História Sereia (clace) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Visualizações 106
Palavras 1.267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha essa foto lacradora minha gente 😱😱😱

Quem quer maratona ????

Capítulo 3 - Sereias existem?


Fanfic / Fanfiction Sereia (clace) - Capítulo 3 - Sereias existem?

Capítulo narrado por jace herondale e clary fray

Jace herondale 

Chegamos na minha casa onde izzy e alec estavam conversando . Entro com clary em meus braços e os dois me olham surpresos.

- Ela existe mesmo - diz alec se levantando

- E ela é linda !!! - izzy corre ate nos com seus saltos batendo na Madeira.

- É lógico que ela existe! Por que eu mentiria? - pergunto

- achavamos que estava louco - diz izzy

Coloco clary no sofá e ela se encolhe nos olhando. Alec pega sua maleta indo para perto dela. Ele pega o estetoscópio e se aproxima.

Clary solta um sibilo da garganta e alec se afasta com as mãos levantadas.

- calma . - me ajoelho ao lado dela que me olha assustada- ele é o médico. Não vai te machucar

- Sim, eu quero ver como esta. - Ela olha para ele e assenti

- sou clary - diz e ele se abaixa perto dela.

- Eu sou o alec ...

Alec examina clary com cuidado.

- então? Ela esta bem? - pergunto

- sim - diz tirando o aparelho de pressão do seu braço - ela está com uma leve desidratação mas não precisará tomar soro na veia.

- ótimo.

- Eu to bem? - ela pergunta

- sim..só tem que beber um pouco de água - alec vai ate a cozinha e pega um copo de água dando para clary. Ela olha confusa.

- beba - coloco minha mão em cima da sua segurando o copo.

- beber água? Eu nao bebo água.

- por isso está desidratada- diz alec.

Inclino o copo levemente levando até seus lábios e ela bebe aos poucos. Coloco o copo vazio em cima da mesa de canto.

- De onde veio clary ? - pergunto

- Do mar...

- morava em um barco? - Alec pergunta

- Não. Eu moro no mar. Nunca tinha vindo até os humanos antes.

- humanos? Quer dizer a terra firme ? - Alec a olha curioso.

- Eu já ve dois humanos de perto uma vez mas nós não podemos conversar.

- nós? - pergunta izzy

- as sereias não confiam nos humanos.- alec e izzy se olham - Mas eu sei que existem bons... como jace.

Ela olha seu corpo que está sujo.

- Você precisa tomar um banho e descansar - falo - izzy vai te ajudar.

- Eu vou ?! - olho para ela levantando a sombracelha - ah sim. Eu vou ! Ja que sou a unica mulher aqui.

Ela estica as mãos para clary a levantando do sofá.

- tome conta dela izzy - falo.

Ela revira os olhos e entra no corredor indo até o banheiro.

Clary fray

A mulher alta e dos cabelos negros me guia até um quarto menor. Ela tira minhas roupas.

- entra no box- ela aponta para a caixa de vidro. Entro com cuidado. - prefere água quente ou morna ?

- quente - falo.

Sempre que nadavamos pelo oceano gostava mais quando a temperatura mudava para quente. Geralmente a água era fria mas com minhas escamas não sentíamos frio.

Ela gira algo grudado na parede e uma água quente começa a cair sobre meu corpo. Eu lembro disso. Quando falavamos do mundo dos humanos sempre diziam que eles se lavavam nisso.

- chegue mais para debaixo do chuveiro. Assim posso lavar seu cabelo.

Reconheço aos poucos as coisas dos humanos. Ela pega o sabonete e passa em meu corpo com cuidado. Qual era mesmo seu nome ?

- izzy ? - ela me dá um sorriso.

- sim. E você é clary não? - balanço a cabeça

- você é bonita - falo para a morena que me dá um sorriso Feliz

- obrigada. Você também é muito bonita. Na verdade eu amei essa cor ruiva de seus cabelos. Eles combinam com você. - dou um sorriso com seu elogio.

Após uns minutos estou toda limpa. Minhas pernas novas estão se acostumando a andar. Ela me coloca uma blusa grande e me leva de volta para onde jace está.

Jace herondale

Izzy aparece na sala com clary depois do banho vestindo uma camisa que vai até a metade de suas coxas. Ela me olha enquanto izzy seca seus cabelos.

- parece que minha blusa ficou um pouco larga em você. - falo

- obrigada pela roupa.

- precisa descansar um pouco.

pego em seu mão e a levo até meu quarto. Ela se deita em minha cama então a cubro. E saiu.

- o que vamos fazer com ela ?- pergunta alec

- Ela não pode ficar aqui temos que chamar a polícia- olho para izzy bravo

- Não vamos entrega-la para Polícia! Ela não fez nada de errado. É apenas uma menina assustada.

- jace ela é muito estranha. Não sabe beber água ou tomar banho sozinha. Talvez tenha problemas psicológicos.

- Eu não vou manda-la para um hospício alec!

- Não foi o que ele quis dizer jace. Pense comigo por um momento. Tem algo estranho com essa garota e precisamos descobrir.

- eu vou ajuda-la. Se quiserem fazer parte disso fiquem a vontade.

- deve ser um caso de sereismo - olho para alec

- Ela não é louca. Só pode estar atordoada.

- tudo bem. Nos vamos para casa maninho. Só não caia no encanto da sereia hahahaha

- engraçadinha! - reviro os olhos.

Após os dois irem embora tomo um banho e vou para o sofá. Acabo pegando no sono.

Acordo com um barulho estranho. Olho no relógio e são 5:36 da manhã. Me levanto e vou ate o quarto ver como ela está.

- clary? - entro no quarto- droga!! - ela não está lá. Olho pela casa mas nada dela

Coloco uma roupa e ligo para alec avisando o que houve. Saiu andando pelo cas a sua procura.

- tem certeza que ela não está na casa jace?

- Eu tenho certeza droga! A clary sumiu!

- estou quase chegando na ONG.

- espera alec ! - olho para longe- estou vendo ela!

Clary está na ponta da passarela de madeira onde os barcos ficam atracados. Mas como está em época de pesca eles estão sendo usados.

- clary?!! - a grito

Ela se vira olhando para mim e acaba dando um passo para trás caindo dentro da água

- o que houve?!

- Ela caiu na água!! - jogo meu celular no chão e tiro minha camisa. - clary!!

Corro em direção a passarela e pulo na água. Afundo procurando ela pelos lados mas nada. Derrepente uma criatura passa ao meu lado muito rápido. Depois a criatura me rodeia e esbarra em mim me jogando para o fundo.

Olho para cima com a visão turva e a criatura faz um barulho como se fosse um ronsnado. Ele me rodeia com cuidado me analisando mas não sei distinguir o que é.

Sinto duas mãos pequenas segurando minha cintura e subindo comigo até a superfície. Sou arremessado no cas. Olho para o céu todo encharcado e respiro fundo.

- clary? - sussurro

- jace? - escuto sua voz e depois um barulho alto na Madeira. A água respinga em mim - Eu estou aqui ...

Ela diz e me viro a olhando. Meus olhos se arregalam e levanto de uma vez surpreso. Minha boca se abre involuntariamente.

- Vo- você... - gaguejo

- Eu machuquei você? - ela me olha assustada

Aponto para ela que está sentada na cerca de madeira que da para a água. Olho para seus cabelos ruivos molhados e para sua...calda? Clary tem calda? Ela não estava mentindo! Olho para ela incrédulo.

- você virou...uma sereia..


Notas Finais


Eai?? Qual será a reação da nossa loirinha maravilhosa???

Fiquem chocados com esse final 😂😂

Espero que tenham gostado 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...