História Serendipity-jikook. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 87
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!
Agora minha inspiração está a mil!
Prometo trazer amanhã o próximo capítulo.
BOA LEITURA.

Capítulo 5 - Tudo bem.


Jungkook on.

Abraça-lo durante a noite o deixou mais tranquilo. 

Seu rosto amassado entre os cobertores era sinal de que estava dormindo bem. Seu sono sereno era admirável. 

Não consegui dormir depois de seu sonho,queria de alguma forma fazê-lo  se sentir bem.


Acordo novamente mas dessa vez com o som irritante do despertador.

-jimin, minie.hora de levantar.

Seu corpo completamente preso a mim em um abraço de coala.

Seu rosto estava muito próximo do meu, o que fez ele depositar um breve selar em meus lábios ao se mexer.

Mas por sorte ele não notou.

Apenas me levantei e fui fazer minhas higienes matinais e me vestir normalmente.

Mas tinha que acorda-lo.

-pequeno acorde.-acaricio seus cabelos bagunçados. 

Ele abre lentamente os olhos e sorri brevemente. 

-Jungkook-ah-se aconchega ainda mais nas cobertas 

-levante pequeno, já são seis da manhã, temos que sair.

-queria dormir um pouco mais.-diz coçando os olhinhos

-você dormiu bem pouco, mas conseguiu dormir bem?

-sim, consegui dormir bem com você me abraçando.

-vá se arrumar, você tem escola hoje.

-já estou indo.-diz se levantando e indo ao banheiro.

Também me levanto mas para fazer o café da manhã. 

Jimin on.

Jungkook me abraçando durante a noite me deixou mais calmo, durmi tão bem como nunca.

Depois de terminar minhas higienes matinais e me vestir desço já podendo sentir o maravilhoso cheiro de comida.

Era Jungkook parado em frente ao fogão com as mangas da camiseta arregaçadas enquanto tentava virar as panquecas.

-Não sabia que cozinhava.-digo sentando na bancada.

-há muitas coisas que não sabe sobre mim, e cozinhar não é uma delas. Não sei cozinhar muito bem mas pelo menos sei o básico para não passar fome.-ri.

-posso saber o porquê dessa cara frustrada? 

-tentei virar a panqueca daquele jeito que os chefes fazem mas acabei perdendo uma panqueca.-ri novamente. 

-já está pronto? Posso provar?

-claro.-ele serve a mesa.


O café ia calmo até o maior quebrar o silêncio. 

-vou te levar ao colégio hoje.

Me surpreendi um pouco.

-eu posso ir sozinho, e você tem que ir trabalhar 

-eu não trabalho tão cedo, e hoje eu só vou a tarde. Então não tenho nada que me impessa de lhe levar.

-tudo bem.

-por que, não quer ir comigo?

-Não é isso, só não quero incomodar.-sorri envergonhado. 

-já disse que você não me incomoda.agora vamos.

Nos levantamos e saímos rapidamente de sua casa.

O caminho no carro foi silencioso, eu estava com a cabeça encostada na janela enquanto estava perdido nos meus pensamentos. 

Só até o sinal fechar.

-o que aconteceu jimin?-Jungkook perguntou olhando diretamente para mim.

-Nada.

-Eu sei que está acontecendo algo que não quer me falar.me diga, qual o problema?-ele segura minhas mãos. 

-eu estou com medo. Tenho medo de meu pai vir atrás de mim enquanto estiver na escola. Eu pensei que teria uma vida nova, mas voltar naquele lugar me dá muito medo. Você não sabe o quanto eu fui humilhado lá dentro.-falava enquanto segurava as teimosas lágrimas. 

-ah jimin-seus braços rodearam meu corpo em um abraço apertado.-eu não sei o que aconteceu na sua vida mas estou aqui. Pode confiar em mim.

-Obrigado. 


Respirei fundo antes de sair do carro, tentando tomar coragem para entrar.

-Boa sorte, mais tarde venho te buscar.qualquer coisa me ligue.-ele me entrega um cartão, assenti e sai.

Entro no Colégio tentando não chamar atenção, vou direto ao meu armário. 

Tentava arrumar minhas coisas cuidadosamente.

Até sentir uma mão em meu ombro. 

-olha quem voltou.-dizia jennie com um sorriso de lado.

-o que quer comigo?-perguntei assustado.

-Nada.só queria tirar uma dúvida, de quem é aquele carro no qual você veio hoje?

-Não te interessa.

-olha só que ousadia.-diz batendo no armário atrás de mim.-merece um castigo não? 

Diz sendo logo apoiada por seus amigos.

-N-não me bata, p-por favor.-dizia assustado.

-Não irei te bater, irei te castigar de outra forma depois.

Ela sai rebolando pelo corredor.

É por isso que eu odeio esse lugar!

Tento passar a aula sem ser percebido, mas quando saí da sala jennie aparece novamente. 

-ele diretora! Foi ele!-dizia apontando em minha direção. 

-park jimin!-disse a diretora com sua pose séria. 

-S-sim?

-poderia me explicar o porquê de ter batido na senhorita kim?-disse cruzando os braços. 

-eu não bati nela!-respondi assustado.

-bateu sim! E ainda me ameaçou dizendo que se eu contasse para alguém ele me puniria de outra forma!-dizia com expressão de choro completamente falsa. Logo tirando uma cara de assustada da diretora pelo que ela havia dito.

-irei ligar para o seu pai e teremos uma bela conversa park!-disse a diretora indo em direção a sua sala.

Não! O meu pai não! 

-hey!-ouço uma voz feminina me chmar.-vem cá. -era jisoo, ela me puxa para uma sala vazia.

-O que vai fazer comigo?-disse encolhido.

-Eu vou te ajudar a não encontrar com seu pai.

-sério?!

-Nunca fui com a sua cara mas não quero te ver apanhar como da última vez, e sei que jennie está mentindo.-abaxei minha cabeça ao lembrar do ocorrido.

-como pode me ajudar?

-tem para onde ir? Ou alguém pra te tirar daqui?

-tenho!- me lembro de jungkook.

-liga pra essa pessoa, te empresto meu célular.-ela me entrega o aparelho e eu logo pego o cartão que estava em meu bolso.

-Alô?

-Jungkook!

-jimin? O que houve?

-me tira daqui por favor...-disse quase chorando. 

-está no colégio? 

-S-sim.

-já estou indo para aí! 

Encerro a chamada e devolvo o aparelho a jisoo.

-por que tem tanto medo do seu pai?-me pergunta jisoo.

-você não imagina o que ele pode fazer.

-acredite, posso imaginar.-diz colocando a mão no meu ombro como forma de apoio. 


O tempo passava e jungkook não chegava.

Meu pânico aumentou mil vezes mais quando jisoo avisou que meu pai havia chegado. Minhas mãos soavam, minha respiração não estava controlada, meu coração estava muito acelerado, meu corpo estava gelado.

Não conseguia respirar.

-ei! Está tudo bem?!-disse jisoo desesperada.-você tem ansiedade ou algo do tipo?!.

Assinto um pouco desesperado. 

-Meu Deus! Respira!

-E-eu...t-to...tentando...

-vem, vou te levar pro lado de fora sem sermos vistos.-ela me segura pelos ombros e me leva para fora.

Mas ouvir a voz de meu pai gritando meu nome me fez parar completamente. 

-JIMIN SEU MOLEQUE!

Fecho meus olhos com força mas um som me fez abri-los.

Uma buzina e uma grave voz.

-Jimin!

Abro meus olhos e tiro forças de onde não haviam e corri.

Entro no carro e o abraço com força, logo sendo retribuído. 

Minhas lágrimas já rolavam pelo meu rosto.

Eu não quero pensar no que aconteceria comigo se ainda estivesse naquela escola.

-O que houve?-acaricia meus cabelos. 

-S-só me tira daqui! Por favor!

-tudo bem.


  






Notas Finais


Desculpe qualquer erro.
Desculpe se o cap estiver meio ruim.
Até depois.
Bjs♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...