História Serendipity-jikook. - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 73
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!
Eu ouvi um amém?
Desculpem pela demora, quase três semanas sem atualizar, o meu dia-a-dia estava muito corrido.
Mas agora que tudo se estabilizou irei voltar a programação normal.
Espero que gostem.
BOA LEITURA.

Capítulo 9 - Eu quero você.


2 semanas depois.


Jungkook on.

-ah Jungkook! Você não pode passar o dia e a noite nesse conputador, pode lhe fazer mal.-dizia jimin emburrado.


Depois de descobrir os desfalques tenho trabalhado o dobro para tentar recuperar o dinheiro perdido. Agora jimin anda muito emburrado, pelo fato dele não ter mais tanta atenção.


-jimin, eu tenho que trabalhar.-deixo meu computador de lado.

-você ja trabalhou o dia inteiro, agora trabalhar de noite já é demais. Você quase não come, vai acabar ficando doente. Eu não quero isso.-diz se sentando ao meu lado, ainda com um biquinho nos lábios. 

-ok, desculpe. Sei que sente minha falta. Me desculpe mesmo.-acaricio seu rosto.

-não falo por mim, mas também por você. Trabalhar tanto não faz bem.-acaricia minha mão que ainda estava sobre seu rosto. Seus olhos brilhavam como uma súplica para que eu descanssace. 

-Está bem, vou tirar umas férias.-ele sorri fazendo seus olhos virarem dois risquinhos.

-até que enfim!

-aonde quer ir?-falo e ele me olha confuso.

-como assim?

-quero saber aonde quer ir nas férias.

-vamos viajar?!-fala alegre.

-vamos sim.

-ah então escolhe você. Não sou bom em coisas de viagem.

-Que tal...busan?

-busan...onde minha mãe nasceu.-ele abaixa seu olhar.

-desculpe, podemos escolher outro lugar.

-não tem problema, vamos para busan. Sempre quis conhecer busan.-logo um sorrido toma conta de sua expressão, me deixando mais aliviado.

-então vá arrumar suas malas, sairemos amanhã bem cedo.

-ja estou indo!-ele entra no closet dando pulinhos.


Ligo para Namjoom e aviso-o sobre minhas férias. Ele as aceitou bem.


-pronto. -jimin sai do closet e suspira.

-já terminou?!

-já, sou rápido quando estou ansioso. -diz se deitando ao meu lado.

-sairemos amanhã bem cedo,o caminho até busan é longo.-inicio um carinho em seus cabelos.

-quanto tempo até lá? 

-da última vez que fui a busan eu fui de trem, demorou umas quatro horas pra chegar. Deve ser algo em torno disso.

-você já foi muitas vezes para busan? 

-sim, nunca me canso de ir para lá. 

-vamos dormir.-diz bocejando. 

-vamos.

Desligo a última luz do quarto, deixando apenas a luz da lua iluminando a cama.


-breacking time-


-jimin, levante. Temos que sair.-digo e jimin se remexe na cama..

-ainda está cedo.-resmunga. 

-o caminhos é longo, temos que sair cedo.

-tudo bem.-levanta coçando os olhinhos. 

-tome um banho rápido.

Ele assente e entra no banheiro.

Desço com minha mala e a de jimin e vou até a garagem para colocá-las no carro.

Entro novamente em casa e vou até a cozinha comer algo.

-vamos?-jimin brota, me assusto um pouco.

-coma primeiro.-ele se senta em minha frente. -se arrumou rápido. 

-já disse que sou rápido quando estou ansioso. -diz levando uma colher do cereal a boca.

-jimin...aonde quer ir quando chegarmos em busan?

-quero ir nas praias de busan e quero visitar aquela fonte famosa.

-certo, agora vamos. já vão dar cinco da manhã.-me levanto e ele me acompanha. 


-breacking time-


Depois de alguns minutos de estrada jimin não aguentou e acabou dormindo, agora já se passaram umas três horas.

Estamos na entrada do hotel e meu estômago está suplicando por comida.

-jimin...pequeno.-acaricio seus cabelos tentando acorda-lo.

-hum...quê? 

-chegamos.-sorrio minimamente. 

-uh já? -responde um pouco desorientado.

-sim, você dormiu o caminho inteiro.

-jura?-apenas sorri.

-vamos, estou morrendo de fome.

-me carrega? -pede manhoso,acabo não resistindo e o pego no colo.

-senhor, as malas estão no carro.-entrego a chave ao homem e entro com jimin.

-senhora quero um quarto.-me refiro a uma mulher que aperenta ter minhas idade.

-um quarto para você e outro para o seu irmão? -consegui perceber a maneira estranha que se referiu a jimin.

-Um quarto para nós dois, e apenas uma cama de casal por favor.-dei um leve sorriso.

-sim senhor.-me respondeu meio sem graça. 

-jungkookie...-ouço jimin me chamar e logo dou um sorriso bobo por ter me chamado de forma manhosa. 

-o que foi pequeno?

-aonde vamos agora?-perguntou-me fazendo um biquinho fofo.

-vamos nos trocar e passear pela praia, que tal?

-adorei.

-aqui está sua chave senhor. -a mulher loira me entrega a chave.

-obrigado.-a agradeço. 

-Jungkookie, por quê está estranho? -disse jimin ao nos distanciarmos da recepção. 

-aquela recepcionista me olhava demais.-fiz uma careta arrancando uma risada gostosa de jimin.

-ah Jungkookie isso é normal sendo tão bonito como você. -ele dá um riso envergonhado. 

-eu sou bonito para você? 

-muito.-seu rosto se torna um tomate, ele percebe e esconde-o em meu peito.


A paisagem do quarto era linda, o mar azul fazia os olhos de jimin brilharem.


-está pronto?-pergunta jimin batendo novamente na porta do banheiro.

-agora estou.-saio do banheiro e levo um susto ao ser puxado por uma figura baixinha em direção à porta. 

-se acalme, a praia não sairá do lugar.-digo fazendo-o parar com um bico nos lábios. 

-eu já disse três veses que estou ansioso.-diz levantando três dedos de suas pequenas mãos. 

-está bem, vamos.-passo o braço pela sua cintura e ele me olha envergonhado. 

-breacking time-

Já passavam das sete da noite. 

Eu e jimin tínhamos acabado de chegar.

Apesar de termos dado, praticamente, a volta na cidade a nossa energia não havia acabado, estavamos mais felizes que antes. 

-o pôr do sol é algo extraordinário, eu não sei explicar mas...de alguma forma ele é especial para mim. -jimin se pronuncia com os olhos fixos na janela, o pôr do sol tinha sido o momento mais esperado por jimin durante todo o dia.ele não falava de nenhuma outra coisa desde então. 

-sim, ele é incrível, assim como você. -seu olhar se encontra com o meu, ele dá um leve sorriso com o rosto bastante avermelhado.

-Aish! Desse jeito me deixa envergonhado.- Ele tampa as bochechas com suas pequenas mãos. 

-Só disse verdades. E eu?

-Como assim?-pergunta franzindo o cenho. 

-O que acha de mim?-fui tão direto que eu mesmo me impressionei.

-você é incrível, você nunca poupa esforços para conseguir o que quer. Você é bonito, inteligente, tem bastante caráter. Você é um homem perfeito.-ele da um riso envergonhado. 

-Você só tem um defeito. -Digo e ele abaixa sua cabeça entristecido. 

-Qual?

-Ser tão perfeito ao ponto de me fazer se apaixonar desde o inicio.Eu nunca acreditei em amor a primeira vista, mas desde que eu te vi pela primeira vez eu te achei especial.você foi a primeira pessoa que eu olhei para o sorriso antes de olhar para o corpo.-ele cora e da um leve sorriso. 

-No início eu tive medo, mas agora, eu me sinto cuidado. O que na vida ninguém fez, você fez em menos de um mês. 

Cada palavra. 

Cada sorriso. 

Eu não sei como aconteceu, mas acabei me perdendo no brilho de seus olhos, acho que houve o mesmo com ele.

Trilho com minhas mão até seu rosto, o acaricio como se estivesse tocando a mais rara porcelana.

Me aproximo o bastante até quase não haver mais espaço. 

Seus pequenos olhos foram fechados lentamente. 

-eu quero você jimin.

Por fim selo nossos lábios, em um dos melhores beijos de toda minha vida.




Notas Finais


O que vai aconter depois?
Eu não sei. (Me fingindo de Santa)
Visualizações em chiken noodles soup, esse hino.
Hope merece.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...