbar e Benício se beijando , uma dor e raiva de pegá-lo o Benício e soca lo foi algo intenço , mais paro quando a raiva se transforma em um sentimento que eu odieo sentir , um sentimento que me mata , sinto lágrimas caírem de meus olhos e isso me estressa , tiro a lágrima de meus rosto com violência , pego o meu patins e vou até o lote

Chego lá vou até o banheiro , Nico saiu para se despedir da Ada , pensei em ir junto mais ficaria de vela e também preciso do meus patins , seria ótimo se eu não fosse para não ver aquilo... Simón esqueçe disso Âmbar está em outro , e eu ...eu tenho que achar alguém , alguém que me ame , que eu a ame , alguém que me faça tirar a menina que eu me apaixonei da minha cabeça por uma vez por todas 

Pedro - E aí cara , eu vou dormir na casa da Delf hoje !! - Diz todo animado e eu tento forçar um sorriso mais a merda não sai do meu rosto - Que foi amigão o que houve com você ? - Sento no sofá e ele faz o mesmo 

Simón - Nada não , essa dor de cabeça que não para mais - Minto 

Pedro - Tem remédio encima da geladeira , tchau , me deseja sorte - Sai super feliz , fico feliz que o Pedro até que enfim se entendeu com a Delf...bom quer saber , fico feliz mesmo , eu poso ser feliz , não vou mais ficar triste por conta de uma menina que apenas brincou com o meu coração , amanhã mesmo eu vou dizer tudo já eu sinto para ela... não , melhor não  , Não sei o que eu faço

Emília Beta 

Estou em minha casa tendo nada para fazer , estou feliz pela Âmbar mais eu que a fiz ser isso o que ela é , eu que deixei a mesma entrar na minha equipe , mais incrível como ela sempre tem que ser a protagonista de tudo , sempre a mais linda , a mais especial , a que patina melhor , sou a colega de equipe dela , mais na a amiga , a considerada a minha amiga , mais acho que ela está me atrapalhando em meus objetivos e isso está me deixando mudar de opinião

Meu celular toca e é o Benício penso em atender mais não estou com ânimo para conversar , desligo o celular o colocando encima do criado mudo , tiro a minha roupa e vem um frio danado me fazendo correr logo para tomar uma ducha quentinha , entro embaixo do chuveiro e fecho meus olhos 

Saio do banheiro colocando uma roupa de casa mesmo , não penso em sair , está muito frio hoje , do nada , coloco uma causa cinza de moletom , uma meia branca , uma blusa manga fina preta com uma flor vermelha saindo sangue , amo essa camiseta , foi a minha mãe que me deu ...bom vou contar a minha história já que ninguém sabe 

Eu nasci no México , amava muito lá , mais aí eu conheci um grupo de patinadora excelentes , na época eu estava me descobrindo ,comecei a andar com eles, até que vejo já éramos bem amigos , e foi aí que vejo a proposta , que iria ter uma competição super importante em Buenos Aires , eu estava louca para ir , pedi muito para que a minha mãe deixar e foi que ela acabou deixando , sinto falta dela , mais pretendo vê-la em breve , então o nosso grupo que se chamava Sliders , fomos super felizes , aí foi que eu conheci a turma do Roller , briguei com a Âmbar , quem diria agente ser parceira de equipe agora , acabou que não ganhamos o prêmio , mais eu fiquei feliz por pelo menos estar em uma equipe e ter participado disso tudo , mais eu só diria isso para os meus amigos , que começaram a me culpar pela derrota , acabou que no final nos separamos e nunca mais eu vi eles....bom estou agora aqui no grupo dos Red Sharks , un grupo que eu gosto , mais apenas que quero ser a melhor e não a amiga da melhor

Luna Benson

Ando pela casa , um frio intenço vem eu meu corpo me fazendo ficar arrepiada e com os braços cruzados , desso as escadas e tem neblina sobre os meus pés , um cheiro de queimado , é quando eu vejo uma mulher , a Lili , minha mãe , vou até ela que não se vira para min 

Luna - Mamãe , o que está acontecendo ? - Vira para min , ela não diz nada apenas me toca , sinto algo que eu não consigo explicar , uma coisa boa , um relaxamento , vamos até a porta do meu quarto , paramos na frente do mesmo e a mamãe abre a porta , lá estava eu , como posso me ver ?  

Lili - Está vendo essa menina chorando ? 

Luna - Sim...mais...sou eu,como posso me ver ?

Lili - Só você pode fazer com que ela pare  de chorar- Viro para me ver , a menina...quer dizer , eu , estou na cama chorando , estou sofrendo muito , não quero estár assim , viro para minha mãe mais ela derrepente some , descido entrar e ir até a menina , a toco e derrepente uma luz forte vem 

Luna - Não !!! - olho em volta e estou em meu quarto , - Foi um sonho - Me alívio , fecho meus olhos e os abro , respiro fundo , não posso está assim , não posso me culpar disso , tenho que resolver , tenho que resolver agora 

Pulo da cama , coloco uma roupa e saio correndo do quarto

Mônica - Luna - Diz surpresa ao me ver 

Luna - Mãe - Corro abraça-la 

Mônica - Que bom que você saio d quele quarto , eu estou tão feliz 

Luna - Cadê o motorista mamãe ?

Mônica - O que quer fazer Luna - Me olha preocupada 

Luna - Não vou fazer nenhuma besteira mãe , apenas quero ver quem eu amo 

Alfredo - Isso aí minha netinha, vá ao seu grande amor - Pulo de alegria e vem o motorista , vou com ele até o carro , chegamos no hospital , vou até o quarto do Matteo , mais quando eu entro vejo algo que me faz desmaiar 


Notas Finais


Obrigada por lerem 💓

Até o próximo capítulo 🤡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...