1. Spirit Fanfics >
  2. Será que dá? >
  3. O desconhecido

História Será que dá? - Capítulo 1


Escrita por: e UmaKunoichi


Notas do Autor


Nós resolvemos deixar os nomes dos personagens (Giyū e Tanjirō) como do mangá, então será "Tomioka Giyuu" e "Kamado Tanjirou".
Eu particularmente não entendo japonês mas creio que a tradução do mangá é mais correta, por assim dizer.

Capítulo 1 - O desconhecido


(Tanjirou on)


Era a primeira segunda de fevereiro e eu só lembrei que tinha aula por conta de um Inosuke que quase quebrou a porta do meu quarto enquanto fazia um escândalo às 06:30 da manhã, alegando que se eu não estudasse ele pararia de trabalhar e não pagaria mais a casa junto com o Zenitsu, era tão estranho pensar que eu já morava com eles há 3 anos, desde aquele acidente de carro terrível que matou quase todos os membros da minha família, exceto minha irmã Nezuko, apesar de ser triste a perda de meus pais e irmãos eu não posso negar que sou muito feliz com meus amigos, mesmo que de vez em quando eu me estresse com eles, acho que não conseguiria viver sem as ordens de Inosuke e as trapalhadas do Zenitsu. O que dizer sobre eles? Bem, eu digo que são um amor de pessoa, quando querem. O loiro é super inteligente e adora fazer um drama matinal sobre ter que acordar cedo para estudar o roteiro musical dos filmes em que ele trabalha com a trilha sonora. Às vezes ele fica chorando pela casa por conta de decepções amorosas com garotas e toda vez que isso acontece, nós nos reunimos e fazemos alguma coisa para ele se acalmar. Ele também costuma ser medroso, preguiçoso e mulherengo, e o seu segundo defeito é dar trabalho ao Inosuke, que tem sempre que fazer alguma coisa no fim de semana, senão ele não move um músculo do lugar. No fundo eu sei que ele é uma pessoa bastante corajosa e otimista, mesmo que seu exterior não o represente. E quanto a nossa "mãezona" titulada de Inosuke tenho a dizer muitas coisas boas, primeiramente que não fosse por ele eu e minha irmã provavelmente teríamos ido para um orfanato quando nossos pais morreram, realmente o moreno chega a ser muito bravo às vezes, mas é muito carinhoso quando quer e ele quem ocupa os deveres de uma mãe para nós e é o seu trabalho de padeiro que, literalmente, nos dá o pão de cada dia.


— Vêm logo Tanjirou!! Você está indo para a escola, não para um desfile de moda!! — Grita Inosuke lá da cozinha para me apressar.


Depois de pegar minha mochila, vou tomar o café que já estava na mesa graças ao moreno.


— Aonde está o Zenitsu? — Pergunto ao ver que o loiro não estava no local.


— Foi mais cedo para o trabalho, parece que é um filme muito importante que ele vai trabalhar, pelo que eu entendi aquele ator famoso, Uzui, vai estar fazendo o papel principal. — Respondeu enquanto tomava um café preto em pé.


— Uaaauu!! Que sorte a dele!! O Zenitsu vai poder conhecer o Uzui!! — Disse super animado, afinal, Tengen é um ator muito cobiçado e não é fácil você trabalhar com ele sem desembolsar um grande valor em dinheiro.


— Provavelmente ele não o verá, já que fará parte de outra equipe... — disse o moreno resmungando.


— Mas seria muito legal ao menos estar trava com ele!! E com um pouco de sorte eles podem se ver!! — Fala o ruivo com otimismo enquanto se levanta para lavar a louça.


— Nem pense nisso!! Você já está atrasado, deixa que eu lavo a louça!! — Repreende Inosuke.


— Ok!! Então já vou indo!! — Diz Tanjirou se dirigindo à porta.


— Até mais!! — Grita o outro da cozinha.


— Até!! — Responde o ruivo à porta.


Saio de casa às pressas, a aula começaria às 7:10 e já era 6:57 e eu ainda tinha que correr meio quarteirão até a escola. Quando ia começar a correr, esbarro em uma pessoa estranha e derrubo as todas as suas coisas. 


— P-perdão! — Falo ficando desesperado ao ver que eram vários papéis que estavam esparramados pelo chão sujo.


Assim que ia me abaixar para pegar suas coisas, sinto sua mão direita tocar na minha e me puxar para cima, impedindo que eu me abaixasse e foi aí, que olhei seu rosto. Se tratava de um jovem alto com terno preto e de cabelos meio rosa virado para o lado de pêssego. Ele tinha uma cicatriz no canto da boca e no momento demonstrava um sorriso simpático ao me encarar.


— Não precisa se preocupar.


— Eu... Me desculpe mesmo...!! — Falo nervoso sobre o olhar calmo desse desconhecido.


— Realmente não se preocupe, você parece atrasado, para onde está indo? — Ele me pergunta ainda com aquele sorriso.


— Para a Escola da Lua Superior.


— Que conhecidência, eu estou indo para lá agora entregar esses papéis que meu namorado esqueceu, você aceita uma carona? — Fala ele enquanto recolhe os seus papéis do chão.


— Se não for te atrapalhar... — Respondo envergonhado, tentando ajudar a juntar os papéis, mas falhando miseravelmente com ele me impedindo de novo.


— Meu nome é Sabito, e o seu? — O rapaz me pergunta ao se levantar com todos os papéis na mão.


— Tanjirou Kamado.


— Prazer Tanjirou, vamos então?!?! 


— Ah sim, vamos!!


Nós entramos no carro o Sabito começou a puxar assunto comigo.


— Você faz que ano na escola? 


— Estou no segundo ano do ensino médio.


— Ah então você deve ser aluno do meu namorado! — Fala ele enquanto dirigia.


— Ãmmm... Desculpe perguntar, mas é namorado mesmo? Ou namorada?


— Hahahaha!! Você não é o primeiro a perguntar, sim é namorado mesmo, eu sou gay.


— Eu não imaginaria se te visse andando na rua sem te conhecer. — Digo para ele, enquanto dava um sorriso envergonhado.


— Sim hahaha!! Muitas garotas também não acreditam quando eu digo, aí elas acham que estou brincando ou apenas inventando uma desculpa para as rejeitar... Ah! Chegamos! — Fala ele estacionando o carro em uma vaga livre em frente à escola.


— Muito obrigado senhor! — Agradeço ao descer do carro.


— Acho melhor você correr, senão quiser ter que entrar no segundo horário e cuidado para não derrubar alguém! — Disse ele sorrindo da janela do motorista.


— Obrigado novamente! Pode deixar, haha! — Grito correndo para a sala. Óbvio que eu não perderia a primeira aula, já que ELE que estaria como professor.


(Tanjirou off)


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...