História Sereia (clace) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Visualizações 157
Palavras 953
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amo essa fotoooo 😍😍😍

Se preparem pq vem emoção 😋

Capítulo fico menor, descurpa!!

Capítulo 7 - Vem no soco !!


Fanfic / Fanfiction Sereia (clace) - Capítulo 7 - Vem no soco !!

Capítulo narrado por jace herondale:  

- jace! - clary rosna para ele vindo para cima do homem.

Suas pequenas mãos o empurram para longe o jogando em cima das prateleiras com potes de tempero os quebrando. Caiu de joelhos no chão com a mão no pescoço recuperando o ar.

- você tá machucado? - ela pergunta se agachando ao meu lado e passa as mãos em minha costas.

- Eu estou bem. Temos que ir. Eles vão te pegar. - Ela balança a cabeça.

- Não vão não.

- cuidado!! - alec grita.

Olho para cima vendo o homem se levantando. Clary se levanta ficando na minha frente. Olho para ele que está com a lança na mão. Ele nos olha e joga na direção de Clary.

- Não! - me levanto e empurro clary para o chão onde sou atingido de raspão.

- está sangrando. - Ela olha meu braço com um corte. - por mim... - seus olhos parecem perdidos.

Ela se lentanta com tudo ficando em posição de ataque. Ele a olha e vai para cima dela. Os dois batem na parede com força. O outro homem se aproxima de mim.

Me levanto e pego uma frigideira antiaderente e acerto sua cabeça várias vezes. Ele me pega como se tivesse o peso de uma criança e me joga. Bato a cabeca e as coatas na parede e caiu no chão zonzo

- jace ! - alec se agacha ao meu lado e coloca a mão em meu braço. - temos que ir !!

Nos levantamos e seguimos até a porta que da entrada a sala. Olho para clary que está prensada na parede pelo homem. Pego uma escultura que tinha em cima da mesinha de canto e jogo nele. O homem se distrai e ela dá um chute nele. O homem é jogado no meu fogão desconectando a mangueira de gás.

- me solta!!! - olho para izzy que está sendo puxada pelo outro homem - clary !!! - ela pede ajuda.

Clary olha para izzy. O homem joga a lança em nossa direção mas ela pula em cima da bancada pegando a lança no ar. Em um movimento rápido ela vira a lança e atira com precisão acertando no abdômen do homem sem sequer raspar em izzy.

- vem ! - clary desce e estica a mão para izzy que pega de bom grado.

- obrigada... cof cof.

Sinto o cheiro de gás infestando o ambiente. Alec se abaixa comigo para pegar uma das lanças ao nosso lado. Ele passa o braço pelo meu então olho para o homem que havia sido jogado no fogão com outra em suas mãos apontando para nós.

- Não!! - clary solta izzy pulando em cima do homem mas é tarde demais.

Ela vem em nossa direção e apenas fecho o olho esperando o impacto mas ele não vem. Abri os olhos precupado que tenha atingido alec mas o que vejo me surpreende. Um homem de estatura média e asiático com um terno sintilante azul escuro e os cabelos espetados está a nossa frente com a lança em suas mãos.

- acho que cheguei no momento certo - diz e me ajuda a lentantar.

Izzy corre até nós com os olhos arregalados enquanto a ruiva é jogada no teto batendo as costas no teto onde quebra a lâmpada e ela cai de bruços em cima do balcão no meio da cozinha.

- temos que ir !!! - o asiático grita puxando izzy e alec que puxa.

Vejo clary se levantar com dificuldade. Ele a pega a jogando na parede ao lado do interruptor.

- clary !! - olho para a lâmpada quebrada e o gás vazando - se ligar a luz ...cof cof... a casa explode!! - ela me olha confusa- não o deixe apertar!! - aponto o interruptor.

Ela olha para o lado pensativa.

- correm!!! - grita.

- clary não!!!!

- vamos jace !!! - alec me puxa

Tudo acontece muito rápido. Vejo clary empurrando o homem. Ela me olha apertando o interruptor enquanto alec me puxa para fora da casa. Praticamente alec me arrasta para porta enquanto grito o nome de clary com toda minha força. Somos aremesados com a explosão.

Caiu em cima do braço machucado. Forço a me lentantar e vejo alec caído ao meu lado e mais a frente o homem estranho protegendo izzy com o próprio corpo. Me viro olhando para casa em chamas e tento correr para lá mas alec me segura firme

- clary!!! Me solta !!!!! - grito

- Eu sinto muito jace...

Caindo sentados no chão. Eu olho para a casa e minhas lágrimas ameaçam a cair.

- Não pode ser...- o asiático entra na casa sem nos dar tempo de impedir.

- vai ficar tudo bem - ele fala - jace ? - percebo sua voz de espanto.

Olho para frente e meus olhos se arregalam de surpresa.

- clary...- sussurro.

Olho ela nos bracos do homem desconhecido a levando até a saida com dificuldade enquanto minha casa pega fogo atrás deles. Me levanto correndo até ela. Ele a coloca no chão. Quando a alcanço Clary cai em meus braços machucada. Vejo seu rosto sujo de cinzas e percebo um pedaço quebrado de madeira na sua perna.

- por que fez isso ?- sussurro a olhando em meus braços.

- Não poderia deixar ele te machucar por minha causa. - Ela dá um sorriso fraco.

- como está clary? - o asiático se aproxima. Ela sibila para ele.

- o que foi? - pergunto

- esse é o homem que entrou na sua casa no outro dia. - diz apertando minha mão na sua.

- deixe me apresentar. Sou Magnus bane! Amigo de sua mãe clary.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Esse capítulo está mais curto pois estou com dor e não queria deixa- Los se capítulo da maratona hoje e tbm ansiosos demais para saber o que ia acontecer

Bjooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...