História Serial Bunny Killer - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 16
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - O confronto


Jimin está na porta olhando e sem compreender quando:

- Bolinho de arroz, meu bolinho - Jin se levanta da cadeira e chega perto de Jimin com os braços abertos

- É sério mesmo Jimin - Taehyung olha para Jimin- você não foi para o Canadá - Tae diz e todos afirmam com a cabeça

- É assim eu fui mais eu voltei bem cedo do previsto, e também eu perdi o número de vocês e eu fui na casa do Hoseok mais ele tinha se mudado e não me lembrava onde o Tae morava - ele diz e abaixa a cabeça - me desculpem

Todos vão para um abraço coletivo 

- Não tem problema, Ah nos vamos começar a dormir aqui Por conta dos crimes e tals

- Sério eu vou comprar meu saco de dormir - Jimin diz e pega o celular - Eu vou ir agora porque senão o shopping fecha.

- Ei  ei ei PERA aí vamos todos juntos - Yoongi se levanta com a chave do carro.

- Mais açúcar não dá.

- Que não dá o que guria, claro que da, vocês vão em um carro e eu vou em outro - ele já estava na porta - vamos ou não, eu acho que posso pagar sorvete pra nós, mais se não quiserem também, Vamos Jimin eu te levo.

- Pera vó junto - Taehyung diz levantando rapidamente 

- Também estamos to indo - Namjoon fala puxando Jin pelo braço. 

- Hoseok também vai ele só tá com vergonha de fala - Tae fala puxando jhope para fora da sala.

No carro a caminho do shopping  

- Assim Jimin  eu quis vim junto porque rolou um crime do lado do shopping, e você pode sofrer o mesmo então vamos ter cuidado - Suga fala estacionando o carro.

- Mais eu sei me defender - Jimin sai do carro - Eu só bem treinado em karatê.

- Não, não você não sabe - Suga fala e fecha o carro - Não faz sentido você não vai conseguir se defender só com uma pistola, ele já matou pessoas com um metralhadora e uma doze, coisinha de leve você nem vai senti a bala na sua pele penetrando bem forte rasgando tudo.

- Que isso Yoongi, a bala viro um pênis pra me penetra forte e me rasga, tá bom venham comigo eu vou comprar roupas também - eles entram no elevador.

- Ksksksksksksksksksksksk- todos caem na gargalhada e Yoongi fica sem entender.

- Aí chefe, você não sabe fala nada sem duplo sentido - Hoseok diz se segurando em Jin.

Eles chegam no andar e veem pessoas gritando e correndo, eles se assustam e vai ver o q está acontecendo quando.

Jin leva um tiro e cai no chão, os outros tentam se esconder mais estava descontroladamente os tiros, Suga começa a falar no radinho.

- 1 2 3 , no shopping repito no shopping um descontrolado , mandem viaturas e fechem as portas, rápido 1 2 3 - Suga  se arisca e pega sua arma e começa a atirar.

Os outro vem e começam a atirar também quando o nome de máscara cai no chão todo baleado, todos vão ver Jin e se deparam do mesmo cheio de sangue e caindo no chão inconsciente, Namjoon começa a chorar.

- Eu tô aqui calma, o médico ta vindo - Yoongi vai ate o criminoso e tira a máscara ele um velinho da padaria.

- Por que, você não faz sentido.

- Ele me ...... obrigou ...... disse que mataria minha família ....... disse que era pra ser só um susto ........ para os .... po...li...ci....ais.....

- Você tá vivo - ele pega o radinho - Duas ambulâncias rápido , duas ambulâncias o mais rapido possivel - Yoongi olha e coloca a mão sobre o velinho - Você ao menos vou o criminoso.

- vi.... sim....

20 minutos depois 

As ambulâncias chegam e levam os dois para o hospital.

- Mais eu não sei o que fazer - Namjoon chora descontroladamente - ele é tudo que eu tenho nessa cidade, minha mãe e meu pai se mudaram, e ele é meu único meio de felicidade.

- Calma Namjoon ele vai fica bem calma - Jhope tenta conforta-lo- ele vai estar aqui, ele não vai embora calma.

- Yoongi - Tae diz - ele está bem.

- os médicos disseram que ele perdeu muito sangue mais ele pode sobreviver - Yoongi senta na cadeira - já o outro, possivelmente ele não sobreviverá por causa dos tiros mais ele pode sobreviver por que não perdeu sangue, Que droga ele pode morrer e ele viu o assassino filha da puta, ele me disse que o desgraçado o ameaçou que mataria a família dele, e que isso seria só um susto para nos.

- vocês terão que ir para casa, acabou o tempo de visitas,vocês não podem ficar aqui- o médico chega e fala - É não mesmo vocês sendo da polícia não pode ficar.

- Ok já estamos indo - Suga fala e todos se levantam.

- Eu não posso ficar e porque meu.... o Jin está aí dentro- Namjoon fala chorando 

- Infelizmente não - o médico diz e se retira.

Na delegacia 

Ao entrarem na sala, eles avistam uma caixa de presente com um papel escrito, Yoongi pega o papel e lê em voz alta.

Olá meu caros companheiros essa é minha primeira carta então eu não sei se vai estar boa mais fodase, eu queria saber se vocês gostaram da minha bela apresentação, hahahaha ele não vai viver , claramente ele vai entrar em coma ou eu mesmo o mato, ele não vai viver eu já aviso ok, mais assim ele disse que eu o obriguei a fazer aquilo que mintira eu nunca faria isso eu só falei se vira e chama a atenção dos retardados lá senão eu mato sua família, so falei isso ai ele vem fala que eu o obriguei, mais a esposa dele vai acompanha-lo no ceu, quero só vem se seu detetive vai descobrir algo então falo seus otários.

De killer 

Para os otários 

- Velho, que filha da puta - eles abrem a caixa e veem a cabeça da velinha com um corte estramamente perfeito, com o sangue extremamente coagulado e sem estar derramado.

- Como ele pode matar a dona dor bolinhos - Taehyung fala com voz de choro.

- Esse psicopata e perfectionista nas coisas que ele faz - hoseok diz olhando a cabeça da velinha.

- Yoongi! - Namjoon olha para Suga que está chorando - o que foi - ele começa a chorar sem controle.

- Como ele sabia, Como ele sabia, COMO Q ESSE FILHA DA PUTA SABIA, co..mo que ele sa....bia - os meninos olham para ele sem entender.

- Calma chefe - Taehyung tenta consolalo.

- Como ele sabia que essa senhora era minha ajudante, a minha pessoa que eu mais  amava a pesssoa que eu, que eu sempre ajudei e que sempre a dei carinho, como q esse filha da puta sabia.

- Mais por que, você - Namjoon diz e Yoongi aos prantos de choro aponta para a caixa.

- dentro dessa caixa tem o cartão q ela sempre me dava no Natal e o colar de ouro com diamantes que a presentiei e também está a droga dos bolinhos escritos meu açúcar bong  bong, eu não quero acreditar ele pisou no meu ponto fraco eu eu .......eu.

Yoongi chora com se estivesse perdido e não parava aos prantos estava quando Hoseok avista outro papelzinho, Hoseok le baixo quando ele dá um grito, e começa a ler o bilhete.

Cada um de vocês eu vou machucar e pisar em cima, eu sei de tudo, de onde até quando vocês vão ou não trabalhar, e um último aviso Namjoon você será o próximo a ser destinado ok.

Tchauzinho.


Notas Finais


Espero q tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...