História Será que eu fiz bem em não ir? (Shikatema) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Ino Yamanaka, Kankuro, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Gaara, Kankuro, Naruto, Shikamaru, Shikatema, Temari
Visualizações 195
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ola, espero que gostem do capitulo mesmo ele estando pequeno.
esse capitulo é focado em um personagem que terá bastante destaque no futuro.
começarei a postar capitulos uma vez por semana.

Capítulo 5 - Parada pro Café


Fanfic / Fanfiction Será que eu fiz bem em não ir? (Shikatema) - Capítulo 5 - Parada pro Café

temari on

puxei Shikamaru para um restaurante que tinha um café incrível, quando kankuro não fazia pra mim eu sempre vinha nesse com tsubaki. eu não so amava o café como também as rosquinhas de chocolate. eu odeio comer chocolate de manhã mas essas rosquinhas são literalmente de outro mundo.

entramos e eu ja fui direto pro balcão pedir o de sempre.

- oi akira, eu quero o de sempre mesmo. - akira é um bom amigo e o ex namorado de tsubaki. e eu sei como os dois sofreram com o termino, mas deve ser realmente dificil namorar um e ser apaixonada por outro.

- ai meu deus temari, a quanto tempo! Você não vem aqui desde que eu e.... bem tsubaki terminamos. - akira era alto, com o cabelo preto quase raspado, tinha olhos tão azuis que davam inveja. ele era muito bonito, e um menino muito legal mesmo com toda a dificuldade que ele passa com a familia esta sempre com um sorriso no rosto.

- ah sim, eu ando muito ocupada, e quanto a tsubaki - eu tentei ser o mais solidaria possível, ele realmente amava ela. - eu sinto muito, mas tenho certeza que você ja esta cheia de menina correndo atrás de você de novo.

- você sabe que eu nao ligo pra isso tema. mas mudando de assunto quem é esse que está com você? - ele olha pro shikamaru.

- ah oi, sou shikamaru prazer. - eles apertam as mãos

- o prazer é todo meu.- akira sorri

- shikamaru veio da folha ajudar no caso da akatsuki. - eu explico

- uau voce deve ser importante na folha.

- eu sou bom extrategista por isso me mandaram.

- bem o papo ta otimo mas eu estou com muita fome. - falo olhando pro akira

- ta bem, eu vou trazer o seu pedido. mas e você shikamaru? vai pedir alguma coisa? - akira pega o bloco de notas para anotar o pedido

- acho que eu vou querer um café e um bolinho de arroz.

- ok, podem sentar eu levo o pedido quando estiver pronto.

nos assentimos e fomos procurar uma mesa. depois de uns 5 minutos o akira trouxe os pedidos.

- ele parece ser uma boa pessoa - shikamaru diz enquanto toma seu café.

- ele é.

- e qual é a historia dele?.

- como? - eu falo quase me engasgando com as rosquinhas.

- ué todo mundo tem uma historia, qual é a dele? - ele parece curioso. por mais que eu odeie fofocar a vida dos outros eu vou contar, até porque o shikamaru não pode fazer nada com ela.

- ah vejamos - fico pensando onde tudo começou. - à 1 ano atrás a tsubaki, uma amiga minha começou a namorar o akira, e por mais que todos soubessem que não daria certo já que ela gosta mesmo é do Gaara....

- GOSTA DO GAARA?. - Shikamaru fala um pouco alto me interrompendo.

- dá pra você calar a boca?. - esperei a resposta mas como ele não respondeu eu continuei. - como eu estava dizendo ela gosta mesmo do Gaara e não esconde de ninguém, nem mesmo do Akira que era o namorado dela, todo mundo da aldeia chamava o Akira de baka, só por ter sentimentos pela pessoa "errada". Tsubaki mesmo estando perto dele se o Gaara aparece ela é a primeira a passar mal e ir falar com ele, então o akira terminou com ela, e eu garanto que foi a coisa mais dolorosa que ele ja fez, mas é claro que a unica culpada disso é a tsubaki, ela tinha uma cara que amava ela bem do seu lado mas ainda sim não conseguia se desfazer da paixão que nitria pelo Gaara. - fiz uma pausa dramática - bem, mas essa é so uma parte triste da historia.

- triste? eu achei que ele se deu bem, se livrou de uma louca daquelas - shikamaru disse. - olha eu vou pagar a conta e ai você termina de me contar a historia no caminho ok?

eu apenas assenti, ja não estava afim de pagar a conta mesmo.

depois de alguns minutos o preguiçoso voltou, me despedi do Akira e começamos a caminhar.

- então, aonde paramos? - shikamaru olha para mim enquanto andamos. Nossa ele está realmente curioso, o que é preocupante.

- ahm deixa eu ver. - fico pensando no que falei até agora.- bem, o akira me contou que à muito tempo atrás o sonho dele era ser um ninja muito importancia aqui em suna, mas toda a sua família são donos de grandes lanchoetes em toda aldeia, e como o seu pai morreu quando ele tinha 15 anos ele herdou umas 3 lanchonetes e teve que cuidar sozinho, já que toda sua família recusou ajuda pois já tinham coisa demais para cuidar. e todo seu sonho foi por agua abaixo.

- e a mãe dele?

- até aonde eu sei, ele nunca conheceu a mãe. o que raramente acontece aqui.

- uau, ele realmente é um menino muito sortudo. - ele fala ironicamente.

- nem me fale, mas ele tem o básico de um ninja, ele fez a academia até os 15 anos, e ele me disse que pratica as vezes quando tem algum tempo de sobra.

- eu confesso que fiquei com pena dele, não da sorte no amor e nem no sonho, pelo menos ele é um cara legal.

- sim, ele é incrível, um dia ele vai encontrar uma menina incrível também!! não que tsubaki não seja sabe, ela é maravilhosa mas ela nunca vai conseguir manter um relacionamento, a não ser que seja com o Gaara, o que eu confesso que seja improvável.

- e porque não? os irmaos no Sabaku são tão insensíveis assim? - Shikamaru fala e me encara para ver minha reação com o seu comentário.

eu rio descontroladamente e ele fica me olhando enquanto minha crise de riso se acalma.

- aaa meu Deus, eu achei que a essa altura do campeonato você ja tivesse descoberto que nós não somos abertos para relacionamento. - dessa vez eu encaro ele enquanto termino de falar. - nenhum dos irmãos.

dessa vez ele da um sorriso de lado tentador e entra no prédio do kazekage.

temari off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...