História Será só um irmão?- Felipe Neto - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Neto
Personagens Felipe Neto
Tags Bruno Correa, Familia Neto, Felipe Neto, Gablipe, Gabriel Araújo, Irmãos Neto, Luccas Neto, Lulipe, Netoland
Visualizações 132
Palavras 652
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi :-)

Capítulo 48 - Mostros


P.O.V LUCCAS

Depois de uma semana de noites mal dormidas e dores prazerosas ( se é que você me entende ) infelizmente tia-mos que voltar para casa, eu estava quase matando o Felipe, implorando para ele para nos ficarmos mais um pouco...

Eu- Vai Feh...por favor- Falo com ele enquanto ele arruma a mala

Felipe- Eu já falei mais de mil vezes...NÃO DÁ- Fala aumentando o tom de voz

Eu- Não aumenta o tom de voz para mim- Falo brigando com ele

Felipe- Eu nasci para ver você brigando comigo...pequeno- Fala colocando a mão em meu ombro- Eu já gastei MUITO dinheiro nessa viagem...eu prometo que ano que vem a gente fica dois messes aqui tá

Eu- Você promete...- Falo com uma voz fofa

Felipe- Sim Luccas, prometo

Eu- Certo- Falo de cabeça baixa

Felipe- Agora arruma suas coisas para nos irmos logo para a gente não perder o vôo

Eu- Tá...

Depois de algum tempo, já estávamos dentro do avião, Felipe estava ouvindo música, ele estava calmo como nunca teve antes

Felipe- Dorme um pouco Luccas

Eu- Irei- Falo fechando os olhos, até que sinto ele me beijar na testa...

Meu sonho era tão real, estavamos correndo em um campo grande e lindo...mais do nada, tudo fica preto, sinto que algo está a balançar, acordo assustado e vejo pessoas gritando e desesperadas, o avião estava caindo

Eu- Felipe, estamos caindo- Falo desesperado

Felipe- Eu sei...- Fala calmo, olho para seus olhos e reparo que estão sem vida, sem sentimento, sem nada, ele não era o Felipe

Eu- Fe...Felipe e você

Felipe- Sabe que todos vamos morrer não é...

Eu- O...que você tá falando- Falo chorando

Felipe- Por que tá chorando...e a realidade...todos...de qualquer maneira nos vamos morrer...nenhuma história termina com um final feliz Luccas...por que...porque TODOS MORREM- Fala aumentando o tom de voz

Eu- Para...

Felipe- Mesmo nós sendo irmãos...vamos nos separar de qualquer modo...Luccas...e a vida real...você acha mesmo que a vida é um conto de fadas, com príncipes, princesas, fadas, unicórnios...não, a vida é cruel...como eu...como você...como todos

Eu- Fe...Felipe- Olho para a janela e vejo que estamos cara a cara com o chão

Felipe- Adeus...Luccas

Sinto o impacto no chão...o que aconteceu, eu morri, esse é o final desta história, eu mal sabia que minha vida era apenas uma Fanfic de uma menina que não tem nada para fazer, eu só descobri porque parecia que minha vida estava sendo desenhada e do nada apagada...isso quer dizer...que eu não casei com o Felipe...que eu não fui atropelado...nada disto é real...e agora esse é o final da história, não pode ser o final, não pode ser, sinto algo dentro de mim que não me deixa morrer, não pode ser, eu não posso ter morrido...mais porque estou me preocupando,  Felipe provavelmente deve ter morrido, tinha certeza que era o que ele queria, já que ele estava tão tranquilo com isso, eu nunca pensei que eu acabaria assim em uma história, parece que a autora queria que Eu ou o Felipe morre-se de qualquer jeito, será que ela me odeia, o que eu fiz, o que o Felipe fez...pera...agora eu sei quem é o mostro desta história...não é eu...nem o Felipe...e você...é...exatamente...a autora...e você leitor...é você mesmo que esta lendo agora...você podia esta fazendo TUDO...mais não...você está simplesmente deitado em sua cama, com seu adorável cobertor, e até mesmo seu ursinho de pelúcia, imaginando a cena em que Eu e o Felipe morremos...vocês sãos os verdadeiros mostros desta história...e agora...agora eu nunca consiguirei realizar os meus sonhos nem fazer a minha vida...por que...por que EU ESTOU MORT...

Felipe- LUCCAS- Acordo e vejo Felipe me chaqualhando

Eu- Fe...Felipe...

Felipe- Chegamos...vamos logo

Eu- A gente está no Céu?

Felipe- Que?! Não estamos no Rio de Janeiro...sua cidade lembra...acorda criança...

Eu- Ou...tá...vamos- Me levanto assustado...ufa...nada disto não passava de um sonho...há...e eu achando que eu era um personagem de uma história de uma menina depressiva...


Notas Finais


Tchau :-)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...