1. Spirit Fanfics >
  2. Será Que As Pessoas Mudam? (FANFIC ADRINETTE) >
  3. A Descoberta

História Será Que As Pessoas Mudam? (FANFIC ADRINETTE) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo 5: A Descoberta
Descrição: Um ato, uma grande descoberta.

Capítulo 5 - A Descoberta


No dia seguinte, Marinette estava dormindo tranquilamente, até ser acordada por sua kwami:

— Marinette! Acorda! Paris precisa de você!

— Só mais cinco minutinhos... — Mari resmunga.

— Daqui a cinco minutos Paris já vai estar de outro jeito! — A kwami grita no ouvido de Marinette.

— Isso eu não posso permitir. — Diz Mari e em seguida se transforma em Ladybug.

Quando Ladybug chegou no local, ChatNoir já estava lá. Os dois lutaram muito, mas sem sucesso, Ladybug resolve usar o talismã.

O objeto que surgiu foi uma caneta. Marinette ficou um tanto surpresa com o resultado. COMO ELA IRIA DERROTAR UM VILÃO COM UMA CANETA???!!!!!!

ChatNoir começou a rir da ladybug, o que deixou ela um tanto quanto revoltada:

— Você acha que vai conseguir derrotar um vilão com isso? Sinceramente, eu duvido muito. — Ele disse por meio de risos.

— Você acha que eu não sou boa o bastante ChatNoir?! Você me acha fraca?! Me acha incompetente?! Incapacitada?! Desqualificada?! Quer saber? Que se dane! Você não merece minha ajuda! Se eu sou tão ruim assim, faz sozinho! Já que você é o "Senhor 5 estrelas"! — Ladybug fica revoltada e sai do local, deixando ChatNoir sozinho contra o akumatizado.

Assim como a luta, a briga de Ladybug e ChatNoir também deu no que falar. Todos que assistiam a luta pela televisão, viram como ChatNoir destratou sua parceira ladybug e como ele ficou arrependido. Uma polêmica enorme surgiu e com certeza não seria fácil esquece-la.

Ladybug chegou em casa, voltou a sua forma normal e levou uma bronca enorme de Tikki:

— Marinette! Você não pode abandonar a luta! Nem seu parceiro ChatNoir! Você enlouqueceu?!

— Não Tikki! Eu não enlouqueci! Se ele é tão bom assim, que ele realize a missão sozinho! Não sou obrigada a ficar com gente que se acha superior aos outros!

— Exato! Você não é obrigada a ficar com gente que se acha superior aos outros! Mas é sim, obrigada a salvar Paris junto ao ChatNoir. Então volta lá e mostra que você é capaz sim de salvar Paris com uma simples caneta! Ou você quer se dar por vencida?

— Eu nunca vou me dar por vencida!

—  Então vai lá! O que tá esperando?! — Diz Tikki.

Marinette se transformou em ladybug e foi salvar Paris.

Ao chegar lá, a garota viu ChatNoir em perigo. Ele precisava de ajuda. A super-heroína jogou seu ioiô em direção ao ChatNoir:

— ChatNoir! Segura no meu ioiô! — Ladybug gritou.

O mesmo obedeceu sua parceira e com isso foi puxado para onde ela estava.

— Olha, me desculpa pelo que eu te disse, não era minha intenção te magoar. Eu nunca achei você incapaz de vencer o akumatizado. Eu juro. Eu faço o que você quiser  para ter sua amizade de volta. Eu até me ajoelho aqui mesmo e imploro pelo seu perdão. Mas me perdoa, por favor. —  ChatNoir implora.

Ladybug começou a rir de ChatNoir e disse em seguida:

— Calma seu bobo. Eu te perdoo, fica tranquilo. Eu só guardei mágoa de 1 pessoa em toda a minha vida e não pretendo fazer isso com você... Até porque você é meu parceiro.

— Sério?! Você vai mesmo me perdoar?!

— Sim.

— Obrigado! Obrigado! Obrigado! —  O de preto comemora e a outra ri.

Eles lutam bastante, até que conseguem vencer o akumatizado. Ladybug purifica o akuma e volta para sua casa.

O dia passou rápido e já estava a noite. Era hora da patrulha e os dois heróis marcaram de se encontrar na Torre Eiffel.

A patrulha ocorreu tranquilamente, nenhum sinal de akumatizados.

Ao acabar a Patrulha, uma chuva imensa começou... E diferente da ultima vez, Marinette tinha visto o céu nublado e resolveu levar um guarda-chuva. Mas ela esqueceu completamente de que o guarda-chuva escolhido, era de Adrien.

Como a patrulha acabou em um lugar próximo à sua casa, ela estendeu o seu guarda-chuva para seu parceiro ChatNoir ir andando com ele:

— Já que minha casa não é tão longe, você pode ir com esse guarda-chuva... Ele não é meu, por isso peço que me devolva assim que puder. Na verdade ele é de um menino da minha antiga escola, o garoto foi gentil e me emprestou, então eu resolvi fazer o mesmo... Bom, obrigada por hoje Gatinho. Até mais! — Ladybug sai do local, indo para sua casa. A mesma não deu tempo para o menino responder nada.

Adrien havia reconhecido o guarda-chuva... Sim, ele sabia quem era a Ladybug.

Como o garoto pensava que Marinette o odiava ainda e não tinha o perdoado, o mesmo teve uma ideia: ele iria tentar conquistar a Mari na forma de LadyBug, pois como ela não sabia quem era o ChatNoir, ela talvez iria se apaixonar por ele.

Mas mal sabia Adrien que a Mari estava apaixonada por ele na sua forma normal, e que seria difícil conquista-la sendo o ChatNoir.


Notas Finais


Esse foi o quinto capítulo e sei que ele não está muito bom, mas prometo fazer o próximo melhor! Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...