História Serendipity-jikook. - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 83
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!
Eu iria postar amanhã, mas decidi postar hoje por quê estou ansiosa.
Os capítulos que eu fiz estão me surpreendendo.
Espero que gostem.
BOA LEITURA.

Capítulo 7 - Problemas.


Jimin on.

Estava inquieto, ficar dentro daquele elevador por tanto tempo estava me deixando ainda mais nervoso.

-se acalme, está tudo bem.-jungkook dá uma leve massagem me fazendo relaxar os ombros. 

-obrigado. Só tenho medo de decepciona-lo.-ele logo ergue minha cabeça com as mãos em meu queixo. 

-não se preocupe com isso, aos poucos irá se aperfeiçoar na sua função.-ele acaricia minha bochecha.

As portas se ambrem e logo uma figura morena e muito bonita vem em nossa direção.

-estava preocupado! Foi embora ontem e não voltou mais.

-se acalme hoseok, está tudo resolvido. Estou bem.

-quem é essa fofura?-disse se abaixando um pouco até ficar em minha altura. 

-meu nome é jimin.-me apresento logo recebendo um sorriso iluminado em resposta.

-hoseok ele é o seu novo ajudante.-jungkook se pronuncia.

-será um prezer ajudá-lo. -digo sorrindo. 

-vou para minha sala, qualquer coisa me chamem.-jungkook fala e sai d3 nosso campo de visão. 


-em que posso ajudá-lo senhor?

-não me chame de senhor, só tenho 24 anos, não quero me sentir velho. Me chame apenas de hoseok.

-tudo bem se...hoseok. -sorri

-você é muito fofo sabia? Parece um bebê. -aperta levemente minhas bochechas. 

-obrigado.

-Denada, agora vamos trabalhar. Vai ser fácil eu te ajudo. Vamos começar por aqui...

-breacking time-

-Estou exausto! -suspiro pesado.

-também estou, e ainda estamos na metade. -hoseok joga os papéis que estavam em suas mãos na mesa.

-Não sei como consegue fazer tanta coisa num dia só. 

-nem eu sei. Agora vamos tomar um café, temos um horário de descanso.

-até que emfim, não aguentava mais tantas letras e números. 

Hoseok e eu fomos até um lugar muito semelhante a uma cafeteria mas ainda dentro da empresa. 

-que lugar é esse?-pergunto.

-aqui é onde os funcionários descansam. Até os grandes.


-Boa tarde hoseok, boa tarde gracinha.-um senhor de aparência mais velha e bem vestida nos comprimenta.mas não se aproxima para falar mais algo.

-quem é esse?-pergunto. 

-o nome dele é seungri mas eu o chamo de demônio. Ele é o administrador da empresa mas age como se fosse o dono. Não gosto dele.-diz hoseok com uma cara de deboche muito engraçada. 

-por que não gosta dele?

-ele é safado demais para o meu gosto, todas as estagiárias já tiveram algo com ele.

-nossa...

-ah esquece. Agora me diz o que você e o jungkook tem.-sua pergunta me pegou desprevenida. 

-como assim? 

-o que você é dele?

-eu não sei.-suspiro pesado. 

-como não sabe? Ah já sei, jungkook ainda continua com a mesma enrolação de sempre. Mas não se preocupe logo ele se liga.-sua frase não fez muito sentido na minha cabeça mas quando a entendi corei levemente.

-você...não acha isso errado?

-o quê? 

-Somos dois homens, você não acha errado?-abaixo minha cabeça constrangido.

-Claro que não, se vocês se gostam não importa o resto.-ele sorri. 

-Obrigado pelas belas palavras.

-Denada. E por falar nele...-ele aponta para detrás de mim, me viro e vejo a figura bem arrumada como sempre, jungkook. 

-olá, como anda o trabalho?-diz se sentando ao meu lado.

-eu vou adiantar o resto dos papeis, tchau pra vocês.-diz hoseok saindo.

-Como você está? -me pergunta jungkook.

-bem, e você? 

-melhor agora-ele acaricia o meu rosto me fazendo fechar os olhos a espera de algo mais.

-aqui não. -sussurra no meu ouvido me fazendo arrepiar.

Abro meus olhos,e ele toma minha mão e se levanta.

Ele me leva pelos corredores até entrarmos numa sala.

Sua mão vai se encontro com a minha as entrelaçando, e me fazendo e ir de encontro a parede, me prensando. 

-jungkook,podem nos ver.-digo com dificuldade. 

-aqui minha sala, ninguém entra sem ser anunciado.

-O que vai fazer? 

-Só quero te beijar um pouco.-logo seus lábios vão de encontro com os meus em um beijo calmo .

Nossas línguas dançavam em perfeita sincronia, e como eu não tinha experiência apenas me deixei levar pelos seus movimentos. 

Sua mão se solta da minha.

Ele me toma no colo e me põe delicadamente deitado sobre um estofado macio e ficando sobre mim.

Cada sensação, cada sentimento eram maravilhosos. Era um algo novo que me fazia delirar.

Tudo estava perfeito, até sentir um estranho volume sobre minha coxa.

Ele separa o beijo e me olha.

-É melhor pararmos por aqui, se não eu não vou conseguir me controlar.-ele da um leve sorriso.

-Adoro o gosto dos seus beijos.-digo logo sentindo minhas bochechas esquentarem.

-Esse é o nosso segundo beijo,e você já adora eles?-sorri de ladinho. 

-pare com isso!-bato em seu peito envergonhado. -é melhor eu voltar ao trabalho. 

Me levanto rapidamente. 

-só mais um beijinho jimin-ssi.-pede com um biquinho fofo nos lábios.

-tudo bem.-vou até si e dou um selar rápido. 

Batidas na porta atrapalham nosso momento. 

-ah quem será?-diz jungkook irritado e ao mesmo tempo curioso. 

Ele vai até a porta e a abre.

-Como está o meu bebê?!-uma figura loira e alta de ombros largos entra e logo é abraçada fortemente por jungkook. 

-jin hyung! Que saudades!-dizia jungkook sorrindo.

-Ta bom,agora me põe no chão. -disse o loiro.

-que surpresa, você chegar assim sem avisar.

Pelo visto os dois nem notaram que eu ainda estava ali, limpo minha garganta atraindo a atenção dos presentes. 

-ah jin hyung, esse é jimin, o meu quase namorado. -jungkook se pronuncia me fazendo sorrir abertamente ao ouvir determinada palavra. 

-ai que coisa perfeita, você é tão lindo jimin.-disse o loiro.

-obrigado. 

-me chamo jin, e sou quase mãe desse loco aqui.-diz apontando para jungkook. 

-jin, você ainda não me disse por quê veio aqui.-diz jungkook.

-vim visitar o meu biscoito e vim trazer duas notícias. Uma boa e outra ruim. Qual quer saber primeiro? 

-a boa.-responde jungkook se sentando.

-a boa é que eu e namjoom vamos adotar uma criança. -sorri.

-parabéns hyung! E a ruim?

-a ruim é que temos sérios problemas




Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Desculpe qualquer erro
Até o proximo.
Bjs♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...