História Sereia (clace) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Visualizações 201
Palavras 822
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Genteee!!
já vou logo avisando que essa fic vai ser bem amorzinho hein ❤❤

E esse capitulo saiu menor ! Descurpa

Noticia nas notas finais 🤗🤗

Capítulo 5 - Uma noite na praia


Fanfic / Fanfiction Sereia (clace) - Capítulo 5 - Uma noite na praia

Capítulo narrado por jace herondale 

Nossos lábios se entrelaçam em um beijo doce. Minhas mãos vão até seu rosto a puxando para mais perto. Suas pequenas mãos se direcionam ao redor do meu pescoço. Ela me afasta.

- jace...nao podemos. - encosto minha testa na sua a olhando nos olhos

- por que não? - pergunto respirando ofegante.

- Eu sou uma sereia. Isso não é certo. - uma lágrima desce de seu olho e o limpo com o polegar.

- Eu entendo...voce vai ter que voltar ao oceano uma hora ou outra.

- Eu não sei...- ela abaixa a cabeça e seguro seu queixo em meus dedos levantando seu rosto.

- o que quer dizer com isso ? - ela me olha confusa.

- Eu não sou humana então não posso ficar na terra. Mas depois que vim para os humanos não sou considerada um deles... Eu não tenho mas um lar jace.

- clary - olho em seus olhos. - se precisar eu vou estar aqui com você. Aqui pode ser seu lar e podemos ser sua...familia - ela dá um sorriso tímido.

- isso é muito gentil da sua parte. - Ela vem ate mim me abraçando - É assim que os humanos fazem ? Esta certo?

- está perfeito. - passo as mãos ao seu redor e ela encosta a cabeça em meu peito.

- seu coração bate forte. - sussurra

- É por que estou feliz.

- nós cantamos quando estamos felizes- diz se afastando e me olhando.

- por que estava feliz? - pergunto sorrindo

Ela anda até perto do mar e se senta na areia da praia. Ando até lá me sentando ao seu lado.

- Eu estava feliz por conhecer um humano bom como você. Estou feliz por ter me achado e me ajudado. - Ela sorri olhando para o mar

- sabe..eu também estou feliz clary por ter te conhecido. Não sei o por que mas quando fugiu precisei ir atrás. Não poderia deixar você ir embora.

- sinto como se já nos conhecemos a tempos - ela segura minha mão

- Eu sinto o mesmo. É como se algo me prendesse a você. Não sei explicar.

- Eu confio em você jace

- Eu nunca vou te deixar clary. - Ela olha para o horizonte.

- Eu sempre me senti deslocado no mar. Minha calda com cor diferente e meus olhos verdes sempre deixaram as sereias com raiva.

- Elas são bobas por que você é linda.

- me disseram uma vez que eu não era filha do meu pai.

- por que falariam isso ? - pergunto.

- meu olhos. Meus pais não tem olhos verdes e muito menos calda dessas cores.

- você é diferente clary e isso a torna especial. - Ela dá um sorriso- por que fugiu do mar ?

Ela olha para a água molhando as pedras e depois olha em meus olhos tomando coragem.

- Eu sou como uma princesa.

- uma princesa? - sorrio

- sim. Meu pai é o líder de nós e eu serei a próxima. Minha mãe era umas das líderes antes de se casar com meu pai Valentine . Então ele tomou o lugar dela quando meu vó morreu. É complicado de entender

- É como uma hierarquia. - Ela balança a cabeça - e você queria assumir?

- Não. Mas esse não foi o motivo por ter fugido.

- E qual foi? - a olho nos olhos

-Meu pai queria que me casasse com Sebastian. assim ele mandaria em meu lugar - ela revira os olhos.

- por que não queria se casar ? - pergunto

- Eu não gosto de Sebastian jace. Não poderia viver a minha vida com alguém que não amo

- seu pai..

- Ele me obrigaria!

- então fugiu a tempo

- sim, eu consegui e cheguei em você. - Ela me olha e passa os dedos pela minha bochecha.

- estou feliz que tenha te encontrado

Ela sorri e coloca a cabeça deitando em meu ombro. Passo meu braços ao seu redor a protegendo do frio. Passamos horas vendo o horizonte e conversando. Até o sol nascer.

- temos que ir - falo e ela me olha parecendo cansada.

- aqui é tão lindo? - pergunta se levantando.

- Eu também acho lindo. Vou te deixar em casa e vou passar na ONG para ver como então as coisas e alimentar os animais.

- Não quero ficar sozinha. - ela me olha preocupada.

- tudo bem. Você vem comigo, eu não demoro.

☆☆☆

Chegamos no Instituto e vou para pegar a comida dos leões marinhos quando vejo a analise de clary pronta. Imprimo o resultado e o pego lendo. Meus olhos se arregalam de surpresa.

- tem algo errado. - sussurro

- algum poblema? - clary pergunta

- seus exames...

- o que tem ? - ela se aproxima

- por isso você é diferente das outras ... Clary você tem DNA humano !


Notas Finais


Minha gente o que acharam ?!!

NOTÍCIA!!!

Pretende chegar uma fic nova de clace por ai 🙊

Joguei a bomba e sai correndo!! Sou dessas 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...