História Será real?? - L3ddy - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Christian Figueiredo, Gabriela "Gabbie" Fadel, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Lucas "LubaTV", Lucas Olioti
Tags Bromance, Hot, L3ddy, Shippdoano
Visualizações 49
Palavras 1.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amorezinhos! Tudo bem? Então... Fiz mais um capítulo, espero que gostem.

Me desculpem pela demora de postar...

Avisinho: temos hotzinho, para os que não gostam... Avisados estão!

Capítulo 12 - Que saudade!...


Fanfic / Fanfiction Será real?? - L3ddy - Capítulo 12 - Que saudade!...

Dois dias dps...


*Luba on*

Eu estava lá, sem comer, sem dormir...sem ter ele ao meu lado.

Eu estava pensando como seria a volta de Olioti e o quanto seria feliz veres eu em teus braços...

Eu estava olhando pro teto até q sinto minha cabeça doer, eu levantei e tudo começou a girar, quando estava andando na direção de minha mãe para falar o que estava sentindo, tudo escureceu.


*T3ddy on*

Eu estava na casa alugada por meus pais na Espanha, olhando em meu celular, vejo que recebo uma ligação... Mas era de Carminha, algo estava errado.

Ela me ligou desesperada chorando e falando que Luba havia desmaiado, estava no hospital, queria minha companhia lá para ajudá-la.

Convenci a minha mãe de voltar lá para ficar uma ou uma e meia semana. Contei o que aconteceu e ela falou que era pelo bem dele. Então ela falou para já ir arrumar as malas. Pois ficaríamos realmente um mês lá, recebemos essa notícia... Eu já pensava em Luba.

....

Já estava arrumando rapidamente as minhas malas para embarcar para Tubarão novamente, colocando coisas que são necessárias para passar uma semana lá.

Ouço minha mãe me chamando da garagem, vejo que ela me daria carona.

Me despeço do meu pai, que fica feliz por eu ter aceitado viajar e agradece... Dei um beijo em sua testa e saio para a garagem.


...^_^...


Me despeço da minha mãe, faço o embarque e entro no avião... Estou ancioso para ver meu neném de novo. Sinto saudades dele nos meus braços...


...^_^...

*Luba on*

Acordei num lugar de paredes brancas, estava deitado em uma maca, já suspeitava com a roupa que sempre se usa em hospitais e tals...

Mas por que diabos eu estou aqui no hospital?

Minha vista estava um pouco embaçada por causa da claridade, vejo uma mulher de cabelos loiros e um pouco baixa, ela se aproximou de mim... era minha mãe.

Ela veio em meus braços me abraçando com força, me deu beijo na testa e vi que sua cara estava vermelha. Tadinha, estava chorando por mim...

Eu disse que eu tava bem e também perguntei o porquê de eu estar no hospital, ela me falou que havia me achado desmaiado no chão e levou para o hospital.

Havia desmaiado por causa da falta do alimento e de locomoção. Eu estava um pouco fraco para levantar, então fiquei na maca conversando com minha mãe, ela disse que teria uma surpresa pra mim. Se for o que estou pensando acho que eu morro de emoção...


Mais tarde...(A noite)


Eu estava lá, deitado na maca, mexendo no meu Instagram.... vejo minha mãe e um homem alto e moreno entrar em minha sala, meu coração já errava uma batida. 

Era ele...

Eu comecei a chorar em ver novamente a imagem de Olioti, eu senti tanto sua falta, de seus beijos e abraços, de estar com ele.

Vi que ele tbm estava chorando, veio me abraçar fortemente. Como eu senti saudade daquele abraço quente...

Minha mãe havia saído da sala para deixar-nos a sós.

-Me-meu Deus, que sau-udade de ti! Nunca mais fa-faça isso comi-migo...- eu falei soluçando.

- Nunca mais eu faço, eu prometo! - ele disse dando um suspiro.-

- Caralho, não sa-sabe com-como é tá se-sem vc!- eu disse ainda me recuperando.

- Shhh... Meu amor, eu tô aqui, tá tudo bem...- disse fazendo carinho em meu cabelo.

Eu me desgrudei do abraço e fiz carinho em suas bochechas com meus polegares...isso só podia ser um sonho.

Ele começou um beijo calmo e quente, ele e eu necessitavam daquilo, a saudade batia...

Ele veio e sentou em meu colo, segurei em sua cintura e ele em minha nuca. Começou a me beijar de um jeito mais feroz, começando a me torturar com suas reboladas.

Meu membro já estava meio ereto, ele me olhou com um sorriso vitorioso quando sentiu minha ereção.

- Mas já bb? Tão fofo...- ele me disse me dando um selinho.

- Também com tanto tesão que tu tem né Olioti! - eu disse e ele corou com o comentário.

Ele tirou minha camiseta e eu tirei a dele, o moreno começou a descer seus beijos em meu pescoço, indo pelo peito e depois em minha cintura, me fazendo dar pequenos gemidos.

Abaixou minha calças e fez um mini "carinho" em meu membro antes de retirar minha box, retirou a minha box e começou a beijar-lo. Com o tempo iniciou-se o processo de vai e vem, me fazendo soltar gemidos de satisfação.

- Awnn, Lu-Lucas, a-acho que awn, vo-vou go-...- dizia entre gemidos, não conseguindo terminar a frase, mas ele entendeu meu recado.

Terminei gozando em sua boca e ele fez questão de engulir tudo. Depois inverti nossas posições, eu desci os beijos até sua barra da calça, retirando e fazendo o mesmo processo que o mesmo fez anteriormente, era bom ouvir seus gemidos novamente, era música aos meus ouvidos...

*T3ddy on*

Depois de Luba ter me satisfazido por inteiro, eu fui até minha bolsa e peguei uma camisinha. Coloque-a em minha intimidade, mas comecei a colocar meu dedo em sua entrada, fazendo ele gemer de prazer.

Depois enfiei meu membro em sua entrada, que sinceramente, era pequena. Fui devagar para que se acostumasse com a dor. Vi ele gemendo e soltando algumas lágrimas intrusas em seu rosto, então eu comecei a distrai-lo com beijos em suas costas para se acostumar e fui indo mais fundo. Quando se acostumou, eu comecei a aumentar o fluxo, Luba gemia alto de satisfação. Até que encontro com sua próstata, e vejo que está fraco, então tiro de sua entrada e o deito em meu lado. Sua carinha vermelha de cansado era tão fofa.

- Ta melhorando nisso viu? - disse Luba voltando a respiração normal.

- Imagina vc, aiai - eu disse sorrindo fraco.

- Boa noite meu amor, te amo meu urso..- disse me dando um selinho e depois deitando em meu peito, fechando seus olhos.

- Boa noite anjinho... Tbm te amo - disse fazendo um cafuné em seu cabelo.

Sinto a respiração de Luba ficar pesada, vejo que há dormiu. Eu acabei pegando no sono também por conta da noite.

Era tão bom ter ele devolta..<3



Notas Finais


Foi isso anjinhos... Espero terem gostado e desculpa a demora a postar...

Playlist que eu quero dar a vcs:
Internacional:
• I like me better- Lauv
• Lalala- Y2K e bbno$
• This is home- Cavetown
• lovely- Billie Elish e Khalid
Nacional:
• Teu jogo- konai e 2B
• Rei dos ratos- Kamaitachi
• Oi- Lagum
• Sou teu fã- Dennis DJ e Bruno Martini

Amo todos vcs, viu?
Bjinhos se vcs quiserem e flw💋❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...