1. Spirit Fanfics >
  2. Será real?? - L3ddy >
  3. O que você tá fazendo aqui?

História Será real?? - L3ddy - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Bom meus nenéns, boa leitura! Espero que gostem.💜
(Não me matem por favor, eu amo vcs)

Capítulo 18 - O que você tá fazendo aqui?


*Luba on*

Então quando olhamos para uma das primeiras cadeiras...


Vimos o Faru, mas ele tava com alguém, estava de costas e tinha uma aparência familiar, parecia o... GUSTA??

Eu cheguei mais perto, disfarçando um pouco e vi que era ele realmente estava lá, ele nem havia me visto, eu apenas sai de fininho e falei para a Gabbie e o Urso seguirem em frente. Fomos para uma mesa ali perto e fingimos que não estavam lá, mas Gabbie ficou um pouco chateada. Então apenas abraçamos ela e eu falei:

- Amiga, por que você ainda se importa com esse embuste? Relaxa, esquece ele, ele é um babaca do caralho. - falei com um pouco de deboche na intenção de fazer ela rir.

- Isso Gabbie, ele foi muito babaca contigo, segue pra outro, a sua vida não é só em volta de um macho escroto! - Urso disse complementando minha frase.

- Ok idiotas, vamos comer logo antes que eu coma o próprio rim de vocês! - ela disse revirando os olhos e rindo de leve.

- Bora! - Complementei.


Assim fizemos, pedimos nossa comida e ficamos conversando por ali.


*T3ddy on*


Depois que Gabbie estava mais calma, ela estava mostrando umas conversas dela e das amigas para o Luba, fazendo os dois ficarem distraídos com o celular. Eu estava apenas pensando um pouco vazio, até que vejo uma silhueta parda e magra vindo na direção da nossa mesa, eu já esperava quem fosse.


- E aí amor? Se divertindo com sua amiguinha e seu brinquedinho sexual? - Disse Gusta vindo em direção a nossa mesa. Assim em seguida, vinha também o Faru, com um olhar não tão bom.

- O que vejamos aqui? Gabriella não aguentou nem ficar três dias sem namorado e arranjou dois de uma vez! - Disse Faru depois de Gusta.

Luba e Gabbie ficam assustados e tentam chegar para trás.

- Olha, dá pra deixar eles em paz um segundo? Já não fez o que queria, Gustavo? - Digo com raiva nos olhos.

- Eu nem comecei direito, mas por que a pergunta Ursinho? Ficou com raivinha foi? - Ele disse pegando no queixo de Luba e o levantando, o olhando com um rosto de malícia.

- Pois é, Gustavo. Pare de me chamar assim, você não tem direito. Não encoste um dedo nesses dois, está entendendo? Isso serve pra você o seu merdinha! - Digo isso tirando a mão de Gusta do queixo de Luba e me levanto.

- Relaxa meu Ursinho, você não precisa se preocupar... Eu já tenho o Faru. - Ele diz dando um selinho em Faru.

Gabbie ficou revoltada, e se levantou.

- Par... - Gabbie me interrompe.

- Ele deve estar com ele por conta de que ele estava carente e nenhuma menina queria ele, não é "Faruzinho"? - Ela diz fazendo aspas com as mãos.

- Como se eu fosse ficar com alguma mulher de novo, sendo que mulher é uma espécie totalmente idiota e babaca. - Ele disse dando outro selinho em Gusta.

Gusta se vira novamente para Luba e o olha com malícia, falando:

- E pra você amorzinho, depois que eu ficar com o Faru, eu vou pensar no que eu faço com você. - Ele disse pegando em seu queixo de novo.

- Vai pra puta que pariu, cai fora, ele é meu. - Eu tiro sua mão novamente e vou para a frente de Luba, como forma de o manter seguro.

- Tudo bem Ursinho, eu estou indo embora, bye! - Diz ele pegando na mão de Faru e saindo para fora do restaurante.

- Tchau Vadia, a gente se vê por aí! - Diz Faru e andando junto a Gusta.


- Tá tudo bem gente? - eu perguntei para Gabbie e Luba e vejo que Luba chorava.

- Des-Desculpa T3ddy, descul-desculpa por estra-estragar sua vida... - Luba diz enquanto era abraçado por Gabbie e eu rapidamente fui até ele.

- Para Luba! Você não tem culpa! Você não tem culpa, assim como a Gabbie também não! Eles que são uns merdas, está tudo bem. - Eu digo o abraçando e me contento para não sair daquele lugar e dar um murro na cara daquele moleque.

- Poha Luba, eles que estão nos atacando, não tínhamos como nos de-defender, nã-não é sua culpa! - Gabbie diz começando a chorar diante da situação.

- Vamos sair daqui, vamos para casa! -Eu digo levantando e e indo até o balcão para cancelar o pedido. 

Assim foi feito, cancelei os pedidos e levei eles, abraçados, até o carro. No caminho, eu estava tentando acalmar os dois e acho que consegui.


...


Eles estavam mais calmos, então saímos do carro, fomos para casa e os soltei no sofá.


- Não sei se é uma boa ideia para dar agora, mas vocês tão afim de fazer um cineminha? - Eu disse sentando entre os dois no sofá.

- Ahn, pode ser. Quer Gabbie? - Disse Luba.

- Ah, claro, tudo para tirar aquilo da minha cabeça. - Disse Gabbie passando sua mão em seu rosto ainda um pouco molhado.

- Tudo bem, eu vou fazer a pipoca e um brigadeiro, trazer um refri e vocês escolhem o filme, ok? - Digo enquanto me levanto do sofá e vou para a cozinha fazer as coisas.

Chego lá, faço as coisas, pego o refri pra cada um e apenas ouço:

L - Gabriella! Esse é muito chato, você não sabe escolher filme.

G - Como se você fosse profissional neh? Deixa esse, por favor!-

L - Não, vamos trocar!

G - Af.


Eu dou uma risadinha e vou em direção a sala, coloco as coisas na mesinha e sento no sofá, entre eles dois.


- Já escolheram? - Digo dando um riso leve.

- Não! Porque o Luba não deixa eu escolher! - Ela diz fazendo cara de raiva.

- Ah tá bom Gabriella, a gente assiste aquele! - Ele diz revirando os olhos e colocando o filme.


Enquanto assistimos o filme, eu senti uma cabeça se escorar em meu ombro, deduzindo que Gabbie tinha dormido. Logo tempo depois, Luba deitou em meu colo, e assim, também deduzi que havia dormido.

Eu estava acabado, então assisti apenas mais um pouco, fazendo cafuné em Luba e carinho no braço da Gabbie e também acabei caindo no sono.


...


Acordei com a luz do sol batendo em meus olhos e os dois que estavam comigo já não estavam lá. Havia um cheiro de algo queimado na cozinha, então fui deseperado ver o que estava acontecendo.

Chego na cozinha e vejo  a cena da Gabbie estava brigando com Luba por conta de que havia queimado alguma das panquecas. Eu apenas começo a gargalhar e eles olham para mim com raivinha.

Depois disso, eu falei para Luba que ia cuidar do café para eles não explodirem a cozinha e fui fazer novas panquecas.

Eles dois foram para a mesa e eu havia terminado de fazer as panquecas, levando-as para a mesa junto com um jarro de mel e uma garrafa de café.

Comemos e rimos muito, mas Gabbie deu uma notícia que me deixou um pouquinho triste.


- Então meus amores, a Kah me chamou para ir na casa dela, tem problema eu ir? - Ela disse partindo um pedaço de suas panquecas.

- Ah Gabbie, por que não fica mais tempo com a gente? Queria tanto tu aqui! - Disse Luba fazendo biquinho.

- Relaxa Lubixco, eu vou voltar, só vou ficar lá porque a Kah tá precisando de uma companhia, já que o Saulo terminou com ela.- ela fala enquanto come o pedaço que havia partido.

- Tudo bem Gabbie, mas lembra de voltar, viu? Se não a gente vai ficar puto contigo. - disse com "autoridade".

- Gente, eu vou voltar, eu prometo, agora deixa eu ir buscar minhas coisas no Faru e comprar a passagem para lá. - Fala ela se levantando da mesa e indo até a cozinha para deixar seu prato.

- A gente vai buscar com você Gabbie, eu não quero que aquele merda te machuque. - Disse Luba também se levantando.

- Não Luba, eu vou, você fica. - Eu digo terminando meu último pedaço de panqueca.

- Nananinanão, eu vou junto Urso! Eu não quero que você também se machuque. - Ele diz saindo da cozinha e indo em minha direção.

- Não, você não vai, o Gusta concerteza tá está lá, não quero que você esteja machucado também, bobo. - Me levanto e vou a cozinha.

- Eu vou sim, idiota! Não vou deixar você nas mãos daquele filho da puta. - fala batendo na mesa.

- Não, você não vai Luba! Ponto! Você viu o que ele fez com você? Te estuprou e ainda quer usar de você, isso tá fazendo mal ao seu subconsciente, eu não quero que você enlouqueça e eu não quero que você morra na mão daquele merda. Acorda Luba! Você tá em perigo, eu não quero que nada aconteça contigo, então você vai ficar aqui POR BEM OU POR MAL, você tá entendendo? - Eu digo gritando, com raiva.

Ele apenas começa a chorar e vai para o quarto, se trancando.

Eu me senti muito mal em falar assim com ele, mas era assim que devia ser feito.

Então Gabbie me chama para sairmos e saímos, eu tranco a porta sem deixar nenhuma chave, e saímos ao encontro de Faru.



Continua?


Notas Finais


Foi isso mohres, espero que tenham gostado.
Playlist de hoje:
• Café - Vitão.
• Complicado - Vitão e Anita.
• WTF - Hugel.
• Boss B*tch - Doja Cat

Beijinho pra quem quiser e flw.💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...