1. Spirit Fanfics >
  2. Serenidade >
  3. 02. Primeiro dia de aula.

História Serenidade - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - 02. Primeiro dia de aula.


Jaemin acordou depois de muito custo e também batidas insistentes de sua mãe na porta dizendo que o garoto iria se atrasar, havia demorado muito para dormir resolvendo alguns problemas pessoais, mas se sentou na cama tentando disfarçar ao máximo a sua cara de derrotado, respirou fundo, fechando os seus olhos por um instante e ao voltar a abri-los, observou seu reflexo no espelho ao lado da cama exibindo um grande sorriso para si mesmo.

Jogou uma água no rosto e passou os dedos pelos fios loiros na tentativa de os organizar de alguma coisa, então tratou de começar a vestir ao seu uniforme, desceu as escadas enquanto fechava os botões de seu blazer, pegando sua mochila que estava sobre o sofá, verificou mais uma vez se estava com tudo e já ia abrir a porta.

— Aqui, não esquece do seu lanche, aqui está um pacotinho de bolacha para você aguentar de pé, você sabe que não pode ficar sem comer.

— Ok. – foi tudo o que disse ao pegar tudo que lhe fora oferecido sem ao menos erguer o rosto, em seguida abriu a porta e desceu os degraus.

Ergueu o seu rosto finalmente, podendo olhar para o céu e sugou uma boa quantidade de ar para os seus pulmões, ao que ia começar a andar, sentiu um toque sobre os seus ombros e virou o rosto um tanto espantado, mas logo soltou um suspiro aliviado ao perceber que se tratava de Donghyuck.

— Desculpa! Te assustei? Te chamei umas três vezes, mas você parecia tão distraído.

— Não, tudo bem, vamos? Eu quase me esqueci de te chamar, perdão. – apesar de falar calmamente, sua atenção estava no celular, respondia mensagens com um tanto de rapidez e caminhava logo a frente, indicando para o outro garoto lhe seguir. 

O percurso todo foi feito em silêncio, o que estava de certa forma chamando a atenção de Donghyuck já que no dia anterior Jaemin parecia ter assunto até de sobra, o tempo inteiro ficava falando sobre várias coisas que gostava, mas naquele momento, nada escapava de sua boca, apenas algo que saiu quase como um sussurro quando anunciou que tinham chegado na escola.

— A secretaria é por ali, nesse primeiro prédio, entre ali na porta na frente da rampa que deve encontrar ela, então é só subir, sua primeira aula é nesse prédio também, só essa daqui que é o no segundo prédio, mas nossos  horários são os mesmos, então qualquer coisa é só me seguir. – explicou calmamente para Donghyuck, assim como arrumou a alça da mochila nas costas. — Eu vou subir para garantir o meu lugar de sempre, te encontro lá, ok? – bateu de leve em seu ombro.

Foi assim que os dois se separaram que Donghyuck acabou não tendo outra opção a não ser dar de ombros e seguir até o local que foi lhe dito, enquanto isso Jaemin subia a rampa e seguia até a sala que pertencia à sua turma quando não tivesse aulas especiais como ter que ir para o laboratório ou a quadra.

Ao pisar na porta o seu corpo quase caiu para trás quando um grito chegou até sua audição e um corpo se jogou no próprio em um abraço apertado, não conseguiu evitar que talvez fosse a primeira vez que Jaemin ria naquele dia.

— Bom dia pra você também, Renjun. – bagunçou os fios rosados do amigo e indicou que fossem para os seus lugares. Jaemin sentava na última mesa da fileira de assentos na janela, cada mesa era comprida para até duas pessoas, o amigo chinês não demorou para se sentar ao seu lado. Logo à sua frente estava Jeno e uma mesa vaga ao seu lado, foi então que o loiro cutucou o ombro do amigo que olhou para trás.

— E parece que mais uma vez não conseguiram nos deixar com horários diferentes. – riram em conjunto e então Jaemin apontou para o lugar vago ao seu lado. 

— O Haechan, lembram dele? Ele está na mesma turma que nós, então separa esse lugar para ele.

— Jura? Isso vai ser muito bom, finalmente vamos ser um quarteto e o Jeno vai parar de ficar de vela. – Huang Renjun brincou e deitou a cabeça no ombro de Jaemin, a relação dos dois era de dois melhores amigos desde que se conhecem por gente, Renjun havia mudado para a Coreia com somente cinco anos de idade, estava brincando em um parquinho da creche quando conheceu Jaemin, desde então, sempre foram amigos e estudaram nas mesmas escolas.

Já Lee Jeno havia entrado para o grupo de amigos quando estavam na adolescência, o garoto vivia sozinho e pelos cantos por não gostar muito de multidão, o que não parecia, considerando que agora toda vez que a zona nas aulas começavam, ele que iniciava tudo e ria divertidamente mesmo que isso já tivesse lhe causado muitas idas para a direção.

A professora entrou na sala poucos minutos após o sinal tocar, então todos sentaram em seus lugares, a mulher acenou para o novo estudante se apresentar e o mesmo logo o fez, curvando o seu corpo com um grande sorriso no rosto.

— Me chamo Lee Donghyuck, meus amigos me deram o apelido de Haechan quando era criança, espero que vocês possam cuidar bem de mim. – e ele se curvou para o resto da classe.

Quando pensou em dizer mais alguma coisa, notou os garotos que já conhecia apontando alegremente para a cadeira vazia ao lado de Jeno, então não pensou nem duas vezes quando pediu licença e seguiu até o fundo da classe para ocupar o espaço sugerido para si, cumprimentando os meninos educadamente em seguida.

— É bom ver rostos conhecidos. – demonstrou animadamente ao cumprimentar cada um deles, apesar de Jaemin apenas ter movido sua cabeça como quem concordava sem ao menos tirar os olhos de seu celular, o que estava deixando Haechan levemente intrigado sobre o que deveria estar acontecendo com o garoto aquela manhã.

A aula finalmente começou, foi então que resolveu apenas olhar para frente e prestar atenção nas aulas que iriam se iniciar, não que fosse o tipo de aluno exemplar, mas parecia que todos os garotos ali eram certinhos e para tentar se enturmar, iria seguir como um bom aluno ao menos nos primeiros dias.

A tutora falava calmamente sobre o que teriam naquele semestre, Renjun anotava tudo atentamente, Donghyuck até começou a fazer o mesmo, mas se perdeu por um instante ao notar o garoto ao seu lado, a mochila de Jeno estava sobre a mesa, meio aberta, percebeu que o garoto jogava em uma espécie de videogame portátil, e logo atrás, Jaemin ainda tinha a atenção em seu celular. 

A atenção queria estar no garoto atrás, mas sabia que isso iria causar algum estranhamento se fosse visto olhando para trás o tempo inteiro, por isso resolveu apenas prestar atenção na aula, pelo menos em seu último ano letivo.

— Eu não acredito nisso. – sussurrou mais para si mesmo do que para os outros depois de algumas aulas, quando finalmente reagiu a alguma coisa, mas logo que foi anunciado o intervalo, Jaemin se levantou em silêncio e saiu da sala em seguida, tudo parecia normal para os outros dois que já conheciam o amigo, mas Donghyuck pareceu preocupado por sua expressão.

— Não se preocupe. – disse Renjun com um pequeno sorriso. — Ele está com problemas com a namorada, provavelmente.

— De novo. – murmurou Jeno ao dar de ombros.

— Eu escutei isso. – o garoto respondeu já que ainda estava parado na porta esperando pelos outros, mas acabou saindo assim que seu telefone vibrou em sua mão, ao perceber de quem se tratava a ligação, resolveu sair dali e procurar um lugar tranquilo no pátio para que pudesse atender, os outros só trocaram olhares e deram de ombros antes de seguirem até o refeitório.

A verdade era que estava com problemas, mas era algo que só conseguiria resolver sozinho, mas estava tão além que nem a ligação lhe salvou, por isso que o seu rosto apenas se moveu lateralmente antes de se sentar ali, perto da entrada do colégio, um local que vivia vazio e por ter um espaço abaixo da rampa que poderia se esconder, mas pareceu que nem isso estava ao seu favor, aquele garoto tinha um tipo de imã em si ou era impressão sua?

— Posso sentar com você? – ele perguntou e parecia um pouco receoso.

Jaemin não entendeu como, mas seu corpo simplesmente se moveu sozinho para o lado, dando espaço para o outro ficar ali escondido consigo e ao suspirar, completamente derrotado pelo desânimo, deitou a cabeça em seu ombro e fechou os olhos, em silêncio.

— Sei que você quer ficar quieto, notei isso o dia inteiro, só queria dizer que você não está sozinho, gostei de conhecer você, a forma como seu grupo me acolheu, então quero ser um bom amigo como vocês, acho, que serão por mim. – disse meio incerto, mas ouvir um riso soprado que escapou dos lábios do loiro pareceu lhe confortar.

“Alunos transferidos, por favor comparecer na biblioteca para receber o material didático deste semestre.”

— Nos vemos mais tarde?

— Sim. – foi tudo que conseguiu responder e apontou para a outra escadaria. — Você sobe ali e segue para a esquerda, a última porta é a biblioteca.

— Obrigado. – Donghyuck saiu e deixou Jaemin ali, sozinho, com todas as suas dúvidas do porque aquele garoto parecia fazer seu corpo interior reagir tão rapidamente.

Balançou sua cabeça e suspirou antes de olhar pra tela do celular mais uma vez, só então se levantou e decidiu ir até a secretaria, conversou com uma das atendentes e ela ligou para sua mãe, permitindo que o garoto fosse embora e voltasse para sua casa.

Sua mãe não falou nada o percurso inteiro, mas ficou de olho no garoto pelo canto dos olhos, mas ele só olhava para frente, às vezes suspirava e balançava a cabeça negativamente, não sabia o que dizer, não sabia o que o preocupava e ele sempre fora tão quieto e reservado, sempre esperava pelo momento que ele preferia para falar. Quando chegou em casa, o viu subir as escadas correndo para o seu quarto, fechando a porta atrás de seu corpo e dessa forma teve uma certeza… ele só queria ficar sozinho.

Ao cair da tarde, a campainha tocou, só assim o garoto saiu, sabia que sua mãe estava trabalhando e não ia ter outra escolha, por isso desceu as escadas tranquilamente e puxou o ar calmamente, soltando-o aos poucos para que tentasse ter uma expressão apresentável ao abrir a porta, então deu de cara com ele… De novo, Donghyuk.

— Desculpa, mandei mensagem e você não respondeu, só vim te trazer isso. – o garoto estendeu uma sacola com algumas papeladas que pareciam cópias. — Saindo das aulas, o Renjun fez uma cópia de todas as anotações dele e por lembrar que somos vizinhos, me pediu pra te trazer, era só isso, com licença. – talvez tenha falado rápido demais, mas foi entendido.

— Obrigado! Vem, entra. – por um minuto sua expressão ficou confusa, não era para ter dito aquilo, queria ficar sozinho, mas o que aquele garoto tinha que fazia com que reagisse sem ao menos perceber? Resolveu ignorar e encostou a porta quando o pedido foi atendido. — Eu ia fazer um lanche, quer?

Donghyuck sorriu ao aceitar e então seguiram juntos para a cozinha, onde começaram a conversar sobre um novo filme que havia lançado fazia pouco tempo, o assunto sempre fluindo naturalmente e fazendo com que os dois ficassem rindo e falando por tanto tempo que, mais uma vez, notassem o tempo escuro e a voz da mãe do loiro chamando avisando que já havia retornado do trabalho.

— Meu Deus, e eu disse que só ia te entregar o dever e já voltava. – Haechan levantou em um pulo, mas sua rapidez fez com que perdesse o equilíbrio, só não caiu porque os braços de seu amigo, dono do quarto, o seguraram pela cintura. 

— Cuidado. – sorriu da forma gentil de sempre e foram juntos para a sala, despedindo-se rapidamente, então em seguida foi para a cozinha ajudar no jantar.

Ele não fazia ideia de que os seus dias estavam prestes a mudar completamente, tudo isso porque uma nova pessoa entrou em sua vida… e que talvez, que traria toda a serenidade que sempre quis.


Notas Finais


é, demorou, mas a atualização veio, estou tentando ser mais perfeccionista do que já sou com tudo com essa fanfic aqui, ela é especial, bem mais do que qualquer outra coisa que eu escrevi, ela tem uma pitadinha de realidade que... não vou citar quais momentos são, mas que espero que todos vocês gostem e se apaixonem por cada detalhe, assim como eu, a cada dia que passa.

tudo ganhou uma nova betagem, a bwirus fez questão de me ajudar com tudo e espero que esteja tudo do agrado de todos, se algo escapou, por favor, me avisa, irei corrigir na mesma hora.

eu não poderia deixar de dizer que tudo é feito porque você existe, @bittersweeb, obrigado por ter entrado na minha vida.

tenho contas pra caso vocês queiram acompanhar meus trabalhos, como por exemplo.

twitter: https://twitter.com/reowjun
curiouscat: https://curiouscat.qa/katzxn
canal do telegram: https://t.me/polimorfado
sweek: https://sweek.com/pt/profile/1225201/74088
e também faço lives de jogos na plataforma da twitch.

até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...