História Será que é amor? - Imagine Wonho Monsta X - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Got7, Monsta X, Steve Aoki
Personagens Personagens Originais, Won Ho
Tags Chankyun, Chris Evans, Got7, Hyungwon, Jackson Wang, Jooheon, Kihyun, Lee Hoseok, Minhyuk, Monstax, Romance, Shownu, Wonho
Visualizações 103
Palavras 2.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente bonita do Spirit! vamos pra mais um capitulo da nossa historia?, ah e não esqueçam, amanhã sexta feira dia 21/06/2019 é o lançamento do novo MV do nosso Monsta X! Who do u love, com o French Montana! não esqueçam de curtir e dar muitos views ok. FIGHTIG MONSTA X!!!

Capítulo 7 - Vida nova.


Fanfic / Fanfiction Será que é amor? - Imagine Wonho Monsta X - Capítulo 7 - Vida nova.

Uma semana depois do show de despedida viajei para Seul. Hoseok estava mais ansioso que eu dessa vez. Me mandava mensagens o tempo todo. Nós iriamos anunciar publicamente nosso namoro durante a festa de comemoração, pela parceria entre eu e o Monsta X, oferecida pela empresa. Fui recepcionada no aeroporto pelos staffs que me levaram direto pra empresa. Carly estava comigo como sempre, mas não vi Hoseok e os outros quando chegamos lá. O empresário dos meninos veio ao meu encontro:

- Ola senhorita Sam! Fez boa viagem?

- Sim, eu fiz. Onde estão os meninos?

- Eles estão na sala de ensaio se preparando. Quer vê-los?

- Com certeza. – Sorri toda boba, olha só eu me entregando, mas fazer o que eu estava feliz mesmo.

Seguimos pra sala de ensaios enquanto conversávamos:

- Então a senhorita e Hoseok estão tendo um relacionamento amoroso? Ele me disse que vocês estavam se falando e que estão apaixonados, e pediu permissão para assumirem seu relacionamento.

- Sim nós estamos apaixonados. Eu espero que isso não seja um problema para a empresa. Afinal essa empresa é tão aberta a novas experiências não é mesmo? Acredito que nosso namoro não será motivo de represálias não é?

- Desde que não atrapalhe a carreira dele, por nós não terá nenhum problema. Apenas precisamos que a senhorita entenda que ele precisa se dedicar aos fãs, e que não tenha ciúmes, afinal ele é um belo rapaz.

Eu não pude me segurar e ri daquelas palavras.

- Tenho mais de 10 anos de carreira meu caro, então me diga, quando você ou qualquer pessoa já ouviu falar de alguma polêmica ou escândalo envolvendo meu nome? Minha carreira sempre foi muito importante para mim, e meu profissionalismo está acima dessas atitudes que considero, infantis.

- A senhorita é muito respeitada em todo mundo, por isso permitimos o namoro de vocês por sabermos desses detalhes tão importantes.

- Então não diga mais essas coisas meu querido, pois eu não gosto que duvidem de minha integridade e nem do meu lado profissional.

O coreano de uns 50 anos mais ou menos ficou constrangido com minha resposta, pois havia percebido que me ofendeu com aquelas palavras. Ciúmes é algo normal entre casais, mas eu era muito tranquila quanto a isso, sei ser discreta.

 

 

Chegando a sala de ensaio, vi Hoseok numa calça de moletom preta e camiseta regata branca, que realçavam ainda mais seu corpo escultural. “Ah que coisa mais linda!” Nos cumprimentamos como o costume deles, apenas com a reverencia, e um leve abraço, já que beijar em público no país dele não podíamos. Almoçamos juntos depois fomos nos preparar para a grande festa.

 

Escolhi um vestido vermelho longo com detalhes em renda preta da minha grife, sapatos de salto em camurça. Uma gargantilha que combinava com os brincos, a pulseira e também com o anel que Hoseok havia me dado. Um Rolex no pulso chamava a atenção por onde eu fosse. Meus cabelos muito bem arrumados com ondas que caiam por cima dos ombros que tampavam discretamente o decote que realçava meus seios fartos. Carly estava maravilhosa, com um vestido preto longo, sapatos de salto alto em verniz, colar de pérolas e relógio de ouro que foi presente de um ex namorado dela. Cabelos num lindo rabo de cavalo. Ah estávamos perfeitas pro evento.

Ao ser anunciada depois de um belo discurso de um dos donos da empresa, desci as escadas que davam para o grande salão onde se encontravam vários executivos da empresa, artistas e convidados especiais de outras empresas. Os olhares e comentários caíram sobre mim. Descia majestosamente as escadas sendo recebida pelos meninos do Monsta X que me esperavam aos pés da escada. Hoseok todo de preto, terno Slim Oxford e gravata, cabelos arrumados para trás, tinhas os olhos fixos em mim, e brilhavam de uma maneira que eu nunca havia visto. Ele suspirava em cada passo que eu dava em sua direção e quando me aproximei do fim da escadaria, ele me estendeu a mão e fez uma revência; dei-lhe minha mão me curvando também, e ele me conduziu até o palco onde eu deveria dizer algumas palavras.

Meu discurso foi breve, apenas falei da alegria de poder estar ali, e pelo privilégio de trabalhar com uma empresa tão conceituada e com pessoas tão adoráveis que são os meninos do Monsta X. Agradeci a oportunidade e desejei a nós uma parceria duradoura.

Todos aplaudiram. E empresário deles disse nos pegando de surpresa:

- Além de todas essas novidades que acabamos de falar, temos mais uma que queremos anunciar. A partir de hoje a senhorita Samantha Verner e nosso querido Lee Hoseok do Monsta X estão assumindo seu relacionamento amoroso. Vamos aplaudi-los pessoal. Parabéns ao novo casal da empresa, felicidades.

Todos, assim como nós, foram pegos de surpresa, e aplaudiram um pouco confusos. Hoseok pegou em minha mão e me puxou levemente para perto dele. Em minha percepção imaginava que nós iríamos anunciar, e como não seguia protocolos principalmente quando me pegavam de surpresa, ia me pronunciar, mas preferi me segurar por Hoseok, afinal estávamos na presença de seus patrões e o que eu menos queria era aborrecer alguém e ferir Hoseok com isso.

Fomos cumprimentados pelos presentes ali e fui apresentada a muitas celebridades coreanas. Hoseok sempre ao meu lado, parecia um pouco incomodado, talvez por conta dos olhares que eu estava recebendo principalmente dos homens ali presentes. Carly também percebeu e me disse no ouvido:

- Quer que eu busque sua echarpe para cobrir um pouco o decote de seu vestido? Hoseok parece chateado com tantos homens te olhando especialmente ai nesse decotão. – ela ria e falava em português comigo.

- Você percebeu também? Pega por favor antes que ele surte aqui.

Ela correu pra buscar e quando ela trouxe para mim ele imediatamente pergunta:

- Está com frio amor eu podia te dar meu terno.

- Não, é que percebi que você parece estar um pouco incomodado com meu decote, então resolvi cobri-lo para que se sinta melhor meu anjo!

Ele sorri de certa forma aliviado mas responde:

- Não gosto que te olhem como se fosse um pedaço de carne suculenta.

Carly e os meninos morreram de rir dele. Também achei graça do  seu jeitinho e brinquei com ele que já estava vermelho de vergonha:

- Então pareço um pedaço de carne suculenta Hoseok? Que comparação amor.- Fiz um bico de choro pra ele.

- Não meu amor não foi isso que quis dizer, eu quero dizer que está tão linda que todos te olham com desejo, e eu não gosto disso. Você é minha namorada e não gosto que te olhem dessa maneira desrespeitosa. – Hoseok estava todo atrapalhado e sem jeito, então resolvi parar de deixa-lo mais embaraçado:

- Eu sei meu pequeno príncipe, só estou brincando com você, desculpe.

- Ah Samy não faça isso comigo eu achei que ficou chateada.- ele coloca a mão no peito.

- Desculpa amor mas você ficou tão lindo todo sem jeito que eu não resisti.

 

 

Nisso o empresário dele nos chamou pra umas fotos, enquanto Carly ficou conversando com os meninos.

- Estou realmente feliz por esses dois. Fazia tanto tempo que Sam não sorria e nem brincava assim, ela merece ser feliz. – e sem querer pega no braço de Shownu que fica todo envergonhado.

A festa estava muito animada. Éramos o centro das atenções. Dançávamos e eu brincava muito com todos os que estavam ali. Hoseok me dá um sinal para segui-lo, e eu vou atrás dele. Fomos até uma varanda onde ele me rouba um beijo e me abraça muito forte e me gira no seu colo:

- Que saudade de te beijar amor! Não aguentava mais esperar irmos pra casa!

- Também não via a hora de estar a sós com você meu bem!

Carly aparece dando uma bronca em nós dois.

- Que pensam que estão fazendo? Voltem já pra festa, antes que percebam que vocês fugiram seus danadinhos. Não podem esperar não? Amanhã passarão o dia todo juntos.

- Ta bem já estamos indo, só mais um beijinho Carly, vigia ai vai. – Pedi fazendo carinha fofa pra ela que bufou mas aceitou:

- Só um heim, e anda logo.

Nos beijamos e fomos com ela de volta pra festa.

 

 

No dia seguinte eu precisava ir até a empresa para ler e assinar a papelada do contrato, depois ia dar uma volta na cidade para visitar umas casas, e claro que Hoseok iria comigo, acompanhado de um staff mas iria. Andamos por muitos lugares, com um corretor de imóveis, mas não havia achado nada de meu gosto. Ele nos levou aos bairros mais nobres de Seul, mas eu queria mesmo era uma casa simples e bonita, e que fosse o mais perto possível da casa dos meninos.

 

Já era tarde e eu estava um pouco cansada, então deixamos pra ver mais casas outro dia, por enquanto eu continuaria no hotel com Carly e nossa equipe. Hoseok vendo meu cansaço se ofereceu para me levar pra jantar, mas Kihyun já havia me convidado pra comer com eles em casa. Ele ia fazer ramen pra mim, o que deixou Hoseok animadíssimo.

Depois do jantar fomos pra varanda de sua casa e nos sentamos para namorar um pouco, essa seria a primeira vez que estaríamos sozinhos naquele dia. Estávamos felizes, conversando e brincando quando um carro luxuoso para em frente na casa deles, era um amigo de Jooheon, Jackson do grupo Got7. Hoseok rapidamente mudou de expressão quando o viu.

- Quem é amor?

- É um amigo de Jooheon, deve ter vindo visita-lo. Vamos ficar aqui, é melhor.

O olhar de Hoseok estava diferente, ele parecia não gostar muito da presença de Jackson. Me abarçava como se não quisesse que eu saísse de perto dele. Mas ficar ali foi em vão, porque o Joo, como chamo Jooheon, levou o amigo até nos.

- Hoseok hyung, posso apresentar Sam para Jackson? Ele é um grande fã e quer conhece-la, você permite Hyung? - Jooheon pede para meu namorado com sinal de respeito, e eu admiro essas atitudes que eles tem com os mais velhos. Apesar de demonstrar não gostar da ideia Hoseok permite.

Jackson chega na varanda vestido em um jeans que deixava suas pernas aparentemente bem torneadas, um moletom da SUPREME vermelho e boné. Era realmente um rapaz muito bonito. Nos faz uma reverencia:

- Olá Hoseok hyung, senhorita Sam. Que prazer conhece-la, sou um grande fã de seu trabalho, admiro suas performances que são sempre maravilhosas.

- Muito obrigado, o prazer é meu!

Iniciamos uma conversa amistosa, onde Joo fala sobre os nossos projetos e tudo mais relacionado ao trabalho que faremos juntos, e eu converso normalmente, mas meu namorado não diz uma palavra. Jooheon olha pra Hoseok que não parecia nada feliz e chama seu amigo pra irem.

 

- Simpático o amigo do Joo.

- Até demais pro meu gosto.- Ele responde meio ríspido.

- Você não gosta dele amor? Desculpe perguntar mas dá pra ver de longe.

- Não é que eu não goste dele, só acho que ele não é boa companhia pra Jooheon.

Resolvo não falar mais nada, ele parecia irritado. Hoseok era sempre muito preocupado com seus amigos então imaginei que fosse por isso, e como eu acabei de conhecer Jackson, deixei pra lá.

 

 

Entramos depois que Jackson foi embora levando Joo com ele, eles foram num barzinho de rappers. Im não foi junto pois ainda não podia entrar por conta da idade. Enquanto Hoseok brincava com os gatinhos da casa, eu sentei perto de Minhyuk e Hyungwon e comentei que Hoseok parece não gostar do amigo de Joo. Minhyuk, que não esconde nada de mim, me conta meio baixo que um dia Hoseok ouviu uma conversa de Jooheon e Jackson. E nessa conversa Jackson se referiu a mim como “aquela gostosa da Sam Verner” quando Joo todo inocente falou pra ele que iríamos gravar juntos. Ele disse que foi o fim pra Hoseok, que só não entrou no quarto e deu uns socos em Jackson porque Shownu estava junto dele e o segurou. Nossa me surpreendi em como Hoseok levava a sério esse negócio de honra, ele me “defendeu” antes de termos algo.

- Se posso te dar um conselho Sam, fica bem longe do Jackson, ele é um ótimo cantor e gosta muito do Jooheon, mas ele é um mulherengo de primeira classe. Wonho não gosta de homens que desrespeitem as mulheres, e Jackson, digamos que ele não respeita o sentimento de ninguém. – Minhyuk me fala meio preocupado.

- Oh, ok! Obrigado por avisar.

Hoseok percebe minha conversa com Min:                                    

- Que vocês dois falam tanto heim? Sai daí Minhyuk, a namorada é minha.

- Calma hyung, só estávamos falando mal de você. – Min faz uma careta pra Hoseok que ameaça correr atrás dele.

-É sério, o que vocês falavam tanto? – ele senta ao meu lado me abraçando.

- Nada amor, só estava curiosa pra saber porque você não gosta do Jackson. Mas o Min não soube explicar. – não queria que ele ficasse chateado ao lembrar de coisas que já passaram.

- Hum, depois eu falo com Minhyuk... _ vejo a cara dele olhando torto pro Min.

-Quê? Vai fazer o quê? – Digo puxando o seu rosto para mim. – Por favor Hoseok, não briga com ele por que fui eu que quis saber. Promete vai.

- Tá bom não vou falar nada, sua mandona, não me disse que era tão mandona senhorita Verner. – Ele fala brincando comigo.

- Quer desistir? Ainda dá tempo. – me finjo de ofendida.

- Nunca. Você não vai se livrar de mim assim tão fácil, gosto de mulheres decididas, alias essa é uma das razões de eu ter me apaixonado tanto por você, meu docinho de feijão. – Me beija sem se importar dos meninos estarem ali.

-AH hyung, estamos aqui! – Hyungwon tapa os olhos e reclama, rindo.

 

 

Carly chega pra me buscar, me despeço de meu amorzinho e vou pro hotel.

 


Notas Finais


Gostaram? Deixem seus comentários! beijo amores! Lembrando que nem uma das coisas que estão escritas nessa história tem haver com a personalidade ou comportamento das pessoas aqui citadas ok? É tudo coisa da minha imaginação! Ah quero agradecer a LLoMa_MX, que sempre deixa um comentario pra demonstrar como gosta das minhas historias. Valeu LLoMa baby!!!! Me deixa mais inspirada em continuar! Fighting


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...