História Serendipity-jikook. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 112
Palavras 940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!
Eu acabei perdendo esse cap e tive que reescrevê-lo poi isso demorei.
Mas sem enrolação
BOA LEITURA ♥

Capítulo 2 - Eu vou te encontrar.


[Horas antes]

Jimin on.

Passei o resto do dia na rua, não queria chegar cedo demais.

Tento entrar em casa sem fazer barulho, nesse horário meu pai dorme.

Mas tive o azar dele estar acordado, logo hoje que perdi meu emprego. 

Ele me olha e indaga

-trouxe minha janta?!-eu normalmente trago o jantar dele do meu trabalho. 

-Eu...eu...

-fala!-ele grita e eu me encolho.

-E-eu perdi meu emprego...-minha fala é interrompido por uma forte ardência no meu rosto, ele havia me dado um tapa.

-você não serve pra nada!-ele cospe as palavras no meu rosto.

-D-desculpa, N-não foi por querer.

-agora você vai saber o castigo dos inúteis! -ele me pega pelo pulso e me joga no quartinho dos fundos.

Ele retira minha roupa e começa a me bater.

Ele me batia de todas as maneiras possíveis, com o cinto, com o chinelo, até mesmo com o Cabo de vassoura.

Foi assim por horas, meu corpo não aguentava mais.

-vá embora! -ele dizia, eu tentava ne levantar mas não conseguia. Eu estava morrendo de dor.

Ele me pega no colo e me joga na rua, com apenas um par de meias.

[Agora]

Jungkook on. 

Ele estava completamente machucado o seu rosto e seu corpo estavam roxos.

-ei garoto!-falo mas não obtive resposta, pois ele simplesmente desmaiou nos meus braços.

Retiro meu paletó e visto nele, ele estava sem roupas e estava muito frio.

O levo para o meu carro e continuo o caminho para casa.

Chegando na minha casa o levo direto para o meu quarto, teria que cuidar de seus machucados.

O coloco na cama e vou direto para o meu closet pegar uma roupa,pego uma blusa grande, mas que ficasse confortável.

Tomo liberdade de tirar suas roupas e limpar seus machucados.

Seu corpo apesar de machucado era lindo.

cheio de curvas, sua pele branquinha, e tirando o fato dos machucados estarem ali,sem nenhuma imperfeição.

Começo a limpar seus arranhões e a pensar.

Quem fez isso com você? 

A tarde, em seu olhar havia medo, acho que ele sabia que isso aconteceria.

Depois de terminar tomo um banho rapido e volto pra olha-lo.

Acricio seus cabelos e ele começa a dar sinais de que iria acordar.

Ele me olha e se assusta.

-se acalme.-digo.

-como vim parar aqui?-fala tentando esconder as coxas nuas, porque não consegui achar uma calça que coubesse. 

-calma, você estava machucado na rua, você acabou desmaiando e eu te trouxe para cá.-explico calmamente, e o vejo se acalmar.

-obrigado, por isso.-fala de cabeça baixa.

-não se preocupe, venha! Deve estar com fome. 

-não se preocupe comigo, obrigado por tudo mas preciso ir.-fala se pondo de pé. 

-tem para onde ir?-vejo abaixar a cabeça.

-não mas dou um jeito.poderia...me emprestar apenas uma calça? Prometo que devolvo depois, só não posso sair assim.-aponta para si mesmo.

 -tudo bem.-falo e busco uma das menores calças do meu grarda roupa junto com um par de sapatos.-pegue.

Eu saio do quarto para deixa-lo mais confortável, desço e logo ele aparece na escada.

-tem certeza que ficará bem?já ê tarde.-pergunto preocupado. 

-não se preocupe.e mais uma vez lhe agradeço. 

Eu lhe acompanho até a porta, e antes de sair ele me dá um sorriso. 

Antes de tê-lo muito loge me lembro de algo.

-pelo menos me diga seu nome!-grito.

-é jimin! Park jimin!-fala e vejo sua figura desaparecendo pelo decorrer da rua.

Entro novamente em casa e começo a pensar no que acabou de acontecer.

Subo para o meu quarto, quando olho para a cômoda vejo uma correntinha.

Era a sua correntinha, era uma linda e delicada correntinha de prata escrito ''jimin''.

Sorrio ao lembrar dele, coloco a correntinha no meu pescoço e me deito tentando dormir.

Mas dormir foi a última coisa que eu fiz, pois passei a noite inteira pensando nele e onde terá ido.



 Acordo com o barulho do meu despertador em plenas oito da manhã, não sei a hora que consegui dormir mas tenho que trabalhar.

Vou ao banheiro fazer minhas higienes matinais, saio e me visto menos formal, com apenas uma calça jeans preta e uma camisa social. 

Desço saio de casa, vou tomar café na rua.

Enquanto dirigia percebi o quanto fui tolo em deixa-lo ir daquela forma.

JIMIN

O nome que reina em minha mente agora.

Chego na empresa e vou direto falar com hoseok.

-hoseok para minha sala por favor!-falo entrando em minha sala.

Ouço batidas e logo ele entra.

-sim Jungkook? 

-quero te pedir um favor.

-claro peça.

-quero que faça um pesquisa e tente achar, nesse bairro,um garoto chamado park jimin.

-park jimin?

-sim.conhece alguém com esse nome?

-sim, mas não sei se é o mesmo.

-Não posso descartar essa possibilidade. -falo tentando pensar em algo.

-agora,de amigo para amigo, por quê quer achar esse garoto?  

-bem...-sorri-eu conheci a pouco tempo, mas vi nele algo diferente.-falo um pouco envergonhado.

-está apaixonado por um garoto?

-não sei. Eu apenas quero acha-lo nesse momento.

-e o que vai fazer quando encontra-lo?-me pergunta deixando uma incógnita na minha mente.

-não sei ainda.

-ah...entendi, vou procura-lo.

-tiver novidades me avise por favor.

Ele faz um sinal de''ok''e sai da sala.


Pesso as mãos pelos meus cabelos e começo a pensar.

Estava confuso.Nunca duvidei se minha sexualidade, mas agora não tenho certeza de nada.

Só me apaixonei uma vez, mas acabei sofrendo. 

Agora não sei o que estou sentindo.

Ai garoto, você chegou em tão pouco tempo mas já conseguiu bagunçar minha vida.

Você tem...algo que eu quero entender, quero entender aquilo que senti quando te vi pela primeira vez.

Eu vou te encontrar.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpe qualquer erro.
Tentarei atualizar amanhã,por quê não consigo passar muito tempo sem atualizar.
Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...